DoençAs

810 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
810
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

DoençAs

  1. 1. DOENÇAS INFECCIOSAS TRANSMISSÍVEIS POR TRANSFUSÃO SIDA, Hepatite viral e Sífilis Escola Básica e Secundária de Santa Maria Disciplina de Área de Projecto Ano lectivo 2008/09
  2. 2. O Sangue SIDA Síndrome da Imunodeficiência Adquirida <ul><li>Vias mais comuns de transmissão: contacto sexual, a partilha de agulhas entre toxicodependentes de drogas injectáveis e de uma mãe infectada para o feto durante a gravidez. </li></ul><ul><li>O vírus causador da SIDA é designado por vírus da imunodeficiência humana (VIH). Assim sendo, o sangue do dador é analisado à procura do referido vírus. A análise não apresenta 100% de precisão, por isso, os possíveis dadores são submetidos a um processo de controlo, através de uma entrevista. </li></ul><ul><li>De acordo com estimativas recentes, o risco de contrair SIDA através da transfusão é extremamente baixo (1 em cada 420 000). </li></ul><ul><li>Mais de 50% dos portadores deste vírus apenas desenvolverão </li></ul><ul><li>SIDA 10 ano após a infecção. </li></ul>
  3. 3. O Sangue Hepatite Viral Do tipo B e C <ul><li>Doença infecciosa causada por um vírus e que afecta o fígado. </li></ul><ul><li>O sangue doado é analisado para verificar que não possui os tipos de hepatites virais. </li></ul><ul><li>O sangue infectado nem sempre é identificado através das análises, contudo, a transfusão quase não apresenta risco de transmissão da hepatite B. A hepatite C continua a ser a mais frequente das infecções potencialmente graves transmitidas através das transfusões de sangue (3 em cada 10 000). </li></ul><ul><li>grande parte dos infectados não apresenta quaisquer sintomas da </li></ul><ul><li>doença, no entanto, podem desenvolver no futuro hepatite crónica ou </li></ul><ul><li>doença hepática grave. </li></ul>
  4. 4. O Sangue Sífilis <ul><li>Doença venérea, causada por uma bactéria. </li></ul><ul><li>Nos últimos anos, a transmissão da sífilis pela transfusão sanguínea tornou-se muitíssimo rara. </li></ul><ul><li>Além da triagem realizada nos doadores de sangue e dos testes no material doado para sífilis, o sangue doado é também refrigerado a baixas temperaturas, que matam os microrganismos infecciosos. </li></ul><ul><li>Apenas três casos de sífilis associada à transfusão foram identificados nos últimos trinta e cinco anos. </li></ul><ul><li>Nota: Se o teste efectuado nas referidas doenças for positivo a unidade </li></ul><ul><li>de sangue será destruída e, consequentemente, não será transfundida </li></ul><ul><li>para nenhum doente. </li></ul>
  5. 5. O Sangue Caso real <ul><li>“ O Supremo Tribunal Administrativo recusou o direito a indemnização a um homem que em 1986 recebeu, em transfusão no Hospital de Santo António (Porto), sangue contaminado com o vírus da SIDA, tipo 2.” </li></ul><ul><li>In Jornal de Notícias , 6 de Janeiro de 2006 </li></ul><ul><li>Joaquim Conceição recorreu ao hospital de Santo António para realizar uma cirurgia em ortopedia, em 1986.No decorrer desta cirurgia, Joaquim necessitou de receber sangue. Em 1990, Joaquim Conceição foi diagnosticado como portador do vírus HIV2. a explicação para o facto viria a ser conhecida quatro anos mais tarde, quando tiveram um dador de sangue portador do referido vírus. Joaquim Conceição faleceu em 2001. </li></ul>

×