aquecimento global

1.002 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.002
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

aquecimento global

  1. 1. MUDANÇAS CLIMÁTICAS
  2. 3. DEVIDO AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS ESSES ANIMAIS CORREM O RISCO DE SEREM EXTINTOS DO NOSSO PLANETA.
  3. 4. URSO POLAR
  4. 5. Esta espécie pode ser encontrada no hemisfério norte, onde habita o círculo polar árctico, no Alasca, Canadá, Gronelândia, Rússia e no arquipélago norueguês de Svalbard Se os corais morrerem, também morrerá uma cadeia de outros invertebrados e as espécies que se alimentam deles, causando a diminuição de numerosos recursos econômicos. No Ártico, onde o ritmo do aquecimento é duas vezes mais rápido, os ursos polares estão diretamente ameaçados pela redução da camada de gelo. O urso polar (Ursus maritimus) tem como maior ameaça a redução do seu habitat natural: o mar de gelo do Ártico, que está derretendo por causa do efeito estufa. O encolhimento de seu habitat reduz a capacidade dos ursos de achar comida e de criar filhotes em buracos na neve
  5. 7. NARVAL
  6. 8. O Narval é o unicórnio dos mares, um cetáceo de cor pálida que habita as águas costeiras e os rios do Ártico. Alimentam-se de peixe, crustáceos, lulas e outras presas aquáticas. Está ameaçado de extinção por causa da destruição de seu habitat natural.
  7. 10. TARTARUGA MARINHA
  8. 11. As Tartarugas são animais migratórios, não tem casa fixa, são conhecidas como viajantes do mar. Quando está na época de sua reprodução, ela retorna à praia em que nasceu. Ela coloca seus ovos escondidos em buracos dentro da areia desta praia. Alimenta-se quase exclusivamente de algas, comendo também crustáceos e outros pequenos organismos marinhos. As tartarugas marinhas estão ameaçadas de extinção, porque há lixo e produtos tóxicos no mar e na areia das praias
  9. 13. RAPOSA DO ÁRTICO
  10. 14. Vive em regiões árcticas da Europa, Ásia, América do Norte e Gronelândia, em bosque aberto e na tundra. Alimentam-se essencialmente de lemingues (porquinhos-da-índia), originários da Rússia e Escandinávia, mas também se alimentam de ovos de pássaros e dos pássaros recém-nascidos. Com o aquecimento global e o degelo e as Raposas do Ártico ficaram sem ter onde morar, elas correm o risco de simplesmente não ter para onde ir conforme seus habitats vão encolhendo até sumir.
  11. 16. COALA
  12. 17. Os coalas só são encontrados na Austrália. Na Austrália existem 600 espécies de eucaliptos. Em média, um coala de 10 kg consome 500 g de folhas e dedica de 6 a 8 horas a esta atividade, começando as suas refeições à tarde e terminando-as ao amanhecer. Os coalas podem morrer de fome devido o aquecimento global. Isso porque o alto nivel de dioxido de carbono na atmosféra retirar nutrientes das folhas de eucaliptos que são o alimento dessa espécie.
  13. 19. PINGUIM REI
  14. 20. São aves marinhas muito especializadas, cujas asas não servem para voar, mas sim para nadar. Habitam as zonas polares, formando colónias. Comem peixe

×