Conhecendo a SAF

4.491 visualizações

Publicada em

Conhecendo a SAF

Seminário apresentado no JMC pelo seminarista Jailson Santos

Publicada em: Educação, Turismo
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.491
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
71
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecendo a SAF

  1. 5. Em 1920, a  SAF da Igreja Presbiteriana de Lavras, Sul de Minas, implantou este tipo de atividade. Os departamentos criados foram em número de quatro. Receberam os nomes: Presbitério, Sínodo, Assembléia e Missões. Esses títulos funcionavam em rodízio anual, com o objetivo de instruir todas as senhoras quanto à existência, organização e função de cada trabalho representado pelo respectivo título.
  2. 6. 1ª Federação   Foi organizada em 24/ 05/ 1921, no Presbitério Sul de Minas, tendo sido, na época, denominada “Confederação de Senhoras”. Esta 1ª Federação era composta de 12 SAFs. 3ª Federação 1925 Federação Sul de Pernambuco, que resultou do desdobramento da anterior. Sua 1ª Presidente foi Cecília Rodrigues Siqueira. 2ª Federação Surgiu no ano de 1924 - Federação de SAFs do Presbitério de  Pernambuco
  3. 7. PRIMEIROS PASSOS PARA A EXPANSÃO A NÍVEL NACIONAL 1926  –  Neste ano, uma comissão de 100 mulheres compareceu à Assembléia Geral (como era chamado, na época, o Supremo Concílio) reunida em São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, para pedir a criação de Federações em todos os Presbitérios.  Isto somente vai acontecer de fato em 1928, ocasião em que D. Amélia Kerr Nogueira pronunciou convincente discurso perante a Assembléia, então reunida em Campinas, SP.
  4. 8. CRIAÇÃO DOS CÍRCULOS CONFERENCIAIS E COMEMORAÇÃO DO DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO Em 1926, a Federação Sul de Minas introduziu estas duas novidades no trabalho feminino; ambas deram tão bons resultados que continuam até hoje, mas tendo sido alterados seus nomes para “Círculos”  e  “Dia de Oração das SAFs do Brasil” (acontece, anualmente, na 1ª sexta-feira do mês de março).
  5. 9. 1º SECRETÁRIO GERAL Em 1928 – Rev Jorge Goulart,  nomeado na reunião da Assembléia Geral da Igreja, realizada em Campinas, SP
  6. 10. 1ª SECRETÁRIA EXECUTIVA DO TRABALHO FEMININO 1932/ 1936 – Genevieve Marchant, eleita na reunião da Assembléia Geral da Igreja, realizada em Alto Jequitibá, MG.
  7. 11. MANUAL DO TRABALHO FEMININO O Primeiro Manual começou a ser preparado em 1935 pela Comissão Permanente, mas só foi publicado pela Casa Editora Presbiteriana em 1937. Em todo o Brasil, o trabalho feminino foi uniformizado.  Hoje é adotado o Manual Unificado das Sociedades Internas, que dá esta unidade de funcionamento a todas as sociedades internas da IPB. 
  8. 12. CONGRESSO UNIDO 1º CONGRESSO NACIONAL DE SAFS
  9. 13. MOTO DA SAF “ Sejamos verdadeiras auxiliadoras, Irrepreensíveis na conduta, Incansáveis na luta, Firmes na fé, Vitoriosas por Cristo Jesus.”    
  10. 14. SAF em REVISTA  (1955)
  11. 15. Moto da SAF ORGANIZAÇÃO
  12. 18. Moto da SAF A GRANDE PROBLEMATICA A SAF SERVE PARA MULHER MODERNA??????
  13. 19. Moto da SAF O QUE PRECISA MUDAR? O DEVE SER PRESEVADO. A SAF E A MULHER MODERNA
  14. 20. Moto da SAF O QUE PRECISA MUDAR?
  15. 21. Moto da SAF O QUE PODE MELHORAR MUDAR?
  16. 22. Moto da SAF FONTE <ul><li>Manual das Sociedades Auxiliadoras Femininas, Casa Editora Presbiteriana, 1959 </li></ul><ul><li>Trabalho Feminino / Manual, Casa Editora Presbiteriana, 1980 </li></ul><ul><li>Manual do Trabalho Feminino,  Casa Editora Presbiteriana, 1986 </li></ul><ul><li>Manual Unificado das Sociedades Internas, Editora Cultura Cristã, 2002 </li></ul><ul><li>História da Igreja Presbiteriana do Brasil, Júlio Andrade Ferreira, Casa Editora Presbiteriana, 1960    </li></ul>

×