Exermplos De Drogas

1.830 visualizações

Publicada em

Exemplos de drogas

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.830
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exermplos De Drogas

  1. 1. Exemplos de Drogas
  2. 2. Cocaína
  3. 3. Cocaína O que é : A cocaína é uma substância natural originária de um arbusto – Eritroxilon-Coca -, que cresce essencialmente na América do Sul, em países como a Colômbia, Peru e Bolívia. Como é consumida? É um pó branco normalmente "snifado" pelo nariz com a ajuda de um papel (normalmente uma nota) enrolada em tubo. Em ordem a potenciar o seu efeito pode também ser injectada (“chuto”). O crack (cocaína cristalizada) é normalmente fumado, o que faz com que tenha um efeito mais rápido. Tem este nome porque quando se fuma ouve-se um "crack".
  4. 4. Cocaína Efeitos A sensação de bem estar e excitação sentidas pelo consumidor de cocaína estão relacionadas com a libertação no cérebro de grandes quantidades de uma substância chamada dopamina. Tal vai provocar um sentimento de sociabilidade aumentada, com elevada exaltação intelectual, o que faz com que se torne excepcionalmente falador e alegre, em simultâneo com uma redução notável do apetite e do sono.
  5. 5. Cocaína <ul><li>Consequências do Abuso de Coca í na </li></ul><ul><li>Morte por “ overdose ” , que resulta de paragem card í aca e/ou respirat ó ria. </li></ul><ul><li>O “ snifar ” regularmente causa muita vezes epistaxis (hemorragias pelo nariz). </li></ul><ul><li>Muitos que a injectam, são respons á veis pela propaga ç ão de doen ç as infecto-contagiosas, como a Hepatite B e C e SIDA. </li></ul><ul><li>Quando o consumo se torna mais regular e intenso, pode provocar altera ç ões graves de personalidade, que se podem prolongar por uma vida. </li></ul>
  6. 6. Ecstasy
  7. 7. Ecstasy O que é? O Ecstasy (MDMA) é uma anfetamina com propriedades alucinogénicas. Como se apresenta? Normalmente aparece sob a forma de comprimidos, muitas vezes com formatos típicos (corações, símbolos, etc.).
  8. 8. Como é consumida? Por via oral, com a ajuda de líquidos. Ecstasy Consequências do abuso Paragem cardíaca resultante de um sobreaquecimento do corpo (normalmente porque as pessoas o tomam durante festas e &quot;raves&quot;, em que dançam sem parar, não bebendo líquidos com regularidade para compensar a quantidade de água perdida) e também do aumento brusco de tensão arterial. Afectação do sistema imunitário, que faz com que o utilizador pareça andar sempre constipado.
  9. 9. Ecstasy Efeitos Primeiro o consumidor sente um elevado grau de “euforia excitada”, que pode ser acompanhada por náuseas. As sensações relacionadas com música e contacto físico são aumentadas. Música ouvida alto e com elevado ritmo provoca um efeito poderoso no utilizador. Um efeito que torna o Ecstasy diferente das outras drogas, é o aparecimento de uma sensação de empatia e aceitação em relação às outras pessoas. A timidez diminui substancialmente. Um efeito que torna o Ecstasy diferente das outras drogas, é o aparecimento de uma sensação de empatia e aceitação em relação às outras pessoas. A timidez diminui substancialmente.
  10. 10. Ecstasy Consequências do abuso Paragem cardíaca resultante de um sobreaquecimento do corpo (normalmente porque as pessoas o tomam durante festas e &quot;raves&quot;, em que dançam sem parar, não bebendo líquidos com regularidade para compensar a quantidade de água perdida) e também do aumento brusco de tensão arterial. Afectação do sistema imunitário, que faz com que o utilizador pareça andar sempre constipado.
  11. 11. Erva-Marijuana-Haxixe A Cannabis é obtida da planta Cannabis Sativa , que cresce em muitos lugares do mundo. O seu principal ingrediente é o THC.
  12. 12. Apresenta-se de várias formas: a chamada erva ou marijuana, haxixe ou hash ou ainda na forma líquida, tirada da flor (óleo de haxixe). Como é consumida Erva-Marijuana-Haxixe Como se apresenta Normalmente é fumada misturando-a com tabaco enrolado em papel de cigarro ou mortalhas (&quot;charro&quot;) ou em cachimbo. Pode ainda ser misturada na comida (os clássicos bolos das “Coffee Shops” holandesas). É predominantemente consumida em grupo.
  13. 13. Efeitos Erva-Marijuana-Haxixe Os mais pretendidos são exalta ç ão intelectual desprendida da realidade e estimula ç ão sensorial. Por isso é muita usada em concertos. Alguns efeitos f í sicos são: aumento r á pido da frequência card í aca, olhos encarnados e empapu ç ados, l í ngua e garganta secas. Provoca ainda uma not ó ria redu ç ão da mem ó ria e da capacidade de concentra ç ão, sendo estes efeitos a maioria das vezes respons á veis pelo seu abandono da parte dos jovens. Gradualmente, vai exigindo maiores quantidades para produzir os mesmos efeitos. Muitas vezes constitui o primeiro degrau da escalada para as drogas “ duras ” (coca í na, hero í na, etc.). Os efeitos duram cerca de 2 a 6 horas, dependendo das caracter í sticas da pessoa e da quantidade tomada.
  14. 14. Heroína Deriva dum tipo especial de Papoila (Papaver Somniferum), que é principalmente cultivada no Médio Oriente, Ásia e América do Sul. Quando adquirida na rua, normalmente está misturada com várias impurezas – produtos de corte - que precipitam muitas vezes a morte (erradamente diagnosticada como “overdose”).
  15. 15. Heroína Como é consumida? Normalmente é fumada com o auxílio duma prata (habitualmente retirada de um maço de tabaco) e aquecida com a ajuda de um isqueiro, que vai “caramelizar” o pó colocado em cima, do qual se libertam “vapores” que são aspirados pela boca, com a ajuda de uma nota. (“chinesa”). Razões de ordem económica, normalmente “empurram” o utilizador para a forma injectável (“chuto”), pois assim todo a substância é aproveitada. Médio Oriente, Ásia e América do Sul.
  16. 16. Heroína Efeitos Provoca uma euforia pacífica, ou seja, um desprendimento saboroso e irrealista da realidade. Tira a ansiedade, a tristeza e a dor, ou não tivesse ela morfina na sua composição. É por isso considerada a droga-rainha entre as outras. Dependência É responsável por forte dependência física e psicológica. A ressaca (conjunto de sinais e sintomas que se apoderam de quem interrompe abruptamente o seu consumo – câimbras musculares, vómitos, diarreia, pingo no nariz, arrepios, ansiedade extrema, tristeza e insónia) é dificilmente suportável e normalmente precipita novo consumo. A heroína é responsável também pelo fenómeno da “tolerância” – necessidade de aumentar as doses para ir buscar os efeitos anteriores.
  17. 17. Heroína Consequências do abuso -O seu consumo é responsável pelos quadros de maior miséria afectiva e moral, obrigando o utilizador a um “autismo” que, por um lado, “o salva da chatice que é ter de crescer”, mas que o obriga, por outro, a pagar uma “factura” demasiado pesada para valer a pena, pela dedicação exclusiva ou verdadeira escravização a que obriga. -É a droga responsável pelo maior número de “overdoses” em Portugal, acontecendo a morte habitualmente por depressão do centro respiratório. -Risco de overdose. Apesar de poder acontecer com qualquer via de consumo, tem maior probabilidade de acontecer quando injectada. -Pelo facto de ser esta a via a maior parte das vezes escolhida, tem ocasionado um número crescente de casos de Hepatites B e C e SIDA.
  18. 18. LSD O que é? LSD (dietilamida do ácido lisérgico) é a droga alucinogénica por excelência. Também conhecida por ácido, é tipicamente uma droga de laboratório.
  19. 19. LSD Como se apresenta? Apresenta-se sob a forma de cápsulas, comprimidos (cristais) ou de um líquido incolor e sem cheiro, que normalmente se deposita num cubo de açúcar. Como é consumida? É consumida por via oral em doses na ordem da milionésima de grama.
  20. 20. LSD Efeitos Os efeitos do LSD são imprevisíveis. Normalmente as pessoas procuram ter alucinações &quot;agradáveis&quot;. No entanto, quando são más ou ameaçadoras podem ter como consequência autênticas reacções de terror. Um dos grandes problemas do LSD é que é impossível prever os seus efeitos. Estes dependem de factores como a quantidade tomada, disposição de momento, expectativa e personalidade do consumidor. Surgem normalmente cerca de 3O a 9O minutos depois do consumo. A percepção (tempo, espaço, visão, tacto som , etc) altera-se drasticamente. O consumidor sente-se como &quot;dono do Universo&quot;.
  21. 21. LSD Consequências do Abuso Pupilas dilatadas, aumento da temperatura corporal, da frequência cardíaca e da tensão arterial, perda de apetite, insónia, boca seca e tremores no corpo, são tudo consequências do seu uso. Não há registo de mortes directamente provocadas só por LSD, embora muitas vezes as alucinações provocadas levem a actos (suicídios, violência, etc.) que podem ter como consequência a morte. O seu uso pode causar lesões irreversíveis a nível do sistema nervoso central, acontecendo algumas vezes ao seu utilizador adquirir uma personalidade totalmente diferente da inicial, dando a ideia de passar a viver “fora deste mundo” com carácter de irreversibilidade. São frequentes os testemunhos referenciando casos em que alguém “se passou” e nunca mais voltou a ser a mesma pessoa! &quot;Flashbacks&quot;, ou seja, a percepção dos efeitos muito tempo depois de se deixar a droga, podem acontecer algumas vezes.
  22. 22. FIM

×