Oficina de Formação
PRÁTICAS E MODELOS DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

Formadoras:

     Dr.ª Elsa Conde
    ...
Enunciados:




                                 Enunciado 3

                        Reforçar o trabalho articulado.




...
Enunciado 4

    Reforçar a produção de instrumentos de apoio a serem utilizados por
                          professores...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Workshop Enunciados Gerais E Enunciados EspecíFicos

732 visualizações

Publicada em

Tarefa 2 do Workshop (14 Dezembro)

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
732
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Workshop Enunciados Gerais E Enunciados EspecíFicos

  1. 1. Oficina de Formação PRÁTICAS E MODELOS DE AUTO-AVALIAÇÃO DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES Formadoras: Dr.ª Elsa Conde Dr.ª Paula Correia Formanda: Sílvia Maria Passos Baltazar Outubro/Dezembro de 2009 Unidade 7 Workshop Objectivo da sessão: - Examinar a operacionalização do modelo de auto-avaliação no que se refere à utilização da linguagem, em contexto de avaliação e de planificação de acções para a melhoria. Actividades: ACTIVIDADE 2 – distinguir enunciados gerais de enunciados específicos (a desenvolver no Fórum 2) 1- Analisar os enunciados 3 e 4, apontando as suas fragilidades e propondo eventuais alterações que os transformem em enunciados específicos e que concretizem hipóteses reais de acções para a melhoria. 1
  2. 2. Enunciados: Enunciado 3 Reforçar o trabalho articulado. Este enunciado é muito geral, pois não sugere qualquer acção concreta de melhoria, limitando-se a reconhecer uma necessidade, a de reforçar o trabalho articulado. Proposta de acção de melhoria No início do ano lectivo, participar na reunião do Departamento Curricular de Línguas, levando a esta reunião um documento/mensagem inicial que expresse a missão da BE em termos de articulação curricular, especificamente com este Departamento, e a sua disponibilidade em termos de recursos físicos e humanos para articular com o mesmo. Em sede de reunião de Área Disciplinar, identificar momentos-chave de articulação possível: Natal, Semana da Leitura, Dia da Poesia, … Exemplo: Na reunião da Área Disciplinar de Língua Portuguesa, apresentar aos professores um documento de planificação que permita agendar os momentos de utilização das obras recomendadas para leitura orientada, no âmbito do Plano Nacional de Leitura, para que se averigúe a disponibilidade dos conjuntos de obras e se articulem as turmas que podem, simultaneamente, ler a mesma obra. 2
  3. 3. Enunciado 4 Reforçar a produção de instrumentos de apoio a serem utilizados por professores e alunos. Este enunciado é muito geral, pois também não sugere qualquer acção concreta de melhoria, limitando-se a reconhecer uma necessidade, a de reforçar a produção de instrumentos de apoio a serem utilizados por professores e alunos. Proposta de acção de melhoria Produzir um documento, um pequeno questionário, por exemplo, que permita auscultar, junto dos professores e alunos, as suas maiores dificuldades nas áreas relacionadas com a leitura e literacia, como por exemplo: no ensino/aprendizagem da leitura, no ensino/aprendizagem da escrita, na interpretação de textos escritos, na produção de textos a partir de um tema, … Depois de auscultadas as dificuldades e necessidades de alunos e professores, realizar um cruzamento simples das informações recolhidas, verificando coincidências e listando as dificuldades apontadas. Realizar, com os professores de Língua Portuguesa, uma reunião para comunicação dos resultados da auscultação e para definição de um conjunto de estratégias, entre as quais, a concepção de documentos de apoio a serem utilizados por professores e alunos, como por exemplo: - Fichas de leitura; - Organização de concursos literários; - Organização de passatempos ou campeonatos de ortografia, de leitura, etc. - Dinamização de oficinas de escrita criativa ou de escrita para apropriação de modelos e técnicas; - Elaboração de um instrumento de avaliação das actividades realizadas (para alunos e para professores); -… A Formanda: Sílvia Maria Passos Baltazar São Brás de Alportel, 20 de Dezembro de 2009 3

×