Preservativos

1.363 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Preservativos

  1. 1. Preservativo
  2. 2. O que é?
  3. 3. <ul><li>O preservativo masculino (profiláticos ou &quot;camisas de Vénus&quot;) é um método contraceptivo muito antigo. A sua forma e material usados tem vindo a evoluir ao longo do tempo, agora são feitos de látex, plástico ou membranas naturais. Impedem que os fluidos do corpo (sémen e secreções vaginais) entrem em contacto. O preservativo também sempre foi utilizado como forma de prevenir infecções sexualmente transmissíveis (IST), e hoje é mesmo considerado o método mais importante para prevenção do contágio, nomeadamente do VIH, hepatites B e C, herpes genital e sífilis.  </li></ul>Masculino ♂
  4. 4. Feminino ♀ <ul><li>O preservativo feminino, é importante falarmos dele apesar de actualmente já não estar em comercialização no nosso país (só existe nos aeroportos). Tal como o diafragma, é utilizado pela mulher e pode ser introduzido antes do coito evitando o contacto com o esperma, uma vez que reveste o interior da vagina. </li></ul><ul><li>É um método relativamente novo de contracepção. É feito de um tubo de borracha fina, mas tem um anel em cada extremidade. Um destes anéis é fechado </li></ul><ul><li>e inserido na vagina, de modo a tapar o colo do útero, como se fosse um diafragma. </li></ul><ul><li>A outra extremidade é aberta e ajusta-se em volta da abertura da vagina e da vulva, protegendo as mulheres das doenças sexualmente transmissíveis. </li></ul>
  5. 5. Vantagens
  6. 6. Masculino ♂ <ul><li>São bastante seguros, se utilizados correctamente; </li></ul><ul><li>São muito eficazes contra doenças transmitidas sexualmente, como a SIDA, gonorreia, …; </li></ul><ul><li>Não provoca efeitos secundários sobre o organismo; </li></ul><ul><li>Podem proporcionar uma maior duração do acto sexual, retardando a ejaculação. </li></ul><ul><li>Evita o encontro entre os gâmetas, evitando a fecundação. </li></ul><ul><li>Por ser feito de poliuretano em vez de látex, a probabilidade de uma rotura durante o uso é dez vezes menor; </li></ul><ul><li>Dá à mulher mais controlo e liberdade de contracepção; </li></ul><ul><li>Oferece uma boa protecção contra infecções sexualmente transmissíveis; </li></ul><ul><li>Pode ser colocado em qualquer momento, antes da relação sexual genital mesmo horas antes.  </li></ul>Feminino ♀
  7. 7. Desvantagens
  8. 8. Masculino ♂ <ul><li>Se não for usado correctamente, pode rasgar durante o coito ou ficar retido na vagina; </li></ul><ul><li>A sua colocação interrompe o acto sexual (a não ser que a/o parceira, o coloque como parte do &quot;jogo&quot; sexual). </li></ul><ul><li>Pode ser rasgado pelas unhas ao ser colocado </li></ul><ul><li>Não se podem usar lubrificantes à base de óleo - vaselina ou derivados - com os preservativos de látex. Se o fizer, ficam perfurados em alguns segundos! Só se pode utilizar lubrificantes à base de água (geleias ou geles). </li></ul><ul><li>O pénis tem de ser retirado logo após a ejaculação. </li></ul><ul><li>O látex ou o produto espermicida que muitos preservativos contêm podem provocar alergias. Se isso lhe acontecer experimente utilizar preservativos sem espermicida. Outras vezes, basta mudar de marca. Se a alergia persistir, consulte o seu médico. </li></ul><ul><li>Não é barato. </li></ul>
  9. 9. Feminino ♀ <ul><li>É mais caro e mais difícil de encontrar que o preservativo masculino; </li></ul><ul><li>Leva mais tempo a adquirir prática para o colocar correctamente; </li></ul><ul><li>Algumas mulheres têm problemas em tocar no interior da sua vagina; </li></ul><ul><li>Pode produzir alguns barulhos durante as relações.   </li></ul>
  10. 10. Como utilizar?
  11. 11. Masculino ♂ <ul><li>Coloca o preservativo só quando o pénis estiver em erecção e antes de qualquer contacto genital. Se não fores circuncidado deves puxar para trás o prepúcio, (pele que cobre a ponta do pénis) antes de colocar o preservativo; </li></ul><ul><li>Aperta com os dedos a ponta do preservativo - reservatório ou depósito- para expulsar o ar (o ar em excesso pode fazer com que este rebente); </li></ul><ul><li>Desenrola então o preservativo ao longo do pénis até chegar à base; </li></ul><ul><li>Certifica-te que o depósito do preservativo se encontra vazio para receber o esperma; </li></ul><ul><li>Logo a seguir à ejaculação, enquanto o pénis se encontra em erecção, retira-o com cuidado - tem atenção para não derramares nenhuma porção de esperma- fecha-o com um nó e deita-o no lixo, nunca na sanita. </li></ul>
  12. 13. Feminino ♀ <ul><li>Não guardar os preservativos em local quente; </li></ul><ul><li>Verificar sempre a data da embalagem; </li></ul><ul><li>Usar um preservativo novo em cada relação sexual; </li></ul><ul><li>O preservativo feminino pode ser inserido até oito horas antes do coito; </li></ul><ul><li>Remover o preservativo da embalagem. Não usar nenhum utensílio cortante na abertura da embalagem; </li></ul><ul><li>Segurar o preservativo com a extremidade aberta voltada para baixo; </li></ul><ul><li>Usar o polegar e o dedo médio para comprimir o anel flexível do lado fechado de forma a torná-lo um oval estreito. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Com a outra mão, afaste os lábios da vulva; </li></ul><ul><li>Inserir o anel e o preservativo na vagina; </li></ul><ul><li>Usar o dedo indicador para empurrar o anel o mais profundamente possível na vagina; </li></ul><ul><li>Verificar se o pénis penetra no interior do preservativo; </li></ul><ul><li>Não utilizar o preservativo feminino ao mesmo tempo que o masculino; </li></ul><ul><li>No final do coito, torcer o anel externo e puxar delicadamente o preservativo para fora. </li></ul><ul><li>Retirar logo após a ejaculação, para que não escorra o liquido seminal para dentro da vagina. </li></ul>
  14. 16. Eficácia
  15. 17. Masculino ♂ <ul><li>95% </li></ul>95%
  16. 18. Feminino ♀ <ul><li>De 82 a 97% </li></ul>
  17. 19. <ul><li>Trabalho elaborado por: </li></ul><ul><li>Ana Inês nº1 </li></ul><ul><li>Ana Raquel nº2 </li></ul><ul><li>Sofia Abrantes nº17 </li></ul><ul><li>Sofia Macedo nº18 </li></ul>
  18. 20. Bibliografia: <ul><li>http://juventude.gov.pt </li></ul><ul><li>http://www.sexualidades.com/ </li></ul>

×