Sessão 5 1ª Parte

241 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
241
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sessão 5 1ª Parte

  1. 1. O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Parte II)<br />D. Gestão da BE D.3 Gestão da Colecção/da InformaçãoD. 3.1.Planeamento/Gestão da colecção de acordo com a inventariação das necessidades curriculares e dos utilizadores da escola/agrupamento.Factores Críticos de SucessoInstrumentos de recolha das evidências sugeridas“Frases-tipo” que evidenciam as evidências passíveis de serem obtidasExiste uma gestão documental que tem em conta as necessidades didáctico-pedagógicas dos utilizadores dos 2º/ 3º ciclos.Estão implementadas práticas de desbaste, selecção e aquisição de documentação.O fundo documental sofre anualmente ligeiras actualizações.O Conselho Pedagógico e a Direcção da escola/agrupamento participam e aprovam as aquisições atendendo às necessidades mais prementes. Regulamento Interno.Questionários aos utilizadores.Registos de requisições.Caixa de sugestões.Actividades promovidas pela BE. Realização de relatórios/planificações.“A BE da escola/agrupamento possui um plano que rege critérios para a aquisição diversificada de documentos e para desbaste daqueles cuja utilidade está ultrapassada.” “A BE fez as suas aquisições de acordo com as solicitações dos utentes.”“A BE forneceu a cada departamento uma listagem dos documentos existentes relacionados com as áreas disciplinares que os constituem.”“A BE elaborou listas de prioridades de documentos a adquirir para os departamentos, as áreas curriculares e não curriculares e projectos para apresentar à Direcção.”D. 3.2.Adequação dos livros e de outros recursos de informação (no local e online) às necessidades curriculares e aos interesses dos utilizadores na escola/agrupamento.A colecção é diversificada no que respeita às áreas de conhecimento.Os recursos existentes estão adequados às necessidades e faixa etária dos seus utilizadores.A colecção responde às necessidades da escola e seus currículos, tendo em conta o contributo dos Departamentos Curriculares.Existe anualmente a preocupação de actualização e adequação do fundo documental aos utentes.Estatísticas de empréstimo.Registos de requisições pelos Departamentos/ professores.Questionário a professores.Questionário a alunos. Livro/Caixa deSugestões / reclamações. “O fundo documental da BE está distribuído por áreas CDU...”“…% de empréstimos domiciliários por anos e turma: os alunos de Xº ano requisitaram X livros; % dos alunos da turma…”“… nº de requisições para trabalhos na aula: % de tipos de documentos que foram requisitados: monografias, Dicionários, enciclopédias, audiovisuais, etc.”Resultados do Questionário: “…% professoresconsideram Muito Boa/Boa/Suficiente/ Insuficiente a actualidade e diversidade dos fundos documentais da BE.Resultados do Questionário: “… % alunos consideram Bom/Suficiente/Pouco/Nada a qualidade e diversidade dos fundos documentais da BE.”D. 3.3.Uso da colecção pelos utilizadores da escola/agrupamentoA BE disponibiliza o fundo documental a todo o agrupamento (biblioteca itinerante, rentabilização de recursos).A BE sensibiliza os utilizadores para a importância da utilização dos seus recursos nas práticas diárias.A BE promove a literacia da utilização de informação.Os recursos documentais são requisitados a nível lúdico e pedagógico.Alguns docentes cooperam com propostas de trabalho tendo em vista a melhoria da utilização de documentos disponíveis.A BE cria instrumentos de apoio à utilização da colecção e desenvolve competências nos utilizadores para o uso dos mesmos.Estatísticas de empréstimos.Trabalhos realizados na Biblioteca ou em colaboração com a BE no contexto do uso da informação.Questionário a docentes.Questionário a alunos.“…% de empréstimos domiciliários por anos e turma: os alunos do Xº ano requisitaram X livros; % dos alunos da turma…”“… nº de requisições para trabalhos na aula: % de tipos de documentos que foram requisitados: monografias, Dicionários, enciclopédias, audiovisuais, etc.”“A BE forneceu a cada Departamento uma listagem dos documentos existentes relacionados com as áreas disciplinares que os constituem.”“ A BE produziu para o Departamento X folhetos de apoio ao uso curricular de DVD e de livros.”Resultados do Questionário:”… % professores consideraram Muito Boa/Boa/Suficiente/Insuficiente a criação de condições de acesso e acompanhamento aos utilizadores e uso da informação.”Resultados do Questionário:”… % alunos que utilizam a BE para realizarem trabalhos escolares ou para leitura recreativa.”“A BE produziu guiões do utilizador e de pesquisa para os utilizadores.”D. 3.4.Organização da informação. Informatização da colecção.Na organização da informação são utilizadas as regras gerais de catalogação, classificação e indexação.A informação é recuperada apenas manualmente.Registo/relatórios do programa degestão bibliográfica.“A BE utiliza a classificação CDU na organização da informação.”“A BE utiliza o programa GIB para organizar a sua colecção.”D. 3.5.Difusão da informação As novidades documentais são sistematicamente dadas a conhecer através de vários meios.Dentro da difusão dos materiais elaborados, destacam-se as listagens associadas ao âmbito curricular e de projectos. Actualização frequente e atenta do blogue constitui uma mais-valia, na medida em que é feita a divulgação de novidades, actividades, informações, sites fidedignos de consulta, etc.Em parceria com os docentes de Língua Portuguesa, existe um trabalho de elaboração de guiões de leitura de obras de referência do currículo e de biografias.Documentos / instrumentosproduzidos em diferentes formatos.Análise de acessos ao blogue.Questionário a alunos.“A BE faz sessões informativas de utilizadores deste espaço, dirigidas às turmas em início de ciclo.”“A BE elaborou guiões do utilizador.”“A BE promove actividades de partilha de leituras entre turmas.”“ A BE fez listagens do fundo documental por área disciplinar e apresentou-as a cada Departamento.”“ A BE dinamiza/actualiza o seu próprio blogue.”<br />Análise dos instrumentos a utilizar<br />InstrumentosQuestionário aos alunos.Importa conhecer se o material disponível na BE é de fácil acesso e uso. Isto é importante para agilizar e melhorar os serviços, no sentido de corresponder às necessidades dos utilizadores. Questionários aos professores.Desenvolve-se numa outra perspectiva, no entanto, corresponde à recolha de informação sobre o acesso e uso dos materiais da BE. Acrescenta ainda informação valiosa no tocante ao trabalho desenvolvido entre a equipa e os departamentos, no sentido de promover a articulação e as mais-valias deste processo.Estatísticas de empréstimos domiciliários.Permitem uma visão mais ampla e, simultaneamente, mais objectiva e consistente da utilização e gestão dos recursos. A título de exemplo, é possível constatar o número de livros lidos/requisitados de determinado autor e, nesse sentido, investir um pouco mais no alargamento da sua obra para alargar também os empréstimos domiciliários, atendendo assim aos gostos/interesses dos utilizadores.Registo/relatórios do programa degestão bibliográfica.Trazem uma informação acrescida às estatísticas dos empréstimos domiciliários.Livro/Caixa de sugestões/reclamações.Visto/a como uma orientação de melhoria a nível de aquisições, gestão de recursos e da colecção e de serviços.Registos de requisições pelos Departamentos/ professores.Permite conhecer o envolvimento dos diferentes Departamentos na procura, uso e sugestões de aquisições de materiais da BE. Isto leva a que a equipa tenha necessidade de empreender esforços para envolver aqueles que se encontram ainda distantes da valorização desta estrutura e da sua inclusão nas suas práticas.Regulamento Interno.Nele é feito registo da política documental e de orientações internas de actuação.Registos de requisições.Entende-se todas as requisições para além do empréstimo domiciliário. Implicam a utilização dos recursos em contexto de sala de aula, seja material livro, seja material não livro. O conhecimento desta realidade complementa a informação recolhida a nível de outras estatísticas.Realização de relatórios/planificações.São instrumentos de reflexão para o bom uso dos recursos e constatação de várias necessidades para melhoria e efeitos nas aprendizagens.<br />Céu Silva<br />

×