Amizadeeamoramizade 1220028240713177 8

154 visualizações

Publicada em

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
154
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Amizadeeamoramizade 1220028240713177 8

  1. 1. A amizade é uma das formasA amizade é uma das formas mais bonitas de amor. Sim,mais bonitas de amor. Sim, porque o amor se divide emporque o amor se divide em várias formas. Há amigos quevárias formas. Há amigos que a gente encontra pelaa gente encontra pela primeira vez e entram comoprimeira vez e entram como uma flecha, diretamente nouma flecha, diretamente no nosso coração. Dizemosnosso coração. Dizemos imediatamente que "nossoimediatamente que "nosso sangue combina com o desangue combina com o de fulano."fulano."
  2. 2. Outros, ah, esses precisam de umOutros, ah, esses precisam de um tempo; precisamos conhecê-lostempo; precisamos conhecê-los bem para que consigam conquistarbem para que consigam conquistar um cantinho, que geralmente seum cantinho, que geralmente se torna muito importante com otorna muito importante com o tempo; esses amigos são muitastempo; esses amigos são muitas vezes carregados de defeitos,vezes carregados de defeitos, pelo menos no nosso julgamento,pelo menos no nosso julgamento, e nem todo mundo está disposto ae nem todo mundo está disposto a se abrir o suficiente parase abrir o suficiente para conhecê-los, porque muitas vezesconhecê-los, porque muitas vezes "o sangue não combina" e não"o sangue não combina" e não queremos mesmo darqueremos mesmo dar oportunidade.oportunidade.
  3. 3. Isso é uma pena! Há realmenteIsso é uma pena! Há realmente pérolas escondidas dentro depérolas escondidas dentro de conchas aparentemente feias. Nemconchas aparentemente feias. Nem sempre é assim, mas se a gente nãosempre é assim, mas se a gente não der a oportunidade, nunca vaider a oportunidade, nunca vai saber. Há ainda aqueles que a vidasaber. Há ainda aqueles que a vida nos impôs, como os colegas denos impôs, como os colegas de escola, a turma da rua ou da igreja;escola, a turma da rua ou da igreja; esses fazem parte da nossa vida poresses fazem parte da nossa vida por um tempo. Alguns a gente perde deum tempo. Alguns a gente perde de vista com o tempo e só fica mesmo avista com o tempo e só fica mesmo a lembrança e a saudade. Outros,lembrança e a saudade. Outros, continuam caminhando com a gente.continuam caminhando com a gente.
  4. 4. Tudo depende muito dasTudo depende muito das circunstâncias. Mas quem nãocircunstâncias. Mas quem não gostaria, vinte ou trinta anosgostaria, vinte ou trinta anos depois, de reencontrar uma velhadepois, de reencontrar uma velha turma?! E há hoje em dia osturma?! E há hoje em dia os virtuais. Engraçado, mas falamosvirtuais. Engraçado, mas falamos dos virtuais como se nãodos virtuais como se não fôssemos. Mas somos também, jáfôssemos. Mas somos também, já que uma moeda sempre tem doisque uma moeda sempre tem dois lados. E esses tomam uma partelados. E esses tomam uma parte importante na nossa vida também.importante na nossa vida também. Alguns vão desaparecer com oAlguns vão desaparecer com o tempo, mas outros, os verdadeiros,tempo, mas outros, os verdadeiros, vão ficar enfeitando nossa vidavão ficar enfeitando nossa vida por longo tempo.por longo tempo.
  5. 5. É... mas com tudo isso, uma coisa éÉ... mas com tudo isso, uma coisa é certa: só vamos saber quem sãocerta: só vamos saber quem são nossos verdadeiros amigos nas horasnossos verdadeiros amigos nas horas difíceis. É fácil ser amigo quandodifíceis. É fácil ser amigo quando tudo vai bem, quando tudo é festa;tudo vai bem, quando tudo é festa; mas quando estamos por baixo,mas quando estamos por baixo, depressivos, tristes, precisando, quedepressivos, tristes, precisando, que seja material ou moralmente, aí sim éseja material ou moralmente, aí sim é que vamos conhecer nossosque vamos conhecer nossos verdadeiros amigos. E quando osverdadeiros amigos. E quando os reconhecemos, devemos guardá-losreconhecemos, devemos guardá-los bem apertadinhos junto de nós,bem apertadinhos junto de nós, porque são esses os Anjos que oporque são esses os Anjos que o Senhor utiliza para abençoar a nossaSenhor utiliza para abençoar a nossa vida!vida!
  6. 6. Música:Música: George Winston - Nothing Left to SayGeorge Winston - Nothing Left to Say Elaborado por:Elaborado por: Sérgio S. OliverSérgio S. Oliver ReiniciarReiniciar SairSair

×