Seminario 1

1.642 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.642
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
48
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
54
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminario 1

  1. 1. <ul><li>Semiótica Clínica - 2006/2007 </li></ul><ul><li>Seminário 1 </li></ul>
  2. 2. Semiótica Clinica - 2006/2007 Introdução ao curso. Instituições de saúde no âmbito do sistema nacional de saúde. Relações inter-pessoais na instituição. Normas de comportamento e código ético do estudante de Medicina. Relação do estudante de Medicina com o doente. Comunicação com o doente e seus familiares Obtenção e construção da história clínica: história da doença actual, história médica prévia, história familiar, revisão por sistemas
  3. 3. Semiótica Clinica - 2006/2007 Introdução ao curso. Instituições de saúde no âmbito do sistema nacional de saúde. Relações inter-pessoais na instituição. Normas de comportamento e código ético do estudante de Medicina. Relação do estudante de Medicina com o doente. Comunicação com o doente e seus familiares Obtenção e construção da história clínica: história da doença actual, história médica prévia, história familiar, revisão por sistemas
  4. 4. Semiótica Clínica 2006/2007 Introdução ao curso Objectivos: I - Vivência hospitalar II - Relação com os doentes III - Colheita e interpretação de Semiologia Clínica Actividades de aprendizagem: Sessões plenárias / seminários, sessões de pequenos grupos, observação de videos e sessões práticas com doentes. Observação de videos. Realização de exame físico em doentes .
  5. 5. Semiótica Clínica 2006/2007 Introdução ao curso Corpo Docente: Professores: Paulo Bettencourt (regente); António Ferreira; Torres da Costa. Assistentes Convidados: José Paulo Araujo; Fernando Friões; Joana Pimenta; Margarida Alvelos; Elisabete Martins; Mário Miranda Assistentes Voluntários: Jorge Almeida; Gonçalo Rocha, Susana Ferreira; Susana Lourenço Ferreira, Vitor Brás; Carla Andrade; Patrícia Lourenço; Sandra Amorim; Linda Cruz; Carmen, Filipe Conceição; Luis Moura; Marta Patacho, Natacha Mascarenhas, Joana Mascarenhas, Sergio Silva, Alexandra Gonçalves, Ricardo Lopes.
  6. 6. Semiótica Clínica 2006/2007 Introdução ao curso Avaliação Avaliação de desempenho (60%): Avaliação durante ano lectivo (30%) + Prova avaliação desempenho (30%). Avaliação de conhecimentos (40% ) Teste de escrito utilizando os seguintes métodos: Perguntas de escolha múltipla Questões abertas
  7. 7. Semiótica Clinica - 2006/2007 Introdução ao curso. Instituições de saúde no âmbito do sistema nacional de saúde. Relações inter-pessoais na instituição. Normas de comportamento e código ético do estudante de Medicina. Relação do estudante de Medicina com o doente. Comunicação com o doente e seus familiares Obtenção e construção da história clínica: história da doença actual, história médica prévia, história familiar, revisão por sistemas
  8. 8. Semiótica Clinica - 2006/2007 Instituições de saúde no âmbito do sistema nacional de saúde. Rede de cuidados primários - centros de saúde Rede hospitalar - diferentes níveis hospitalares Hospital S. João Áreas médicas - Medicina Interna, Cardiologia, Imunoalergologia, Pneumologia, Dermatologia, Nefrologia, Hematologia Clínica, Doenças Infeciosas, Neurologia, Gastroentorologia, Endocrinologia e Reumatologia. Áreas cirurgicas Mulher e criança Saúde mental Urgência e cuidados intensivos
  9. 9. Semiótica Clinica - 2006/2007 Introdução ao curso. Instituições de saúde no âmbito do sistema nacional de saúde. Relações inter-pessoais na instituição. Normas de comportamento e código ético do estudante de Medicina. Relação do estudante de Medicina com o doente. Comunicação com o doente e seus familiares Obtenção e construção da história clínica: história da doença actual, história médica prévia, história familiar, revisão por sistemas
  10. 10. Semiótica Clinica - 2006/2007 Relações inter-pessoais na instituição. Normas de comportamento e código ético do estudante de Medicina. Relação do estudante de Medicina com o doente. Regras básicas Apresentação Simpatia / Adequação Cumprir normas
  11. 11. O João e a Maria são estudantes de Medicina. Frequentam o 3º ano do curso. Como parte das suas tarefas na disciplina de Semiótica Clínica é-lhes atribuído um doente que eles têm de visitar para obterem a história clínica e realizarem o exame físico. Á hora combinada, deslocam-se à enfermaria onde o doente se encontra internado. Vão em conversa ácerca de uns apontamentos que um colega tinha ficado de lhes trazer e não trouxe. Vão vestidos com uma bata. Terminam a conversa antes de entrar na enfermaria e lavam as mãos. Dirigem-se ao doente que lhes tinha sido “atribuído” e saúdam: - Bom dia. Bom dia, responde o doente. - Sr. Joaquim Moreira? Sou sim. - Olhe, Sr. Moreira! Nós somos estudantes de Medicina, eu chamo-me Maria Fernanda Santos e o meu colega João Castro. Foi-nos pedido para falar consigo para fazer a sua história e examiná-lo. Não se importa? - Não senhora. Faz favor. Até gosto. É uma maneira de passar o tempo. Os alunos conversam com o doente. Reparam que o doente da cama ao lado se aproxima e fica a ouvir a conversa. Preocupados, chamam o assistente e explicam-lhe a situação. O docente conversa com o doente que lhes tinha sido atribuído e convida-o a deslocar-se para um gabinete de exame clínico. Aí continuam a sua tarefa. Entretanto, chega ao serviço o colega que tinha ficado de lhes trazer os apontamentos. Procura-os e é informado do local onde se encontram. Não traz vestida a bata e está a “mascar” uma pastilha elástica. Abre a porta e entra no gabinete: - Estão aqui os apontamentos – diz de rompante, colocando-os em cima da marquesa. Demorei mais do que esperava porque estive no salão de alunos a acabar de os passar a limpo. E, ainda por cima, aquele “neca” do Jorge não trouxe os dele, para os compararmos. A Maria agradece e, arrastando-o para o exterior do gabinete, repreende-o pela forma como se comportou. Volta para o gabinete e desculpa-se perante o doente pela interrupção. Terminada a entrevista, os dois acompanham o doente até à sua cama. Aí, deparam com um amigo do Sr. Joaquim Moreira, que o tinha vindo visitar. Deixam o doente na enfermaria. Quando se preparam para saír do serviço, ouvem um chamamento: - Senhores doutores. Desculpem interromper, mas eu sou muito amigo do Joaquim. Somos como irmãos. E estou muito preocupado com o estado dele. Gostava que me dissessem alguma coisa sobre a doença dele. Os dois estudantes ficam em pânico. Receiam prestar informações mas a delicadeza do interlocutor e a sinceridade genuina que se lhe apercebia no rosto serenou-os: - Não esteja preocupado. Não é nada de mais. Estivemos a ver o processo e verificámos que o Sr. Moreira teve uma infecção nos rins. Como é diabético teve que ser internado. Mas já está a melhorar. Vai ficar tudo bem. Não se preocupe. - Ai ele tem diabetes? Não sabia. Mas vai ficar tudo bem, não vai? Ainda bem. Muito obrigado e desculpem. Aliviados, a Maria e o João abandonam o serviço e dirigem-se ao bar para almoçar.
  12. 12. Semiótica Clinica - 2006/2007 Introdução ao curso. Instituições de saúde no âmbito do sistema nacional de saúde. Relações inter-pessoais na instituição. Normas de comportamento e código ético do estudante de Medicina. Relação do estudante de Medicina com o doente. Comunicação com o doente e seus familiares Obtenção e construção da história clínica: história da doença actual, história médica prévia, história familiar, revisão por sistemas
  13. 13. <ul><li>Chave do sucesso </li></ul><ul><li>Comunicação verbal </li></ul><ul><li>Comunicação não verbal </li></ul>Comunicação
  14. 14. Conduzir a entrevista O ínicio - apresentação; ameneidades A narrativa A terminação
  15. 15. <ul><li>Questões </li></ul><ul><li>Abertas, fechadas - directas </li></ul><ul><li>Silêncio - doentes silenciosos; após silêncio: </li></ul><ul><li>demonstra interesse e suporte em que está a pensar ? </li></ul><ul><li>Facilitação - verbal e não verbal; Continue </li></ul><ul><li>continuidade Hmm </li></ul><ul><li>Confrontação - questão ou afirmação; Parece aborrecido </li></ul><ul><li>continuidade baseada em chaves Está zangado ? </li></ul><ul><li>Porque não está a responder ás questões ? </li></ul><ul><li>Intrepretação - cuidado ! </li></ul><ul><li>Confrontação com interferência Está preocupado por ter feito algo errado? </li></ul><ul><li>As suas tonturas agravam-se depois de discutir com a sua mulher </li></ul><ul><li>Refleção - resposta que reflete o que acabou Não trabalho desde 1999 </li></ul><ul><li>de ser exprimido pelo doente Não trabalha desde 1999 ? </li></ul><ul><li>Suporte - resposta que indica interesse </li></ul><ul><li>Asegurar - resposta que convem ao doente Está a melhorar progressivamente </li></ul><ul><li>Empatia - reconhecimento da posição Deve ter ficado muito triste </li></ul><ul><li>do doente sem criticismo </li></ul>Técnicas de entrevista
  16. 16. <ul><li>Objectivos </li></ul><ul><ul><li>obter todas as informações pertinentes relacionadas com e doença e com a adaptação do doente à doença. </li></ul></ul>A entrevista clínica
  17. 17. <ul><li>Sinais </li></ul><ul><ul><li>o que o examinador encontra </li></ul></ul><ul><li>Sintomas </li></ul><ul><ul><li>o que o doente sente </li></ul></ul>Sinais e sintomas
  18. 18. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (HSJ, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento. </li></ul><ul><li>Local (HSJ, Serviço, número da cama). </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>- nome, idade, etnia, nascimento, residencia </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>- nome, idade, etnia, nascimento, residencia </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>- pequena frase que sumariza a razão pela qual o doente procurou ajuda médica </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>- nome, idade, etnia, nascimento, residencia </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>L - localização </li></ul><ul><li>O - Outros sintomas </li></ul><ul><li>C - Caracteristica </li></ul><ul><li>A - Alivio/agravamento </li></ul><ul><li>T - Tempo </li></ul><ul><li>A - Ambiente </li></ul><ul><li>S - Severidade </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>Doenças anteriores </li></ul><ul><li>Doenças da Infância (Sarampo, Varicela, Rubéola; Parotidite; Escarlatina; Febre Reumática) </li></ul><ul><li>Doenças crónicas (Hipertensão Arterial, Diabetes mellitus, Doenças Cardiovasculares ou respiratórias-quais?) </li></ul><ul><li>Hospitalizações </li></ul><ul><li>Cirurgias </li></ul><ul><li>Traumatismos, Acidentes </li></ul><ul><li>Alergias (medicamentosas, alimentares) </li></ul><ul><li>Antecedentes transfusionais </li></ul><ul><li>Antecedentes ginecológicos e obstétricos (menarca, interlunios, cataménios, menopausa, data última menstruação; contracepção, número de gravidezes, tipo de parto, abortos, complicações gestações, menopausa) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>CUIDADOS DE SAÚDE HABITUAIS </li></ul><ul><li>Hábitos e Factores de Risco </li></ul><ul><li>Alimentação (número de refeições por dia, consumo preferencial de carne/peixe, consumo de sal) </li></ul><ul><ul><ul><li>Tabaco (maços/dia, número de anos, UMA) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Álcool (gramas/dia) </li></ul></ul></ul><ul><li>Actividade física, tempos livres. </li></ul><ul><li>Drogas </li></ul><ul><li>Vacinas (gripe, pneumocócica, hepatite) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>Escolaridade </li></ul><ul><li>Religião </li></ul><ul><ul><ul><li>Habitação: luz, água canalizada, saneamento básico, aquecimento, ventilação/humidade, animais domésticos. </li></ul></ul></ul><ul><li>Estrutura familiar - com quem vive; apoio familiar </li></ul><ul><li>Nível socio-económico: reforma/salário, casa própria. </li></ul><ul><li>Profissão actual e profissões prévias </li></ul><ul><li>Viagens </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  26. 26. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (Hospital S. João, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>Estado de saúde ou causa de morte de pais, filhos e irmãos </li></ul><ul><li>(Diabetes mellitus, Hipertensão Arterial, Doenças Cardiovasculares, Renais, Alergias, Neoplasias) </li></ul><ul><li>Árvore genealógica </li></ul><ul><li>Doenças do conjugue. </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>
  27. 27. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Geral : estado habitual de saúde; febre; arrepios; mau estar, astenia, fatigabilidade, sudorese, suores nocturnos; apetite; peso habitual; modificações de peso; capacidade de trabalho. </li></ul><ul><li>Pele : eritema; erupções; prurido; história de eczema; secura de pele; modificações da cor da pele; alterações do cabelo e unhas, sudorese excessiva. </li></ul><ul><li>Olhos: lentes de correção; alterações da visão; diplopia; fotofobia; lacrimejo excessivo; dor ocular; sensações invulgares; olho vermelho; história de infecções oculares, glaucoma, cataratas; traumatismo ocular. </li></ul><ul><li>Ouvidos: alterações da audição; uso de aparelhos auditivos; otalgia; infecção; zumbido; vertigens; otorreia. </li></ul><ul><li>Nariz : obstrução nasal; rinorreia; epistáxis; espirros; alterações do olfacto; história de traumatismo, sinusite. </li></ul><ul><li>Boca e garganta : alterações dos dentes e gengivas; odontalgia; abcessos e extracções dentárias; xerostomia; sialorreia; gengivorragias; faringites; rouquidão; modificações da voz; alterações do gosto; exsudado orofaringe. </li></ul><ul><li>Endócrino : Dor ou aumento da tiroide; intolerância ao frio/calor; modificações de peso inexplicáveis; polidipsia; poliuria; polifagia </li></ul><ul><li>Respiratório : tosse; dor pleuritica; toracalgia; dispneia; expectoração; cianose, pieira, hemoptise; última radiografia pulmonar; historia de tuberculose, asma, pleurisia, bronquite. </li></ul><ul><li>Cardiovascular: palpitações; dor torácica (factores precipitantes, inicio, duração, factores de alivio); dispneia de esforço; ortopneia; dispneia paroxistica nocturna; edemas; claudicação intermitente; história de enfarte agudo de miocárdio, febre reumática, hipertensão arterial; último ECG; outros testes cardiovasculares; veias varicosas; tromboflebite; extremidades frias; perda de pelos nas pernas; descoloração das extremidades; úlceras. </li></ul><ul><li>Hematológico: Tendência para hematomas ou sangramento; História de Anemia ou transfusões. Petequias </li></ul><ul><li>Gastrointestinal: deglutição; disfagia; enfartamento; pirose; náusea; vómito; intolerância alimentar; dor abdominal; obstipação; diarreia; alteração recente dos hábitos intestinais; modificações da cor e consistência das fezes; hematemeses; melenas; rectorragias; hematoquezias; modificações do volume abdominal; hemorróides; dor rectal; tenesmo; história de hepatite, doença hepática ou biliar. </li></ul><ul><li>Genitourinário: disuria, dor no flanco ou suprapúbica; urgência; polaquiuria; nocturia; hematuria dificuldade no inicio da micção; modificações do jacto; incontinência; história de infecções, litiase ou de retenção urinária; cor e odor da urina; lesões no pénis; exsudado uretral; dismenorreia; leucorreia; história de doença venérea e seu tratamento. </li></ul><ul><li>Mama: tumefacções, galactorreia, dor; hipersensibilidade; frequência de auto-exame. </li></ul><ul><li>Musculo-Esquelético: diminuição da força muscular; paralisia; rigidez muscular; limitação de movimentos; dor articular; rigidez articular; artrite; gota; deformidades ósseas. </li></ul><ul><li>Neurológico: quedas; tonturas; vertigens; sincope; cefaleias; convulsões; perda de conhecimento; anomalias sensitivas ou de coordenação; paralisias; tremor; alterações de memória; alterações de linguagem; alucinações; desorientação; história de traumatismo craneo-encefálico </li></ul><ul><li>Psiquiátrico : modificações de humor; dificuldade de concentração; nervosismo; irritabilidade, distúrbios do sono; pensamentos suicidas. </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Formato da história clínica </li></ul><ul><li>IDENTIFICAÇÃO </li></ul><ul><li>Data de recolha informação e data de internamento </li></ul><ul><li>Local (HSJ, Serviço, número da cama) </li></ul><ul><li>Fonte e fiabilidade da informação </li></ul><ul><li>QUEIXA PRINCIPAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA DA DOENÇA ACTUAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA PRÉVIA (ANTECEDENTES PESSOAIS) </li></ul><ul><li>HISTÓRIA SOCIAL E PROFISSIONAL </li></ul><ul><li>HISTÓRIA MÉDICA FAMILIAR (ANTECEDENTES FAMILIARES) </li></ul><ul><li>INTERROGATÓRIO REFERENTE AOS DIVERSOS APARELHOS/SISTEMAS </li></ul><ul><li>Há algo que considere importante que ainda não foi referido? </li></ul>

×