Palestra Joana

404 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
404
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Joana

  1. 1. Escola Básica e Secundária de Santa Maria Área de Projecto 12º A Sangue: quem decide? Baseado na consciência de quem? Vila do Porto, 10 de Março, de 2009
  2. 2. As testemunhas de Jeová e o sangue: <ul><li>Por prezarem a vida como sendo um presente de Deus, os membros desta religião esforçam-se para fazer o melhor que podem de forma a viver de acordo com o livro em que acreditam, a “Bíblia”. </li></ul><ul><li>Por intermédio desta, as testemunhas de Jeová recusam-se ao consumo, dádiva e transfusões de sangue. </li></ul>Este comportamento origina nos dias de hoje uma grande controvérsia, já que para muitos, o sangue é sinónimo de vida.
  3. 3. Algumas questões controversas : <ul><li>Sangue: Quem decide? Baseado na consciência de quem? </li></ul><ul><li>Têm os pais o direito fundamental de tomar as decisões médicas em favor de seus filhos menores, mesmo quando isso envolve recusar um tratamento médico que poderá salva-lhes a vida? </li></ul>
  4. 4. Casos reais <ul><li>Emma Gough, testemunha de Jeová inglesa de 22 anos, faleceu no dia 25 de Outubro de 2007 por ter recusado uma transfusão de sangue após ter dado à luz gêmeos. A família acusa o Hospital de não a ter assistido devidamente. Porém, Emma assinara uma declaração antes do parto a dizer que não autorizava uma transfusão de sangue em caso de Emergência, devido à sua religião. Os argumentos utilizados pela família de Emma Gough são que, por ter problemas de anemia, poderiam ter feito cesariana em vez de parto natural. . </li></ul><ul><li>Os médicos suplicaram à família, incluindo o marido, para que se pudesse prosseguir com o tratamento, no entanto estes preferiram deixar Emma morrer. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Uma menina de 8 anos, portadora de uma doença hereditária, foi hospitalizada, em Pernambuco apresentando uma infecção urinária e um quadro grave de anemia. Após vários exames, os médicos, só encontraram uma saída: a transfusão de sangue, pois sem recorrer a esta a menina morreria. </li></ul><ul><li>Os pais(testemunhas de Jeová) não aceitaram o tratamento, e deste modo o Conselho Tutelar recorreu á justiça. A juíza, responsável pelo caso, autorizou a transfusão acrescentando que os pais não colocaram a criança no mundo para eles, mas sim para o mundo, e que a menina tinha direito a viver. </li></ul><ul><li>Após a transfusão de sangue a menina conseguiu recuperar-se e leva uma vida normal como qualquer criança . </li></ul>
  6. 6. <ul><li>“ A comunidade mundial possui uma fonte de vida em comum: o sangue. Ele é a força de vida em cada pessoa, não importa cor, raça, ou religião ”. </li></ul><ul><li>Presidente da Assembléia Geral das Nações Unidas. </li></ul>

×