JESUS, MESTRE DA EDUCAÇÃO

6.697 visualizações

Publicada em

Palestra Espírita elaborada por Jorge Luiz - Fortaleza - Ceará - Brasil.
jorge.grauca@gmail.com
Visite o blog: www.canteiroideias.blogspot.com.br

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.697
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.220
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
228
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JESUS, MESTRE DA EDUCAÇÃO

  1. 1. Jesus Mestre da Educação
  2. 2. MESTRE - Significado “sm (lat magistru) 1 O mesmo que professor. 2 Aquele que é versado em uma arte ou ciência. 3 Aquele que ensina uma arte ou ciência. 4 Tudo o de que se tira lição.(...)” (Dicionário Michaelis)
  3. 3. “Vós me chamais de Mestre e Senhor, e dizeis bem, pois eu o sou”. Jesus (João, 13:13)
  4. 4. “Ele foi mestre numa escola em que muitos intelectuais, cientistas, psiquiatras e psicólogos são pequenos aprendizes.” (CURY, Augusto in “Análise da Inteligência de Cristo”)
  5. 5. CARACTERÍSTICAS DA PERNSONALIDADE DE JESUS seguro, determinado, flexível, atencioso e educado; informava pouco, porém educava muito; mesclava a singeleza com eloquência, a humildade com a coragem intelectual, a amabilidade com a perspicácia;
  6. 6. a mudança dos amplos aspectos sociais, era uma consequência da transformação interior; doava-se sem esperar nada em troca; era amável mesmo quando repreendia alguém; expunha e não impunha suas ideias; conseguia captar os sentimentos íntimos das pessoas; (CURY, Augusto in “Análise da Inteligência de Cristo”)
  7. 7. A EDUCAÇÃO INTEGRAL “É pela educação mais do que pela instrução, que se transformará a Humanidade.” (“Obras Póstumas”)
  8. 8. “A educação, se for bem compreendida, será a chave do progresso moral, quando se conhecer a arte de manejar os caracteres como se conhece a de manejar as inteligências, poder-se-á endireitá-los, da mesma maneira que se endireitam as plantas novas.” (“O Livro dos Espíritos”, questão nº 917)
  9. 9. “O meu ensino não é meu. Ele vem daquele que me enviou. Se alguém quiser fazer a vontade de Deus, descobrirá se o meu ensino vem de Deus, ou se falo de mim.” (João, 7:16-17) A EDUCAÇÃO DE JESUS
  10. 10. “Assim a prática judaica e a teoria cristã dariam nascimento a um novo tipo de educação, correspondente às aspirações da nova era que brotava dos ensinos de Jesus.” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  11. 11. “A Educação Cristã se realizou, nos primeiros tempos, direta e pessoalmente. Os educadores foram o próprio Jesus – o Mestre por excelência – os apóstolos e os evangelistas, e em geral, os discípulos do Cristo. Era então uma educação sem escolas, como aconteceu com a budista, a judaica, e em geral com todas as religiões em seus primeiros tempos.” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  12. 12. “A expressão educação cristã é encontrada nos escritos de São Clemente de Roma, lá pelo ano 96. São Paulo, antes dele, já se preocupara em aconselhar os pais sobre a maneira de educar os filhos: essa é uma preocupação constante do Cristianismo (I Coríntios; Efésios; Colossenses.)” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  13. 13. “Com o Cristianismo aparece um novo tipo histórico de educação. – Jesus é o modelo perfeito do mestre cristão. Clemente de Alexandria chama-o de Pedagogo da Humanidade.” (ARROYO apud, PIRES, J.H. in “Pedagogia Espírita”)
  14. 14. A PEDAGOGIA DE JESUS significado “Teoria da Educação; conjunto de doutrinas e princípios que visam um programa de ação; estudos dos ideais da Educação, segundo uma determinada concepção de vida, e dos meios (processos e técnicas) mais eficientes para realizá-los” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  15. 15. “O que revela a existência de um pensamento pedagógico na orientação educacional dada por um mestre não são os seus títulos, são as coordenadas e a estrutura do seu ensino. (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  16. 16. “Os fundamentos pedagógicos do ensino de Jesus estão na sua concepção do mundo, abrangendo o homem e a vida. Essa cosmovisão se opõe à concepção pagã e à concepção judaica.” fundamentos pedagógicos (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  17. 17. “Como todo educador genial; Jesus emprega em alto grau a arte de interrogar, de expor, de excitar o interesse dos discípulos. (...) É digno, severo, paciente, segundo as circunstâncias e os interlocutores” (ARROYO apud, PIRES, J.H. in “Pedagogia Espírita”)
  18. 18. a pedagogia da esperança “A Pedagogia do Mestre é também gradual. Não cai jamais em precipitações que possam fazer malograr o aprendizado. Semeia a espera que as sementes germinem e frutifiquem: Tenho ainda muito a vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora.” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  19. 19. “Os seus ensinos são claros e intuitivos. Cria figuras literárias e busca exemplos da vida cotidiana para esclarecer seu pensamento. Aperfeiçoou a forma da parábola e revestiu-a de incomparável esplendor.” (RIBOULET apud, PIRES, J.H. in “Pedagogia Espírita”)
  20. 20. Jesus e as crianças “Deixai a vir a mim as criancinhas, e não as impeçais, pois das tais é o reino de Deus.” (Mt, 19:13-15; Lc, 18-15-17)
  21. 21. “Ao impregnarmos o coração da criança com a personalidade sublime do Mestre de Nazaré, estaremos lhe entregando a maior chave de sintonia como o Alto, o caminho mais fácil e suave para o seu aperfeiçoamento.” (INCONTRI, Dora in “Educação Segundo o Espiritismo”)
  22. 22. OS ENSINOS DE JESUS E O ESPIRITISMO “(...) Nesta obra magistral, (E.S.E.) os Espíritos Codificadores passaram em revista os ensinos morais do Mestre, aduzindo-lhes comentários esclarecedores, os quais atualizaram o sentido de várias sentenças. Este livro representa o texto fundamental da Nova Civilização, o Código da Conduta da Humanidade renovada.” (ARGOLLO M. Djalma in “O Novo Testamento – Um Enfoque Espírita”)
  23. 23. “O Cristianismo havia conseguido a conversão do mundo. O Espiritismo está conseguindo a conversão da Ciência.(...) A cultura, tanto objetiva como subjetiva, da Era do Espírito, não pode ser transmitida às novas gerações através dos limitados recursos da Educação Cristã ou da Educação Leiga, ambas irremediavelmente superadas. O conflito materialismo versus espiritualismo, que gerou essas duas formas de educação, não tem mais possibilidades de sobreviver na cultura atual.” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)
  24. 24. “A mundividência ou cosmovisão, essa visão do homem e do mundo que é a essência da Filosofia, só pode transmitir-se através de geração a geração através da Educação. A Educação Espírita é a forja da Cultura e portanto da Civilização Espírita que vem completar na Terra a incipiente e contraditória Civilização Cristã dos nossos dias.” (PIRES, J.Herculano in “Pedagogia Espírita”)

×