Tipos        de
O que é Manutenção?“É o conjunto das acções destinadas a garantir o bom funcionamento dos equipamentos, através de interve...
Manter          conservar  fiscalizar         sustentar
Quais os objectivos da Manutenção?1.   Reduzir custos;2.   Evitar uma paragem com perda de produção;3.   Diminuir tempos d...
O que é a Manutenção Correctiva?1. É a forma mais óbvia e primária de manutenção2. “Avaria-repara” - reparação é feita apó...
É impossível eliminar completamente este tipo de   manutenção, pois não se pode prever em muitos   casos o momento exacto ...
3. Para a definição dos períodos de actuação pode   ser utilizado o TMEF (Tempo Médio Entre Falhas).   Porém, nem sempre é...
ManutençãoPreventivacondicionada
 É realizada em função do  estado dos componentes do  equipamento. Ou seja, um  determinado equipamento é  constituído po...
É       uma       manutenção                                  preventiva, subordinada a                                  ...
VANTAGENSO tempo médio entre cada revisão vai ser maior, então produtividade aumenta e os custos de reparação diminuem;O...
DESVANTAGENSA necessidade de seguir procedimentos, como: procura inicial, escolha de pontos de vigilância e estabelecimen...
Quais as suas      aplicaçõesDeve aplicar-se em todas as máquinas cujo funcionamento condicione o processo de Produção;D...
Como implementá-la?  O processo de implementação é composto               por três fases:3. Saber que ter-se em conta que ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manutenção

878 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
878
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manutenção

  1. 1. Tipos de
  2. 2. O que é Manutenção?“É o conjunto das acções destinadas a garantir o bom funcionamento dos equipamentos, através de intervenções oportunas e correctas, com o objectivo de que esses mesmos equipamentos não avariem ou baixem de rendimento e, no caso de tal suceder, que a sua reparação seja efectiva e a um custo global controlado.”“Conjunto de acções realizadas ao longo da vida útil desse equipamento ou bem, de forma a manter ou repor a sua operacionalidade nas melhores condições de qualidade, custo e disponibilidade, de uma forma segura.” Mário Brito
  3. 3. Manter conservar fiscalizar sustentar
  4. 4. Quais os objectivos da Manutenção?1. Reduzir custos;2. Evitar uma paragem com perda de produção;3. Diminuir tempos de imobilização;4. Reduzir tempos de intervenção através de uma boa preparação do trabalho;5. Reduzir emergências e número de avarias;6. Melhorar qualidade de produção;7. Aumentar a segurança;8. Aumentar o output da produção;9. Aumentar o tempo de vida útil das máquinas.
  5. 5. O que é a Manutenção Correctiva?1. É a forma mais óbvia e primária de manutenção2. “Avaria-repara” - reparação é feita após a avaria;3. Visa corrigir, reparar, restaurar e recuperar a capacidade produtiva de um equipamento ou instalação, que tenha cessado ou diminuído a capacidade de exercer as funções para as quais foi criado;4. É forma mais cara de manutenção quando encarada do ponto de vista total do sistema.
  6. 6. É impossível eliminar completamente este tipo de manutenção, pois não se pode prever em muitos casos o momento exacto em que se verificará um defeito que obrigará a uma manutenção correctiva de emergência.O que é Manutenção preventiva? 1. Aplicação de um programa regular de inspecção, ajustes, limpeza, lubrificação, troca de peças, calibração e reparo de componentes (peças) e equipamentos. 2. A actuação periódica da inspecção e manutenção é feita com intervalos pré-determinados o que pode reduzir os níveis de falhas em emergência e melhorar a disponibilidade dos equipamentos.
  7. 7. 3. Para a definição dos períodos de actuação pode ser utilizado o TMEF (Tempo Médio Entre Falhas). Porém, nem sempre é possível alcançar bons resultados com este critério, pois muitos componentes apresentam falhas aleatórias.4. Existem dois tipos de manutenção preventiva, a condicionada e a sistemática. Segundo Viana, “manutenção preventiva é uma filosofia, uma série de procedimentos, acções, actividades ou directrizes que podem, ou não, ser adoptados para se evitar, ou minimizar a necessidade de manutenção correctiva. Adoptar a manutenção preventiva significa introduzir o factor qualidade no serviço de manutenção."
  8. 8. ManutençãoPreventivacondicionada
  9. 9.  É realizada em função do estado dos componentes do equipamento. Ou seja, um determinado equipamento é constituído por um conjunto de peças. Este tipo de manutenção só é realizado se estas peças estiverem em mau estado; É também chamada de manutenção inteligente, já que a intervenção se faz apenas com a manifestação da necessidade;
  10. 10. É uma manutenção preventiva, subordinada a um tipo de acontecimento predeterminado (autodiagnóstico), informaçã o recolhida, à informação de um sensor, a uma medida de um desgaste, ou outro indicador que possa revelarNa MPC, a calendarização das acções de de degradação do o estadoManutenção baseia-se na análise daequipamento;tendência dos parâmetrossignificativos, medidos através de técnicasde controlo da Condição. Estas Técnicasde Controlo da Condição são técnicas querecorrem à avaliação de parâmetros quecaracterizam o equipamento nas suascondições de funcionamento e
  11. 11. VANTAGENSO tempo médio entre cada revisão vai ser maior, então produtividade aumenta e os custos de reparação diminuem;O grande objectivo desta manutenção é a eliminação das avarias inesperadas, porém nem sempre é possível eliminar por completo essas situações, então obtém-se uma maior fiabilidade dos equipamentos, que se traduzem numa maior produtividade;Aumento da longevidade dos equipamentos;Controlo mais eficaz de peças de reserva e sua limitação, menos despesas com estas peças pois não é necessário proceder a trocas se as antigas peças ainda estiverem em bom estado;Redução do número de paragens de produção;O tempo de reparação é reduzido pois trata-se de uma
  12. 12. DESVANTAGENSA necessidade de seguir procedimentos, como: procura inicial, escolha de pontos de vigilância e estabelecimento de limites;Selecção e compra de instrumentação adequada;Formação de pessoal para as medidas de rotina como reiniciar a máquina, desencravar um objecto que ficou preso na mesma e que a impede de realizar a função para a qual foi projectada;Formação de pessoal especializado (para a análise e exploração das medições recolhidas).
  13. 13. Quais as suas aplicaçõesDeve aplicar-se em todas as máquinas cujo funcionamento condicione o processo de Produção;Deve substituir a Manutenção Curativa nas máquinas cujas avarias representem perigo para os operadores, em equipamentos caros e/ou vitais para a Produção;Deve aplicar-se em todas as unidades de produção estratégicas, pois traduz-se num aumento significativo dos níveis de produtividade.
  14. 14. Como implementá-la? O processo de implementação é composto por três fases:3. Saber que ter-se em conta que esta política os2. Deve também nenhuma industrialização resolve deproblemas deve sim utilizada o parque máquinas que omanutençãomas perfeitamenteapenas emde é necessário 1. Conhecer ser as pessoas. Então máquinas, manter uma ficha de vida da máquinamotivá-las,justifiquem; dar-lhes formação, utilizar equipamentos com (principais características, histórico dasbom desempenho (de fácil manuseamento e adequados aotrabalho e lembrar-se que o técnica, etc.), definir os grau avarias, documentação sucesso não depende dode pontos de intervenção e das tarefas, recolher dados sofisticação do equipamento. e organizar um modo de actuação (mais prático e mais rentável) de guardar os dados de interesse;

×