Petroleo2

1.682 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.682
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Petroleo2

  1. 1. PETRÓLEOPetróleo – Definições e Aplicações
  2. 2. FORMAÇÃO DO PETRÓLEO Etimologia: Petra – “pedra”; Oleum – “óleo”. Estado Físico: Líquido viscoso e coloração escura (maioria dos casos). Ocorrência: Encontrado em poros de rochas, em terra firme ou sob o mar. Constituição: É constituído fundamentalmente por Hidrocarbonetos.
  3. 3. Definição Petróleo: provém do latimPetra + ÓleumÓleo de pedra - nome que justifica a razão que esse material aflorava espontaneamente do subsolo, era recolhido de certas formações rochosas
  4. 4. Do Poço à Refinaria Solo Cascalho Rocha impermeável Rocha + gás natural PETRÓLEO
  5. 5. Obtenção 1º Perfuração 2º Jorra espontaneamente 3º Bombeamento 4º Decantação 5º Filtração 6º Destilação
  6. 6. PETRÓLEOMISTURA DE HIDROCARBONETOS DESTILAÇÃO FRACIONADA FRAÇÕES
  7. 7. Classificação Parafínico: formado por até 90% de alcano Asfáltico: formado por hidrocarboneto acima de 25 carbonos Naftênico: apresenta de 15 a 20% de ciclano Aromático: possui de 25 a 30% de aromático
  8. 8. GASOLINARepresenta apenas entre 7% e 15% do petróleo bruto CRACKING* C12H26 → C8H18 + 2 C2H4 (*) Quebra, por aquecimento (450oC – 700oC) de Hidrocarbonetos maiores (querosene / óleos lubrificantes) em cadeias menores (gasolina).
  9. 9. Índice de Octagem da GasolinaIsoctano - 2,2,4 trimetil pentano alta resistência a compressão alto grau de octagem Heptano baixíssima resitência a compressão baixo grau de octanagem
  10. 10. QUALIDADE DA GASOLINAQualidade: maior resistência à compressão.MENOS SUPORTA: n-heptano: H3C-CH2-CH2-CH2-CH2-CH2-CH3MAIS SUPORTA: Isoctano: CH3 H | | H3C – C – C – C – CH3 | H2 | CH3 CH3
  11. 11. OCTANAGEM DA GASOLINA Escala para medir qualidade: Índice de Octanagem 0% 50% 100% 0% - Isoctano 100% - Isoctano100% - n-heptano 0% - n-heptano ANTIDETONANTES (a gasolina aditivada)
  12. 12. COMBUSTÃO COMBUSTÃO COMPLETA: Hidrocarboneto + O2 → CO2 + H2O COMBUSTÕES INCOMPLETAS: Hidrocarboneto + O2 → CO + H2O Hidrocarboneto + O2 → C + H2O
  13. 13. ORIENTE MÉDIO PETRÓLEO
  14. 14. 1ª Parte Situação do Petróleo Mundial
  15. 15. Reservas Mundiais de Petróleo
  16. 16. Produção Mundial de Petróleo
  17. 17. Razão R/P Período em tempo (anos) que as reservas remanescentes, poderiam atender a um dado nível contínuo de produção
  18. 18. 2ª ParteHistórico dos Conflitos do Petróleo
  19. 19. HISTÓRIA Descoberto no início do século XX. O mais importante elemento da economia mundial. Após a 1ª guerra mundial o Oriente Médio já era o maior produtor de petróleo do mundo. França e Inglaterra fizeram a partilha dos paises o Oriente Médio.
  20. 20. Partilha do Petróleo 1926 Irak Petroleum Company foi dividida Inglaterra - 52,5% das ações França - com 21,25% EUA - 21,25% Iraque somente 5%.
  21. 21. Cartel da “Sete Irmãs” 90 % da Produção Mundial 5 Norte AmericanasStandard Oil of New Jersey conhecida por Exxon Standard Oil of California, agora Chevron Gulf, agora parte da Chevron Mobil e Texaco 1 Britânica British Petroleum 1 Anglo-holandeza Royal Dutch-Shell
  22. 22. Conseqüências do Imperialismo Êxodo rural na região- principalmente do Egito para os países do Golfo Pérsico (Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Barém, Omã e Qatar), provocando desequilíbrios populacionais e econômicos. Apenas uma pequena classe de privilegiados tinha acesso ao dinheiro e a maioria dos petrodólares Investimento dos petrodólares nos grandes centros dos países ricos (EUA, Canadá, Japão, Grã-Bretanha, Alemanha, França e Itália), restando 7% de investimentos aos 22 países árabes. Qualidade de vida da população baixando. Um forte sentimento de independência surgiu nos países árabes
  23. 23. Criação da OPEP Organização dos Países Exportadores de Petróleo Os produtores de petróleo passaram a pressionar as "Sete Irmãs" estabelecendo uma divisão de lucro de meio a meio e, em 1960. Membros são: Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Irã, Catar, Kuwait, Iraque, Líbia, Indonésia, Nigéria, Venezuela e Argélia Finalidade:organizar e fortalecer essa política de independência frente às grandes potências Conseqüência: OPEP conseguiu diminuir o poder das companhias petrolíferas internacionais e estabelecer total domínio sobre a produção e comercialização de seus produtos
  24. 24. Crises do Petróleo 1973 mundo vivia uma época de crescimento industrial máquinas eram completamente dependentes do petróleo os árabes, maiores produtores, entraram em conflito com Israel, país que contava com o apoio dos EUA (país que menos sofreu, porque tinha uma grande reserva de petróleo e porque os petrodólares eram investidos no mercado americano) e Europa Como represália, os árabes decidiram boicotar o Ocidente, cortando a extração de petróleo em 25%. O preço do barril saltou de U$ 2,00 para U$ 12,00.
  25. 25. Crises do Petróleo 1979 Donos dos poços de petróleo (os árabes) mais uma vez reduzirem sua produção. Preço subiu violentamente, saltando para a casa dos U$ 40,00 Para sair dessa dependência, os países importadores passaram a desenvolver formas alternativas de combustíveis como o álcool, a energia nuclear e o carvão mineral A exploração de jazidas de petróleo também se intensificou em muitos países No Brasil, o projeto Proálcool e o aperfeiçoamento da Petrobras foram as maneiras encontradas para contornar o problema da alta do preço
  26. 26. Crises do Petróleo Guerra do Golfo em 1991 motivo foi o baixo preço do petróleo no mercado mundial no início da década de 90 Iraque sintetizar uma dívida externa de US$ 80 bilhões Saddam Hussein bombardeou os poços de petróleo kuwaitianos antes da retirada, acusando o país (Kuwait) de causar baixa no preço do petróleo, vendendo mais que a cota estabelecida pela OPEP
  27. 27. Agravantes da Crise Saddan Hussein ter passado a vincular a retirada de suas tropas do Kuwait com a criação de um Estado Palestino, fazendo crescer os conflitos entre judeus e palestinos em Israel Estados Unidos se aliaram a Israel, para dominarem as fontes petrolíferas e avançarem no seu projeto de hegemonia mundial Para isso, enviam, anualmente, mais de 4 bilhões de dólares para o país, além de transferirem armamentos e tecnologia militar e prestarem apoio político àquele Estado em todos os fóruns internacionais.
  28. 28. 3ª ParteDemanda do Petróleo
  29. 29. Evolução da Demanda de Derivados
  30. 30. Evolução da Demanda no Mundo
  31. 31. Oferta x Demanda
  32. 32. Oferta x Demanda
  33. 33. Oferta x Demanda
  34. 34. Perspectiva de Utilização de Derivados
  35. 35. Tendências da Demanda de Petróleo
  36. 36. 4ª PartePetróleo e o Brasil
  37. 37. Petróleo Brasileiro Petrobras não pode produzir combustíveis usando apenas o petróleo brasileiro (Pesado) Petrobras utiliza o petróleo iraquiano do tipo "basra light", um óleo de alta qualidade que é usado principalmente para produção de óleos lubrificantes pela Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro Refinaria foi construída para processar dois tipos de petróleo leve que a Petrobras importa do Oriente Médio: além do iraquiano "basra", ela usa o tipo "arabian light", produzido pela Arábia Saudita
  38. 38. Motivadores de Novas Tecnologias
  39. 39. Reservas no Brasil
  40. 40. Consumo no Brasil
  41. 41. Estrutura de Consumo no Brasil
  42. 42. Petróleo

×