Serie conhecendo Kardec 1

7.448 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Excelente material. Obrigada pela oportunidade de ampliar meus conhecimentos.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.448
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.813
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Serie conhecendo Kardec 1

  1. 1. PROJETO: CONHECER, SENTIR, VIVER KARDEC SÉRIE: CONHENCENDO KARDEC – N°01Música: Outra vez – Richard Clayderman Formatação: um.amigo.em.Deus@gmail.com
  2. 2. TEMAS DIVERSOS (CLIQUE NO TEMA DESEJADO)
  3. 3. PROJETO:CONHECER, SENTIR, VIVER KARDEC
  4. 4. LAÇOS DE SANGUE ESE - Cap. XIV, item 8 Os laços do sangue não criam forçosamente os liames entre os Espíri-tos. O corpo procede do corpo, mas o Espírito não procede do Espírito, porquanto o Espírito já existia antes da formação do corpo. (ESE - Cap. XIV, item 8)
  5. 5. MISSÃO DOS PAIS (ESE - CAP. XIV, ITEM 9, SANTO AGOSTINHO)Lembrai-vos de que a cada pai e a cada mãe perguntará Deus:Que fi-zestes do filho confiado à vossa guarda? Se por culpavossa ele se con-servou atrasado, tereis como castigo vê-lo entreos Espíritos sofredores, quando de vós dependia que fosse ditoso.Então, vós mesmos, assediados de remorsos, pedireis vos sejaconcedido reparar a vossa falta; solicita-reis, para vós e para ele,outra encarnação em que o cerqueis de melhores cuidados e emque ele, cheio de reconhecimento, vos retribuirá com o seu amor.
  6. 6. ESE – CAPÍTULO XVIII, ITEM 3
  7. 7. A PORTA ESTREITA ESE – CAPÍTULO XVIII, ITEM 5
  8. 8. CARIDADE (ESE CAP. XIII, ITEM 15, UM ESPÍRITO PROTETOR)Meus caros amigos, todos os dias ouço entre vós dizerem: "Sou pobre, não posso fazer a caridade", e todos os dias vejo que faltais com a in-dulgência aos vossos semelhantes. Nada lhes perdoais e vos arvorais em juízes muitas vezes severos, sem quererdes saber se ficaríeis satisfeitos que do mesmo modoprocedessem convosco. Não é também caridade a indulgên-cia?
  9. 9. CARIDADE ALLAN KARDEC - VIAGEM ESPÍRITA EM 1862A palavra caridade, vós o sabeis, Senhores, tem umaacepção muito extensa. Há caridade empensamentos, em palavras, em atos. Ela não é tãosomente a esmola.
  10. 10. AMAR OS INIMIGOS O LIVRO DOS ESPÍRITOS – Q. 887 887. Jesus também disse: Amai até mesmo os vossos inimigos. Ora, o amor aos inimigos não será contrário às nossas tendências naturais, e a inimizade não provirá de uma falta de simpatia entre os Espíritos?
  11. 11. AMAR OS INIMIGOS O LIVRO DOS ESPÍRITOS – Q. 887“É certo que ninguém pode votar aos seus inimigos umamor terno e apaixonado. Não foi isso o que Jesuspretendeu dizer. Amar os inimigos é perdoar-lhese lhes retribuir o mal com o bem. Aquele queassim procede se torna superior aos seus inimigos, aopasso que abaixo deles se coloca quem procura tomarvingança.”
  12. 12. AMAR OS INIMIGOS ESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3.Amar seus inimigos não é, portanto, ter-lhes uma afeiçãoque não está na natureza, visto que o contato de uminimigo nos faz bater o coração de modo muitodiverso do seu bater, ao contato de um amigo.
  13. 13. AMAR OS INIMIGOSESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3. É não lhes guardar ódio, nem rancor, nem desejos de vingança. É perdoar-lhes, sem pensamento oculto e sem condições, o mal que nos fazem. É não opor nenhum obstáculo à reconciliação com eles. É desejar-lhes o bem e não o mal. É experimentar júbilo, em vez de pesar, com o bem que lhes advenha.
  14. 14. AMAR OS INIMIGOSESE » CAPÍTULO XII - AMAI OS VOSSOS INIMIGOS , ITEM 3. É socorrê-los, em caso de necessidade. É abster-se, quer por palavras, quer por atos, de tudo o que os possa prejudicar. É, finalmente, retribuir-lhes sempre o mal com o bem, sem intenção de os humilhar. É desejar-lhes o bem e não o mal.
  15. 15. ESPIRITISMO – CRENÇA GERAL (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Q. 798) O Espiritismo se tornará um dia crença geral na Terra?
  16. 16. ESPIRITISMO – CRENÇA GERAL (O LIVRO DOS ESPÍRITOS, Q. 798)Certamente que se tornará crença geral e marcará nova erana história da humanidade, porque está na Natureza echegou o tempo em que ocupará lugar entre osconhecimentos humanos. Terá, no entanto, quesustentar grandes lutas, mais contra o interesse, doque contra a convicção, porquanto não há comodissimular a existência de pessoas interessadas emcombatê-lo, umas por amor- próprio, outras por causasinteiramente materiais. Porém, como virão a ficarinsulados, seus contraditores se sentirão forçados a pensarcomo os demais, sob pena de se tornarem ridículos.”

×