Metodos contracetivos quimicos

9.428 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.428
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
97
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodos contracetivos quimicos

  1. 1. Os vários métodos Métodos Contracetivos contraceptivos Naturais Artificiais Mecânicos Químicos Métodos Anel Adesivo Implante Pílula hormonais Espermicida Vaginal Cutâneo transdérmico injetáveisCombinada Microprogestativa
  2. 2. Como actuam os métodos contracetivos artificiais?Figura 1 – Controlo dociclo sexual
  3. 3.  Combinada Fig.1 - Pílula combinada monofásica Fig.2 - Pílula combinada Fig.3 - Pílula • Monofásica; para 1 mês de tratamento (http://www.unioeste.br) monofásica para 21dias de tratamento combinada trifásica (http://www.unioeste.br) (http://mulher.sap • Bifásica; o.pt/bem- estar/saude/contr aceptivos-orais- • Trifásica. 981847.html) Fig.4 - Pílula combinada bifásica (http://www.google.pt) Progestativa Fig.5 - Minipílulas das três marcas existentes(microprogestativa ou minipílula) (http://www.misodor.com/PLA NNING.html)
  4. 4. Vantagens Desvantagens Não interfere na relação sexual;  Dificuldade em tomar a pílula Pode regularizar os ciclos menstruais; diariamente, por esquecimento; Reduz as dores associadas à  Não protege contra as ISTs (Infeções menstruação; Sexualmente Transmissíveis) Não afeta a fertilidade;  Contra-indicações (tais como: risco de Diminui o risco de Doença AVC; mulheres com mais de 35 anos e Inflamatória Pélvica; fumadoras; gravidez; entre outras) Reduz em 50% o risco de cancro do  Efeitos secundários: náuseas, vómitos, ovário e do endométrio; alteração do fluxo menstrual, depressão, Diminui a incidência de quistos etc. funcionais do ovário e da doença poliquística.
  5. 5.  Mensais; Trimestrais. Fig.6 - Injeções Hormonais mensais http://www.misodor.com/PLANNING.html
  6. 6. Vantagens Desvantagens Pode melhorar a qualidade do  Pode provocar irregularidades no aleitamento; ciclo menstrual (raramente Redução dos riscos de provoca hemorragias contínuas); desenvolvimento da Doença  O retorno aos níveis de fertilidade Inflamatória Pélvica, de gravidez é mais demorado; ectópica e do carcinoma do  Não protege contra as doenças endométrio; sexualmente transmissíveis; Redução das perdas de sangue.  Contra-indicações (tais como: gravidez; hipertensão grave; entre outras);  Efeitos secundários: dores de cabeça, perda de cabelo, aumento de peso.
  7. 7. O que é o anel vaginal? O anel vaginal é um contracetivo hormonal quetem a forma de um anel, de textura suave,transparente, flexível, e que possui cerca de 5 cmde diâmetro; Este anel está impregnado de hormonas quevão sendo libertadas , de forma regular, para acorrente sanguínea. Este método contraceptivo é aplicado uma vezem cada ciclo menstrual, ficando assim a mulher Fig 7 – Anel Vaginallivre da toma diária da pílula. (http://www.ancorador.com.br)
  8. 8. Como se utiliza o anel vaginal? O anel vaginal deve ser introduzido na vagina pela própria mulher, no primeirodia da menstruação, permanecendo no local durante 3 semanas (21 dias); Passado esse tempo, a mulher deve retirá-lo.Segue-se um intervalo de uma semana até ser colocado um novo anel. Durante esteperíodo de tempo surge uma hemorragia de privação (“menstruação”); Fig 8 - Representação esquemática da colocação do anel vaginal (http://www.pindura.com.br)
  9. 9. Métodos contracetivos Método Vantagens Desvantagens  A mulher não tem de pensar todos  Não protege contra as os dias na contraceção. Para além doenças sexualmente disso, esta pode aderir a um transmissíveis (IST); sistema de alerta sms, gratuito, para ser avisada do dia de  Tal como em outrosNão natural Anel Químicos colocação e remoção do anel; métodos hormonais, algumas Vaginal  Grande eficácia; mulheres podem apresentar  É um método reversível: a mulher efeitos secundários, tais como retoma á fertilidade inicial após náuseas, vómitos ou retirar o anel; hemorragia vaginal;  Não interfere no acto sexual;  Regulariza os ciclos menstruais e diminui as dores menstruais;
  10. 10. O que são os Espermicidas ? O espermicida, é um método contraceptivo químico deutilização vaginal que tem como principal objetivoimobilizar e eliminar os espermatozóides, de modo aimpedir a ocorrência de uma gravidez.Existem diferentes tipos de espermicidas que podemser utilizados:  Esponja espermicida;  Espuma espermicida;  Creme espermicida;  Gel espermicida; Fig 9 – Os vários tipos de espermicidas  Comprimidos vaginais. (http://www.embarazoybebes.com.ar ; http://act-csp2010.blogspot.com)
  11. 11. Como Aplicar o espermicida ? Os espermicidas são introduzidos na vagina com os dedos ou com um aplicadorpróprio para o efeito, sendo que o intervalo entre a aplicação e a relação sexual nãodeve ultrapassar os 20 a 30 minutos. Fig - Representação esquemática da aplicação de espermicidas (http://www.todomonografias.com) No entanto, este não é um método contraceptivo eficaz só por si; quando utilizadoisoladamente, o espermicida tem uma eficácia baixa o que leva a que este método devaser associado a outros métodos.
  12. 12. Métodos contracetivos Método Vantagens Desvantagens  Destrói os  Confere protecção por espermatozóides; pouco tempo;  Não tem contra-  Pode causar alergias;Não natural Químicos Espermicidas indicações – excepto no caso de haver  Não protege das doenças alguma alergia; sexualmente transmissíveis (IST)  Pode aumentar o risco de infecção pelo HIV;
  13. 13. Como funciona?Transfere uma dose diária de hormonas – Figura 10 – Adesivo transdérmicoestrogénio e progesterona, através da pelepara a corrente sanguínea.E quanto à sua eficácia?Se utilizado corretamente, apresenta umeficácia contracetiva superior a 99% ;Como utilizar o adesivo?Aplica-se sobre a pele limpa e seca; Figura 11 – O adesivo pode serNão deve ser colocado sobre o peito, em zonas aplicado na parte de fora doirritadas da pele ou com escoriações. braço, nas costas, no abdómen ou na nádega. Semana 1 Semana 2 Semana 3 Semana 4 Semana 1 Semana 2 Semana 3 Semana 4 Adesivo 1 Adesivo 2 Adesivo 3 Pausa Adesivo 1 Adesivo 2 Adesivo 3 Pausa
  14. 14. Vantagens Desvantagens Não interfere com a relação _____ sexual; Não pode ser utilizado por mulheres com contra‐indicaçãoNão necessita de motivação diária; para fazer métodos hormonais com estrogénios; Após a suspensão do método, o _____ retorno à fertilidade é imediato; O prazo de segurança é alargado Não oferece protecção contra as para dois dias, isto é, continua infecções sexualmenteeficaz se a mudança de adesivo for transmissíveis! esquecida por 48 horas.
  15. 15. Em que consiste? Contém progesterona, que é libertada lentamente para a corrente sanguínea de uma forma contínua durante 3 anos; A sua eficácia é superior a 99%. Quando e como é colocado o implante? O implante é colocado até 5 dias após o início da menstruação.Fig 13 – Representação esquemática da colocação do implante (http://ita-web02.udac.se)
  16. 16. Vantagens Desvantagens Na maioria dos casos, há sangramento irregular, podendo haver aumento do fluxo menstrual É um método prático e de longa ou ausência de menstruação. Estas duração (3 anos); alterações são mais comuns no primeiro ano e não têm consequências negativas na saúde da mulher; Podem ocorrer algumas alterações Evita a toma da pílula diariamente e da pele, dores de cabeça, náuseas, não interfere com a relação sexual; variações do humor; Pode verificar-se o aparecimento de Melhora a dismenorreia, isto é, quistos foliculares nos ovários diminui as dores menstruais; (geralmente não exigem tratamento); Não tem os efeitos secundários dos Necessita de um profissional treinado estrogénios; para a inserção e remoção; Não interfere com o aleitamento; É relativamente dispendioso. Fig 14 – Remoção do implante Não oferece protecção contra as doenças sexualmente(http://ita-web02.udac.se) transmissíveis!
  17. 17. A pílula do dia seguinte é um método de contracepção de emergência, que pode ser usado depois de uma relação sexual não protegida ou quando houve falha do método contraceptivo.Situações em que pode ser tomado: Relações sexuais em que nenhum dos parceirosutilizou um método contraceptivo; Caso se tenha esquecido de tomar a sua pílulacontraceptiva; Se o preservativo se rompeu ou deslizou; Em caso de violação. Fig 15 – Contraceção de emergência
  18. 18. Como funciona? A grande dose de hormonas vai alterar características do mucovaginal, mudanças no crescimento do endométrio e irá acelerar osmovimentos nas tropas de Falópio.E quanto a sua eficácia? Se a toma for correta, a pílula do dia seguinte pode atingir umgrau de eficácia muito elevado (99%).Quando utilizar? A pílula deve ser tomada até 72 horas depois da relação sexual,preferencialmente nas primeiras 12 horas.
  19. 19. Com que frequência pode tomar? A pílula do dia seguinte só deve serutilizada como medida de emergência e não como Fig 16 – Contraceção de emergênciaum método regular de contracepção. Não protege contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis! Não é um método contraceptivo de uso regular Não é abortiva Não afecta a fertilidade Pode ser adquirida gratuitamente nos centros de saúde e hospitais Existem marcas de venda livre nas farmácias
  20. 20. Vantagens Desvantagens • Não interfere com a utilização • A sua eficácia diminui com o passar regular de pílulas das horas; anticoncepcionais; • Em mulheres que amamentam, pode diminuir a quantidade do leite• Não afecta a fertilidade a longo materno; prazo; • Os comprimidos podem causar efeitos colaterais leves como: • É muito eficaz se for tomada náuseas, vómitos, tonturas, imediatamente após a relação desconforto no peito e dor de cabeça; sexual; • A menstruação pode adiantar ou • O único método contraceptivo atrasar alguns dias;que pode ser utilizado pela mulher após a relação sexual; • O uso repetido facilita a gravidez;• No caso de falha do método, não • Certos medicamentos podem reduzir causa efeitos colaterais no feto. a eficácia deste método.
  21. 21. Ovulação (regulação da função ovárica pelo complexo hipotálamo-hipófise):http://www.youtube.com/watch?v=nLmg4wSHdxQ&feature=related Nova contraceção de emergência (reportagem):http://ww1.rtp.pt/noticias/?t=Nova-pilula-do-dia-seguinte-chega-ao-mercado-em-Marco-de-2010.rtp&headline=20&visual=9&article=306557&tm=2

×