Rodrigo Freese Gonzatto 
www.gonzatto.com 
Uso e desenvolvimento tecnológico: 
viés crítico a partir da 
Filosofia da Tecn...
“O que é a Filosofia da 
Tecnologia?”, 
FEENBERG, Andrew 
! 
! 
“O Conceito de Tecnologia”, 
VIEIRA PINTO, Álvaro 
! 
! 
“...
Quem faz 
tecnologia? 
! 
Quem não faz 
tecnologia?
Quem faz 
tecnologia? 
Desenvolvedores! 
Designers! 
Usuários 
?
PRODUÇÃO USOS 
Desenvolvedores! 
Designers! 
Pesquisadores! 
Empresários! 
Autores! 
Usuários! 
Consumidores! 
Leitores! 
...
PRODUÇÃO USOS 
Pesquisa! 
Produz! 
Cria! 
Desenvolve! 
TECNOLOGIA! 
! 
ATIVO? 
Busca! 
Usa! 
Recebe! 
Compra! 
TECNOLOGIA!...
PRODUÇÃO USOS 
Produz para! 
alguém! 
! 
Produz a partir! 
do que já foi feito! 
e de como é usado 
Produz para! 
alguém! ...
Produção popular 
Hack 
Gambiarra 
Reconfiguração 
Novos usos 
(re)Interpretação 
(re)Significação 
Participação 
Colabora...
A tecnologia é uma! 
construção social e ! 
histórica realizada por ! 
múltiplos atores, em! 
diversos espaços
PS.: e isso não quer dizer que 
não exista negociação, conflito e disputa! 
A tecnologia é uma! 
construção social e ! 
hi...
Um dos campos de 
disputa é a compreensão 
do conceito de Tecnologia.
O que é Tecnologia? 
! 
O que não é Tecnologia?
Tecnologia como estudo da técnica 
Pesquisa, ciência e discussão sobre a técnica. 
Tecnologia como sinônimo de técnica 
É ...
O termo ‘Tecnologia' costuma aparecer 
exclusivamente quando se fala de computadores. 
Tecnologia não tem a ver com outras...
! 
Só o computador 
é Técnica e Tecnologia? 
! 
mas… o que é computar?
Tecnologia é 
apenas a técnica mais atual? 
! 
Desde quando computar é técnica?
Fazer fogo… são técnicas?
Fazer fogo… são técnica
Fazer fogo… são técnica
Fazer fogo… são técnica
Tecnologia como 
existencial do ser humano. 
! 
Tecnologia não é só ‘coisas' 
e técnicas ‘modos de fazer’. 
! 
Criamos coi...
Tecnologia como 
existencial do ser humano. 
! 
Ser humano é ação. 
Toda ação é técnica, possui um modo de fazer. 
Técnica...
TECNOLOGIA 
!& 
! 
SOCIEDADE 
!
ARTEFATOS 
TECNOLÓGICOS 
!& 
! 
SERES 
HUMANOS 
!
não influenciam 
as nossas ações? 
ARTEFATOS 
TECNOLÓGICOS 
influenciam nas 
nossas ações?
são neutros? 
incorporam e 
ARTEFATOS 
TECNOLÓGICOS 
corporificam valores, 
qualidades, ideais?
"Se houvesse uma pessoa aqui ! 
com uma arma na mão.! 
! 
Te chamaria a atenção dependendo de quem fosse! 
ou pela própria...
Carregados de 
Valores? 
“Armas não matam pessoas, 
as pessoas matam pessoas” 
! 
“A arma é só um ‘meio’, pois 
as pessoas...
- Onde, quando e por quem seu uso é 
permitida, negada ou incentivada?! 
- Onde, quando e por quem sua produção 
é permiti...
- Tem trava?! 
- Tem gatilho?! 
- Como recarrega! 
- É leve ou pesada?! 
- Encaixa em que mão?! 
- Quantos dedos são neces...
A posição que diz que 
a tecnologia é neutra 
• Entende que um dispositivo técnico é simplesmente uma 
concatenação de mec...
A posição que diz que 
a tecnologia tem valores 
• Os objetos não são compostos apenas de propriedades físicas 
ou química...
iPod incentiva socialização ou a 
formação individual da 
personalidade?
Valores sobrevivem à 
tecnologia?
uso e produção 
são separados. 
o uso é uma 
os usos e produções 
são construções 
sociais (coletivas) 
ARTEFATOS 
escolha...
A tecnologia não é boa,
A tecnologia não é boa, 
nem má...
A tecnologia não é boa, 
nem má... 
tampouco é neutra! 
(Pierre Levy)
A tecnologia 
incorpora e 
corporifica valores 
e ideais 
“Armas não matam pessoas, 
as pessoas matam pessoas” 
! 
“A arma...
TECNOLOGIA 
!& 
! 
SOCIEDADE 
!
DESENVOLVIMENTO 
TECNOLÓGICOS 
!& 
! 
SERES 
HUMANOS 
!
DESENVOLVIMENTO 
TECNOLÓGICO 
A tecnologia 
transforma a 
sociedade 
A sociedade 
transforma a 
tecnologia
DESENVOLVIMENTO 
TECNOLÓGICO 
As pessoas 
descobrem 
as técnicas e 
a tecnologia 
As pessoas 
criam 
as técnicas e 
tecnol...
DESENVOLVIMENTO 
TECNOLÓGICO 
é autônomo ao ser 
humano? 
é controlado pelos 
seres humanos?
DESENVOLVIMENTO 
TECNOLÓGICO 
é linear e 
progressivo 
é múltiplo, diverso 
não-acumulativo
• avanço e atraso 
• desenvolvimento e subdesenvolvimento 
• dependência, colonização, decolonização
O desenvolvimento tecnológico 
é autônomo 
• O próximo já está na tecnologia. 
Não há criação, há descoberta. 
• Os seres ...
Humanamente Controlada 
• Escolhemos a tecnologia que queremos. 
Determinamos os próximo passo de evolução 
conforme nossa...
Autônomo Humanamente 
Controlado 
“A internet mudou a 
sociedade” 
! 
“A sociedade está 
mudando por causa da 
internet” 
...
A tecnologia 
transforma a sociedade,
A tecnologia 
transforma a sociedade, 
& 
a sociedade 
transforma a tecnologia
! 
Tecnologia e Sociedade 
se constituem mutuamente 
(Estudos CTS)
Filosofia da Tecnologia 
por Andrew Feenberg
Autônoma Humanamente Controlada 
Neutra 
Determinismo 
tecnológico 
! 
Ex.: Teoria da modernização 
(desenvolver tecnologi...
Autônoma Humanamente Controlada 
Neutra 
As novas tecnologias 
afetam o ser humano 
se bem utilizadas, levam 
ao desenvolv...
Autônoma Human. Controlada 
Neutra Determinismo Instrumentalismo 
Carregada de 
Valores Substantivismo Teoria Crítica 
Ins...
Autônoma Human. Controlada 
Neutra Determinismo Instrumentalismo 
Carregada de 
Valores Substantivismo Teoria Crítica 
Det...
Autônoma Human. Controlada 
Neutra Determinismo Instrumentalismo 
Carregada 
de Valores Substantivismo Teoria Crítica 
Sub...
Autônoma Human. Controlada 
Neutra Determinismo Instrumentalismo 
Carregada 
de Valores Substantivismo Teoria Crítica 
Teo...
Propostas de Atividade sobre o tema 
! 
Em pequenos grupos. 
! 
Reunir exemplos de trechos de texto que falam sobre 
tecno...
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]

4.246 visualizações

Publicada em

Originalmente estes slides continham apenas a apresentação de slides da aula #1 de Sociologia da Técnica ministrada no Instituto Faber-Ludens de Design de Interação, e o conteúdo tomava como base o texto "O que é Filosofia da Tecnologia", de Andrew Feenberg [recomendo a leitura!]. Os slides atuais são uma atualização desse material, incluindo muitos exemplos e discussões de outros pensadores da Filosofia da Técnica e da Tecnologia, como Álvaro Vieira Pinto e Langdon Winner.

Publicada em: Tecnologia
3 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
135
Comentários
3
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia [Sociologia da Técnica]

  1. 1. Rodrigo Freese Gonzatto www.gonzatto.com Uso e desenvolvimento tecnológico: viés crítico a partir da Filosofia da Tecnologia
  2. 2. “O que é a Filosofia da Tecnologia?”, FEENBERG, Andrew ! ! “O Conceito de Tecnologia”, VIEIRA PINTO, Álvaro ! ! “Artefatos tem política?”, WINNER, Langdon
  3. 3. Quem faz tecnologia? ! Quem não faz tecnologia?
  4. 4. Quem faz tecnologia? Desenvolvedores! Designers! Usuários ?
  5. 5. PRODUÇÃO USOS Desenvolvedores! Designers! Pesquisadores! Empresários! Autores! Usuários! Consumidores! Leitores! Cibernautas! Internautas! Visitantes! Navegantes ESFERAS! SEPARADAS?!
  6. 6. PRODUÇÃO USOS Pesquisa! Produz! Cria! Desenvolve! TECNOLOGIA! ! ATIVO? Busca! Usa! Recebe! Compra! TECNOLOGIA! ! PASSIVO? ?
  7. 7. PRODUÇÃO USOS Produz para! alguém! ! Produz a partir! do que já foi feito! e de como é usado Produz para! alguém! ! Produz a partir! do que já foi feito! e de como é usado
  8. 8. Produção popular Hack Gambiarra Reconfiguração Novos usos (re)Interpretação (re)Significação Participação Colaboração Regulação Tecnologias sociais Tecnologias livres
  9. 9. A tecnologia é uma! construção social e ! histórica realizada por ! múltiplos atores, em! diversos espaços
  10. 10. PS.: e isso não quer dizer que não exista negociação, conflito e disputa! A tecnologia é uma! construção social e ! histórica realizada por ! múltiplos atores, em! diversos espaços
  11. 11. Um dos campos de disputa é a compreensão do conceito de Tecnologia.
  12. 12. O que é Tecnologia? ! O que não é Tecnologia?
  13. 13. Tecnologia como estudo da técnica Pesquisa, ciência e discussão sobre a técnica. Tecnologia como sinônimo de técnica É o sentido popular de técnica como modos de produzir alguma coisa. Artes, habilidades do fazer, profissões, know-how. Tecnologia como conjunto das técnicas Todas as técnicas que dispõe uma sociedade. Concepção usada para comparar sociedades usando a tecnologia como medida e valor. Tecnologia como ideologia da técnica Discursos sobre a técnica que indica compressões do que é técnica e tecnologia VIEIRA PINTO, Álvaro. O conceito de tecnologia. Rio de Janeiro: Contraponto, 2005.
  14. 14. O termo ‘Tecnologia' costuma aparecer exclusivamente quando se fala de computadores. Tecnologia não tem a ver com outras seções de um jornal? Economia? Política? Social?
  15. 15. ! Só o computador é Técnica e Tecnologia? ! mas… o que é computar?
  16. 16. Tecnologia é apenas a técnica mais atual? ! Desde quando computar é técnica?
  17. 17. Fazer fogo… são técnicas?
  18. 18. Fazer fogo… são técnica
  19. 19. Fazer fogo… são técnica
  20. 20. Fazer fogo… são técnica
  21. 21. Tecnologia como existencial do ser humano. ! Tecnologia não é só ‘coisas' e técnicas ‘modos de fazer’. ! Criamos coisas para agir (mediação). ! Agindo com coisas podemos agir de novas formas.
  22. 22. Tecnologia como existencial do ser humano. ! Ser humano é ação. Toda ação é técnica, possui um modo de fazer. Técnica como modo de agir, modo de ser. ! Técnica como trabalho social acumulado, memória social do fazer novo. ! (inclui criticamente as concepções anteriores)
  23. 23. TECNOLOGIA !& ! SOCIEDADE !
  24. 24. ARTEFATOS TECNOLÓGICOS !& ! SERES HUMANOS !
  25. 25. não influenciam as nossas ações? ARTEFATOS TECNOLÓGICOS influenciam nas nossas ações?
  26. 26. são neutros? incorporam e ARTEFATOS TECNOLÓGICOS corporificam valores, qualidades, ideais?
  27. 27. "Se houvesse uma pessoa aqui ! com uma arma na mão.! ! Te chamaria a atenção dependendo de quem fosse! ou pela própria arma?"
  28. 28. Carregados de Valores? “Armas não matam pessoas, as pessoas matam pessoas” ! “A arma é só um ‘meio’, pois as pessoas matariam de outras formas.” “Uma sociedade que produz armas está criando a possibilidade de matar pessoas com armas” ! “O funcionamento de uma arma também indica e molda seus usos” Neutros?
  29. 29. - Onde, quando e por quem seu uso é permitida, negada ou incentivada?! - Onde, quando e por quem sua produção é permitida, negada ou incentivada?! ! Tem diferença saber que qualquer um pode estar andando por aí com…! - Lanças, Cacetetes, Teasers elétricos! - Canivetes, Facas, Espadas! - Revólveres! - Metralhadoras, Granadas, Bazookas?
  30. 30. - Tem trava?! - Tem gatilho?! - Como recarrega! - É leve ou pesada?! - Encaixa em que mão?! - Quantos dedos são necessários?! - Que tipo de bala? Explode ou é de borracha?
  31. 31. A posição que diz que a tecnologia é neutra • Entende que um dispositivo técnico é simplesmente uma concatenação de mecanismos causais • Exemplo: Uma arma pode ser usada para o bem ou para o mal... depende de quem usa. A faca serve pra cortar, mas não diz se é pra comer… ou matar. • Um software é só uma ferramenta. Uma rede social vai ser boa ou má, útil ou inútil, dependendo de como você utiliza. • Contraponto: “As coisas não são feitas sem um propósito. A criação e existência (permanência) de algo depende da sociedade, assim como esta constrói quais seus usos são mais
  32. 32. A posição que diz que a tecnologia tem valores • Os objetos não são compostos apenas de propriedades físicas ou químicas: valores de uma sociedade estão materialmente presentes nos artefatos tecnológicos. • Exemplo: O que transforma o dinheiro... em dinheiro? • A tecnologia incorpora e corporifica valores e ideais • Será mesmo os objetos são utilizados de qualquer maneira? E a propriedade intelectual, Termos de Uso, Contratos? > Os artefatos indicam seus usos também. •Contraponto: “Em última instância, é o uso de uma coisa que diz o seu valor: melhor ou pior, bom ou mau.”
  33. 33. iPod incentiva socialização ou a formação individual da personalidade?
  34. 34. Valores sobrevivem à tecnologia?
  35. 35. uso e produção são separados. o uso é uma os usos e produções são construções sociais (coletivas) ARTEFATOS escolha individual TECNOLÓGICOS
  36. 36. A tecnologia não é boa,
  37. 37. A tecnologia não é boa, nem má...
  38. 38. A tecnologia não é boa, nem má... tampouco é neutra! (Pierre Levy)
  39. 39. A tecnologia incorpora e corporifica valores e ideais “Armas não matam pessoas, as pessoas matam pessoas” ! “A arma é só um ‘meio’, pois as pessoas matariam de outras formas.” “Uma sociedade que produz armas está criando a possibilidade de matar pessoas com armas” ! “O design de uma arma indica e forma seus usos” ! A tecnologia é neutra
  40. 40. TECNOLOGIA !& ! SOCIEDADE !
  41. 41. DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICOS !& ! SERES HUMANOS !
  42. 42. DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO A tecnologia transforma a sociedade A sociedade transforma a tecnologia
  43. 43. DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO As pessoas descobrem as técnicas e a tecnologia As pessoas criam as técnicas e tecnologia
  44. 44. DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO é autônomo ao ser humano? é controlado pelos seres humanos?
  45. 45. DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO é linear e progressivo é múltiplo, diverso não-acumulativo
  46. 46. • avanço e atraso • desenvolvimento e subdesenvolvimento • dependência, colonização, decolonização
  47. 47. O desenvolvimento tecnológico é autônomo • O próximo já está na tecnologia. Não há criação, há descoberta. • Os seres humanos lidam com a tecnologia, mas eles têm liberdade para decidir como ela será desenvolvida? • Exemplos: “O progresso é inevitável.”; “Não tem como fugir da informatização.”; “... certamente será o futuro.”
  48. 48. Humanamente Controlada • Escolhemos a tecnologia que queremos. Determinamos os próximo passo de evolução conforme nossas intenções • Exemplo: “Os professores são ‘resistentes’ a tecnologia”; “... desenvolveram sua própria tecnologia”; “... não conseguiram inserir a tecnologia no contexto...”
  49. 49. Autônomo Humanamente Controlado “A internet mudou a sociedade” ! “A sociedade está mudando por causa da internet” “A sociedade mudou suas formas de comunicação” ! “A internet reflete as mudanças da sociedade”
  50. 50. A tecnologia transforma a sociedade,
  51. 51. A tecnologia transforma a sociedade, & a sociedade transforma a tecnologia
  52. 52. ! Tecnologia e Sociedade se constituem mutuamente (Estudos CTS)
  53. 53. Filosofia da Tecnologia por Andrew Feenberg
  54. 54. Autônoma Humanamente Controlada Neutra Determinismo tecnológico ! Ex.: Teoria da modernização (desenvolver tecnologia a partir do modelos dos países centrais ou então… atraso) Instrumentalismo ! Ex.: Crença liberal no progresso (não deve-se interferir no desenvolvimento e oferta de tecnologias. A tecnologia não é boa, nem ruim, tudo depende dos seus usos) Carregada de Valores Substantivismo ! Meios e fins estão ligados (utopias e distopias tecnológicas. A tecnologia determina o ser humano. Devemos resistir totalmente ou abraçar de vez as tecnologias, negando-as ou aceitando-as, pois seus valores não mudam com o uso) Teoria Crítica ! Escolha de sistemas de meios e fins alternativos (existem vários desenvolvimentos tecnológicos e os valores da tecnologia são corporificados nas diversas formas de produzir, mas também são criados conforme os diferentes usos) A tecnologia é ... FEENBERG, Andrew. O que é a Filosofia da Tecnologia? Tradução de Augustín Apaza. Conferência. 2003. Disponível em <http://www.sfu.ca/~andrewf/oquee.htm>
  55. 55. Autônoma Humanamente Controlada Neutra As novas tecnologias afetam o ser humano se bem utilizadas, levam ao desenvolvimento A tecnologia é desenvolvida pelo ser humano mas são só ferramenta para serem usadas Carregada de Valores As tecnologias mudam o ser humano pois os valores que a tecnologia afetam as pessoas A tecnologia está sempre em construção social mas a cada momento reflete e refrata valores de grupos sociais. A tecnologia é ... FEENBERG, Andrew. O que é a Filosofia da Tecnologia? Tradução de Augustín Apaza. Conferência. 2003. Disponível em <http://www.sfu.ca/~andrewf/oquee.htm>
  56. 56. Autônoma Human. Controlada Neutra Determinismo Instrumentalismo Carregada de Valores Substantivismo Teoria Crítica Instrumentalismo • Tecnologia não carrega valores e é controlada pelo Homem • É a visão-padrão moderna: a tecnologia é uma ferramenta, um instrumento da espécie humana com os quais satisfazemos nossas necessidades • Frase marcante: “Com o incrível... você vai...” • Exemplo: Publicidade; Marketing.
  57. 57. Autônoma Human. Controlada Neutra Determinismo Instrumentalismo Carregada de Valores Substantivismo Teoria Crítica Determinismo • Tecnologia não carrega valores e é autônoma. • Devemos nos adaptar à tecnologia: o avanço tecnológico é a força motriz da história que molda o homem e a sociedade às exigências de um período/tempo/história. • Frase marcante: “O advento da/do... eficiência e progresso...” • Exemplos: Teoria progressista da Modernização;
  58. 58. Autônoma Human. Controlada Neutra Determinismo Instrumentalismo Carregada de Valores Substantivismo Teoria Crítica Substantivismo • Tecnologia carrega valores e é autônoma. • Valores são uma substância, parte inerente a um artefato • Usar uma tecnologia é escolher um valor, é assumir um modo de vida (como o da eficiência). Uma tecnologia não pode ser usada para diferentes propósitos por indivíduos e sociedades diferentes. • Frases marcantes: “A tecnologia corrompe o homem”, “Todo mundo tem seu preço”, “...é o melhor” • Exemplos: Utopias e Distopias tecnológicas
  59. 59. Autônoma Human. Controlada Neutra Determinismo Instrumentalismo Carregada de Valores Substantivismo Teoria Crítica Teoria Crítica • Tecnologia carrega valores e é controlada pelo ser humano. • Podemos escolher a tecnologia que queremos e as relações sociais que delas emergirão. Meta-escolhas determinam valores a serem incorporados. • A“eficiência” não é o único valor, e não molda todas as dimensões da tecnologia. • Reconhecimento das consequências catastróficas de certos desenvolvimentos tecnológicos, mas com reconhecimento de que outros desenvolvimentos são possíveis.
  60. 60. Propostas de Atividade sobre o tema ! Em pequenos grupos. ! Reunir exemplos de trechos de texto que falam sobre tecnologias em revistas, jornais e portais (impressos ou online) onde se apresentam cada uma das 4 formas de compreender a tecnologia.

×