Aplicativo aula008

258 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
258
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aplicativo aula008

  1. 1. Aula 008 Fundamentos da Informática PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  2. 2. PRONATEC Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego
  3. 3. 1. Circuitos Lógicos • A partir da equação o projetista elétrico deve desenhar os circuitos observando o seguinte: • 1) As variáveis de entrada ficam sempre a esquerda junto aos respectivos fios • 2) Inversores devem ser desenhados para as variáveis negadas • 3) As portas lógicas devem ser desenhadas da esquerda para a direita, sendo as mais a esquerda com prioridade maior de acordo com as regras matemáticas • 4) Se dois fios se conectam deve ser representado com um ponto mais forte indicando “solda”, sem esse ponto indica que estão isolados
  4. 4. 2. Tipos de Circuitos Lógicos • Circuito de Dois Níveis (ou Lógica a Dois Níveis): são circuitos que representam as equações da forma padrão, canônica ou simplificadas, isto é, aquelas derivadas de mintermos (SdP) e maxitermos (PdS). • Circuitos Multinível (ou Lógica Multinível): são circuitos que representam as equações fatoradas, onde não há definido mintermos ou maxtermos.
  5. 5. 3. Exemplo: Soma de Produtos • Equação SdP: F = ABC + ABC + ABC + ABC
  6. 6. 4. Simplificação de Inversores • Equação SdP: F = ABC + ABC + ABC + ABC • Use “o” na entrada das portas com inversão
  7. 7. 5. Forma Simplificada SdP • Equação SdP: F = AB + ABC + BC • O custo com as portas lógicas é menor e a complexidade das portas também é menor
  8. 8. 6. Forma Fatorada Multinível • Equação Fatorada: F = B.(A+C) + ABC • Nesse caso a forma fatorada produziu um circuito menos complexo que as demais
  9. 9. 7. Complexidade dos Circuitos • Uma equação mínima sempre terá menor complexidade relativa que sua forma canônica • A medida da complexidade relativa de um circuito é calculada pela quantidade de entradas em cada porta do mesmo. Assim no exemplo da forma padrão temos 4 portas E com 3 entradas cada mais uma porta OU com 4 entradas, total de 4x3+1x4=16 entradas. Na forma mínima temos 2 portas de 2 entradas e duas de 3 entradas, total de 2x2+2x3=10 entradas. Já na forma fatorada temos 3 portas de 2 e 1 de 3, então 9 portas, tornando o circuito fatorado o de menor complexidade • Algumas vezes, a forma fatorada produz circuitos menos complexos que a forma mínima como no exemplo mostrado. A forma de saber o melhor circuito é desenhar todas as formas e então calcular o número de entradas de cada um, o menor é o menos complexo.
  10. 10. 8. Mapas de Karnaugh • É um método de simplificação de equações booleanas baseado na simples visualização da disposição dos seus mintermos (SdP) • É baseada na disposição dos mintermos em uma tabela especial denominada “Mapa de Karnaugh” por ser quem as criou • Os mapas variam de acordo com a quantidade de variáveis da equação. Por exemplo, para uma de 3 variáveis o mapa é este: • Cada mintermo é representado pela sua forma simplificada mi • As linhas indicam as possibilidades de simplificação entre os mintermos
  11. 11. 9. Uso do Mapa de Karnaugh • Para usar o Mapa é simples, devemos montar a tabela verdade para a equação dentro dele • Depois deve-se identificar todos os mintermos- 1 adjacentes entre si circulando-os • Por fim deve-se escolher as variáveis correspondentes na tabela aos mintermos-1 adjacentes e fazer um OU(+) lógico entre elas
  12. 12. 10. Exemplo: Mapa de Karnaugh • Equação SdP: F = ABC + ABC + ABC + ABC • Sendo sua tabela verdade descrita abaixo: • Na sua forma canônica: F=∑(2,3,5,6) • Agora jogamos os resultados da tabela no Mapa de Karnaugh de 3 variáveis: m0 m1 m2 m3 m4 m5 m6 m7
  13. 13. 11. Exemplo: M.Karnaugh (cont.) • Equação SdP: F = ABC + ABC + ABC + ABC • Então circula-se os mintermos-1 adjacentes • Mintermos-1 são aqueles cujo valor resultado da equação vale “1” • A simplificação é feita com um OU(+) lógico entre as variáveis comuns dos mintermos-1 adjacentes. Nesse exemplo fica assim: • F = AB + BC + ABC • Que foi o resultado obtido matematicamente

×