"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Galeria   SÃO FRANCISCO Rua Ivens, 40 1200-227 Lis...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." “ Viver sem o abstracto é uma forma alheada de viv...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
 
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
 
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Lágrima esquecida no canto do olho por um pranto a...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Mas se a lágrima estiver a evitar o seu habitual p...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Observar atentos os olhos marejados de enumeras lá...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Oh senhoras que doutas senhoras tendes tudo e quas...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Tanto agradecimento que fica por vos fazer, tantas...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Senhoras de pré-pagamento, que doutas senhoras ten...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Oh senhoras, se nascessem outra vez seduziriam com...
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
"Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Exposição de Pintura de Fátima Caiado

289 visualizações

Publicada em

Galeria São Francisco - Lisboa
Rua Ivens, nº 40 (ao Chiado)
de 28 de Fevereiro a 11 de Abril de 2009

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
289
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exposição de Pintura de Fátima Caiado

  1. 1. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Galeria SÃO FRANCISCO Rua Ivens, 40 1200-227 Lisboa Horário: Segunda a Sábado 10h 30m-13h00 e 14h 30-19h00 Exposição individual Fátima Caiado Pintora 28 Fev. 11 Abril 2009
  2. 2. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  3. 3. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  4. 4. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." “ Viver sem o abstracto é uma forma alheada de viver. Pensar que cada par de olhos são unos e que eles, só por si, sem imaginação sobreposta ao seu próprio olhar poderão abstrair do figurativo e figurar no abstracto, confere a qualquer olhar expositivo a abstracção do figurativo para configurar a cada o próprio olhar do que está a ver. Abençoado seja Aquele que nos deu a possibilidade de imaginar sem ver, para viver a imaginar " Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Fernando da Conceição Pinto
  5. 5. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  6. 7. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  7. 8. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  8. 9. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  9. 10. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  10. 12. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  11. 13. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  12. 14. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  13. 15. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  14. 16. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Lágrima esquecida no canto do olho por um pranto apressado que teima em deslizar nos rápidos sulcos faciais, não será certamente coqueteria, será obviamente o destino da dor nas costas de uma mão. Fernando da Conceição Pinto
  15. 17. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Mas se a lágrima estiver a evitar o seu habitual percurso para desmaiar entre a doçura de dois húmidos lábios, para se anichar em seda perfumada que veste o indicador dedo do seu subtil afagador então é, com certeza, coqueteria. Fernando da Conceição Pinto
  16. 18. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Observar atentos os olhos marejados de enumeras lágrimas esquecidas ou esquivas, poderemos nós, parte integrante destes segredos, desvendar a verdadeira natureza de dores ou coqueterias? Fernando da Conceição Pinto
  17. 19. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  18. 20. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  19. 21. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  20. 22. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  21. 23. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  22. 24. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  23. 25. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  24. 26. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  25. 27. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  26. 28. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Oh senhoras que doutas senhoras tendes tudo e quase nada mas que suportais no vosso colo, onde as esperanças de viver só mais uns dias de prazer, em nada vos fará recuar e sem nada vos importar contentais os corpos que acalentais nos vossos regaços sejam eles de aristocratas, soldados, políticos ou palhaços, e que fostes empurradas para alcovas de degradação onde as míseras recompensas que vos dão nunca vos compensarão tentar secar tantos prantos interiores onde se misturam o sangue das vossas próprias dores. Fernando da Conceição Pinto
  27. 29. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Tanto agradecimento que fica por vos fazer, tantas medalhas que nunca ireis receber, tantos discursos que não ireis partilhar, mas tende paciência que quando vos vejo chorar e, se isso vos servir de algo, já que nada anulará o algo que vos fizeram, todos aqueles que se escondem sobre parcos escrúpulos e quimeras e objectivas morais que não vos irão homenagear. Fernando da Conceição Pinto
  28. 30. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Senhoras de pré-pagamento, que doutas senhoras tendes nada e quase tudo, por terdes assumido, ao vender actos de amor, fazer a este mundo um eterno favor, sem que alguém tenha coragem de o firmar, mas que tiveram a ousadia de nunca vos perguntar e fizeram tudo para vos direccionar em caminhos armadilhados que nunca, à nascença, vossas mães, preveriam tais destinos e tão árduas caminhadas. Fernando da Conceição Pinto
  29. 31. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos." Oh senhoras, se nascessem outra vez seduziriam com a mesma timidez e outros encantos, ou esconder-se-iam por detrás de véus, para esconder vossos prantos ?” Fernando da Conceição Pinto
  30. 32. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  31. 33. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  32. 34. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  33. 35. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  34. 36. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  35. 37. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  36. 38. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  37. 39. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."
  38. 40. "Prantos sobre véus, coqueterias, timidez e outros encantos."

×