Carta Ao Pai Natal

625 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
625
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carta Ao Pai Natal

  1. 1. Querido Pai Natal, Estamos a entrar em época natalícia, e apesar de ainda faltarem alguns dias para o Natal, o GOLEGA JOVEM decidiu escrever-te. Escrevemos-te, porque há alguns dias enquanto estávamos a remexer num monte de revistas velhas, e deparamo-nos com uma bastante interessante: a Edição nº 826 de 1 a 7 de Janeiro de 2009 da revista Visão, cuja capa tinha como destaque “As notícias que gostaríamos de dar em 2009″. Confessamos que esta capa nos chamou a atenção, e ficamos a pensar quais as noticias, que gostaríamos de dar em 2010 aos jovens do concelho da Golegã. Vai na volta, decidimos escrever-te! Quem sabe abres os cordões à bolsa neste Natal e nos trazes um 2010 cheio de surpresas e felicidades. Sabes, é que estamos um pouco fartos daqueles Natais banais, marcados pelo consumismo do mundo capitalista em que vivemos. E por isso, este Natal queremos que aconteça algo diferente, mágico! Queremos um Natal em que todos os jovens do concelho tenham união, amizade, consciência e interesse no futuro da sua terra. Então decidimos pedir como prenda algo diferente. Algo ambicioso e ousado. O GOLEGÃ JOVEM gostaria de pedir que em 2010 o deixasses anunciar aos jovens uma séries de notícias boas. Será que é possível Pai Natal? Podemos ser ambiciosos e irreverentes? Olha o não temos sempre garantido. O sim nunca se sabe. Logo decidimos colocar mãos à obra e escrever-te na mesma. Não foi fácil, mas também não foi difícil porque a imaginação e o brainstorming começou de imediato a fluir. Querido Pai Natal, uma coisa é certa. No mínimo dos mínimos, tem de ser
  2. 2. criado o pelouro da juventude, o cartão jovem municipal, um conselho municipal da juventude eficaz, e outras tantas sugestões que já demos e continuaremos a dar, ok? Mas isso só não chega! Queremos mais, somos um pouco ambiciosos. Portanto olha, para 2010, pensamos em mais inquéritos e sondagens da Câmara Municipal e das Juntas. Afinal queremos ser ouvidos. E achamos que está na hora de perguntar aos jovens “se estão satisfeitos com o seu trabalho,e o que se pode melhorar?”. Claro que também gostávamos que o emprego aumentasse e que não tivéssemos de ir estudar e trabalhar para fora do concelho, mas já nos contentávamos com a dinamização do parque da juventude junto do Equuspólis. Na Assembleia da Municipal, gostávamos ver abertura e preocupação com as necessidades da juventude, tal como das associações locais e das instituições de ensino. Queríamos ver as juventudes Goleganense e Azinhaguense preocupadas com o futuro do seu concelho, tal e qual como se preocupam com o resultado de um derby Benfica-Sporting. E já agora que interviessem e arregaçassem mangas em prol do seu futuro no concelho. Que o poder autárquico e as empresas do concelho desenvolvam estágios PEPAL e Profissionais para os jovens saídos do ensino, que andam em busca do seu primeiro emprego. E está na hora de incentivarmos o empreendedorismo! Para São Caetano, tão subestimado e envelhecido, queremos incentivos e apoios à construção compra e arrendamento jovem.
  3. 3. Para o Mato de Miranda queremos de volta o frenesim da Estação Ferroviária, a mesma que outrora existia. Vamos reforçar os horários dos transfers e apelar ao uso de meios alternativos pelos jovens e adultos. Para o Casal Centeio queremos os passeios prometidos, queremos mais proximidade com o resto do concelho e com os seus serviços. Não queremos ser uma juventude isolada. Para a Azinhaga queremos maior entendimento entre a Junta e a Câmara. Queremos mais apoio à Casa da Comédia e uma rápida intervenção na zona dos tanques. Para a Golegã queremos um Cine-teatro activo, onde poderemos assistir a um teatro ou cinema. Queremos mais apoio às associações jovens, aos clubes e aos escuteiros. Para a agricultura, queremos desenvolvimento e uma boa colheita. Para os que estudam boas notas, que o ensino tenha qualidade! E para os que trabalham, que exista um aumento dos ordenados. Para o Cavalo, queremos maior reconhecimento internacional. O arranque do projecto Hypos, a canalização de mais provas para a nossa terra, e a continua aposta nos cavaleiros locais. Queremos também uma nova expansão da zona industrial e a fixação de mais empresas. No comércio local tencionamos ver lojas a abrir ao invés de fechar. Que o turismo na Golegã se desenvolva, vamos apostar na promoção da marca Golegã na Bolsa de Turismo de Lisboa à semelhança de Ponte de Lima. Queremos uma aposta em grande escala no festival Azistock, como alternativa à Feira do Cavalo, à Expoégua, à Gastronomia ou à Feira dos Carros Antigos. Toca a planear um evento (de grande escala) direccionado para o público jovem. Não achas que merecemos Pai Natal? Olha, sabemos que a lista já vai longa, mas pedimos também muita
  4. 4. perseverança para quem se preocupa de facto com os jovens. Mais força para quem tem ideias e quer fazer algo. Menos disputas e ataques pessoais na politica local. Que acima de tudo partilhemos as nossas ideias e trabalhemos em conjunto. Pai Natal, está na hora de se abrir as portas aos jovens. Deixemo-nos levar pela irreverência da juventude, gritemos e esbracejemos se assim for necessário, mas saibamos valorizar e elogiar o trabalho já efectuado. Que se continue a dizer e a ouvir “bom dia!” no nosso concelho! São pormenores deliciosos. E já agora, vamos comemorar o bom concelho onde vivemos, mesmo que não seja perfeito e existam muitas coisas a melhorar. Mas acima de tudo não nos limitemos a atirar “postas de pescada” para o ar. Que saibamos agir e ser a voz dos nossos desejos. Querido Pai Natal, sabemos que somos ambiciosos, irreverentes e até um tanto utópicos, mas se assim não o fossemos, poderíamos ser chamados de jovens? Olha, que o ano de 2010, seja o escrever de um novo capítulo na história do concelho da Golegã. Um capítulo onde tanto autarcas como jovens estejam empenhados em construir um futuro melhor, mais digno e atento às suas aspirações. E já agora, como quem não quer a coisa. Pai Natal, ajuda a que o GOLEGÃ JOVEM tenha sucesso e consiga espicaçar os jovens a agir, para que não sirva apenas como um “vulgar” meio de informação. Dai-nos uma passagem de ano ao rubro e um inicio de 2010 com ganas de andar para a frente! Obrigado, GOLEGÃ JOVEM

×