iPortalDoc - Gestor Documental
Manual de Utilizador
IPBRICK
International
v
4.0
Dezembro 2012
2
Conte´udo
1 O iPortalDoc 9
1.1 O que ´e o iPortalDoc? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9
1.1.1 Gest˜ao de utili...
4 CONTE ´UDO
2.1.18 Imprimir . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50
2.1.19 Cancelar workflow . . . . . . . ...
CONTE ´UDO 5
2.3.9 Tempo Exec. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114
2.3.10 Ass. Tipo Doc. . . . . . . . . . ....
6 CONTE ´UDO
2.6.12 Layout gr´afico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 162
2.6.13 Constr´oi filesystem . . . . . ...
CONTE ´UDO 7
3.13 Mais Informa¸c˜ao no +Info . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 204
3.13.1 Esquema cronol´ogico total...
8 CONTE ´UDO
Cap´ıtulo 1
O iPortalDoc
O presente manual destina-se a todos os utilizadores que no seu dia-a-
dia utilizam o iPortalDoc ...
10 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
1.1.1 Gest˜ao de utilizadores
O ´unico perfil capaz de realizar esta tarefa ´e o administrador...
1.1. O QUE ´E O IPORTALDOC? 11
administrador ter´a de clicar para inserir utilizadores. A´ı ser´a apresentado
ao administr...
12 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
Segue-se um processo semelhante para a cria¸c˜ao e gest˜ao dos grupos.
Para isso acedemos ao ...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 13
aplica¸c˜oes. Por conseguinte evitam-se duplica¸c˜oes de registos de in-
forma¸c˜ao e ´e ...
14 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
1. ´Area de navega¸c˜ao na hierarquia documental (´area do lado esquerdo);
2. ´Area de visual...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 15
Figura 1.6: Hierarquia dos documentos
´Area de visualiza¸c˜ao de documentos
A ´area centr...
16 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
Figura 1.8: Menus disponibilizados para a configura¸c˜ao/constru¸c˜ao do sistema
´E nesta ´are...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 17
• Menu M´odulos - Aqui ´e poss´ıvel ter acesso `as mais diversas funcional-
idades vocaci...
18 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
Figura 1.10: Escolha de estados no formul´ario de pesquisa avan¸cada
Existe tamb´em a disponi...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 19
Figura 1.13: Exemplo Pesquisa
O link Ver Tudo devolve-o `a vista total de documentos cont...
20 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
Figura 1.15: Formul´ario da pesquisa avan¸cada
Tanto na pesquisa pesquisa r´apida como avan¸c...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 21
Figura 1.16: Link Download no resultado de uma pesquisa
1.3.2 Interface de sistema de fich...
22 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
as permiss˜oes da interface WEB. Nesta interface, do lado esquerdo do ecr˜a,
tem-se acesso `a...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 23
• Menu Ferramentas, op¸c˜ao ligar unidades de rede;
• Aparece uma caixa de di´alogo onde ...
24 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
1.3.3 Interface de Correio Eletr´onico
Outra das formas do utilizador comunicar com o sistema...
1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 25
Figura 1.21: Visualiza¸c˜ao dos e-mails associados a documentos na pasta Acesso
Atrav´es ...
26 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC
conta ´e do tipo: username utilizador@domain.com. Com esta
conta o utilizador ´e notificado da...
Cap´ıtulo 2
Funcionalidades do iPortalDoc
A barra de ferramentas est´a dividida em seis menus distintos, tal como
se pode ...
28 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
documento, e a segunda, relativa `a informa¸c˜ao e historial do documento em...
2.1. MENU DOCUMENTO 29
.xls ser´a apresentado ao utilizador atrav´es da aplica¸c˜ao Excel, no caso do
utilizador estar a t...
30 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.5: Menu Introduzir Documento
• T´ıtulo, corresponde ao t´ıtulo com ...
2.1. MENU DOCUMENTO 31
medida em que, a posteriores pesquisas poder˜ao incidir sobre eles:
• Tipo de Entidade, onde o util...
32 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
• Gera¸c˜ao Autom´atica - indica que o documento vai ser criado a par-
tir d...
2.1. MENU DOCUMENTO 33
Figura 2.6: Aviso de Edi¸c˜ao do Documento
• Sim - herdar´a os campos do documento antigo em edi¸c˜...
34 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Encaminhar Doc.
Ao escolher esta op¸c˜ao, o utilizador seleciona o(s) utiliz...
2.1. MENU DOCUMENTO 35
Figura 2.10: Encaminhar para o Exterior
Se desejar poder´a criar um template de email para encaminh...
36 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.12: Gravar como .eml no Thunderbird
Para encaminhar o documento com...
2.1. MENU DOCUMENTO 37
Encaminhar Acc. Pend.
Atrav´es desta op¸c˜ao, al´em do email que o utilizador poder´a receber
devid...
38 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.17: Op¸c˜ao Ser Notificado
Nota: Qualquer documento pode ser encamin...
2.1. MENU DOCUMENTO 39
2.1.5 Remover
Figura 2.19: Op¸c˜ao Remover
Sempre que desejar eliminar documentos do sistema dever´...
40 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Remover c/ pesquisa
Figura 2.22: Op¸c˜ao Remover com pesquisa
Ao selecionar ...
2.1. MENU DOCUMENTO 41
est´a programado para digitalizar e enviar imagens para o Digital Center
(pasta share). Sempre que ...
42 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Ao clicar no bot˜ao Check Out ser´a pedido que confirme as configura¸c˜oes.
Fi...
2.1. MENU DOCUMENTO 43
Al´em disso, ´e igualmente poss´ıvel alterar no documento o seu c´odigo
(caso seja permitido), o va...
44 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
2.1.10 Associar
Figura 2.31: Op¸c˜ao Associar
O utilizador deve recorrer a e...
2.1. MENU DOCUMENTO 45
Associar s/ pesquisa
Na op¸c˜ao de Associar s/ pesquisa aparece a diretoria e as subdireto-
rias qu...
46 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.34: Ligar Documento a diferentes Diretorias
2.1.12 Ligar Docs
Figur...
2.1. MENU DOCUMENTO 47
2.1.13 Marcar
Figura 2.36: Op¸c˜ao Marcar
Ap´os a sele¸c˜ao de um documento, ´e possivel utilizar e...
48 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.39: Mover Documento
2.1.15 Assinar
Figura 2.40: Op¸c˜ao Assinar
Est...
2.1. MENU DOCUMENTO 49
Figura 2.42: Op¸c˜ao Assinar - Duas frames
NOTA: Para mais informa¸c˜oes consulte a sec¸c˜ao 3.10 d...
50 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
2.1.17 Permiss˜oes
Figura 2.44: Op¸c˜ao permiss˜oes
Para aceder a esta fun¸c...
2.1. MENU DOCUMENTO 51
Figura 2.46: Menu - Impress˜ao
Ir´a ser visualizada uma nova p´agina onde poder´a configurar os dado...
52 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.48: BI do Documento
2.1.19 Cancelar workflow
Quando o utilizador sel...
2.1. MENU DOCUMENTO 53
Figura 2.50: ´Icone Info
´E apresentada numa janela (figura 2.51) uma lista de toda a Meta-
Informa¸...
54 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
2.1.21 Doc. Assoc.
Figura 2.52: Op¸c˜ao Documentos Associados
Ao ser acedida...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 55
Nesta funcionalidade o utilizador pode ter acesso `as diferentes revis˜oes
que um documento pos...
56 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.57: Menu Defini¸c˜oes
2.2.1 Interface Configura¸c˜ao
Figura 2.58: Op¸...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 57
seu novo log´otipo aparecer´a no iPortalDoc
Existe tamb´em a possibilidade de colocar log´otipo...
58 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Este m´odulo permite guardar de uma forma autom´atica todos os emails
que pa...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 59
Figura 2.59: Exemplo de Configura¸c˜ao 1
– Os e-mails recebidos da conta B@iportaldoc.com, v˜ao ...
60 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
– Carimbador
Interface de configura¸c˜ao do carimbo a imprimir nos documentos...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 61
Permite-lhe alterar as licen¸cas que se prendem com a utiliza¸c˜ao do
programa, como a validade...
62 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Aceda a Defini¸c˜oes > Interface de Configura¸c˜ao
Figura 2.62: Menu Defini¸c˜o...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 63
Figura 2.65: Gest˜ao Campos Auxiliares
Tomando como exemplo o campo auxiliar Registo e clicando...
64 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
O ´ıcone seguinte d´a-lhe a possibilidade de configurar as permiss˜oes de
ges...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 65
Figura 2.69: Bot˜ao Todos
Quando terminar clique no bot˜ao Submeter. Ir´a ser motificado do
suce...
66 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
E da mesma forma que na configura¸c˜ao apresentada anteriormente, asta
seleci...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 67
Permite-lhe a gest˜ao dos dias ´uteis e feriados.
• Interfaces
Tal como nos email’s associados,...
68 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
2.2.2 Utilizadores
Figura 2.73: Op¸c˜ao Utilizadores
Esta op¸c˜ao s´o pode s...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 69
Figura 2.75: Associa¸c˜ao de utilizadores ao iPortalDoc
De seguida, selecione os utilizadores d...
70 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.76: Cargos
Como pode ver na figura 2.76 nenhum Cargo est´a criado po...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 71
Figura 2.78: Lista de Cargos
O link Grupos permite-lhe criar e utilizar apenas os grupos criado...
72 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.80: Sincroniza¸c˜ao
Para criar um Grupo clique no link Inserir, dig...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 73
Figura 2.82: Grupos e Sincroniza¸c˜ao Listagem
Nas diversas p´aginas onde s˜ao apresentados gru...
74 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.84: Perfis
• Super User – denomina-se por Super User um utilizador a...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 75
• Leitor – ´e denominado por leitor o utilizador que apenas pode ler
documentos e diretorias. T...
76 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.86: Inser¸c˜ao de Assuntos
A este campo Assuntos, o utilizador pode...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 77
Como ´e normal, as empresas costumam estar divididas em diferentes
diretorias, cada uma com os ...
78 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.88: Link Inserir Funcion´ario
Ir´a ser-lhe apresentado o formul´ari...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 79
Figura 2.90: Funcion´ario inserido
Se desejar alterar ou apagar um Funcion´ario, clique na sua ...
80 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
o projecto ao qual est´a associado numa empresa. Para que esta op¸c˜ao seja
...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 81
Figura 2.94: Gest˜ao Tipos de Documentos
No ecr˜a Tipos Doc. aparece no campo Tipos de Document...
82 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
se introduzir um documento no Sistema de Gest˜ao Documental.
2.2.11 Template...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 83
Tipos de Letra
Se o desejar, pode inserir outros tipos de letra `a lista das fontes j´a inclu´ı...
84 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.101: Tipos de Letra - Alterar
Cique em Browse... para selecionar o ...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 85
2.2.12 Templates Office
Templates Office Passo-a-Passo
NOTA IMPORTANTE: Para que a funcionalidade T...
86 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.105: Op¸c˜ao Template de Gera¸c˜ao Autom´atica
Clique no bot˜ao Ins...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 87
Poder´a agora introduzir o ficheiro atrav´es do Menu Documento - Intro-
duzir.
Figura 2.108: Op¸...
88 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.111: Template para edi¸c˜ao
Abra o documento descarregado e edite-o...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 89
Figura 2.113: Aviso de Seguran¸ca
Clique em Op¸c˜oes... selecione Ativar este conte´udo e cliqu...
90 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.115: Credenciais Utilizador
Ap´os a inser¸c˜ao das credenciais o te...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 91
Figura 2.117: Documento inserido em PDF
Utiliza¸c˜ao de Pr´e-Inseridos nos Templates Office
Este ...
92 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Figura 2.119: Op¸c˜ao ’Propriedades’
Ap´os a inser¸c˜ao de um daqueles campo...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 93
Seleccionamos os campos pretendidos e importamos.
Quando introduzirmos o documento estes campos...
94 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Ao clicar no link Importar ir´a poder nomear o seu template e selecionar
qua...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 95
cada vez que insere um documento, podem ser criadas macros que definam
j´a qual o tipo de entida...
96 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Se pretender alterar os parˆametros de uma macro, depois de a selecionar
dev...
2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 97
2.2.15 Palavras chave
Figura 2.130: Op¸c˜ao Palavras Chave
Com esta funcionalidade ´e poss´ıvel...
98 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
Esta funcionalidade permite que seja reconstru´ıda toda a hierarquia da
File...
2.3. MENU WORKFLOW 99
Figura 2.136: iPortalDoc Light - Users List
Se a solu¸c˜ao iPortalDoc Light lhe interessa, entre em ...
100 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
de trabalho (workflow) pr´oprio. No m´ınimo possui uma etapa de armazena-
me...
2.3. MENU WORKFLOW 101
Figura 2.138: Exemplo de um Workflow
2.3.2 Conceber
Figura 2.139: Op¸c˜ao Conceber
Com o iPortalDoc ...
102 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC
com todos os workflows. Ap´os clicar num dos workflows, este poder´a efectuar...
2.3. MENU WORKFLOW 103
– Alterar: ativo se um estado est´a selecionado;
– Remover: ativo se um estado est´a selecionado;
•...
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Manualipdoc4 pt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Manualipdoc4 pt

200 visualizações

Publicada em

Manual IportalDoc

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
200
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manualipdoc4 pt

  1. 1. iPortalDoc - Gestor Documental Manual de Utilizador IPBRICK International v 4.0 Dezembro 2012
  2. 2. 2
  3. 3. Conte´udo 1 O iPortalDoc 9 1.1 O que ´e o iPortalDoc? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9 1.1.1 Gest˜ao de utilizadores . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10 1.2 Caracter´ısticas do iPortalDoc . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 1.3 Interfaces do iPortalDoc . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 1.3.1 Interface de Acesso Web . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 1.3.2 Interface de sistema de ficheiros . . . . . . . . . . . . . 21 1.3.3 Interface de Correio Eletr´onico . . . . . . . . . . . . . . 24 2 Funcionalidades do iPortalDoc 27 2.1 Menu Documento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 27 2.1.1 Abrir . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28 2.1.2 Introduzir . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 29 2.1.3 Encaminhar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 33 2.1.4 Carimbar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38 2.1.5 Remover . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 39 2.1.6 Digitalizar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40 2.1.7 Check Out . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 41 2.1.8 Atualizar rev. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42 2.1.9 Alterar Info. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 43 2.1.10 Associar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44 2.1.11 Ligar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 45 2.1.12 Ligar Docs . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46 2.1.13 Marcar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47 2.1.14 Mover . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47 2.1.15 Assinar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48 2.1.16 Mover docs. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 49 2.1.17 Permiss˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50 3
  4. 4. 4 CONTE ´UDO 2.1.18 Imprimir . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50 2.1.19 Cancelar workflow . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52 2.1.20 Info Doc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 52 2.1.21 Doc. Assoc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54 2.1.22 Mails Assoc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54 2.1.23 Edi¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54 2.1.24 Workflow Doc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55 2.1.25 A¸c˜oes Doc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55 2.2 Menu Defini¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55 2.2.1 Interface Configura¸c˜ao . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56 2.2.2 Utilizadores . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69 2.2.3 Perfil . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 74 2.2.4 Assunto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76 2.2.5 Centro de Custo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77 2.2.6 Sub-centro de Custo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78 2.2.7 Funcion´ario . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 78 2.2.8 Network . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 80 2.2.9 Ass. Utilizador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81 2.2.10 Tipos Doc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 81 2.2.11 Templates . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 83 2.2.12 Templates Office . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 86 2.2.13 Email . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 94 2.2.14 Macros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 95 2.2.15 Palavras chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98 2.2.16 Constr´oi FS Global . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 98 2.2.17 Constr´oi mailFS Global . . . . . . . . . . . . . . . . . 99 2.2.18 iPortalDoc Light . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 99 2.2.19 Introduzir Hierarquia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100 2.2.20 Projectos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100 2.3 Menu Workflow . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 100 2.3.1 Desenhar um esbo¸co . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 101 2.3.2 Conceber . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 102 2.3.3 Instanciar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 111 2.3.4 Configurar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112 2.3.5 Remover Instˆancia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 112 2.3.6 Inserir a¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 113 2.3.7 Alterar Transi¸c˜ao . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 113 2.3.8 Visualizar F.T. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 113
  5. 5. CONTE ´UDO 5 2.3.9 Tempo Exec. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114 2.3.10 Ass. Tipo Doc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 114 2.3.11 Ass. Diretoria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 115 2.3.12 Agendamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 115 2.3.13 Gerador de a¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 116 2.4 Menu Diretoria . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 117 2.4.1 Alterar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118 2.4.2 Criar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 118 2.4.3 Remover . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120 2.4.4 Mover . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 120 2.4.5 Ass.Utilizador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121 2.4.6 Ass.Utiliz. Tipo Doc. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 121 2.4.7 Ass.Utiliz.Work. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 122 2.4.8 Ass.Utiliz.Macro. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123 2.4.9 Replicar Permiss˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 123 2.4.10 Info . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125 2.4.11 Lista de a¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 125 2.4.12 a¸c˜oes por utilizador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 127 2.5 Menu M´odulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 128 2.5.1 Introdu¸c˜ao de Hierarquia . . . . . . . . . . . . . . . . . 128 2.5.2 Gest˜ao de Energia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 130 2.5.3 SAFT . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 131 2.5.4 Servi¸cos Sociais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 131 2.5.5 Agendamento de workflows . . . . . . . . . . . . . . . . 137 2.5.6 Introdu¸c˜ao Documentos . . . . . . . . . . . . . . . . . 139 2.5.7 M´odulo Miniaturas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 144 2.6 Menu Sess˜ao . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 144 2.6.1 A¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 145 2.6.2 Calend´ario . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 147 2.6.3 Entidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 147 2.6.4 Criar uma Entidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 150 2.6.5 Criar um Contato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 153 2.6.6 Ordenar Docs . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 155 2.6.7 Config. Utilizador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 156 2.6.8 Gest˜ao de +info . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 157 2.6.9 Mudar Password . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 158 2.6.10 Mudar Sigla . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 158 2.6.11 Hist´orico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 159
  6. 6. 6 CONTE ´UDO 2.6.12 Layout gr´afico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 162 2.6.13 Constr´oi filesystem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 163 2.6.14 Constr´oi Filesystem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 163 2.6.15 Terminar Sess˜ao . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 164 3 Guia de utiliza¸c˜ao do iPortalDoc 165 3.1 Cria¸c˜ao de uma hierarquia de Pastas . . . . . . . . . . . . . . 165 3.2 Atribui¸c˜ao de utilizadores a uma diretoria . . . . . . . . . . . 168 3.3 Configura¸c˜ao de Fluxos de Trabalho e Tipos de Documento . . 169 3.3.1 Atribui¸c˜ao de Workflows e Tipos de Documento a Uti- lizadores nas diretorias . . . . . . . . . . . . . . . . . . 172 3.3.2 Retroceder Estados no Workflow . . . . . . . . . . . . 173 3.4 Introdu¸c˜ao de documento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 177 3.4.1 Introdu¸c˜ao de documentos via Samba . . . . . . . . . . 178 3.4.2 Introdu¸c˜ao de documentos via Web . . . . . . . . . . . 178 3.5 Classifica¸c˜ao de documentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 179 3.6 Selecionar Documento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 184 3.7 Referˆencias de um Documento . . . . . . . . . . . . . . . . . . 184 3.7.1 Ligar Documentos a Diretorias . . . . . . . . . . . . . . 185 3.7.2 C´odigos atribu´ıdos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 185 3.7.3 Entidade associada . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 186 3.7.4 Palavras-Chave . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 186 3.7.5 Associa¸c˜ao entre documentos . . . . . . . . . . . . . . 187 3.8 Permiss˜oes relativas a um documento . . . . . . . . . . . . . . 187 3.8.1 Workflow Activo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 188 3.8.2 Finalizado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 189 3.9 Cria¸c˜ao de Templates . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 190 3.9.1 Menus de Edi¸c˜ao de Templates . . . . . . . . . . . . . 190 3.9.2 Altera¸c˜ao das Formata¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . 192 3.9.3 Cria¸c˜ao de Relat´orios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 193 3.10 Assinar Digitalmente um Documento no iPortalDoc usando o Cart˜ao de Cidad˜ao . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 193 3.10.1 Requisitos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 193 3.10.2 Configura¸c˜ao no iPortalDoc . . . . . . . . . . . . . . . 195 3.11 Agenda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 195 3.12 A¸c˜oes a Realizar pelo Utilizador . . . . . . . . . . . . . . . . . 198 3.12.1 Encaminhamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 199 3.12.2 Outros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 201
  7. 7. CONTE ´UDO 7 3.13 Mais Informa¸c˜ao no +Info . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 204 3.13.1 Esquema cronol´ogico total . . . . . . . . . . . . . . . . 204 3.13.2 Documentos Associados . . . . . . . . . . . . . . . . . 205 4 Anexo A - A¸c˜oes Tipo 207 4.1 Listagem de A¸c˜oes-Tipo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 209 4.2 Defini¸c˜ao dos campos presentes nas a¸c˜oes-tipo . . . . . . . . . 216 4.2.1 Identifica¸c˜ao da a¸c˜ao . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 216 4.2.2 Elementos da a¸c˜ao - Esquema Cronol´ogico do Work- flow e Documento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 217 4.2.3 Coment´arios e Filtro de grupos . . . . . . . . . . . . . 218 4.2.4 Encaminhamentos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 221 4.2.5 Sub-a¸c˜oes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 223 4.2.6 Tarefas a executar ao realizar a a¸c˜ao . . . . . . . . . . 225 4.2.7 Op¸c˜oes dos frames e Outros . . . . . . . . . . . . . . . 230 4.2.8 Abrir a seguinte frame por defeito . . . . . . . . . . . . 232 5 Anexo B - Cria¸c˜ao de Workflows 235 5.1 Op¸c˜oes no Menu Workflow do iPortalDoc: . . . . . . . . . . . 237 5.1.1 Menu Workflow > Conceber . . . . . . . . . . . . . . . 238 5.2 Elementos constituintes e ordem de cria¸c˜ao: . . . . . . . . . . 238 5.3 Exemplo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 246 5.3.1 Descri¸c˜ao do funcionamento do workflow . . . . . . . . 247 5.4 Quest˜oes adicionais . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 255
  8. 8. 8 CONTE ´UDO
  9. 9. Cap´ıtulo 1 O iPortalDoc O presente manual destina-se a todos os utilizadores que no seu dia-a- dia utilizam o iPortalDoc como suporte da sua atividade. Este manual foi estruturado e concebido a pensar no utilizador final do iPortalDoc, constituindo um guia simples que orientar´a o utilizador ao longo das funcionalidades dos menus, tal como pela cria¸c˜ao dos pr´oprios processos. A aplica¸c˜ao est´a desenhada para que a sua utiliza¸c˜ao seja f´acil e intuitiva; de qualquer forma n˜ao se dispensa a consulta deste manual geral do iPortalDoc contendo a explica¸c˜ao de todas as funcionalidades do sistema. 1.1 O que ´e o iPortalDoc? O iPortalDoc ´e um Sistema de Gest˜ao de Documenta¸c˜ao e Workflow para empresas e institui¸c˜oes, que permite aos seus utilizadores a gest˜ao dos fluxos dos documentos, como tamb´em, simplesmente, proceder ao seu ar- quivo para posterior gest˜ao. Para um bom funcionamento do sistema ´e vital que seja bem organizado. Esta solu¸c˜ao de Gest˜ao Documental encara a informa¸c˜ao digital como um substituto do papel e n˜ao uma tecnologia adja- cente. O iPortalDoc n˜ao funciona sozinho, quer isto dizer, que o iPortalDoc funciona em colabora¸c˜ao com outro sistema, a IPBRICK. ´E na IPBRICK que come¸ca a atividade do iPortalDoc. ´E aqui que se faz a introdu¸c˜ao e gest˜ao dos utilizadores do iPortalDoc, bem como dos grupos aos quais eles pertencem. 9
  10. 10. 10 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC 1.1.1 Gest˜ao de utilizadores O ´unico perfil capaz de realizar esta tarefa ´e o administrador do sistema. Para isso o administrador tem que aceder a https://IPBRICK, onde ser´a pedida a sua valida¸c˜ao (Figura 1.1). Figura 1.1: Valida¸c˜ao na IPBRICK Ap´os a valida¸c˜ao ´e lhe apresentado um ecr˜a que por defeito mostra as defini¸c˜oes da IPBRICK. O administrador ter´a que aceder, do lado esquerdo do ecr˜a, `a divis´oria IPBRICK.I e aceder `a fun¸c˜ao Gest˜ao de Utilizadores. Se j´a houver utilizadores na IPBRICK ´e apresentada uma listagem do nome dos utilizadores tal como na figura 1.2. Figura 1.2: Inser¸c˜ao de utilizadores no IPBRICK Nesse mesmo ecr˜a do lado direito aparece a op¸c˜ao inserir na qual o
  11. 11. 1.1. O QUE ´E O IPORTALDOC? 11 administrador ter´a de clicar para inserir utilizadores. A´ı ser´a apresentado ao administrador um formul´ario, como o da Figura 1.3, para a inser¸c˜ao dos dados dos utilizadores. Esta opera¸c˜ao pode ser repetida quantas vezes for necess´ario. Figura 1.3: Formul´ario de utilizadores No entanto, ´e importante n˜ao esquecer que no final ´e necess´ario executar um Aplicar Configura¸c˜oes para que os utilizadores sejam definitivamente admitidos como utilizadores do sistema, tal como na Figura 1.4. Figura 1.4: Valida¸c˜ao dos utilizadores
  12. 12. 12 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC Segue-se um processo semelhante para a cria¸c˜ao e gest˜ao dos grupos. Para isso acedemos ao menu Grupos de Utilizadores na divis´oria IPBRICK.I. Se houver grupos, estes s˜ao apresentados na parte central do ecr˜a, sendo poss´ıvel a inser¸c˜ao de mais grupos clicando no bot˜ao Inserir. Contudo, os utilizadores que acabaram de ser inseridos na IPBRICK n˜ao aparecem de imediato no iPortalDoc, nem sequer tˆem acesso a ele. A admiss˜ao de novos utilizadores no iPortalDoc ´e uma opera¸c˜ao que deve ser feita no pr´oprio iPortalDoc. Esta funcionalidade ser´a apresentada mais `a frente no Cap´ıtulo 2. Quanto `a remo¸c˜ao dos utilizadores do sistema, esta dever´a ser feita tamb´em no iPortalDoc. 1.2 Caracter´ısticas do iPortalDoc Uma boa implementa¸c˜ao do iPortalDoc resultar´a numa s´erie de benef´ıcios para a atividade da organiza¸c˜ao. Entre eles podem-se destacar: • facilidade de utiliza¸c˜ao, forma¸c˜ao reduzida; • integra¸c˜ao no ambiente de trabalho dos utilizadores: este sis- tema permite a integra¸c˜ao de qualquer tipo de documenta¸c˜ao em qual- quer formato; • seguran¸ca no acesso e a¸c˜oes sobre documentos: o iPortalDoc ´e um sistema que fornece garantias de seguran¸ca, atrav´es da atribui¸c˜ao de diversos perfis e respetivas permiss˜oes; • redu¸c˜ao de informa¸c˜ao em papel e controlo de processos com a utiliza¸c˜ao de workflow: este sistema permite a redu¸c˜ao dr´astica da documenta¸c˜ao em papel, atrav´es da digitaliza¸c˜ao de documentos; • facilidade de comunica¸c˜ao: este sistema permite a troca de in- forma¸c˜ao digitalmente entre as pessoas e/ou os departamentos inter- essados de forma r´apida e segura, evitando um meio de comunica¸c˜ao externo ao iPortalDoc (ex: telefone, comunica¸c˜ao oral, etc.). • Integra¸c˜ao com outros Softwares: Esta uni˜ao permite-nos uma vis˜ao integrada e abrangente envolvendo mais que um sistema, sim- plificando assim a gest˜ao de documentos para utilizadores de ambas
  13. 13. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 13 aplica¸c˜oes. Por conseguinte evitam-se duplica¸c˜oes de registos de in- forma¸c˜ao e ´e facilitada a disponibiliza¸c˜ao e partilha de documentos produzidos e registados em diversas aplica¸c˜oes. Vistas as caracter´ısticas gerais do iPortalDoc, segue-se a explora¸c˜ao das trˆes principais interfaces de intera¸c˜ao que a arquitectura deste sistema proporciona. 1.3 Interfaces do iPortalDoc Todas as interfaces de acesso s˜ao assentes em interfaces de comunica¸c˜oes suportadas em protocolos normalizados (HTTPS, SMB, SMTP). O iPortal- Doc apresenta trˆes interfaces de acesso que permitem a intera¸c˜ao utilizador- sistema: • acesso WEB atrav´es de um navegador de Internet; • acesso SMB (partilhas de rede) atrav´es de um gestor de ficheiros; • acesso de correio eletr´onico atrav´es de um leitor de mail. Visto que o iPortalDoc ´e suportado por protocolos Internet, este pode ser acedido a partir de esta¸c˜oes de trabalho de qualquer tipo: Windows, Mac, Unix, Palms, etc. Em resumo, o utilizador pode aceder/visualizar os seus documentos atrav´es de: • um navegador de Internet (ex: Internet Explorer) • um gestor de ficheiros (ex: Windows Explorer) Este tipo de abordagem para a concep¸c˜ao do iPortalDoc permite aos utilizadores visualizarem os documentos n˜ao s´o no interior da empresa (In- tranet) como a partir do exterior (Internet). 1.3.1 Interface de Acesso Web Esta ´e a interface mais poderosa, visto permitir todo o tipo de opera¸c˜oes sobre documentos, gest˜ao de workflows, inser¸c˜ao de templates, etc. A inter- face gr´afica de acesso WEB est´a dividida em quatro ´areas que possibilitam a intera¸c˜ao com os documentos, como se apresenta na Figura 1.5:
  14. 14. 14 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC 1. ´Area de navega¸c˜ao na hierarquia documental (´area do lado esquerdo); 2. ´Area de visualiza¸c˜ao dos documentos de uma dada diretoria da hierar- quia de gest˜ao documental (ao centro); 3. Pesquisas (´area superior direita); 4. Barra de ferramentas (por cima da ´area de visualiza¸c˜ao dos documen- tos). Figura 1.5: ´Areas de Navega¸c˜ao do iPortalDoc ´Area de navega¸c˜ao na hierarquia documental A ´area de navega¸c˜ao na hierarquia documental est´a do lado esquerdo do navegador WEB e permite ao utilizador selecionar a parte do sistema de gest˜ao documental (Figura 1.6) onde deseja efectuar consultas ou altera¸c˜oes, isto ´e, selecionar a diretoria com a qual pretende interagir. Esta ´area permite ainda que o utilizador possa ver quais as diretorias e respetivos documentos em simultˆaneo, caso o seu perfil o permita.
  15. 15. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 15 Figura 1.6: Hierarquia dos documentos ´Area de visualiza¸c˜ao de documentos A ´area central do navegador WEB, `a direita da hierarquia documental ´e a ´area de visualiza¸c˜ao de documentos do iPortalDoc. Nesta ´area, Figura 1.7, o utilizador vˆe a listagem dos documentos que est˜ao na diretoria que ele selecionou na hierarquia documental. Nessas listagens o utilizador acede ou oculta os sum´arios e descri¸c˜oes dos documentos, seleciona e lˆe documentos, bem como pode aceder a outro tipo de informa¸c˜oes. Figura 1.7: Visualiza¸c˜ao dos t´ıtulos dos documentos e respetivos sum´arios Barra de Ferramentas No navegador WEB, por cima da ´area central de visualiza¸c˜ao de doc- umentos, est´a a barra de ferramentas, como se pode ver na figura 1.8.
  16. 16. 16 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC Figura 1.8: Menus disponibilizados para a configura¸c˜ao/constru¸c˜ao do sistema ´E nesta ´area que o utilizador interage com o sistema. Isto ´e, acedendo aos menus e respetivas op¸c˜oes, poder´a: • Executar funcionalidades sobre documentos; • Criar workflows (fluxos documentais); • Criar e alterar diretorias (Pastas); • Gest˜ao de utilizadores e perfis; • etc. A barra de ferramentas ´e composta por cinco ”Menus”essenciais. Nota : No entanto, tem que se ter em conta o perfil dos utilizadores, isto ´e, o n´umero e tipo de menus, como tamb´em as op¸c˜oes dos respetivos menus, podem variar consoante o utilizador e respetivo perfil (as permiss˜oes e os perfis ser˜ao explicados mais `a frente. Assim a partir de cada menu teremos acesso a uma s´erie de funcionalidades: • Menu Documento - manipular documentos e aceder a informa¸c˜ao associada, efectuar encaminhamentos, liga¸c˜oes, edi¸c˜oes novas, asso- cia¸c˜oes, entre outras; • Menu Defini¸c˜oes - aceder `as defini¸c˜oes do sistema no que diz respeito a perfis, utilizadores, grupos, tipos de entidades, entidades e contatos; cria¸c˜ao de novos tipos de documentos e templates; • Menu Workflow - Cria¸c˜ao de fluxos documentais, instanciando-os e configurando-os para posterior utiliza¸c˜ao; • Menu Diretoria - Criar e/ou alterar pastas que ir˜ao compor a nossa hierarquia documental. Aqui pode-se associar utilizadores a estas di- retorias com determinados perfis de utiliza¸c˜ao e assim associar fluxos documentais aos utilizadores nas diretorias apropriadas.
  17. 17. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 17 • Menu M´odulos - Aqui ´e poss´ıvel ter acesso `as mais diversas funcional- idades vocacionadas para darem resposta `as necessidades espec´ıficas de uma certa atividade ou organiza¸c˜ao. Entre os v´arios m´odulos que po- dem ser ativados encontrar´a o de Estat´ısticas, Gest˜ao de energia entre muitos outros. • Menu Sess˜ao - aceder e configurar a informa¸c˜ao da sess˜ao em curso, ver a sua informa¸c˜ao de utilizador no sistema, ver as suas a¸c˜oes pen- dentes e aceder `a sua agenda pessoal. Pesquisa A pesquisa do iPortalDoc permite encontrar f´acil e rapidamente doc- umentos sem estar a percorrer todas as diretorias e todos os documentos existentes numa ou v´arias pastas do sistema (Figura 1.13). Figura 1.9: Caixa de Pesquisa Numa primeira fase, o utilizador pode selecionar a pasta onde pretende efectuar a pesquisa, ou simplesmente deixar o motor de pesquisa per- correr todas as diretorias ao ativar a diretoria principal. A pesquisa percorre n˜ao s´o a pasta como todas as subpastas e ficheiros nelas contidos. Ap´os a pesquisa, aquando da listagem dos resultados, mais uma vez h´a que ter em aten¸c˜ao as permiss˜oes dos utilizadores, pois na listagem s´o estar˜ao os documentos aos quais os utilizadores tem permiss˜oes. Temos dispon´ıveis dois tipos de pesquisa: • Pesquisa r´apida(PR) - Esta pesquisa incide agora, por omiss˜ao, sobre os t´ıtulos e n˜ao sobre palavras chave. Existem depois mais op¸c˜aoes em termos de separadores de resultados; • Pesquisa avan¸cada(PA) - Na pesquisa avan¸cada existir agora apenas um menu (PA). Para definir o tipo de pesquisa deve escolher uma das op¸c˜oes ”Por estados activos”ou ”Por estados realizados”no formul´ario de pesquisa.
  18. 18. 18 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC Figura 1.10: Escolha de estados no formul´ario de pesquisa avan¸cada Existe tamb´em a disponibilidade de utilizar o link de pesquisa que encontra sempre que estiver na p´agina de uma pasta ou diretoria. Figura 1.11: Link Pesquisa A pesquisa ser´a efectuada na pasta selecionada. Por omiss˜ao, apenas est´a selecionado o campo T´ıtulo, mas poder´a se- lecionar quaisquer dos campos apresentados (T´ıtulo, Sum´ario, Descri¸c˜ao, Palavras-Chave). Figura 1.12: Janela de Pesquisa Este exemplo recuperar´a todos os documentos da pasta Testes que con- tenham no t´ıtulo os termos Teste e Superior.
  19. 19. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 19 Figura 1.13: Exemplo Pesquisa O link Ver Tudo devolve-o `a vista total de documentos contidos na pasta. Figura 1.14: link Ver Tudo A pesquisa avan¸cada ´e mais complexa, pois poder´a cruzar-se diferentes elementos e evitar-se assim resultados indesejados, por exemplo: pesquisar os documentos da entidade Fornecedores, introduzidos pelo Funcion´ario Ricardo Borges. Acedendo a esta op¸c˜ao o utilizador tem acesso a um formul´ario (Figura 3.21) onde pode pesquisar por: tipo de documento, workflow, data de introdu¸c˜ao do documento no iPortalDoc, etc. Poder´a, tamb´em, pesquisar sobre qualquer campo de classifica¸c˜ao dos documentos, e estados do workflow em que se podem encontrar. Ainda, se os campos t´ıtulos, sum´arios, descri¸c˜oes, palavras chave e coment´arios estiverem todos selecionados, s˜ao recuperados os documentos que contˆem a palavra de pesquisa em todos estes campos. O sistema permite palavras ou partes de palavras.
  20. 20. 20 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC Figura 1.15: Formul´ario da pesquisa avan¸cada Tanto na pesquisa pesquisa r´apida como avan¸cada existe a possibilidade de efectuar o download de todos os documentos encontrados para um ficheiro .zip. Para isso dever´a recorrer `a op¸c˜ao Download, quando o resultado da pesquisa ´e apresentado (Figura 1.16).
  21. 21. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 21 Figura 1.16: Link Download no resultado de uma pesquisa 1.3.2 Interface de sistema de ficheiros Para al´em da interface WEB existe a interface SMB (acesso a partilhas) criada para oferecer um acesso r´apido aos documentos, j´a que o acesso aos documentos via sistemas de ficheiros em rede s˜ao muito mais r´apidos que os acessos WEB. Esta gest˜ao de ficheiros ´e feita na Intranet. O aspecto visual deste acesso ´e familiar `a maioria dos utilizadores tal como se pode ver na Figura 1.17. Figura 1.17: Visualiza¸c˜ao da partilha do utilizador no sistema de gest˜ao docu- mental O Sistema de Gest˜ao de Documenta¸c˜ao cria uma partilha de rede com os documentos que o utilizador pode aceder no iPortalDoc, congruente com
  22. 22. 22 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC as permiss˜oes da interface WEB. Nesta interface, do lado esquerdo do ecr˜a, tem-se acesso `a hierarquia documental tal qual a hierarquia da interface WEB. Esta interface facilita a c´opia de grandes quantidades de documentos e possibilita uma visualiza¸c˜ao amig´avel para os utilizadores que est˜ao habit- uados a trabalhar neste tipo de ambiente. O sistema cria automaticamente duas pastas ´unicas (partilhas de rede). Estas pastas s˜ao de dois tipos e tˆem fun¸c˜oes diferentes: • Inser¸c˜ao - ´e a pasta onde se colocam os documentos que vˆem de fora do sistema, por exemplo, via digitaliza¸c˜ao, associando-os aos respetivos workflows (Figura 1.18); • Acesso - nesta pasta est´a representada a hierarquia documental do iPortalDoc `a qual o utilizador pode aceder mediante as suas permiss˜oes (Figura 1.18). Figura 1.18: Pastas: Acesso e Inser¸c˜ao Para aceder a estas pastas s˜ao necess´arios os seguintes passos: • No caso do sistema operativo Windows, acede-se ao Windows Explorer ( O meu computador);
  23. 23. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 23 • Menu Ferramentas, op¸c˜ao ligar unidades de rede; • Aparece uma caixa de di´alogo onde se coloca a unidade `a qual se quer aceder: unidade Z, e a pasta `a qual se quer aceder: pasta Inser¸c˜ao ou pasta Acesso. Onde pede a pasta `a qual se quer aceder, coloca-se o dom´ınio da pasta seguido de / e o nome da pasta (Acesso ou Inser¸c˜ao). Como j´a foi referido, a pasta Inser¸c˜ao permite a introdu¸c˜ao de doc- umentos no iPortalDoc e consequentemente coloca-os no respetivo fluxo de gest˜ao documental. As pastas dos workflows s˜ao criadas automaticamente a partir do momento que os workflows s˜ao ativados. Contudo, os documen- tos a´ı inseridos n˜ao ficam permanentemente nessas pastas, pois o sistema percorre essas pastas `a ’procura’ de novos documentos, quando os encontra ”passa-os”para a pasta acesso e assim para a hierarquia do iPortalDoc. Quando um documento ´e introduzido desta forma, ´e conveniente que a primeira a¸c˜ao seja Classificar, pois quando o documento chega ao iPor- talDoc, visto j´a estar associado ao respetivo workflow, ser´a imediatamente dirigido `a pessoa respons´avel pela primeira a¸c˜ao. Um documento que seja in- serido desta forma fica com um aspecto diferente das restantes pastas quando aparece na hierarquia documental, de notar que o pr´oprio icone ´e diferente. Nesta situa¸c˜ao, na hierarquia documental, tanto na interface WEB como na interface de Gestor de Ficheiros, o documento aparece numa di- retoria que corresponde ao seu workflow (Figura 1.19), e esta diretoria ´e composta por subpastas que correspondem ao ano, mˆes e dia da introdu¸c˜ao do documento no sistema. ´E na subpasta que corresponde ao dia de in- trodu¸c˜ao que se vai encontrar o documento. Figura 1.19: Hierarquia documental aquando da introdu¸c˜ao de documentos via pasta Inser¸c˜ao
  24. 24. 24 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC 1.3.3 Interface de Correio Eletr´onico Outra das formas do utilizador comunicar com o sistema de gest˜ao de documenta¸c˜ao ´e atrav´es do servi¸co de correio eletr´onico. Sempre que o utilizador tem uma a¸c˜ao a realizar no gestor documental, no momento em que o workflow ´e ativado, este envia um e-mail (ver figura 1.20) ao respons´avel da a¸c˜ao com um link que lhe permite aceder `a a¸c˜ao que tem para realizar. Figura 1.20: Visualiza¸c˜ao de um email do iPortalDoc dirigido a um utilizador Posteriormente, se a a¸c˜ao ainda n˜ao tiver sido realizada, o sistema envia outro e-mail a avisar o respons´avel da a¸c˜ao que tem uma a¸c˜ao para realizar e que j´a devia ter sido realizada. No dia em que o prazo da a¸c˜ao termina, o sistema envia novamente um aviso ao propriet´ario da a¸c˜ao. Caso, o prazo da a¸c˜ao expire, sem que esta tenha sido realizada, no dia seguinte o sistema manda um e-mail ao Coordenador da diretoria e ao Administrador. De no- tar, que a frequˆencia das notifica¸c˜oes das a¸c˜oes depende do prazo que foi estabelecido para a realiza¸c˜ao de cada a¸c˜ao. Para al´em desta notifica¸c˜ao de realiza¸c˜ao de a¸c˜oes, a interface de correio eletr´onico, juntamente com a interface WEB, permite ao utilizador associar documentos a e-mails. Esta funcionalidade torna-se ´util para que o utilizador tenha sempre acesso r´apido e organizado aos documentos, e aos e-mails e workflows que lhes est˜ao associados, tal como na figura 1.21.
  25. 25. 1.3. INTERFACES DO IPORTALDOC 25 Figura 1.21: Visualiza¸c˜ao dos e-mails associados a documentos na pasta Acesso Atrav´es da interface WEB, desde que se esteja a utilizar o servidor de mail do iPortalDoc, ao selecionar-se um documento e acedendo `a op¸c˜ao info, tem-se acesso aos e-mails que est˜ao associados ao documento selecionado, tal como na Figura 1.22. Figura 1.22: Visualiza¸c˜ao dos mails associados a um documento. Para se poder aceder `a interface de Correio Eletr´onico ´e necess´ario que cada utilizador seja detentor de duas contas de e-mail. Elas s˜ao: • a conta normal de utilizador - esta conta ´e criada automaticamente pelo servidor IPBRICK, quando se faz a inser¸c˜ao dos utilizadores. Esta
  26. 26. 26 CAP´ITULO 1. O IPORTALDOC conta ´e do tipo: username utilizador@domain.com. Com esta conta o utilizador ´e notificado das a¸c˜oes que tem para realizar no iPor- talDoc. • a conta especial iPortalDoc - esta conta ´e criada automaticamente quando o utilizador acede pela primeira vez ao iPortalDoc, da´ı a primeira entrada ser mais demorada, e ´e do tipo: Dbdocusername@domain*.com. Com esta conta o utilizador acede `a pasta Acesso onde pode ver a hi- erarquia tal qual a da interface WEB e respetivos documentos. *Este domain ´e o dom´ınio da empresa. Consequentemente, o dom´ınio varia consoante a empresa. No caso da iPortalMais seria, por exemplo: uti- lizador@iportalmais.pt.
  27. 27. Cap´ıtulo 2 Funcionalidades do iPortalDoc A barra de ferramentas est´a dividida em seis menus distintos, tal como se pode observar na figura 2.1. Cada op¸c˜ao do menu diz respeito a uma funcionalidade do iPortalDoc. Figura 2.1: Barra de Ferramentas 2.1 Menu Documento Nota: Se aceder ao menu sem selecionar qualquer documento, apenas encontrar´a dispon´ıveis as funcionalidades Remover (com ou sem pesquisa), Introduzir, Mover docs, Carimbar, Digitalizar e Ligar docs. Para que todas as op¸c˜oes (representadas na figura 2.2) estejam dispon´ıveis neste menu, ´e necess´aria uma selec¸c˜ao pr´evia de um documento. Para sele- cionar um documento ´e necess´ario clicar na imagem apresentada na frame central, que se encontra do lado esquerdo do t´ıtulo. Sempre que um docu- mento se encontra selecionado, a cor do t´ıtulo ´e apresentada de forma distinta da dos restantes documentos (azul). O menu Documento encontra-se dividido em duas partes distintas, a primeira relacionada com as a¸c˜oes/tarefas que se podem efectuar sobre o 27
  28. 28. 28 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC documento, e a segunda, relativa `a informa¸c˜ao e historial do documento em quest˜ao. Figura 2.2: Menu Documento 2.1.1 Abrir Figura 2.3: Op¸c˜ao Abrir Ao aceder a esta op¸c˜ao, o utilizador visualiza a ´ultima revis˜ao do doc- umento. Dependendo da extens˜ao do ficheiro inserido, ele ser´a aberto com a aplica¸c˜ao correspondente, isto ´e, se o ficheiro tiver uma extens˜ao do tipo
  29. 29. 2.1. MENU DOCUMENTO 29 .xls ser´a apresentado ao utilizador atrav´es da aplica¸c˜ao Excel, no caso do utilizador estar a trabalhar numa esta¸c˜ao com sistema operativo Windows. 2.1.2 Introduzir Figura 2.4: Op¸c˜ao Introduzir Sempre que o utilizador pretende introduzir um novo documento no iPortalDoc, ter´a que aceder a esta op¸c˜ao do menu. Tenha sempre em aten¸c˜ao a diretoria que est´a selecionada (estar´a ativa a cor azul) pois ser´a nessa pasta que o documento ser´a introduzido. Na frame central ir´a aparecer um for- mul´ario igual ao da figura 3.19, em que os seguintes campos s˜ao obrigat´orios: • Tipo de Doc., ao ser atribu´ıdo um tipo de documento ´e gerado au- tomaticamente um c´odigo para o documento em quest˜ao. Por defeito, est´a selecionado o tipo ”N˜ao Definido”. Se introduzir um documento do tipo template PDF, automaticamente aparece uma box denominada de ’Mail Merge’ que permite guardar listas de entidades e contatos, para que o mesmo seja gerado e classificado com essas entidades. Para criar um novo tipo de documento, o utilizador deve selecionar no Menu Defini¸c˜oes a funcionalidade Tipos Doc. (Para mais in- forma¸c˜ao consulte a subsec¸c˜ao 2.2.11 - Tipos de Doc. deste docu- mento); • Workflow, nesta pop list o utilizador, tem que escolher o fluxo de trabalho que o documento ter´a de percorrer. O utilizador dever´a ter sempre um workflow associado `a diretoria, para tal dever´a aceder ao menu Workflow e instanciar o fluxo de trabalho, posteriormente se- lecionar a op¸c˜ao configurar e, por fim, abrir a op¸c˜ao Ass. Utiliz. Work. do menu Diretoria. A instancia¸c˜ao e configura¸c˜ao do fluxo de trabalho apenas pode ser realizada por um utilizador com perfil Super User.
  30. 30. 30 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.5: Menu Introduzir Documento • T´ıtulo, corresponde ao t´ıtulo com o qual o documento ser´a listado na frame central; • Ficheiro ´e o campo onde o utilizador carrega o documento para o sistema. Este campo tem que ser preenchido para a maioria dos fluxos de trabalho. No entanto existem tipos de workflows que n˜ao o exigem; Al´em dos campos obrigat´orios, existem outros campos que ajudam a complementar a descri¸c˜ao de um documento. S˜ao importantes , tamb´em, na
  31. 31. 2.1. MENU DOCUMENTO 31 medida em que, a posteriores pesquisas poder˜ao incidir sobre eles: • Tipo de Entidade, onde o utilizador seleciona o grupo da entidade ao qual est´a associado o documento. Ap´os a escolha do tipo de entidade, surgir´a o campo Entidade onde se especifica qual a entidade dentro do tipo selecionado anteriormente. Conv´em real¸car que as entidades s˜ao inseridas na IPBrick, sendo que no iPortalDoc ocorre apenas a selec¸c˜ao das entidades colocadas anteriormente no sistema. • Selec¸c˜ao para Mail Merge - quando se pretende enviar um doc- umento, gerado por template, com o mesmo conte´udo, para v´arias entidades. Tem de se selecionar os tipos de entidade e entidades, e opcionalmente os contatos e localiza¸c˜ao (ou localiza¸c˜oes, no caso de ter mais do que uma morada). • Assunto. Nesta op¸c˜ao ´e poss´ıvel introduzir o assunto a que se refere o documento que vai ser inserido. Para introduzir um novo assunto `a lista de assuntos deve ir ao menu Defini¸c˜oes e selecionar o campo Assunto. • Ordem. Atrav´es desta funcionalidade, o utilizador pode especificar a ordem em que pretende que apare¸ca o documento dentro da dire- toria em que ele ser´a introduzido. Um n´umero baixo (por exemplo, 1) colocar´a o documento no topo da lista de documentos apresenta- dos nessa diretoria. O m´etodo de ordena¸c˜ao dos documentos pode ser ainda configurado atrav´es da funcionalidade Ordenar Docs, no menu Defini¸c˜oes (cronol´ogico,...). • Edi¸c˜ao. Neste campo o utilizador pode definir com que n´umero de edi¸c˜ao ficar´a o documento. O n´umero que aparece por defeito ´e o 0.1. • Valor. Atrav´es desta op¸c˜ao o utilizador pode definir um valor para o documento introduzido, como por exemplo, o valor monet´ario de uma proposta. • Elaborado em: ´e o campo onde se pode colocar a data em que o doc- umento foi criado. Por exemplo,poder´a variar da Data de Introdu¸c˜ao no Sistema que ficar´a no campo ’Inserido Em’.
  32. 32. 32 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC • Gera¸c˜ao Autom´atica - indica que o documento vai ser criado a par- tir de um template e est´a relacionado com o tipo de documento se- lecionado. Ou seja, se o tipo de documento fosse ’Manual’, e fosse necess´ario procurar o documento no disco, apareceria o campo Ficheiro, em vez de Gera¸c˜ao Autom´atica: • Sum´ario e Descri¸c˜ao s˜ao campos onde o utilizador pode expˆor o conte´udo do documento, sendo que, por norma, o sum´ario ´e mais sucinto do que a descri¸c˜ao. Ambos os campos podem ou n˜ao aparecer quando o documento ´e listado, dependendo da preferˆencia do utilizador que introduz o documento. • Localiza¸c˜ao f´ısica ´e a caixa de texto onde o utilizador pode referir a localiza¸c˜ao no arquivo de um documento em papel. • Palavras-chave ´e o campo destinado `a coloca¸c˜ao de palavras que mel- hor descrevem o documento e que poder˜ao ser ´uteis para encontrar o documento em pesquisas por palavra-chave. Dever˜ao ser termos sim- ples e soltos, separados por cada linha (ao contr´ario do Sum´ario e Descri¸c˜ao que s˜ao campos de texto livre). • Documento sem permiss˜oes de leitura simultˆanea - se sele- cionada esta op¸c˜ao implica que dois utilizadores diferentes n˜ao poder˜ao ler o documento em simultˆaneo. Durante a introdu¸c˜ao de documentos com base em templates pdf o sis- tema grava automaticamente de 5 em 5 minutos todos os dados inseridos, bem como a classifica¸c˜ao do mesmo. Se por algum motivo a edi¸c˜ao do documento for interrompida, quando o utilizador voltar a editar o mesmo documento, ´e-lhe apresentada uma mensagem a perguntar se deseja continuar a edi¸c˜ao:
  33. 33. 2.1. MENU DOCUMENTO 33 Figura 2.6: Aviso de Edi¸c˜ao do Documento • Sim - herdar´a os campos do documento antigo em edi¸c˜ao; • N˜ao - come¸car´a um documento vazio; 2.1.3 Encaminhar Figura 2.7: Op¸c˜ao Encaminhar Sempre que um utilizador tenha permiss˜oes sobre um determinado doc- umento poder´a encaminh´a-lo para utilizadores do iPortalDoc ou pessoas ex- ternas `a aplica¸c˜ao. Para isso, basta selecionar o documento pretendido e, em seguida, uma das trˆes funcionalidades Encaminhar, dependendo do destino a que o utilizador pretenda dar ao documento. Em qualquer uma das op¸c˜oes o utilizador pode escrever uma mensagem e um post-it, sendo que a mensagem ficar´a registada no Esquema Cronol´ogico do documento, ao contr´ario do post-it que ser´a apenas visualizado pelo des- tinat´ario do documento. Al´em disso, poder´a definir que utilizadores ter˜ao acesso ao documento. Como j´a foi referido, as diferentes op¸c˜oes de encam- inhamento contˆem propriedades espec´ıficas de acordo com o fim a que se pretenda dar ao documento:
  34. 34. 34 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Encaminhar Doc. Ao escolher esta op¸c˜ao, o utilizador seleciona o(s) utilizador(es) a quem pretende encaminhar o documento (figura 2.8). Os utilizadores selecionados ser˜ao notificados atrav´es de um email, contendo um link para o documento. Figura 2.8: Encaminhar Documento Nota: O utilizador tem ainda a possibilidade de efectuar um encam- inhamento com v´arios documentos em simultˆaneo. Esta funcionalidade ´e v´alida para encaminhamentos para o exterior, encaminhamentos e encam- inhamentos com a¸c˜ao pendente. Para o efeito, deve aceder-se `a janela do encaminhamento pretendido e recorrer ao ´ıcone [Adicionar] (figura 2.9) para ir criando a lista dos documentos a enviar. Figura 2.9: ´Icone Adicionar Encaminhar Exterior O utilizador poder´a encaminhar o documento para o exterior, ou seja, para n˜ao-utilizadores do iPortalDoc, bastando para isso selecionar a op¸c˜ao Encaminhar Ext. e colocar o(s) email(s) desejado(s) na caixa Encaminhar para (figura 2.10).
  35. 35. 2.1. MENU DOCUMENTO 35 Figura 2.10: Encaminhar para o Exterior Se desejar poder´a criar um template de email para encaminhamento, o primeiro passo ser´a criar o seu template de email e grav´a-lo como .eml Figura 2.11: Gravar template de Email no Thunderbird
  36. 36. 36 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.12: Gravar como .eml no Thunderbird Para encaminhar o documento com o templates de email aceda a: Menu Documento > Encaminhar > Exterior > Inserir Template Figura 2.13: Op¸c˜ao Inserir Template Atribue um nome ao seu template e clique em Browse... para selecionar o ficheiro eml desejado. Figura 2.14: Importar template de Email Agora ter´a sempre dispon´ıvel o template inserido. Ficar´a assim, sempre associado ao documento e como anexo ir˜ao os documentos associados. Figura 2.15: Template de Email criado
  37. 37. 2.1. MENU DOCUMENTO 37 Encaminhar Acc. Pend. Atrav´es desta op¸c˜ao, al´em do email que o utilizador poder´a receber devido ao encaminhamento do documento (o envio do email ´e opcional e definido na altura do encaminhamento), ´e igualmente acrescentada uma a¸c˜ao na listagem das suas a¸c˜oes pendentes. Contudo, esta a¸c˜ao n˜ao tem influˆencia no workflow do documento. O tempo dispon´ıvel para a realiza¸c˜ao dessa a¸c˜ao pode ser determinada atrav´es da funcionalidade Tempo Limite da a¸c˜ao, representada na figura 2.16. Figura 2.16: Defini¸c˜ao do tempo limite para a a¸c˜ao Ao encaminhar um documento com a¸c˜ao pendente o utilizador pode es- colher se pretende receber uma notifica¸c˜ao aquando da realiza¸c˜ao desta a¸c˜ao, bem como o coment´ario escrito pela pessoa para quem se encaminhou. Para o efeito, o utilizador que efectuar o encaminhamento dever´a recorrer `a op¸c˜ao ”Ser notificado”, existente na interface de encaminhamento de documentos com a¸c˜ao pendente (figura 2.17).
  38. 38. 38 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.17: Op¸c˜ao Ser Notificado Nota: Qualquer documento pode ser encaminhado por qualquer uti- lizador, sempre que tenha permiss˜oes para tal, a qualquer altura, indepen- dentemente do documento ter um workflow espec´ıfico e encontrar-se ou n˜ao em determinado estado. 2.1.4 Carimbar Figura 2.18: Op¸c˜ao Carimbar Ao aceder a esta fun¸c˜ao, o utilizador dever´a ter selecionado previamente a diretoria onde pretende introduzir o documento carimbado. O iPortalDoc cria um carimbo sequencial que vai ser impresso em cada documento que vai ser introduzido no sistema. Posteriormente, ser´a lan¸cada uma a¸c˜ao para digi- talizar o documento, sendo depois associado ao respectivo tipo de documento e workflow para que este seja introduzido.
  39. 39. 2.1. MENU DOCUMENTO 39 2.1.5 Remover Figura 2.19: Op¸c˜ao Remover Sempre que desejar eliminar documentos do sistema dever´a usar a fun- cionalidade Remover, sendo que, para um documento ser apagado do iPor- talDoc, tem de estar obrigatoriamente no Estado Final do seu Workflow. Para al´em disso, o utilizador tem de ter permiss˜oes que lhe permitam efec- tuar essa opera¸c˜ao. Esta funcionalidade est´a dividida em duas possibilidades: Remover s/ pesquisa Figura 2.20: Op¸c˜ao Remover sem pesquisa Atrav´es desta op¸c˜ao pode remover todos os documentos que se encon- trem na diretoria em que o utilizador se situe e consequentes subdiretorias. Os documentos aparecer˜ao todos em listagem, bastando selecionar os doc- umentos a eliminar ou, caso pretenda, remover todos os documentos dessa diretoria atrav´es da op¸c˜ao do canto superior direito selecionar todos. Figura 2.21: Remover sem pesquisa
  40. 40. 40 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Remover c/ pesquisa Figura 2.22: Op¸c˜ao Remover com pesquisa Ao selecionar esta op¸c˜ao, o utilizar poder´a pesquisar o documento que pretende remover, sendo poss´ıvel especificar a diretoria onde o documento se encontra, bem como o tipo de documento, o workflow ou o autor do documento (ver figura 2.23). Seguidamente, aparecer´a um quadro semelhante ao da figura 2.21 com os documentos que correspondem `as especificidades que o utilizador determinou na sua pesquisa. Figura 2.23: Remover com pesquisa 2.1.6 Digitalizar Figura 2.24: Op¸c˜ao Digitalizar Nem sempre vis´ıvel, esta op¸c˜ao est´a integrada com a interface de gest˜ao de ficheiros, na medida em que, a introdu¸c˜ao de documentos (tais como faxes ou cartas) com a funcionalidade Digitalizar ´e feita atrav´es da pasta inser¸c˜ao que associa os documentos aos respectivos workflows. O scanner
  41. 41. 2.1. MENU DOCUMENTO 41 est´a programado para digitalizar e enviar imagens para o Digital Center (pasta share). Sempre que um utilizador pretende introduzir um documento no sistema via digitaliza¸c˜ao dever´a aceder `a op¸c˜ao Digitalizar no Menu Documento e selecionar o Workflow para o qual pretende que a pasta Digital Center aponte. 2.1.7 Check Out Figura 2.25: Op¸c˜ao Check Out A op¸c˜ao Check Out permite, a qualquer utilizador com perfil editor, sobre um determinado documento, bloquear o acesso ao mesmo em termos de Leitura e ou Atualiza¸c˜ao de revis˜ao. N´a p´agina apresentada poder´a ver dados sobre o documento selecionado, se est´a j´a em check out ou n˜ao, assim como as op¸c˜oes de bloqueio do docu- mento. ´E poss´ıvel selecionar ambas ou apenas uma das op¸c˜oes. Figura 2.26: Op¸c˜ao Check Out
  42. 42. 42 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Ao clicar no bot˜ao Check Out ser´a pedido que confirme as configura¸c˜oes. Figura 2.27: Confirma¸c˜ao de Check Out NOTA: Ao criar um tipo de documento (Menu Defini¸c˜oes Tipos de Doc.) pode-se escollher se se deseja permitir a utiliza¸c˜ao da funcionalidade Check in/Check out. Figura 2.28: Op¸c˜ao Check Out em Tipos de Doc. 2.1.8 Atualizar rev. Figura 2.29: Op¸c˜ao Atualizar Revis˜ao Ao selecionar esta op¸c˜ao, o utilizador pode atualizar o ficheiro associ- ado ao documento, introduzindo um novo. De real¸car que, com a coloca¸c˜ao de um novo ficheiro associado ao documento, o ficheiro anteriormente colo- cado n˜ao desaparece, ficando associado ao hist´orico do documento e vis´ıvel quando se acede a Edi¸c˜oes, no menu Documento.
  43. 43. 2.1. MENU DOCUMENTO 43 Al´em disso, ´e igualmente poss´ıvel alterar no documento o seu c´odigo (caso seja permitido), o valor, a data de elabora¸c˜ao, a descri¸c˜ao e a sua lo- caliza¸c˜ao f´ısica. Quando se efectua uma atualiza¸c˜ao do documento, o seu n´umero de edi¸c˜ao altera, n´umero esse que tamb´em pode ser configurado pelo utilizador aquando a atualiza¸c˜ao. Conv´em destacar que a atualiza¸c˜ao de um documento s´o ´e poss´ıvel em trˆes situa¸c˜oes: • Caso o documento se encontre no Estado Final do seu workflow; • Caso o workflow do documento tenha iniciado mas ainda n˜ao tenha sido executada nenhuma a¸c˜ao; • Caso exista uma a¸c˜ao espec´ıfica no workflow que possibilite a atual- iza¸c˜ao do documento. 2.1.9 Alterar Info. Figura 2.30: Op¸c˜ao Alterar Info. Ao aceder a esta funcionalidade, o utilizador pode modificar a in- forma¸c˜ao relativa ao documento, tal como o t´ıtulo, a entidade associada, o valor, o sum´ario, a descri¸c˜ao, a localiza¸c˜ao f´ısica e/ou as palavras-chave. Sempre que seja feita alguma altera¸c˜ao num documento, esta ficar´a registada no respectivo esquema cronol´ogico. Al´em disso, o tipo de documento e o c´odigo podem tamb´em ser mod- ificados, caso existam permiss˜oes a esse n´ıvel. A ´unica informa¸c˜ao que n˜ao pode ser alterada diz respeito ao autor do documento, `a sua edi¸c˜ao e ao ficheiro associado (para atualizar a edi¸c˜ao do documento e/ou introduzir um novo ficheiro escolha a op¸c˜ao Atualizar Rev.) A altera¸c˜ao de informa¸c˜ao de um documento s´o ´e poss´ıvel nas mesmas situa¸c˜oes indicadas na funcionalidade Atualizar rev.
  44. 44. 44 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC 2.1.10 Associar Figura 2.31: Op¸c˜ao Associar O utilizador deve recorrer a esta funcionalidade caso pretenda relacionar dois ou mais documentos. Essa associa¸c˜ao tanto pode tanto pode ser bidi- reccional como unidireccional, bastando para isso que o utilizador selecione o tipo de rela¸c˜ao que se encontra do lado direito da listagem de documentos (ver figura 2.32). Note-se que o utilizador apenas consegue visualizar as dire- torias e documentos nos quais tem permiss˜ao. Existem duas funcionalidades que permitem associar documentos: Figura 2.32: Associar documentos
  45. 45. 2.1. MENU DOCUMENTO 45 Associar s/ pesquisa Na op¸c˜ao de Associar s/ pesquisa aparece a diretoria e as subdireto- rias que permitem a associa¸c˜ao dos documentos. Para associar o documento que selecionou previamente a outros basta clicar nas checkbox’s apresentadas nesta listagem e clicar no bot˜ao Associar Documentos. Esta associa¸c˜ao de documentos ficar´a vis´ıvel no ´ıcone +info, em Docs. Associados. Associar c/ pesquisa A op¸c˜ao Associar c/ pesquisa permite efectuar uma selec¸c˜ao pr´evia, de modo a que apare¸cam apenas os documentos que correspondam `as carater´ısticas indicadas pelo utilizador. Este tipo de pesquisa evita a procura de documen- tos percorrendo toda a hierarquia. 2.1.11 Ligar Figura 2.33: Op¸c˜ao Ligar Um documento existente numa determinada diretoria pode ser lig- ado/copiado a outra. Quando o utilizador acede a esta op¸c˜ao, ´e apresentada na frame central, uma listagem de todas as diretorias a que o utilizador tem permiss˜ao. Para adicionar o documento a outra diretoria, basta clicar na checkbox da diretoria pretendida (ver figura 2.50). Para efectuar esta a¸c˜ao ´e importante que o utlizador tenha permiss˜oes de escrita na pasta de destino. Caso pretenda alterar a localiza¸c˜ao da pasta do documento, deve optar pela funcionalidade Mover.
  46. 46. 46 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.34: Ligar Documento a diferentes Diretorias 2.1.12 Ligar Docs Figura 2.35: Op¸c˜ao Ligar Documentos Esta op¸c˜ao permite que se crie uma c´opia do documento para adicionar em outras diretorias. Ao selecionar esta funcionalidade, o utilizador tem de escolher primeiramente o(s) documento(s) que pretende ligar e, em seguida, marcar a diretoria ou diretorias para onde deseja copiar os documentos. A diferen¸ca desta funcionalidade para a apresentada no ponto 2.1.10 ´e que em Ligar Docs tem a possibilidade de copiar v´arios documentos em simultˆaneo.
  47. 47. 2.1. MENU DOCUMENTO 47 2.1.13 Marcar Figura 2.36: Op¸c˜ao Marcar Ap´os a sele¸c˜ao de um documento, ´e possivel utilizar esta op¸c˜ao para o marcar como importante, para que possa seguir o estado do documento selecionado. Figura 2.37: Marcar documento como importante. 2.1.14 Mover Figura 2.38: Op¸c˜ao Mover Ao aceder a esta funcionalidade o utilizador deve selecionar previamente o documento que pretende mover, bem como dever´a apresentar permiss˜oes de escrita na pasta de destino. Na frame central o utilizador poder´a visualizar a hierarquia das pastas, e a´ı dever´a selecionar a(s) diretoria(s) para onde quer mover o documento. Se pretender efectuar uma c´opia do documento noutra pasta, deve optar pela funcionalidade Ligar.
  48. 48. 48 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.39: Mover Documento 2.1.15 Assinar Figura 2.40: Op¸c˜ao Assinar Esta op¸c˜ao permite-lhe apor uma assinatura digital num documento atrav´es at´e do cart˜ao de cidad˜ao. Figura 2.41: Op¸c˜ao Assinar - Cart˜ao de Cidad˜ao Ao selecionar a op¸c˜ao Cart˜ao de Cidad˜ao ter´a acesso, n˜ao s´o ao doc- umento em si, mas tamb´em `a janela de cumprimento dessa a¸c˜ao em duas frames distintas.
  49. 49. 2.1. MENU DOCUMENTO 49 Figura 2.42: Op¸c˜ao Assinar - Duas frames NOTA: Para mais informa¸c˜oes consulte a sec¸c˜ao 3.10 deste documento 2.1.16 Mover docs. Figura 2.43: Op¸c˜ao Mover Documentos Ao recorrer a esta funcionalidade, aparecer´a na frame central uma listagem de todos os documentos existentes na diretoria em que o utilizador se encontra. A´ı, o utilizador pode escolher que documentos pretende mover e, ap´os carregar no bot˜ao selecionar Diretorias, escolher a diretoria para onde deseja mover o(s) documento(s).
  50. 50. 50 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC 2.1.17 Permiss˜oes Figura 2.44: Op¸c˜ao permiss˜oes Para aceder a esta fun¸c˜ao o utilizador necessita de ter perfil de Coor- denador ou Super User na diretoria, visto esta funcionalidade possibilitar a altera¸c˜ao de permiss˜oes atribu´ıdas sobre a diretoria em que se encontra e sobre o documento selecionado (ver figura 2.45). Apenas ´e permitido alterar permiss˜oes de utilizadores que possuam um perfil inferior ao de Coordenador e no caso do documento selecionado se encontrar no seu Estado Final. Figura 2.45: Permiss˜oes de Utilizadores 2.1.18 Imprimir Esta op¸c˜ao permite-lhe imprimir o ’BI’ do documento selecionado, contendo a mais variada informa¸c˜ao sobre o mesmo e sobre o esquema cronol´ogico do seu workflow. Para configurar que dados a visualizar, aceda ao menu Defini¸c˜oes > Interface de Configura¸c˜ao. A´ı clique na pop-list Menu e selecione Impress˜ao.
  51. 51. 2.1. MENU DOCUMENTO 51 Figura 2.46: Menu - Impress˜ao Ir´a ser visualizada uma nova p´agina onde poder´a configurar os dados a serem impressos no BI do documento assim como a imagem e a informa¸c˜ao no rodap´e. Figura 2.47: Configura¸c˜ao do BI do documento (imagem parcial) NOTA: Por omiss˜ao, s˜ao impressos todos os dados dispon´ıveis.
  52. 52. 52 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.48: BI do Documento 2.1.19 Cancelar workflow Quando o utilizador seleciona um documento que n˜ao se encontra no seu estado final e acede ao menu Documento, esta op¸c˜ao encontra-se vis´ıvel. O seu objetivo passa por anular o fluxo que o documento teria de percor- rer, encaminhando-o imediatamente para o seu Estado Final. Para mais informa¸c˜oes acerca de workflows, veja a 2.3 deste manual. 2.1.20 Info Doc. Figura 2.49: Op¸c˜ao Info Doc.
  53. 53. 2.1. MENU DOCUMENTO 53 Figura 2.50: ´Icone Info ´E apresentada numa janela (figura 2.51) uma lista de toda a Meta- Informa¸c˜ao relativa ao documento selecionado, desde t´ıtulo, entidade, autor, etc. Figura 2.51: Informa¸c˜ao sobre um documento Selecione os dados a serem inclu´ıdos no BI do documento e clique no bot˜ao Atualizar.
  54. 54. 54 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC 2.1.21 Doc. Assoc. Figura 2.52: Op¸c˜ao Documentos Associados Ao ser acedida esta op¸c˜ao ´e apresentada uma janela, na qual s˜ao listados todos os documentos que est˜ao associados ao documento que foi selecionado. Para associar documentos, escolha uma das seguintes funcionalidades: As- sociar s/ pesquisa ou Associar c/ pesquisa. 2.1.22 Mails Assoc. Figura 2.53: Op¸c˜ao Mails Associados Ao aceder a esta funcionalidade, o utilizador tem acesso aos e-mails que est˜ao associados ao documento selecionado. Para associar e-mails a um doc- umento, o utilizador deve incluir no t´ıtulo ou corpo do e-mail que pretende enviar a referˆencia relativa ao documento, atrav´es do c´odigo do mesmo. Por exemplo: ref<ND 586/2004> NOTA: O c´odigo tem de estar, exatamente, reflectido tal e qual no iPortalDoc. 2.1.23 Edi¸c˜oes Figura 2.54: Op¸c˜ao Edi¸c˜oes
  55. 55. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 55 Nesta funcionalidade o utilizador pode ter acesso `as diferentes revis˜oes que um documento possui, incluindo dados e ficheiros relativos a cada uma das edi¸c˜oes. Existem dois tipos de edi¸c˜oes, uma relativa `a introdu¸c˜ao do Workflow e outra que faz parte do workflow. Quando se atualiza uma revis˜ao durante o workflow, esta a¸c˜ao n˜ao inicia um novo workflow. Por outro lado, se o documento estiver no Estado final, o workflow volta ao in´ıcio. 2.1.24 Workflow Doc. Figura 2.55: Op¸c˜ao Workflow Doc. Ao aceder a esta op¸c˜ao, o utilizador pode visualizar que etapas do workflow o documento selecionado j´a percorreu. Esta informa¸c˜ao est´a repre- sentada graficamente. 2.1.25 A¸c˜oes Doc. Figura 2.56: Op¸c˜ao a¸c˜oes Doc. Nesta op¸c˜ao do menu, o utilizador pode visualizar as a¸c˜oes que necessita de efectuar no documento selecionado, caso existam. 2.2 Menu Defini¸c˜oes `A excep¸c˜ao da op¸c˜ao Entidades deste menu, `a qual a maioria dos uti- lizadores pode aceder, este menu s´o est´a acess´ıvel a utilizadores com perfil de Super User, com as seguintes funcionalidades representadas na figura 2.57, e que ser˜ao descritas em seguida.
  56. 56. 56 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.57: Menu Defini¸c˜oes 2.2.1 Interface Configura¸c˜ao Figura 2.58: Op¸c˜ao a¸c˜oes Doc. Ao aceder a esta op¸c˜ao do menu ´e permitido ao utilizador com perfil Super User configurar a interface, onde poder´a fazer altera¸c˜oes, entre outros, a n´ıvel do log´otipo, m´odulos, dados dos documentos, impress˜ao ou calend´ario. Seguidamente ser˜ao explicados mais detalhadamente cada ponto deste menu. • Log´otipo do iPortalDoc O iPortalDoc permite-lhe alterar a sua imagem de apresenta¸c˜ao - log´otipo. Assim, ao clicar no bot˜ao ’procurar’, seleciona a imagem que pretende e o
  57. 57. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 57 seu novo log´otipo aparecer´a no iPortalDoc Existe tamb´em a possibilidade de colocar log´otipos com um fundo trans- parente no iPortalDoc. O log´otipo passa tamb´em a aparecer no formul´ario de valida¸c˜ao. • Linguagem do iPortalDoc Neste parˆametro ´e lhe permitido escolher o idioma pretendido de acordo com as sugest˜oes que o iPortalDoc apresenta. • M´odulos Ativos Este campo permite-lhe selecionar os m´odulos que melhor se adequam ao seu perfil, acrescentando assim aos menus as funcionalidades que escolher. • Destacam-se: – M´odulo Gest˜ao de Projectos ´E aqui que procede `a ativa¸c˜ao do parˆametro Projectos do menu Defini¸c˜oes. No m´odulo Gest˜ao de Projectos pode configurar a hierarquia dos pro- jectos, do seu c´odigo, das zonas e ´areas do projecto, dos utilizadores que podem criar projectos e da pasta onde se pretendem guardar. Ao criar a hierarquia dos projectos pode logo associar-se workflows, tipos de documento e macros a cada uma das pastas, assim como, in- serir documentos nessas pastas para que ao introduzir os projectos, estes sejam automaticamente inseridos nessas diretorias do iPortalDoc. Quando ´e ativado o m´odulo de Gest˜ao de Projectos, ´e colocado o campo ”Projecto”nos formul´arios de introdu¸c˜ao e atualiza¸c˜ao de documento, gest˜ao de +info e pesquisas. – M´odulo DBDOCMAILS
  58. 58. 58 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Este m´odulo permite guardar de uma forma autom´atica todos os emails que passam pelo iPortalDoc (enviados e recebidos). Os emails ficam guardados no iPortalDoc como documentos. As configura¸c˜oes associadas a este m´odulo podem ser acedidas em: Defini¸c~oes Interface configura¸c~ao M´odulos activos M´odulo DBDOCMAILS NOTA: Para mais informa¸c˜ao consulte o Anexo B - Administra¸c˜ao e coordena¸c˜ao - subsec¸c˜ao 5.12 - M´odulo DBDocMails O workflow e o tipo de documento associado aos emails bem como a diretoria onde estes v˜ao ser guardados (organizados por ano/mˆes/dia, por exemplo) s˜ao configurados nesta interface. ´E ainda poss´ıvel de- terminar os endere¸cos permitidos (whitelist) ou ent˜ao n˜ao introduzir emails de alguns destinat´arios ou remetentes (blacklist). No m´odulo DBDOCMAILS, ´e agora poss´ıvel definir v´arias configura¸c˜oes, quer para emails enviados, quer para emails recebidos. Desta forma, torna-se poss´ıvel efectuar a seguinte configura¸c˜ao (exemplo para emails recebidos): – Os e-mails recebidos da conta emails_recebidos@iportaldoc.com, v˜ao seguir o workflow X com o tipo de doc. Z, ser˜ao armazena- dos na diretoria /recebidos/ e organizados por ano, ano/mˆes ou ano/mˆes/dia (2.59);
  59. 59. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 59 Figura 2.59: Exemplo de Configura¸c˜ao 1 – Os e-mails recebidos da conta B@iportaldoc.com, v˜ao seguir o workflow Y com o tipo de doc. X, ser˜ao armazenados na direto- ria /recebidos/B e organizados por ano, ano/mˆes ou ano/mˆes/dia (figura 2.60) Figura 2.60: Exemplo de Configura¸c˜ao 2 NOTA: ´E poss´ıvel alterar o valor predefinido ’De’ para a outra ori- enta¸c˜ao do sentido do tr´afego de emails que se deseja filtrar (Para)
  60. 60. 60 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC – Carimbador Interface de configura¸c˜ao do carimbo a imprimir nos documentos. Aqui determinaremos os campos que pretendemos que apare¸cam no carimbo e de que forma. • Dados dos Documentos Nesta fun¸c˜ao pode retirar ou acrescentar carater´ısticas ao menu Docu- mento, definindo-as nas op¸c˜oes dispon´ıveis. Tem a possibilidade de configu- rar o autor dos documentos que entram no iPortalDoc atrav´es do share de inser¸c˜ao ou atrav´es da contas de email dos workflows. • Dados dos Workflows Tamb´em esta op¸c˜ao oferece a possibilidade de retirar ou acrescentar carater´ısticas ao menu Workflow. • a¸c˜oes a Realizar S˜ao disponibilizadas op¸c˜oes que podem ser selecionadas para delinearem as a¸c˜oes do utilizador. • Emails Associados Neste campo define a Sigla pela qual quer associar os seus documentos aos Emails. Por omiss˜ao, encontra-se configurado Ref<c´odigo> • Expira¸c˜ao de Valida¸c˜ao O Administrador pode definir o tempo de expira¸c˜ao da valida¸c˜ao/autentica¸c˜ao no iPortalDoc caso um utilizador n˜ao esteja a interagir com o sistema durante determinado per´ıodo de tempo. • Assinatura Digital ´E lhe concedida a possibilidade de introduzir assinatura digital, garantindo a sua seguran¸ca e autenticidade. • Alterar Licen¸ca
  61. 61. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 61 Permite-lhe alterar as licen¸cas que se prendem com a utiliza¸c˜ao do programa, como a validade, os utilizadores, etc. Possibilidade de criar N iPortalDoc’s (instˆancias) dentro de um mesmo servidor. Para o efeito foi desenvolvida uma interface que pode ser acedida em: Defini¸c˜oes Interface configura¸c˜ao Configura¸c˜oes do servidor Instˆancias Desta forma torna-se muito simples a cria¸c˜ao de uma nova instˆancia de iPortalDoc, sendo suficiente que se indique o dom´ınio, seguido da aplica¸c˜ao de configura¸c˜oes na IPBRICK. Pop-List Menu Ainda neste menu, podemos observar no canto superior direito a pop-list Menu (figura 2.61) que nos permite configurar: Figura 2.61: Menu (lista pop-down) • M´odulos Adicionais Op¸c˜ao que d´a acesso `a cria¸c˜ao de m´odulos exterirores. Por exemplo criar um link para um motor de busca. • Campos aux. ´E poss´ıvel configurar quais os utilizadores a terem acesso aos campos auxiliares, quer em termos de gest˜ao quer em termos de visualiza¸c˜ao.
  62. 62. 62 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Aceda a Defini¸c˜oes > Interface de Configura¸c˜ao Figura 2.62: Menu Defini¸c˜oes - Interface de Configura¸c˜ao Na nova p´agina, clique na pop-list Menu e selecione Campos aux Figura 2.63: Menu (lista pop-down) Campos Aux. Na interface apresentada, poder´a configurar, para cada campo auxiliar, se ir´a estar Ativo ou n˜ao, os Tipos de Documentos, as permiss˜oes de gest˜ao e as de visualiza¸c˜ao. Cada ´ıcone corresponde a uma destas defini¸c˜oes , basta pairar com o cursor em cime de qualquer um para surgir um pequeno texto que o identifica. Figura 2.64: ´Icones de Gest˜ao
  63. 63. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 63 Figura 2.65: Gest˜ao Campos Auxiliares Tomando como exemplo o campo auxiliar Registo e clicando no ´ıcone da cheve inglesa, poder´a configurar os tipos de documentos a ele associados. Clique em Selecionar tudo, se pretende que todos os tipos de docu- mentos lhe estejam associados, ou clique apenas nos que pretende associar. Quando terminar, clique em Submeter. Caso n˜ao pretenda efetuar nenhuma altera¸c˜ao pode, a qualquer momento Fechar a janela, clicando no bot˜ao cor- respondente. Figura 2.66: Configura¸c˜ao Tipos de Documento
  64. 64. 64 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC O ´ıcone seguinte d´a-lhe a possibilidade de configurar as permiss˜oes de gest˜ao. Figura 2.67: ´Icone de Permiss˜oes de Gest˜ao Basta selecionar os utilizadores sem permiss˜ao e pass´a-los para o lado da caixa de utilizadores com permiss˜ao, clicando no bot˜ao com a seta que aponta na dire¸c˜ao correta. Da mesma forma ´e poss´ıvel reverter as permiss˜oes fazendo o mesmo s´o que desta feita para a caixa de utilizadores sem permiss˜ao. Figura 2.68: Configura¸c˜ao de Utilizadores com acesso ao campo O bot˜ao Todos permite-lhe que a totalidade dos utilizadores seja trans- ferida para a caixa desejada
  65. 65. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 65 Figura 2.69: Bot˜ao Todos Quando terminar clique no bot˜ao Submeter. Ir´a ser motificado do sucesso da atualiza¸c˜ao. Figura 2.70: Confirma¸c˜ao O ´ultimo ´ıcone permite-lhe configurar as permiss˜oes de visualiza¸c˜ao Figura 2.71: ´Icone de permiss˜ao de visualiza¸c˜ao
  66. 66. 66 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC E da mesma forma que na configura¸c˜ao apresentada anteriormente, asta selecionar os utilizadores sem permiss˜ao e pass´a-los para o lado da caixa de utilizadores com permiss˜ao, clicando no bot˜ao com a seta que aponta na dire¸c˜ao correta. Da mesma forma ´e poss´ıvel reverter as permiss˜oes fazendo o mesmo s´o que desta feita para a caixa de utilizadores sem permiss˜ao. Figura 2.72: Configura¸c˜ao de utilizadores com permiss˜ao de visualiza¸c˜ao • Impress˜ao a¸c˜ao que permite personalizar a impress˜ao do seu documento, desde: - Impress˜ao de docs. - Log´otipo do BI do documento; - Dados a imprimir no BI do doc. - Informa¸c˜ao sobre o documento; - Dados a imprimir no BI do doc. - Esquema cronol´ogico do documento; - Dados a imprimir no BI do doc. - Cadastro do documento. • Calend´ario
  67. 67. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 67 Permite-lhe a gest˜ao dos dias ´uteis e feriados. • Interfaces Tal como nos email’s associados, aqui ´e poss´ıvel definir as pessoas que podem ver os documentos atrav´es do explorador e ´e ainda poss´ıvel configurar a sigla que ser´a usada para associar os emails. • A¸c˜oes Esta op¸c˜ao trata de assinaturas e envio de documentos, com a possibil- idade de adicionar texto. • Workflows Executa a reconstru¸c˜ao das contas de emails dos workflows • Utilizadores Apresenta dados gerais dos utilizadores, tais como: Nome, Login e a data de expira¸c˜ao e tempo restante da sess˜ao. • Layout gr´afico Permite-lhe alterar a imagem de fundo da p´agina de autentica¸c˜ao do iPortalDoc. • Release Notes Neste ´ultimo parˆametro pode consultar todas as novas funcionalidades e correc¸c˜oes por vers˜ao. Foi incluido de base no iPortalDoc documenta¸c˜ao sobre os Web Ser- vices fornecidos pela aplica¸c˜ao. A documenta¸c˜ao cont´em a lista de todos os m´etodos existentes e respectivas descri¸c˜oes e exemplos de utiliza¸c˜ao dos mesmos. Para aceder `a documenta¸c˜ao: Defini¸c˜oes Interface configura¸c˜ao Web Services Foi criado um novo tipo de numera¸c˜ao para os c´odigos dos documentos: Sequencial por funcion´ario e assunto.
  68. 68. 68 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC 2.2.2 Utilizadores Figura 2.73: Op¸c˜ao Utilizadores Esta op¸c˜ao s´o pode ser gerida por um utilizador com perfil Super User. Ao aceder a esta funcionalidade, ´e apresentada a listagem dos utilizadores existentes e tamb´em v´arios links no canto superior direito (Gest˜ao, Cargos e Grupos). Figura 2.74: Listagem Utilizadores O link Gest˜ao (ver figura 2.75) apresenta duas caixas onde poder´a as- sociar os utilizadores existentes na IPBrick, ao iPortalDoc, para que estes possam interagir com o sistema, ou mesmo retir´a-los do iPortalDoc.
  69. 69. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 69 Figura 2.75: Associa¸c˜ao de utilizadores ao iPortalDoc De seguida, selecione os utilizadores da caixa Utilizadores LDAP para a caixa Utilizadores iPortalDoc (figura 2.75) e, por fim, carregar no bot˜ao Inserir. Para remover utilizadores faz-se a opera¸c˜ao inversa. O n´umero de utilizadores que pode ser associado ao iPortalDoc depende do n´umero de li- cen¸cas atribu´ıdas. O link Cargos permite-lhe selecionar os utilizadores que ir˜ao desempen- har uma certa posi¸c˜ao hierarquica na organiza¸c˜ao. A vantagem criar esta categoria est´a no fato de poder colocar o cargo do utilizador em documentos gerados via templates PDF. A coloca¸c˜ao ´e feita atrav´es de uma a¸c˜ao do workflow, que ao ser executada, coloca, automatica- mente, no documento o cargo do utilizador que a realizou. Outra vantagem ´e a possibilidade de configurar uma a¸c˜ao no workflow por forma a que a resultado de execu¸c˜ao da mesma seja definido pelo cargo do utilizador que a est´a a realizar.
  70. 70. 70 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.76: Cargos Como pode ver na figura 2.76 nenhum Cargo est´a criado por omiss˜ao, pelo que ser´a necess´ario cri´a-los. Para isso, clique no link Inserir. Atribua um nome ao cargo e selecione qual ou quais os utilizadores que ir˜ao desempenhar essa fun¸c˜ao. Figura 2.77: Inser¸c˜ao de Cargos Clique no bot˜ao Guardar. Poder´a ent˜ao vizualizar o Cargo criado na lista.
  71. 71. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 71 Figura 2.78: Lista de Cargos O link Grupos permite-lhe criar e utilizar apenas os grupos criados no iPortalDoc, n˜ao efectuando por isso qualquer sincroniza¸c˜ao dos grupos do LDAP/AD. Figura 2.79: Grupos e Sincroniza¸c˜ao Para tal clique no link Sincroniza¸c˜ao e retire o visto da op¸c˜ao ”Sin- cronizar os grupos do LDAP/AD”.
  72. 72. 72 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.80: Sincroniza¸c˜ao Para criar um Grupo clique no link Inserir, digite o nome e selecione os membros desse grupo. Figura 2.81: Inser¸c˜ao de Grupos Quando terminar clque no bot˜ao Guardar, poder´a ent˜ao visualizar a inser¸c˜ao do grupo na listagem.
  73. 73. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 73 Figura 2.82: Grupos e Sincroniza¸c˜ao Listagem Nas diversas p´aginas onde s˜ao apresentados grupos, ser˜ao listados con- juntamente os grupos sincronizados do LDAP/AD e os criados no iPortalDoc (associa¸c˜ao de Perfis, workflows, tipos de documento, macros, etc,). 2.2.3 Perfil Figura 2.83: Op¸c˜ao Perfil Ap´os o utilizador efectuar a autentica¸c˜ao no sistema, s˜ao-lhe facultadas diferentes funcionalidades, dependentes das permiss˜oes associadas ao perfil que este tem atribuido em cada diretoria. ´E nesta ´area que os perfis podem ser criados ou modificados para complementar com os que o iPortalDoc tem j´a pr´e-configurados (figura 2.84). No entanto, apenas um Super User ´e que disp˜oe de permiss˜oes para isso. De seguida, ser˜ao apresentados alguns perfis e quais as suas permiss˜oes.
  74. 74. 74 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.84: Perfis • Super User – denomina-se por Super User um utilizador ao qual est´a atribu´ıdo um perfil com permiss˜oes totais sobre todas as funcionali- dades do sistema. O Super User pode configurar e alterar os workflows, criar, remover, ou alterar grupos de utilizadores; introduzir, alterar ou remover dados de um utilizador do sistema; criar, remover ou alterar perfis. • Coordenador – um utilizador que disponha de um perfil que lhe permita efectuar todas as funcionalidades numa determinada diretoria (criar, alterar, remover documentos/diretorias), ´e referido como sendo o Coordenador desta. O coordenador pode associar perfis e workflows a utilizadores, na diretoria que coordena. Um utilizador que apresente este perfil, pode visualizar todos os documentos, independentemente do seu estado no Workflow. Utilizadores com este perfil podem, ainda, receber relat´orios por email das a¸c˜oes pendentes das pastas que coor- dena. • Sub-Coordenador – um utilizador que disp˜oe deste perfil tem per- miss˜ao para efectuar todas as funcionalidades com excep¸c˜ao de apagar diretorias. Um Sub-Coordenador pode associar perfis e workflows, na diretoria que coordena. • Leitor Absoluto – Um utilizador que possua este perfil tem per- miss˜ao para ler todos os documentos das diretorias existentes no sis- tema, mesmo que n˜ao tenha interven¸c˜ao nos mesmos. No entanto, n˜ao lhe ´e permitido criar, alterar ou remover documentos ou diretorias.
  75. 75. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 75 • Leitor – ´e denominado por leitor o utilizador que apenas pode ler documentos e diretorias. Tamb´em ´e permitida a visualiza¸c˜ao de toda a informa¸c˜ao correspondente aos v´arios documentos, nomeadamente, o workflow, revis˜oes, documentos associados e poss´ıveis a¸c˜oes que este tenha a realizar sobre este documento. • Editor – para al´em das permiss˜oes associadas a um Leitor, este pode ainda introduzir documentos. • Navegador – tem apenas permiss˜ao para ver as diretorias, n˜ao pode criar nem apagar. N˜ao tem qualquer a¸c˜ao sobre os documentos. 2.2.4 Assunto Figura 2.85: Op¸c˜ao Assuntos Esta funcionalidade permite ao utilizador criar, alterar ou remover tipos de assuntos que s˜ao atribuidos aos documentos (figura 2.86). Esta opera¸c˜ao s´o pode ser gerida pelo Super User ou Coordenador de cada diretoria.
  76. 76. 76 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.86: Inser¸c˜ao de Assuntos A este campo Assuntos, o utilizador poder´a dar a designa¸c˜ao que mais lhe convier, usando o campo para um parˆametro que necessite, por exemplo, para os Departamentos, Projectos, etc. Para criar um tipo de assunto deve acrescentar uma descri¸c˜ao e sigla a atribuir e, caso pretenda, adicionar observa¸c˜oes ao assunto. Para alterar ou remover assuntos, o utilizador deve selecionar a op¸c˜ao Listar Assuntos que se encontra no canto superior direito da frame central. A´ı, aparecer´a a lista dos assuntos existentes. Para remover ou alterar um assunto deve carregar no assunto em quest˜ao. NOTA: Os assuntos que estiverem a ser utilizados em algum docu- mento n˜ao podem ser removidos. 2.2.5 Centro de Custo Esta funcionalidade (bem como as funcionalidades Sub-centro de custo e Network) pode ser ativada recorrendo ao menu Defini¸c˜oes e selecionando a op¸c˜ao Interface configura¸c˜ao . A´ı, deve clicar na op¸c˜ao Campos aux. em Menu e ativar a(s) funcionalidade(s) desejada(s).
  77. 77. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 77 Como ´e normal, as empresas costumam estar divididas em diferentes diretorias, cada uma com os seus gastos espec´ıficos. Assim, os documentos relacionados com os custos de uma ´area delimitada da organiza¸c˜ao (por ex- emplo faturas) podem ser classificados atrav´es desta op¸c˜ao. Quando acede a esta funcionalidade, o utilizador ver´a primeiramente uma lista dos centros de custo j´a adicionados, podendo acrescentar mais se clicar na op¸c˜ao localizada no lado superior direito do ecran Inserir centro de custo. A´ı, deve indicar um nome e um c´odigo para o centro de custo e, se pretender, uma descri¸c˜ao para o mesmo. 2.2.6 Sub-centro de Custo Esta funcionalidade ativa-se tal como a op¸c˜ao Centro de custo (de- scrita anteriormente). Al´em disso, o objetivo desta op¸c˜ao ´e semelhante `a da op¸c˜ao Centro de custo, apesar de permitir uma classifica¸c˜ao ainda mais espec´ıfica do documento, ao possibilitar a inser¸c˜ao de um sub-centro de custo associado a um centro de custo previamente introduzido. 2.2.7 Funcion´ario Esta op¸c˜ao prende-se tamb´em com os campos auxiliares que permitem uma carateriza¸c˜ao mais exaustiva do documento e permite-lhe associar um n´umero de funcion´ario a um utilizador. Figura 2.87: Funcion´ario Para criar uma nova entrada clique no link Inserir Funcion´ario, vis´ıvel no canto superior direito.
  78. 78. 78 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.88: Link Inserir Funcion´ario Ir´a ser-lhe apresentado o formul´ario de inser¸c˜ao do funcion´ario. Preen- cha os campos apresentados: • Descri¸c˜ao: A descri¸c˜ao do funcion´ario; • Sigla: A sigla que ir´a identificar o funcion´ario; • Observa¸c˜oes: Campo de texto livre, serve apenas para sua referˆencia; • Ativo: Se retirar o visto, a entrada n˜ao far´a parte das entradas a serem apresentadas no campo. Figura 2.89: Formul´ario Inserir Funcion´ario Ao clicar no bot˜ao Inserir, ir´a criar a entrada e esta estar´a vis´ıvel na p´agina.
  79. 79. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 79 Figura 2.90: Funcion´ario inserido Se desejar alterar ou apagar um Funcion´ario, clique na sua Descri¸c˜ao para lhe ser apresentada a p´agina de edi¸c˜ao. Altere os dados e clique no bot˜ao Alterar ou remova a entrada clicando no bot˜ao Apagar. Figura 2.91: Alterar Funcion´ario 2.2.8 Network A funcionalidade Network surge como mais um poss´ıvel classificador de um documento, possibilitando a especifica¸c˜ao do mesmo tendo em conta
  80. 80. 80 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC o projecto ao qual est´a associado numa empresa. Para que esta op¸c˜ao seja ativada ´e necess´ario que o utilizador v´a ao menu Defini¸c˜oes e, depois de escolher a op¸c˜ao Interface configura¸c˜ao, clique em Menu, no canto su- perior direito, e de seguida escolha Campos aux. na lista pop-down A´ı, ´e poss´ıvel o utilizador escolher esta op¸c˜ao, bem como configurar o formato do c´odigo que ser´a gerado. 2.2.9 Ass. Utilizador Figura 2.92: Op¸c˜ao Associar Utilizadores Esta funcionalidade est´a tamb´em intimamente ligada aos campos auxiliares que permitem aprofundar a classifica¸c˜ao de um documento. Eles permitem a associa¸c˜ao de v´arios utilizadores a estes campos classificativos possibilitando assim uma carateriza¸c˜ao documental mais completa. Nota: Para ter acesso `a op¸c˜ao Campo Aux. navegue at´e ao menu Defini¸c˜oes, selecione Interface Configura¸c˜ao ir´a visualizar nessa p´agina a lista pop-down Menu (canto superior direito) e clique nela e selecione Campo Aux.. 2.2.10 Tipos Doc. Figura 2.93: Op¸c˜ao Tipos de Documento O tipo de documento ´e uma informa¸c˜ao que vai aparecer sempre que o utilizador introduzir um documento. ´E uma funcionalidade importante para definir os Tipos de Documentos introduzidos no Sistema de Gest˜ao Documental. O utilizador ao aceder `a funcionalidade Tipos Doc. pode criar, alterar ou remover tipos de documentos (figura 2.94).
  81. 81. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 81 Figura 2.94: Gest˜ao Tipos de Documentos No ecr˜a Tipos Doc. aparece no campo Tipos de Documentos, por omiss˜ao, a op¸c˜ao Novo Tipo, que ´e a op¸c˜ao indicada para o caso do utilizador pretender criar um novo tipo de documento. Nessa situa¸c˜ao, deve indicar uma descri¸c˜ao, uma sigla, um c´odigo e um template (caso seja necess´ario) para associar ao tipo de documento. De real¸car que nesta funcionalidade pode moldar o c´odigo do tipo de documento da forma que o utilizador pretender, bastando para isso selecionar a op¸c˜ao Gest˜ao de c´odigos (figura 2.95). Figura 2.95: Gest˜ao de C´odigos O tipo de documento ´e uma informa¸c˜ao que vai ser pedida sempre que
  82. 82. 82 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC se introduzir um documento no Sistema de Gest˜ao Documental. 2.2.11 Templates Figura 2.96: Op¸c˜ao Templates PDF Ao aceder a esta funcionalidade o utilizador poder´a alterar, apagar ou criar modelos sob o formato pdf. Estes templates relacionam-se com o aspecto gr´afico do documento e para gerar estes modelos ´e necess´ario que estes tenham um tipo de documento associados. Figura 2.97: Templates PDF Ao aceder a esta op¸c˜ao aparecer´a uma listagem dos templates pdf j´a criados (figura 2.97). Para modificar aspectos de um determinado template, o utilizador deve primeiramente clicar com o rato sobre o template pretendido. Em seguida, pode mudar o nome do template e salvar as altera¸c˜oes, car- regando no bot˜ao Alterar Nome, ou ent˜ao apagar o template se selecionar a op¸c˜ao Remover. Para proceder a altera¸c˜oes na estrutura de um template, tem de escolher a op¸c˜ao Editar que se encontra no canto superior direito do ecr˜a. Se pelo contr´ario, deseja criar um template de ra´ız, clique no op¸c˜ao Novo. Caso pretenda criar um novo template, deve selecionar a op¸c˜ao Tem- plate que se encontra no canto superior direito, indicar o nome que pretende e, seguidamente, proceder `a elabora¸c˜ao do mesmo. Esta funcionalidade ´e descrita pormenorizadamente na sec¸c˜ao 3.9 deste manual.
  83. 83. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 83 Tipos de Letra Se o desejar, pode inserir outros tipos de letra `a lista das fontes j´a inclu´ıdas. Para isso, basta clicar na liga¸c˜ao Tipos de Letra. Figura 2.98: Liga¸c˜ao Tipos de Letra Ir´a visualizar a lista dos tipos de letra que se encontram j´a instalados no iPortalDoc. Figura 2.99: Lista Tipos de Letra Para adicionar um novo tipo, bastar´a clicar no link Adicionar, na nova p´agina digitar em Descri¸c˜ao uma pequena referˆencia sobre o tipo de letra e clicar em Inserir. Figura 2.100: Inserir Tipos de Letra Ao clicar no bot˜ao Inserir ir´a fazer aparecer a p´agina de altera¸c˜ao/upload do tipo de letra.
  84. 84. 84 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.101: Tipos de Letra - Alterar Cique em Browse... para selecionar o tipo de letra e fazer o seu upload. NOTA: O tipo de letra deve ser do formato True Type Font. MS Office Word/Excel Figura 2.102: Op¸c˜ao Templates Office ´E poss´ıvel introduzir documentos atrav´es do MS Word 2007 (.docx) e Excel (.xlsx). Ap´os a classifica¸c˜ao ser´a feito o download do documento anterior- mente configurado para edi¸c˜ao no MS Office 2007. Quando o utilizador guardar o documento ´e questionado se pretende enviar para o iPortalDoc e, em caso afirmativo ser´a introduzido. O docu- mento ser´a guardado no iPortalDoc no formato PDF. NOTA: Para utiliza¸c˜ao desta funcionalidade ´e necess´ario que no MS Office as macros estejam ativas. Consulte as sec¸c˜oes seguintes para mais detalhes sobre como utilizar esta funcionalidade.
  85. 85. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 85 2.2.12 Templates Office Templates Office Passo-a-Passo NOTA IMPORTANTE: Para que a funcionalidade Templates Office fun- cione devidamente ´e necess´ario ter instalado no posto de trabalho o Microsoft SOAP Toolkit 3.0. O primeiro passo ser´a a cria¸c˜ao de um tipo de documento. A con- figura¸c˜ao efectua-se no Menu Defini¸c˜oes > Templates pdf > MS Office Word (ou Excel) e nesta interface clique no link Importar. Figura 2.103: Templates pdf - MS Office Word De seguida, atribue um nome e fa¸ca o upload de um documento deste tipo. Figura 2.104: Importar No menu defini¸c˜oes > Tipos Doc. associe, na op¸c˜ao ”Template de gera¸c˜ao autom´atica”, o Template (.docx ou .xlsx) com a designa¸c˜ao atribuida na importa¸c˜ao.
  86. 86. 86 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.105: Op¸c˜ao Template de Gera¸c˜ao Autom´atica Clique no bot˜ao Inserir, no fundo da p´agina, para confirmar a cria¸c˜ao do Tipo de Documento. Figura 2.106: Bot˜ao Inserir Selecione a diretoria desejada e associe tipo de documento no Menu Diretoria - Ass.Util.TipoDoc. Clique no bot˜ao Associar. Figura 2.107: Associa¸c˜ao Tipo de Documento
  87. 87. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 87 Poder´a agora introduzir o ficheiro atrav´es do Menu Documento - Intro- duzir. Figura 2.108: Op¸c˜ao Introduzir Preencha o formul´ario de Inser¸c˜ao (os campos assinalados com um as- terisco vermelho s˜ao de preenchimento obrigat´orio) e clique no bot˜ao Inserir no fundo da p´agina. Ap´os a introdu¸c˜ao, ´e automaticamente feito o download do modelo e aberto para edi¸c˜ao. Figura 2.109: Formul´ario de Inser¸c˜ao Ao clicar no bot˜ao Editar Documento localizado no fundo da p´agina. Figura 2.110: Bot˜ao Editar Documento O browser far´a o descarregamento do template para edi¸c˜ao.
  88. 88. 88 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.111: Template para edi¸c˜ao Abra o documento descarregado e edite-o. Figura 2.112: Documento editado Quando terminar a edi¸c˜ao e ao clique em gravar, receber´a um aviso de seguran¸ca que o notifica do fato de as macros terem sido desligadas.
  89. 89. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 89 Figura 2.113: Aviso de Seguran¸ca Clique em Op¸c˜oes... selecione Ativar este conte´udo e clique em OK. Figura 2.114: Op¸c˜oes de Seguran¸ca Insira as credenciais de utilizador e clique no bot˜ao iPortalDoc.
  90. 90. 90 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.115: Credenciais Utilizador Ap´os a inser¸c˜ao das credenciais o template ser´a inserido no iPortaldoc. Figura 2.116: Template inserido O documento estar´a dispon´ıvel no formato PDF.
  91. 91. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 91 Figura 2.117: Documento inserido em PDF Utiliza¸c˜ao de Pr´e-Inseridos nos Templates Office Este ´e o procedimento para utilizar pr´e-inseridos nos templates Office. 1. No Office, clicar no bot˜ao do Office e abrir as ”Op¸c˜oes do Word”. No separador ”Popular”, ativar a op¸c˜ao ”Mostrar separador Programador no Friso”. 2. Na barra superior, abrir o separador ”Programador” Figura 2.118: Separador ’Programador’ Com o segundo ´ıcone podemos inserir um pr´e-inserido simples (ex: En- tidade > Nome) Com o segundo ´ıcone da segunda linha podemos inserir um pr´e-inserido de uma data, tendo a possibilidade de definir o formato pre- tendido para a data.
  92. 92. 92 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Figura 2.119: Op¸c˜ao ’Propriedades’ Ap´os a inser¸c˜ao de um daqueles campos, selecionamos a op¸c˜ao ”Pro- priedades”para darmos um nome ao elemento (no caso da data podemos definir o formato). Nota: apenas ´e necess´ario inserir os campos, n˜ao ´e necess´ario preencher nada, para al´em do nome/etiqueta nas propriedades. 3. Guardamos o .docx e importamos o template para o iPortalDoc (Defini¸c˜oes > Templates pdf > MS Office Word). Depois de atribuir nome ao template e importar, ´e-nos apresentada a lista dos campos que colocamos e os pr´e-inseridos que lhes podemos associar. Figura 2.120: Lista de campos
  93. 93. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 93 Seleccionamos os campos pretendidos e importamos. Quando introduzirmos o documento estes campos j´a aparecer˜ao preenchi- dos no documento word. 2.2.13 Email Para fazer o upload de templates de mail em formato .eml aceda `a op¸c˜ao mail no menu Defini¸c˜oes > Templates. Figura 2.121: Op¸c˜ao Mail no menu Templates A pr´oxima p´agina apresentar´a a lista de templates de email importados. Figura 2.122: Listagem de templates de email
  94. 94. 94 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Ao clicar no link Importar ir´a poder nomear o seu template e selecionar qual o ficheiro .eml a ser importado, atrav´es do bot˜ao Browse... Figura 2.123: Gravar template de Email no Thunderbird Ap´os a importa¸c˜ao poder´a ver o(s) templates na listagem. Figura 2.124: Listagem com dois templates de email importados 2.2.14 Macros Figura 2.125: Op¸c˜ao Macros Permite definir pastas de destino dos documentos introduzidos nas a¸c˜oes de introduzir (anexos). Permite ainda aplicar macros diferentes `as a¸c˜oes de um documento, do tipo alterar, atualizar e introduzir (a¸c˜oes). A cria¸c˜ao de macros visa facilitar a tarefa de um utilizador aquando a introdu¸c˜ao de novos documentos. Assim, em vez ter de preencher um longo formul´ario de
  95. 95. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 95 cada vez que insere um documento, podem ser criadas macros que definam j´a qual o tipo de entidade, o t´ıtulo, o workflow e at´e mesmo o pr´oprio t´ıtulo do documento (figura 2.132), o que far´a com que um utilizador tenha um formul´ario mais curto para preencher ou mesmo que n˜ao necessite de um formul´ario para a introdu¸c˜ao de documentos. Figura 2.126: Defini¸c˜ao da Macro Ao selecionar a op¸c˜ao Macros, o utilizador encontrar´a uma listagem das macros j´a existentes. Para modificar o nome ou apagar uma macro, basta selecionar a macro pretendida e, posteriormente, carregar no bot˜ao Alterar (ap´os atribui¸c˜ao do novo nome) ou Remover. Figura 2.127: Alterar da Macro
  96. 96. 96 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Se pretender alterar os parˆametros de uma macro, depois de a selecionar deve carregar na op¸c˜ao Definir macro e proceder `as modifica¸c˜oes. Para associar um utilizador a uma macro deve dirigir-se ao menu Diretoria e selecionar a funcionalidade Ass. Utiliz. Macro. As duas imagens seguintes ilustram bem a redu¸c˜ao que se pode atingir no preenchimento de campos do formul´ario de introdu¸c˜ao de documento. Figura 2.128: Exemplo antes da cria¸c˜ao da macro (parcial) Figura 2.129: Exemplo ap´os a cria¸c˜ao da macro
  97. 97. 2.2. MENU DEFINIC¸ ˜OES 97 2.2.15 Palavras chave Figura 2.130: Op¸c˜ao Palavras Chave Com esta funcionalidade ´e poss´ıvel criar termos que se podem associar a documentos para uma futura recupera¸c˜ao atrav´es de pesquisa. Para isso existe o link Inserir palavras chave Figura 2.131: Inserir Palavras Chave Ao clicar nele poder´a criar uma palavra chave que estar´a depois dispon´ıvel aquando da inser¸c˜ao de um documento. Figura 2.132: Formul´ario de Inser¸c˜ao de Palavras Chave 2.2.16 Constr´oi FS Global Figura 2.133: Op¸c˜ao Constr´oi FS Global
  98. 98. 98 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC Esta funcionalidade permite que seja reconstru´ıda toda a hierarquia da File System Virtual, isto ´e, a hierarquia que ´e acedida via Explorador do Windows, no caso de ser este o Sistema Operativo utilizado pelos clientes. 2.2.17 Constr´oi mailFS Global Figura 2.134: Op¸c˜ao Constr´oi mailFS Global Ao aceder a esta funcionalidade, o utilizador procede `a reconstru¸c˜ao da hierarquia dos mails associados para todos os utilizadores. 2.2.18 iPortalDoc Light Figura 2.135: Op¸c˜ao iPortalDoc Light Nota: Esta op¸c˜ao s´o ser´a vis´ıvel ap´os a aquisi¸c˜ao e instala¸c˜ao da solu¸c˜ao iPortalDoc Light. Devido `a natureza da sua miss˜ao, o iPortalDoc ´e instalado no servidor de intranet, longe do ambiente de comunica¸c˜oes da organiza¸c˜ao. No entanto, pode ser ´util conceder, de uma forma restrita, acesso aos conte´udos e fun- cionalidades contidas no iPortalDoc. O Administrador do sistema ser´a capaz de listar os utilizadores com permiss˜oes assim como alterar as configura¸c˜oes que deseje, como ´e visivel na figura 2.136.
  99. 99. 2.3. MENU WORKFLOW 99 Figura 2.136: iPortalDoc Light - Users List Se a solu¸c˜ao iPortalDoc Light lhe interessa, entre em contato connosco atrav´es do seguinte endere¸co: iportaldoc@iportalmais.pt 2.2.19 Introduzir Hierarquia Para mais informa¸c˜oes sobre esta funcionalidade consulte a sec¸c˜ao 2.5.1. 2.2.20 Projectos Para ter esta op¸c˜ao ativa ´e necess´aria a sua configura¸c˜ao no menu Defini¸c˜oes (ver menu Defini¸c˜oes - Interface de configura¸c˜ao). Ao introduzir um projecto tem que se selecionar uma zona e uma ´area de projecto as- sim como uma entidade v´alida (que esteja no IPContactos). Nessa mesma interface depois de escolhida a zona e a ´area para o projecto, ´e gerado au- tomaticamente o c´odigo para o projecto permitindo associar utilizadores do iPortalDoc `as diversas pastas da hierarquia do projecto. 2.3 Menu Workflow ´E atrav´es do Workflow que o Sistema de Gest˜ao Documental vai fun- cionar, Qualquer documento que se encontre no iPortalDoc tem um fluxo
  100. 100. 100 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC de trabalho (workflow) pr´oprio. No m´ınimo possui uma etapa de armazena- mento, ou poder´a ter predefinido um circuito no qual v´arios utilizadores po- dem participar, realizando tarefas sobre o documento. Apenas os utilizadores com perfil de Super User podem aceder a este menu (figura ??) NOTA: Para mais informa¸c˜oes sobre como criar um workflow Consulte o Cap´ıtulo 5 Figura 2.137: Menu Workflow 2.3.1 Desenhar um esbo¸co Antes de se proceder `a concep¸c˜ao do Workflow desejado, dever-se-´a definir todos os passos que o nosso fluxo de trabalho percorrer´a. Esta plani- fica¸c˜ao facilitar´a o passo seguinte da concep¸c˜ao.
  101. 101. 2.3. MENU WORKFLOW 101 Figura 2.138: Exemplo de um Workflow 2.3.2 Conceber Figura 2.139: Op¸c˜ao Conceber Com o iPortalDoc s˜ao disponibilizados alguns templates de fluxos de trabalho. No entanto, atrav´es da funcionalidade de gera¸c˜ao de Workflows (Conceber) o cliente poder´a criar novos fluxos de trabalho ou alterar os ex- istentes. Ao selecionar esta funcionalidade o utilizador acede a uma listagem
  102. 102. 102 CAP´ITULO 2. FUNCIONALIDADES DO IPORTALDOC com todos os workflows. Ap´os clicar num dos workflows, este poder´a efectuar a visualiza¸c˜ao do diagrama do mesmo, selecionando o link Editar apresen- tado no canto superior direito da frame central do iPortalDoc. Apenas os Workflows que ainda n˜ao foram instanciados permitem efec- tuar altera¸c˜oes nos diagramas. Para todos os outros que possuam instˆancias, a interface de edi¸c˜ao ´e meramente informativa. Caso prtenda alterar work- flows instanciados, dever´a, primeiramente, selecionar a op¸c˜ao Remover Instˆancia (se n˜ao tiver nenhum documento j´a criado com esse workflow) Para criar um novo fluxo de trabalho, ap´os ter acedido `a funcionalidade Conceber do menu Workflow, o utilizador dever´a clicar no link Conceber apresentado no canto superior direito da frame central do iPortalDoc. No formul´ario apresentado, dever´a introduzir uma descri¸c˜ao para o fluxo de trabalho e definir se este permite ou n˜ao a introdu¸c˜ao de um docu- mento sem efectuar o upload de um ficheiro (por defeito esta op¸c˜ao n˜ao est´a selecionada). O fato de ser poss´ıvel introduzir um documento no sistema sem anexar um ficheiro, permite o uso de informa¸c˜ao gerada aquando da in- trodu¸c˜ao do mesmo, no ficheiro a ser desenvolvido e posteriormente anexado ao documento. Um exemplo disto mesmo, ser´a a introdu¸c˜ao de um documento do tipo Proposta, cujo c´odigo gerado (Pr 24/2004) pelo iPortalDoc ´e posteriormente utilizado no conte´udo do ficheiro, a enviar para o cliente e a ser anexado ao documento. Esta op¸c˜ao ´e muito ´util, quando o utilizador quer introduzir registos sobre determinado assunto ou quando quer introduzir documentos ao longo do workflow. Ap´os a introdu¸c˜ao do Workflow ´e disponibilizado o acesso `a edi¸c˜ao do mesmo, atrav´es do link Editar apresentado no canto superior direito da frame central do iPortalDoc. A interface de edi¸c˜ao e diagrama do fluxo de trabalho s˜ao apresentados numa nova janela. Nesta existe uma barra de ferramentas que disp˜oe de mais ou menos menus, consoante os elementos do diagrama que est˜ao selecionados: • Menu Estados – Inserir: sempre ativo;
  103. 103. 2.3. MENU WORKFLOW 103 – Alterar: ativo se um estado est´a selecionado; – Remover: ativo se um estado est´a selecionado; • Menu a¸c˜oes – Inserir: ativo se um estado est´a selecionado; – Alterar: ativo se uma a¸c˜ao est´a selecionada; – Remover: ativo se uma a¸c˜ao est´a selecionada; • Menu F.Transi¸c˜ao – Inserir: ativo se um estado com a¸c˜ao est´a selecionado; – Alterar: ativo se uma fun¸c˜ao de transi¸c˜ao est´a selecionada; – Remover: ativo se uma fun¸c˜ao de transi¸c˜ao est´a selecionada; Foram atribu´ıdos os seguintes s´ımbolos aos v´arios elementos do work- flow: • Bolinha preta e tra¸co associado: representa a introdu¸c˜ao do doc- umento; • C´ırculo: estado; • Quadrado: a¸c˜ao; • Tra¸co: fun¸c˜ao de transi¸c˜ao; Devido aos fluxos de trabalho do iPortalDoc serem baseados em m´aquinas de estados, antes de iniciar a concep¸c˜ao de um workflow o utilizador dever´a estruturar o mesmo, por forma a que o diagrama obede¸ca `as seguintes regras: • As fun¸c˜oes de transi¸c˜ao saem sempre pela parte inferior do estado e entram pela parte superior de outro estado; • Entre dois estados n˜ao podem existir duas fun¸c˜oes de transi¸c˜ao em s´erie (uma a seguir `a outra); • N˜ao pode existir mais que um estado final;

×