Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
1
Escr...
2 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”A pal...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
3
A pa...
4 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
Toda...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
5
Apla...
6 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”Um du...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
7
Ness...
8 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”Em no...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
9
Eu p...
10 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”Com ...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
11
Um ...
12 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”A lu...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
13
o n...
14 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
Nós...
Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”
15
Uma...
16 Escriba
A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8
ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010
Jornalista Responsável:
Jaricé Braga
“
”Mari...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Especial marinho

1.128 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.128
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Especial marinho

  1. 1. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 1 Escriba A VOZ DO ESPECIAL Mário Sérgio - MARINHO DEZEMBRO 2010 - Jornalista Responsável: Jaricé Braga Um grande líder não é fabricado com os galardões que podem ostentar eventualmente. Um grande líder é conhecido pelos seus atos e por suas conquistas.
  2. 2. 2 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ”A palavra do Irmão Benedito Marques Ballouk Filho "Nos últimos dez anos, o Irmão Mário Sérgio Nunes da Costa - afianço a vocês para aqueles que acreditam na minha sinceridade de espírito - repito, o Irmão Mário Sergio é o homem certo e porquenãodizer,meusIrmãosmuitomelhor.doqueeupelaqualidade,pelodesprendimentoque o Irmão Mário Sérgio tem pela Maçonaria. Eu peço a todos os Irmãos paulistanos que colaborem muito com a campanha do nosso Irmão Mario Sérgio para que possamos legar a todo o Estado de São Paulo uma grande gestão. Não é a vaidade que nos enobrece. Não são as medalhas que nos envaidecem em hipótese alguma. Nem é o cargo que vai nos colocar na condição de melhor ou pior amigo um do outro. Muito pelo contrário. O Irmão Mário Sérgio é um Irmão que ele tem absoluta consciência da responsabilidade dessa nova gestão do Grande Oriente de São Paulo. Ele conhece, e ele não conhece porque ouviu falar, ele não conhece porque ficou acompanhado o Grão-Mestre esperando o Grão-Mestre morrer para assumir o cargo dele. Não! Ele acompanhou a gestão desse Grão-Mestre e se a minha gestão, se vocês analisarem essa gestão como produtiva e positiva em 100%, muito obrigado. E acreditem: com certeza que 80% foram frutos do trabalho do Irmão Mário Sérgio. E digo isso porque enquanto eu estava em todo o estado de São Paulo levando as mensagens de nossa ges- tão, eu tinha alguém na casa de máquinas cuidando de toda a administração do Grão-Mestre. Foi esse o seu trabalho, a sua dedicação, a sua competência, a sua eficiência. Eu me orgulhava quando chegava a uma Loja e um Irmão parabenizava o nosso trabalho e dizia: "Mas eu nem conheço o Irmão Marinho!" E eu respondia: "Que bom! Mas sabe o trabalho queelefez!" A nossa Maçonaria do Grande Oriente do Brasil está hoje representada aqui pelo nosso Sobe- rano Grão-Mestre Geral Marcos José da Silva. Nós vamos nos juntar a ele com toda a felicidade da maior Maçonaria daAmérica Latina, a Maçonaria do Grande Oriente de São Paulo." "Eu me orgulhava quando chegava em uma loja e um Ir- mão parabenizava o nosso trabalho e dizia: "Mas eu nem conheço o Irmão Marinho!" E eu respondia: "Que bom! Mas sabe o trabalho que ele faz!" A nossa Maçonaria do Grande Oriente do Brasil está hoje representada aqui pelo nosso Soberano Grão-Mestre Geral Marcos José da Silva. Nós vamos nos juntar a ele com toda a felicidade da maior Maçonaria da América Latina, a Maçonaria do Grande Oriente de São Paulo." Foi essa gestão, sequenciando a gestão do Irmão Claudio Roque, que fez com que nos tomássemos a responsabilidade de reinserção da Maçonaria na política para que voltássemos a influir positivamen- te nos destinos de nossa Pátria
  3. 3. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 3 A palavra do Irmão Marinho Com a presença de mais de 900 convidados entre irmãos, autoridades profanas, cunhadas, o Círculo Militar de São Paulo, ficou completamente lotado para receber os Irmãos Mário Sergio (Marinho) e Benedito Marques Ballouk, que apresentaram naquela oportunidade sua candidatura para o cargo de Eminente Grão- Mestre do Grande Oriente de São Paulo e Adjunto. Quando da fala do Irmão Mário Sergio todos aplaudiram de pé, apesar de dizer ser difícil centrar o raciocínio em um momento de emoção como aquele. "AgradeçoafaladonossoIrmãoBalloukquefaloucomocoraçãoesendoumoradoreméritotem uma visão política em comum e a fala dele hoje muito me tocou. Não tenho dúvidas que hoje é uma noite importante para mim e para a Maçonaria de São Paulo. É um jantar de cunho político e maçô- nico,masétambémummomentoincomumedifícildeconseguirmosconfraternizar.Temosmomen- tos parecidos com esse, mas específicos. Em nossas oficinas é muito difícil organizar e trazer para junto de nós tantos maçons formadores de opinião de todo o nosso estado e nesta noite, como um presentepessoal,umformadordeopiniãodetodoonossoBrasil,edigoissoporquetemosentrenós o mandatário maior, o Soberano Irmão e GrandeAmigo Marcos José da Silva, que se faz acompa- nhar de sua senhora nossa cunhada Ligia e de nosso antecessor, o Sapientíssimo Grão-Mestre Geral Adjunto Irmão Claudio Roque Buono Ferreira. E nesse momento importante peço permissão a todos os presentes para solicitar a presença de ambos aqui ao nosso lado para coroar o lançamento de nossa campanha. Foi a partir da gestão do Irmão Claudio Roque Buono, com a visão de profissionalização da gestão, que nós, Ballouk principalmente e eu, pudemos desenvolver devagar esse projeto não só da administração em si, mas o projeto da Maçonaria de São Paulo com a sociedade civil organizada. Idealizar projetos que estão no meio de sua implantação e que, se formos agraciados com os votos dos Irmãos e houver êxito no nosso pleito, iremos continuar implantando para honra e glória da Maçonaria do Grande Oriente de São Paulo. A Maçonaria é uma entidade filosófica que tem entre seus membros uma inclinação comum e indispensável: ela é totalmente voluntaria. Os Irmãos não atenderam a nenhuma convocação. Estão aqui porque são gentis, carinhosos e estão aqui porque gostam e desejaram estar entre nós. Peço que semantenhamcomessauniãoenãosópeloMarinhooupeloBallouk,mantenhamassimpelanossa organização,pelanossaSublimeOrdem. Vivemos em um País que já foi doTerceiro Mundo e que tem tantas carências sociais. Sabemos que a sociedade organizada dentro da Maçonaria é um balaústre, a verdadeira arca da aliança da moralidadedeefeitosmorais. Temos esse compromisso e não podemos decepcionar aqueles que esperam o nosso empenho nas causas sociais. Estamos nesse momento implantando esses programas. Não temos que resgatar todo o passado porque ele lá estará sempre como sempre foi, mas podemos construir um futuro em queaFamíliaMaçônicatenhaumaparticipaçãoefetivanasociedadecivilepolíticacomosconceitos da Maçonaria, com os conceitos que aprendemos, desenvolvemos trazemos da nossa formação e enriquecemoscomafilosofiadenossaSublimeOrdem. Nesse momento de emoção agradeço a todos esse voto de confiança de amizade e de prestigio à minha amada Jaques DeMolay, a minha família, a todos os nossos Irmãos, a todos os amigos e a Deus." Hoje vou repetir o que falei há quatro anos passados. Tenho a certeza que o Ballouk soube fazer com que o Adjunto que será o nosso futuro Grão-Mestre estivesse totalmente prepa- rado para esse momento
  4. 4. 4 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” Toda continuidade vem sempre com um gás especial e isso o nosso Irmãos Marinho tem, e muito. É preciso saber o que o nosso Irmão Marinho quer dar de continuação
  5. 5. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 5 Aplaudindo as nossas cunhadas e um voto impossívelOCírculoMilitardoEstadodeSãoPaulofoipalcopara o lançamento da candidatura dos Irmãos Mário Sergio e BeneditoBalloukparaomaisaltodamaçonarianoEstado de São Paulo. Na oportunidade, o Grão-Mestre Geral do Grande Ori- ente do Brasil Irmão Marcus José da Silva estava prestigiandooevento. - Temos a alegria no coração por ver o trabalho desses Irmãos,umtrabalhopordemaissatisfatórioeengrandecedor para o Grande Oriente do Brasil. Isso nos dá o prazer e não só a obrigação de, em nome do Grande Oriente do Brasil, apoiar essa chapa. O Grão-Mestre Geral garante que existe outro motivo para esse apoio. -OIrmãoMárioSérgiomeconfidenciouasuaintenção de cada vez mais incrementar a fraternidade feminina nos estados. E peço a todos os presentes que essas valorosas cunhadas, na pessoa da cunhada Rosinha, sejam aplaudi- dasportudoqueelasfizeramefazemnanossaInstituição. Se não fosse essas mulheres, nenhum de nós estaria aqui hoje, comemorando o lançamento da candidatura dos Ir- mãos Mário Sérgio e Ballouk, uma candidatura que tenho certeza trará frutos e trabalhos magníficos não só para o Grande Oriente de São Paulo como também e principal- mente para o Grande Oriente do Brasil. Peço, em nome do Marinho e do Bullock, que todos os Maçons fiquem de pé eaplaudamtodasasnossascunhadas.Issoéomínimoque podemos fazer pelo tanto que elas máximo que elas fazem por todos nós. O Grão-Mestre Geral não deixou de registrar que todos os Irmãos sabem que o Grão-Mestrado Geral não podesemanifestaremnenhumaparticipaçãopolítica. - Infelizmente isso eu não posso fazer, mas se eu pudes- se o meu voto seria do Marinho e do Ballouk. O não-voto de um Grão-Mestre Geral pode valer tanto quanto o trabalho filantrópico de nossas cunhadas: valer mais que ouro. Nessa administração de con- tinuidade uma luz fica mais afastada para que a outra luz brilhe plenamente e possa sair vitoriosa e passar a tocha para outro
  6. 6. 6 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ”Um dupla garantia de continuidadeO Irmão Cláudio Roque Bueno não poderia estar au- sente no lançamento da can- didatura para o Grão- Mestrado dos Irmãos Mário Sergio e Benedito Marques Ballouk do Grande Oriente do Brasil em São Paulo. - Há quatro anos a dupla Ballouk e Mário Sérgio re- presenta para mim mais que uma esperança. Os dois são a certeza absoluta de uma evolução do Grão-Mestrado que havíamos feito, nós três juntos - declarou o Irmão Roque. Eprosseguiu: - Hoje vou repetir o que faleiháquatroanospassados. Tenho a certeza que o Ballouksoubefazercomque o Adjunto que será o nosso futuro Grão-Mestre estives- setotalmentepreparadopara esse momento.Adupla Má- rio Sérgio Nunes da Costa e BeneditoMarquesBallouké uma garantia da continuida- de e da evolução do Grande Oriente de São Paulo. Como membro do Gran- de Oriente de São Paulo, te- nhoahonradedizeraquiem público que meu voto é de ambos porque acredito no que juntos poderão fazer de bem para a nossa Ordem - afirmou Irmão Cláudio Ro- queBueno. Vivemos em um País que já foi do Terceiro Mundo e que tem tantas carências sociais. Sabemos que a sociedade organizada dentro da Maçonaria é um balaústre, a verdadeira arca da aliança da moralidade de efeitos morais
  7. 7. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 7 Nesse momento de emoção agra- deço a todos esse voto de confi- ança de amizade e de prestigio à minha amada Jaques DeMolay, a minha família, a todos os nossos Irmãos, a todos os amigos e a Deus
  8. 8. 8 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ”Em nome do passado e do futuro, o apoio aos Irmãos Marinho e BalloukNa cerimônia do lançamento da campanha para o mais alto cargo de nossa instituição no Estado de São Paulo, diversos Irmãos deixaram suas mensagens de reconhecimento pelo trabalho que vem sendo feito pelos Irmãos Mário Sergio e Ballouk à frente do Grande Oriente de São Paulo e da importância dessa continuidade. O Irmão João Batista disse que tem feito alguns pronunciamentos em eventos da Ma- çonariaetemditoqueosMaçonsdanossaépocatêmfeitosemprereferênciaaosMaçons do passado, falando daqueles que construíram a Independência do Brasil pelo seu traba- lho, pela sua luta pela sua dedicação à causa nacional. -Tenho falado daqueles que, como CastroAlves, Rui Barbosa e Luiz Gama, lutaram para que nos afastássemos do Brasil a pecha de país escravagista e libertássemos os nossos Irmãos da terrível escravidão. Particularmente do nosso irmão CastroAlves, que viveu apenas 24 anos, mas que deixou seu nome indelevelmente marcado, não só pela sua poesia romântica, mas por sua poesia de luta. Ele fazia da sua pena um instrumento delutacontraaescravidão.Seuspoemas"Vozesd'África"e"Navionegreiro"falavamda necessidade de reconhecermos nossos Irmãos de cor na mesma igualdade de todos nós eoresultadofoiquepelamãodeumamulher,aPrincesaIsabel,tivemosalibertaçãodos escravos, resgatando a nossa pátria da sua pecha que nos pesava tanto. O Irmão João Batista tem falado também da Proclamação da República, que se deu em um dia próximo aos dias de hoje, no dia 15 de novembro, e que passou em brancas nuvensnahistóriadoBrasil. -Passouembrancasnuvensnasescolas,passouembrancasnuvensnasinstituiçõesde ensino. Ninguém falou que o dia 15 de novembro é o dia da Proclamação da República no país e o dia 19 de novembro é o Dia da Bandeira, símbolo do Brasil. Uma das poucas instituições que mantém o culto à Bandeira, o culto ao civismo e ao amor à pátria é a Maçonaria, que a cada reunião que faz considera a maior autoridade a Bandeira do Brasil. Mas não creiam que tudo isso é só patriotismo e saudosismo. - Temos falado muito dos Irmãos do passado. Fizeram tudo aquilo pela grandeza do Brasil. Mas temos nos esquecido da nossa responsabilidade pessoal direta . E foi essa gestão, sequenciando a gestão do Irmão Claudio Roque, que fez com que nos tomásse- mos a responsabilidade de reinserção da Maçonaria na política para que voltássemos a influirpositivamentenosdestinosdenossaPátria. E conclui o Irmão João Batista: - No passado todos os atos importantes tiveram a presença ativa da Maçonaria.Ago- raestávamosàmargemegraçasaessasúltimasgestõesvoltamosaparticipardodestino da nossa Pátria brasileira e o prosseguimento dessa gestão com Marinho e Ballouk re- presenta a continuidade da nossa condição de respeito ao nosso dever de Maçom de fazer do Brasil não apenas um grande País que recebemos de nossos antepassados, mas um País grande e glorioso que queremos entregar a nossa posteridade. Por isso o meu apoio dedicado à chapa do Irmão Mário Sérgio e Ballouk. Nos últimos dez anos, o Irmão Mário Sérgio Nunes da Costa - afianço a vocês para aqueles que acreditam na minha sinceridade de espírito - repito, o Irmão Mário Sergio é o homem certo e por que não dizer, meus Irmãos muito melhor. do que eu
  9. 9. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 9 Eu peço a todos os Irmãos paulistanos que colaborem muito com a campanha do nosso Irmão Mario Sérgio para que possamos le- gar a todo o Estado de São Paulo uma grande gestão
  10. 10. 10 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ”Com Marinho, a Maçonaria do Estado de São Paulo estará no caminho da perfeiçãoNacerimôniadolançamentodachapaUnidospeloGOSP, dos Irmãos Mário Sérgio Nunes da Costa e Benedito Mar- ques Ballouk Filho, como Grão-Mestre e Grão-MestreAd- junto, estiveram presentes diversos Irmãos e Lojas. Na oportunidade o Irmão SantiagoAnsaldo deArostegui disse que Maçonaria é uma união fraternal de homens livres para tentar fazer melhor a sociedade. -Estouhojepresentenesselançamentonãosópelaamiza- de pessoal, mas principalmente porque o Irmão Mário Ser- gio, que é conhecido carinhosamente por Marinho, é a pes- soa certa para governar a Maçonaria do Estado de São Pau- lo como um Maçom regular, inteligente, que sabe o que tem que fazer com fraternidade e tolerância. Para o Irmão Santiago, a Maçonaria no Estado de São Paulo está muito bem, mas não pode se acomodar. - É preciso que ela seja ainda melhor e com certeza tendo onossoIrmãoMarinhocomoEminenteGrão-Mestreelaserá melhor ainda. Não tenho a menor dúvida que com a vitória do nosso Irmão Marinho. Ele levará a Maçonaria para frente e colocará com sabedoria mais tijolo nesse grande templo que vai no caminho da perfeição. O Irmão SantiagoAnsaldo deArostegui foi Grão-Mestre dos Templários e Past Grão-Mestre do Grande Priorado no Brasil, e fala com o coração que os Templários atuais têm a herança espiritual dosTemplários originais, e os intuitos dos Templários da época do cristianismo primitivo, portanto um cristianismoqueune,umcristianismoquepraticaaquelamá- xima que todos que todos nos devemos ter gravada: o amor aopróximo. - Fico orgulhoso de dizer que osTemplários no Brasil ca- minham muito bem. Há muito tempo que a Ordem está no Brasileteráumfuturomuitobom. Com os meus mais de 30 anos de Maçonaria, ele não quer ser pretensioso, não quer assumir a posição de dono da ver- dade: cada um tem a sua. - Mas eu gostaria de pensar que estamos no século XXI e que, portanto, se a Maçonaria tem que focar na sociedade, não existe a menor dúvida que com a vitória do Irmão Mari- nho para Grão-Mestre a Maçonaria avançará nesse século XXI da forma adequada no Estado de São Paulo - conclui o IrmãoSantiagoAnsaldodeArostegui. Não é a vaidade que nos enobre- ce. Não são as medalhas que nos envaidecem em hipótese alguma. Nem é o cargo que vai nos colocar na condição de melhor ou pior amigo um do outro
  11. 11. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 11 Um grande líder não é fabricado com os galardões que podem os- tentar eventualmente. Um grande líder é conhecido pelos seus atos e por suas conquistas
  12. 12. 12 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ”A luz no final do túnelOIrmãoRobertoExpeditoCasemiroestavapre- sentenacerimôniadolançamentodacampanhapara o Grão-Mestrado dos Irmãos Mário Sérgio e Ballouk. ParaoIrmãoRobertoExpedito,aMaçonariaem São Paulo é sem duvida uma grande pujança, uma grande força e existe comunhão entre as potências. Ele veio das Grandes Lojas e se filiou no Grande Oriente do Brasil no Estado de São Paulo, onde estoumuitobemacolhido. -Hojeestouparticipandodolançamentodacam- panha do Irmão Mário Sérgio que prefiro chamar de meu amigo e Irmão Marinho, e vejo com muita alegria que temos que incentivar e dar forças aos Irmãos que estão sempre prontos e dispostos ao trabalho como o Irmão Marinho, Ballouk. Todos os dois estão envolvidos nas nossas Ordens adicio- nais como os Templários, Arco Real, nos nossos Supremos Conselhos. São Irmãos que estão sem- prebemdispostos,inclusiveàsvezescomsacrifício até da sua própria família e da sua privacidade. Se essesIrmãostêmideal,precisamosnosuniremtor- no deles e fortalecer essa união e esse ideal. Para o Irmão Expedito, "a historia é historia e não podemos negar a história". - Somos decorrência dessa história e em deter- minadosmomentostodasasinstituiçõesestãoaba- ladas por determinados problemas que a nossa na- ção está vivendo. E, se estamos acordados para isso, temos que ascender e continuar com o ensinamento do passado, trabalhar o presente para ter um futuro melhor, principalmente incentivando as nossas Ordens: a Estrela do Oriente, as Filhas de Jó, os nossos DeMolays porque assim unidos po- demos mudar um pouco a nossa sociedade. Por isso a sua confiança na administração do Ir- mãoMarinho. - Ele é história, ele é continuidade. E toda conti- nuidade vem sempre com um gás especial e isso o nosso Irmãos Marinho tem, e muito. É preciso sa- ber o que o nosso Irmão Marinho quer dar de con- tinuaçãoenessaadministraçãodecontinuidadeuma luzficamaisafastadaparaqueaoutraluzbrilheple- namente e possa sair vitoriosa e passar a tocha para outro, mas nós estamos em toda essa luz para no final ver a grandeza do fogaréu. É a luz no final do túnel - vibra o Irmão Roberto Expedito Casemiro. O Irmão Mário Sérgio é um Irmão que ele tem absoluta consciência da responsabilida- de dessa nova gestão do Grande Oriente de São Paulo. Ele conhece, e ele não conhece porque ouviu falar, ele não conhece porque ficou acompanhado o Grão-Mestre esperan- do o Grão-Mestre morrer para assumir o cargo dele “Uma luz fica mais afastada para que a outra luz brilhe plena- mente e possa sair vito- riosa e passar a tocha para outro, mas nós estamos em toda essa luz para no final ver a grandeza do fogaréu”
  13. 13. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 13 o nome certo no lugar certo O Irmão Cláudio Garcia pertence à LojaAcácia de Cubatão: - Hoje, quando do lançamento da candidatura do Irmão Marinho para o mais alto cargo de nossa Instituição, muito nos orgulhamos em entregar uma carta de apoio de todos os nossos Irmãos. Para o Irmão Cláudio, "o Irmão Ballouk já fez um bom trabalho e acreditamos na continuidade com o Irmão Marinho, que é a Maçonaria unida por São Paulo." - O Irmão Marinho é um Irmão maravilhoso, é um Irmão que ajuda muito a Baixada Santista e está sempre em todos os nossos eventos, participando efetivamente de nossa vida maçônica - conclui o Irmão CláudioGarcia. Um exemplo de amigo e de irmão - Nada sei sobre Maçonaria. Sou um profano que conheci a Maçonaria através do trabalho do MárioSergioonossoMarinho.Tenhoacertezaab- soluta que a Maçonaria, se não for a mais séria, é uma das mais sérias Instituições do nosso País e digo isso por que Marinho muito se orgulha em ser chamado de Maçom e ostentar os galardões da Maçonaria no mundo profano. Estas são palavras de José Paulo Nunes da Cos- ta.Eleestavapresentenacerimôniadolançamento da candidatura para Grão-Mestre do Grande Ori- ente de São Paulo do Irmão Marinho, a quem mui- to se orgulha em chamar de irmão. Irmão de san- gue. Para Paulo Nunes, Marinho, além de irmão, é umamigo. - Irmão, amigo, um grande companheiro, um exemplo como chefe de família e um homem que todos nos aprendemos a amar e respeitar. Todos nós temos nele como um exemplo a ser seguido - conclui José Paulo Nunes da Costa. Marinho: Ele acompanhou a gestão desse Grão-Mestre e se a minha gestão, se vocês analisarem essa gestão como produtiva e positiva em 100%, muito obrigado. E acreditem: com certeza que 80% foram frutos do trabalho do Irmão Mário Sérgio
  14. 14. 14 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” Nós, da Baixada Santista, apoiamos o Irmão Marinho O Irmão Raul Pedroso de Lima Junior estava presente na cerimônia do lançamentodacandidaturaparaEminenteGrão-MestredoGrandeOrientedo Brasil no Estado de São Paulo do Irmão Marinho. OIrmãoRaulpertenceàLojaHiranAbifeedissequecommuitoorgulhofez a entrega de uma carta de apoio à candidatura do Irmão Marinho, assinada por todos os seus obreiros e, em particular, com o seu apoio incondicional. -Tenho a certeza que a eleição do Irmão Marinho será uma continuação do queestásendofeito.Logicamentequecadaumcomsuasdiferençaseprecisa- mos inovar caminhando com a continuidade e suas mudanças. A Baixada Santista sempre apoiou o Irmão Ballouk e iremos continuar a apoiar o nosso Irmão Marinho - declarou o Irmão Raul Pedroso de Lima Junior. Um depoimento do coração Visivelmente emocionado, o Irmão Ronaldo Conte estava presente na ceri- mônia do lançamento da candidatura do Irmão Mário Sérgio e falou com o coração. - Não tenho a menor dúvida que é uma grande honra estar aqui, especial- mente porque posso dar um depoimento sobre os Irmãos Mário Sérgio e Ballouck como recém-saído de um hospital onde fiquei mais de 30 dias inter- nado. Declaro publicamente nesse momento de festa que só estou vivo e pre- sente nesse palco pela imensa solidariedade e ação que nossos dois Irmãos tiveram em meu favor em um momento que mais precisei e para dizer a cada um de vocês que com pessoas com a grandeza de caráter e de moral como MarinhoeBalloucktodosnóssempreestaremosamparadoscomonaqueledia em que todos nós juramos defender os nossos Irmãos. OIrmãoRonaldgarantequeaMaçonariadesenvolvidaemSãoPaulosobo malhete dos Irmãos Marinho e Ballouck é a Maçonaria que todos sonhamos mesmo antes de entrar ou ingressar em nossa Ordem. - É a Maçonaria que escreveu as páginas da historia pela sua mobilização e defesa dos direitos civis. Hoje a Maçonaria já é uma instituição reorganizada comoumestado,inseridapoliticamente.Nessaúltimaeleiçãopelaprimeiravez contabilizamos que ajudamos a eleger 11 deputados estaduais e 7 deputados federais em nosso estado. Mas nós não somos só um estado: nós somos uma reserva moral da sociedade e essa reserva moral precisa de coragem, de visão, de modernidade. Estou absolutamente seguro que os Irmãos Mário Sergio e Ballouck, e nossas lideranças, como o nosso Soberano Grão-Mestre Geral, darão uma nova dinâmica a nossa Maçonaria do Grande Oriente do Brasil no Estado de São Paulo - afirma o Irmão Ronald Conte. Enquanto eu estava em todo o estado de São Paulo levando as mensagens de nossa gestão, eu tinha alguém na casa de máquinas cuidando de toda a administração do Grão-Mestre
  15. 15. Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ” 15 Uma apaixonada pela vida, pela arte e pela MaçonariaMário Sergio Nunes da Costa, empresário e Ba- charelemDireito,conhecidocarinhosamentecomo o Irmão Marinho. O Marinho ainda muito jovem conheceu a não menos jovem Silmara e com ele jurou amor eterno perante Deus. Dessa união surgiram duas grandes sementes: AndréLuizeNatáliaRegina. QuandodolançamentodacandidaturadoIrmão MarinhoparaomaisaltocargodaMaçonaria,nossa reportagem entrevistou a jovem Natália Regina Dragone da Costa, que foi logo dizendo: - Marinho é homem dividido entre o trabalho, a maçonaria e a família e compromissado com tudo queeleresolvefazer.Porissoeutenhomuitoorgu- lho de ser sua filha e seguir seus grandes e bons exemplos. Natália não perde fôlego. - Olha, eu amo a Maçonaria e digo isso porque meu pai também ama essa instituição, e se ele ama essa Ordem é porque a Maçonaria representa uma dasmaissériasinstituiçõesqueexisteemnossoPaís. Para Natália, tudo o que seu pai faz, ele faz com muitaseriedadeemuitoamorquesempresetrans- forma em sucesso. -Tenho a absoluta certeza que, sendo o meu pai escolhido para esse tão alto cargo, terá o apoio de todos os maçons do nosso Estado de São Paulo. Nãotenhooutraspalavrasanãoserdizerquequan- do se fala em ética, liberdade, igualdade, fraternidade,amor,respeito,solidariedadeserásem- pre o sinônimo de Mário Sérgio, o meu pai. A jovem Nátalia é uma pessoa apaixonada pela vida e pela arte. Estudante de artes plásticas, ela pretende ser uma produtora cultural. Por ser quem é e filha de quem é, ninguém duvida que ela conquistará o seu espaço com su- cesso, dedicação, trabalho, talento e seriedade. A nossa Maçonaria do Grande Oriente do Brasil está hoje representada aqui pelo nosso Soberano Grão-Mestre Geral Mar- cos José da Silva. Nós vamos nos juntar a ele com toda a felicidade da maior Maço- naria da América Latina, a Maçonaria do Grande Oriente de São Paulo
  16. 16. 16 Escriba A VOZ DO78934617 - ID 55*438357*8 ESPECIAL MARINHO - DEZEMBRO 2010 Jornalista Responsável: Jaricé Braga “ ”Mario Sérgio Nunes da Costa Um grande líder da Maçonaria brasileiraUm grande líder não é fabricado com os galardões que podem ostentar eventualmente. Um grande líder é conhecido pelos seus atos e por suas conquistas. Muitos dizem que São Paulo não pode parar. E a resposta é simples: aqui não tem estacionamento. Mas São Paulo parou. São Paulo parou! Sim, é verdade mais de 650 irmãos, cunhadas e convidados estiverampresentesnoCírculoMilitar,nomaiorsalãodefestasdesseestado,equeficoucompletamente lotado e , é verdade, com as ruas completamente congestionada. Mascuriosidadeeraimensa.Opaulistanojáacostumadocomotrânsitolento,mastinhaalgumacoisa diferenteacontecendonoCírculoMilitar. - Deve ser algum fato histórico para ter tantas autoridades civis e militares. Sim, um fato histórico: o lançamento da candidatura dos Irmãos Mário Sérgio Nunes e Benedito Ballouk para o mais alto cargo da Maçonaria do Estado de São Paulo. Todos queriam ser fotografados com o Irmão Marinho. Foram inúmeras as cartas de apoio entregues naquelaoportunidadeaoIrmãoMarinhoquemalconseguiadeixarotelefonedelado,quetocavaatodo o momento, vozes parabenizando por sua iniciativa e a certeza que o Estado de São Paulo já reconhece o Irmão Mário Sérgio Nunes como o seu IMINENTE Grão-Mestre para o período de 2011/2015. SegundooIrmãoMarinho,aquelaeraumacampanhaéticaefraterna,dignadosverdadeirosMaçons do Grande Oriente de São Paulo. - Estamos com os ouvidos atentos, olhos abertos e a mente no futuro para a Maçonaria e para o nosso Grande Oriente do Brasil no Estado de São Paulo.Temos como meta principal comunicar e esclarecer a todos os obreiros sobre as ações em andamento, nossos planos de mantê-las e aprimorar o funciona- mentodecadaumadelase,conhecedoresdaspequenasdificuldadesqueaindaassimpersistem,combatê- las com nossas forças e nossos ensinamentos maçônicos para a grandeza de nossa Ordem e do nosso Grande Oriente do Brasil no Estado de São Paulo. Commaisde650convidados,oIrmãoMarinhoparoupararecebersuafilhaNatáliaRegina,queveio acompanhadadecincoamigasecommuitoorgulhodisse: - Esse é o meu pai, esse é o meu amigo, esse é a pessoa que muito amo, esse é o Grande Maçom que muitas das vezes deixou um espaço vazio na nossa casa para se dedicar à Instituição maçônica. É esse que sai de casa logo ao nascer de um novo dia para o seu trabalho na preocupação de uma vida melhor para sua família. É esse que emocionada e com muito orgulho apresento a todas vocês: o meu pai Marinho. Eu me orgulhava quando chegava a uma Loja e um Irmão parabenizava o nosso trabalho e dizia: "Mas eu nem conheço o Irmão Marinho!" E eu respondia: "Que bom! Mas sabe o trabalho que ele fez!"

×