Poema: Inocência

Nome: Layla Machado Santos
Número:20
R.A: 102231543 – 2
Professora: Sandra
“A criança é alegria
como o raio de sol e
estímulo como a
esperança”.
Coelho Neto
Sinto falta daquela criança
Dos pés descalços, cabelos armados
Sorriso sem dente, beijos
inocentes...
De medos “palhos”
Como o cavalo, a
boneca e o rato...
De acordar de manhãzinha
Brincar com a Luna, a Doly e a Cofapinha
De brincar de
Barbie, de Ken e
de casinha
De ir para chácara colher frutas e
esconder as galinhas...
Da guerra de lama
com minhas
priminhas.
Sinto falta do passado mas ele não volta me
resta seguir em frente com o mundo há minha
volta ...
“Todos têm uma criança alegre
dentro de si, mas poucos a deixam
viver”.
Augusto Cury
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Inocencia

437 visualizações

Publicada em

Trabalho dos alunos do 9ano A

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inocencia

  1. 1. Poema: Inocência Nome: Layla Machado Santos Número:20 R.A: 102231543 – 2 Professora: Sandra
  2. 2. “A criança é alegria como o raio de sol e estímulo como a esperança”. Coelho Neto
  3. 3. Sinto falta daquela criança Dos pés descalços, cabelos armados Sorriso sem dente, beijos inocentes...
  4. 4. De medos “palhos” Como o cavalo, a boneca e o rato...
  5. 5. De acordar de manhãzinha Brincar com a Luna, a Doly e a Cofapinha
  6. 6. De brincar de Barbie, de Ken e de casinha
  7. 7. De ir para chácara colher frutas e esconder as galinhas...
  8. 8. Da guerra de lama com minhas priminhas.
  9. 9. Sinto falta do passado mas ele não volta me resta seguir em frente com o mundo há minha volta ...
  10. 10. “Todos têm uma criança alegre dentro de si, mas poucos a deixam viver”. Augusto Cury

×