Guia Completo De Medicamentos

3.533 visualizações

Publicada em

Guia Completo com os mais modernos medicamentos para tratar o tabagismo

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.533
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
374
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
118
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia Completo De Medicamentos

  1. 1. Guia Completo de Medicamentos Você precisa de medicamentos? Teste sua dependência de nicotina Encontre o melhor remédio para sua necessidade http://www.euvouparardefumar.com
  2. 2. Tratando o Tabagismo Para iniciar o tratamento do tabagismo, o fumante deve informar- se sobre os riscos de fumar e benefícios de deixar o tabagismo. Ele deve planejar como lidar com a síndrome de abstinência, com a dependência psicológica e os condicionamentos associados ao hábito de fumar. Esse plano de tratamento poderá, dependendo da situação, ter um melhor resultado quando apoiado por medicamentos que diminuem os sintomas da síndrome de abstinência, para os fumantes que têm um alto grau de dependência. http://www.euvouparardefumar.com
  3. 3. A importancia dos Remedios no Tratamento do Tabagismo A identificação da dependência de nicotina como transtorno psiquiátrico e o conhecimento crescente de sua neurobiologia levaram ao desenvolvimento, sobretudo nas últimas duas décadas, de terapias medicamentosas para essa doença. A importância dos medicamentos no tratamento do tabagismo tem crescido progressivamente e diferentes remédios passaram a ter papel central no tratamento da maioria dos fumantes. http://www.euvouparardefumar.com
  4. 4. Será que você realmente precisa de medicamentos para deixar de fumar?
  5. 5. Pessoas que fumam 20 ou mais cigarros ao dia e/ou acendem o primeiro cigarro até 30 minutos após acordar, possivelmente; terão mais dificuldades em deixar de fumar por apresentarem uma dependência química mais intensa, podendo necessitar de uma abordagem diferenciada com apoio medicamentoso. http://www.euvouparardefumar.com
  6. 6. Teste de Fagerström O grau de dependência de nicotina do fumante pode ser avaliado através do Teste de Fagerström. Para cada alternativa das 6 questões do teste, existe uma pontuação ao lado (o número entre parênteses). Após a aplicação do teste, a soma dos pontos de cada alternativa escolhida pelo fumante permitirá a avaliação do seu grau de dependência de nicotina. http://www.euvouparardefumar.com
  7. 7. Anote a pontuação relativa a sua resposta TESTE DE FAGERSTRÖM 1. Quanto tempo após acordar você fuma seu primeiro cigarro? Dentro de 5 minutos (3) Entre 6 e 30 minutos (2) Entre 31 e 60 minutos (1) Após 60 minutos (0) 2. Você acha difícil não fumar em lugares proibidos como igrejas, bibliotecas, etc? Sim (1) Não (0) 3. Qual o cigarro do dia que traz mais satisfação? O primeiro da manhã (1) Outros (0) http://www.euvouparardefumar.com
  8. 8. Anote a pontuação relativa a sua resposta TESTE DE FAGERSTRÖM 4. Quantos cigarros você fuma por dia? Menos de 10 (0) De 11 a 20 (1) De 21 a 30 (2) Mais de 31 (3) 5. Você fuma mais frequentemente pela manhã? Sim (1) Não (0) 6. Você fuma, mesmo doente, quando precisa ficar de cama a maior parte do tempo? Sim (1) Não (0) http://www.euvouparardefumar.com
  9. 9. TESTE DE FAGERSTRÖM Resultado do Grau de Dependência 0 - 2 pontos = muito baixo 3 - 4 pontos = baixo 5 pontos = médio 6 - 7 pontos = elevado 8-10 pontos = muito elevado http://www.euvouparardefumar.com
  10. 10. Quem deveria utilizar medicamentos? 1. Fumantes pesados, ou seja, que fumam 20 ou mais cigarros por dia; 2. Fumantes que fumam o primeiro cigarro até 30 minutos após acordar e fumam no mínimo 10 cigarros por dia; 3. Fumantes com pontuação no teste de Fagerström, igual ou maior do que 5 , ou avaliação individual, a critério do médico; 4. Fumantes que já tentaram parar de fumar anteriormente mas não obtiveram êxito, devido às crises de abstinência; 5. Não havendo contra-indicações clínicas, qualquer fumante. http://www.euvouparardefumar.com
  11. 11. Que medicamento devo usar? http://www.euvouparardefumar.com
  12. 12. Medicamentos para Tratar o Tabagismo Você pode escolher remédios diferentes Consulte sempre seu médico Não Nicotínicos Nicotínicos BUP, Cloridrato de Adesivos de Nicotina Bupropiona, Gomas de Mascar de Bupropiona, Zyban Nicotina Champix, Nortriptilina, Clonidina (2ª linha) http://www.euvouparardefumar.com
  13. 13. Medicamentos Nicotínicos Niquitin  Nicorette  Adesivos de Nicotina Gomas de Mascar de Nicotina
  14. 14. Medicamentos Nicotinicos Gomas de Mascar e Adesivos de Nicotina http://www.euvouparardefumar.com
  15. 15. Adesivos e Gomas de Mascar de Nicotina São considerados seguros no tratamento do tabagismo, sendo os mais populares e o menos dispendiosos medicamentos para deixar de fumar. As gomas e adesivos de nicotina aliviam os sintomas da síndrome de abstinencia. Com a administração conjunta de outras substâncias como Bupropiona, além da nicotina, os ex-fumantes conseguem manter a abstinência em uma porcentagem duas vezes maior que aqueles que não utilizaram nenhum medicamento. Existem algumas restrições para a aplicação da terapia de reposição de nicotina, apesar dessa ser considerada muito mais segura do que fumar. Esse metodo não deve ser indicado para gravidas, para menores de 18 anos e para aquelas pessoas portadores de doenças cardiovasculares instáveis, como infarto do miocárdio recente, angina instável ou determinadas arritmias. http://www.euvouparardefumar.com
  16. 16. Como funcionam os adesivos e gomas de nicotina? Na terapia de reposição de nicotina, os receptores cerebrais de nicotina do fumante são preenchidos com a dose necessária diária dessa substância, a qual ele está acostumado a receber através do cigarro, com o benefício da não exposição às outras 4.719 substâncias agressoras ao organismo. Teoricamente, não sentirá muita falta física da nicotina. Progressivamente a dose de nicotina recebida através do tratamento será reduzida, levando à dessensibilização de receptores nicotínicos, ou seja, o organismo se comporta como se esses receptores estivessem adormecidos. É fundamental que o ex-fumante não experimente um cigarro, pois seus receptores rapidamente são reativados, desencadeando a necessidade de novos cigarros, instalando-se novamente a dependência. How stuff works http://www.euvouparardefumar.com
  17. 17. Apresentação dos medicamentos A venda em todas as farmacias no Brasil  Não-Nicotínicos Nicotínicos 1. Adesivo de nicotina 21 1. Bupropiona comprimidos mg, 14 mg e 7 mg.  de 150 mg 2. Goma de mascar de 2. Champix 0,5 mg, 1,0 mg nicotina 2 mg e 4 mg 3. Nortriptilina 10 mg, 25 mg, 75 mg      4. Clonidina 0,10 mg, 0,15 mg, 0,20 mg http://www.euvouparardefumar.com
  18. 18. Medicamentos Não-Nicotínicos Bup Bupropiona Cloridrato de Bupropiona Zyban Champix (Tartrato de Vareniclina Nortriptilina Clonidina
  19. 19. Medicamentos Não-Nicotínicos Bup, Burpropiona, Nortriptilina, Champix, Zyban
  20. 20. Medicamentos Não-Nicotínicos Nortriptilina A Nortriptilina constitui amina tricíclica secundária, atuando como antidepressivo. Tem meia-vida plasmática de 12 a 56 horas, sendo metabolizada no fígado e excretada pelos rins. A nortriptilina bloqueia a recaptação de noradrenalina na pré-sinapse, aumentando sua concentração na fenda sináptica; tem como efeitos colaterais boca seca, tremores, visão turva e sedação; não deve ser usada com IMAOs, na concomitância de cardiopatias (infarto agudo do miocárdio, arritmias, bloqueios de ramo), crises convulsivas e glaucoma. Apesar dos efeitos colaterais descritos, a nortriptilina pode ser vantajosa como tratamento alternativo do tabagismo, pois tem menor efeito anticolinérgico se comparada a outros tricíclicos, e menor risco de provocar convulsões, além de ter custo menor que a bupropiona. http://www.euvouparardefumar.com
  21. 21. Medicamentos Não-Nicotínicos BUP, Bupropiona, Cloridrato de Bupropiona, Zyban A bupropiona é indicada para adultos que consomem 15 cigarros ou mais ao dia. Presume-se que sua ação é mediada pela noradrenalina e pela dopamina, atuando diretamente na diminuição da quot;fissuraquot; de fumar. Inicia-se a bupropiona uma semana antes da cessação. A dose inicial é de 150 mg por dia até o terceiro dia, passando para 300 mg por 7 a 12 semanas. A bupropiona é contra-indicada em pacientes com antecedentes de epilepsia não controlada, traumatismo craniencefálico, anorexia e bulimia e não deve ser usada concomitantemente a inibidores da monoaminoxidase (IMAO). Seus efeitos colaterais mais freqüentes são náuseas, cefaléia e insônia http://www.euvouparardefumar.com
  22. 22. Medicamentos Não-Nicotínicos Champix - Tartarato de Vareniclina Promete redução do desejo pelo cigarro e menor sensação de irritação e ansiedade, pois a Vareniclina (Champix) diminui os sintomas relacionados à abstinência. Outro efeito da droga é o bloqueio da sensação de prazer associada ao fumo. A Vareniclina impede a ligação da nicotina no receptor cerebral. Caso haja experimentação do cigarro, esse não será prazeroso, facilitando o seu abandono.Esse efeito pode ocorrer já nas primeiras horas de ação da medicação. Entre os efeitos adversos mais freqüentes citamos: náuseas, dores de cabeça e alterações no padrão do sono como insônia, pesadelo. Requer prescrição médica; deve-se ter precaução na prescrição em portadores de doenças psiquiátricas, não tendo sido estudado em fumantes grávidas. http://www.euvouparardefumar.com
  23. 23. O que é fissura? A fissura (desejo intenso de fumar) é uma manifestação bastante comum e que tende a tornar-se cada vez mais esparsa com o passar do tempo. Cada episódio não dura mais que 5 minutos, e depois desaparece. Sabemos que existem estratégias para lidar com esses sintomas e a utilização de medicamentos é capaz de reduzir esses sintomas. http://www.euvouparardefumar.com
  24. 24. Não existe pílula mágica... Consulte um médico Ele saberá indicar o melhor tratamento Marque uma data para deixar de fumar Você não está sozinho, torne-se um membro de nossa comunidade Remédios ajudam mas não fazem milagres O sucesso vai depender de seu comprometimento com o tratamento http://www.euvouparardefumar.com
  25. 25. A autora deste e-book, Glaucia Carvalho, não é médica ou terapeuta, e tem apenas o intuito de informar sobre os medicamentos existentes no mercado brasileiro, para que mais pessoas possam Atenção tratar o tabagismo. Ela não se responsabiliza pelo uso que pessoas façam dos medicamentos aqui descritos, e sugere a todos que consultem um médico antes de usar qualquer remédio. http://www.euvouparardefumar.com
  26. 26. Referencias de textos que dão suporte a este trabalho Revista de Psquiatria Clinica - Tratamento Farmacologico do Tabagismo - Por Guilherme Rubino de A. Focchi e Ivan Mário Braun Scielo Brasil - Revista Brasileira de Psiquiatria - Consenso sobre o tratamento da dependência de nicotina - Por Ana Cecilia P R Marques (SP), Angelo Campana (RS), Analice de Paula Gigliotti (RJ), Maria Teresa C Lourenço (SP), Montezuma Pimenta Ferreira (SP) e Ronaldo Laranjeira (SP) - Departamento de Dependência Química da Associação Brasileira de Psiquiatria HowStuffWork - Como funciona o tratamento para o tabagismo - Por Stella Martins Ministério da Saúde - Instituto Nacional de Câncer - INCA - Abordagem e Tratamento do Fumante - Rio de Janeiro http://www.euvouparardefumar.com
  27. 27. Biblioteca multimídia sobre Tabagismo com slides,vídeos, e-books. Comunidade interativa 24 horas por dia. Guia completo de medicamentos. Artigos, curiosidades, e muito mais. Ajude-nos a divulgar este trabalho. Envie este e-book por email para alguém que você deseja ajudar a parar de fumar http://www.euvouparardefumar.com

×