REGULAMENTO LABORATÓRIO DE                    INFORMÁTICATécnico responsável: Givanildo Vargas
DA ESTRUTURA:• Art 1º - 0 laboratório de informática da Escola Marista Champagnat  de Terra Vermelha funcionará da seguint...
DA UTILIZAÇÃO:• Art 4º - É de responsabilidade de todos o bom uso e   conservação de todos os equipamentos de informática ...
DOS PROCEDIMENTOS:SEÇÃO I - Ligando e Desligando• Art. 6º - O usuário só deverá ligar ou desligar os microcomputadores cas...
DOS ARQUIVOS PESSOAIS:• Art. 10º - Cada usuário deverá criar uma sub-  pasta no diretório “Arquivos Pessoais” no qual  dev...
DA IDENTIFICAÇÃO E PRIVACIDADE:• Art. 11° - Todo o tráfego na rede é considerado  de caráter confidencial.I. Parágrafo úni...
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:•   Art. 13° - Não é permitido se alimentar nas dependências do laboratório.•   Art. 14° - Não é pe...
DAS PENALIDADES:• Art. 21° - Ao usuário que infringir os artigos 13, 14 e 15  será aplicada a suspensão do laboratório por...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Regulamento Lab. Informática

2.175 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.175
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.750
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento Lab. Informática

  1. 1. REGULAMENTO LABORATÓRIO DE INFORMÁTICATécnico responsável: Givanildo Vargas
  2. 2. DA ESTRUTURA:• Art 1º - 0 laboratório de informática da Escola Marista Champagnat de Terra Vermelha funcionará da seguinte forma: No Período Letivo, de segunda a sexta feira das 8h às 17h.• Art 2º - São usuários dos laboratórios: alunos regularmente matriculados e frequentes na Escola, professores e funcionários da instituição.• Art 3º - O laboratório de informática da Escola Marista Champagnat de Terra Vermelha tem a finalidade de: dar condições para o desenvolvimento de aulas das diferentes disciplinas do Ensino Fundamental, anos finais e do Ensino Médio; oferecer cursos extracurriculares para complementar a formação profissional e disponibilizar computadores e programas para o corpo docente e discente desenvolverem atividades necessárias ao desenvolvimento acadêmico e profissional.
  3. 3. DA UTILIZAÇÃO:• Art 4º - É de responsabilidade de todos o bom uso e conservação de todos os equipamentos de informática disponibilizados no laboratório.I. Parágrafo 1 - O usuário jamais deve tentar solucionar problemas de software e hardware.II. Parágrafo 2 - O usuário que constatar a existência de defeito em qualquer equipamento deverá comunicar a ocorrência ao técnico do laboratório.• Art 5º - É obrigação de todos os usuários manter o ambiente permanentemente limpo e organizado.
  4. 4. DOS PROCEDIMENTOS:SEÇÃO I - Ligando e Desligando• Art. 6º - O usuário só deverá ligar ou desligar os microcomputadores caso não haja nenhuma dúvida sobre esses procedimentos.Parágrafo único - Os computadores só devem ser desligados no final doperíodo de funcionamento do laboratório.SEÇÃO II - Vírus• Art. 7º - Todos os arquivos e programas introduzidos nos microcomputadores, por qualquer via (pen drive, internet, CDs, etc.) devem ser previamente checados para evitar a proliferação de vírus.SEÇÃO II – Impressão• Art. 8° - Alunos e funcionários não estão autorizados a realizar impressões para fins pessoais.SEÇÃO III – Correio eletrônico• Art. 9° - Mensagens enviadas devem sempre conter a identificação do remetente.
  5. 5. DOS ARQUIVOS PESSOAIS:• Art. 10º - Cada usuário deverá criar uma sub- pasta no diretório “Arquivos Pessoais” no qual deverão guardar – provisoriamente – os arquivos pessoais (.doc, .tex, .xls, .jpg, .bmp etc).I. Parágrafo único - Todos os arquivos de caráter pessoal encontrados fora do diretório “Arquivos Pessoais” serão prontamente apagados. Já os arquivos com data superior a 01 mês em qualquer diretório serão apagados periodicamente.
  6. 6. DA IDENTIFICAÇÃO E PRIVACIDADE:• Art. 11° - Todo o tráfego na rede é considerado de caráter confidencial.I. Parágrafo único - Os administradores de rede podem acessar os arquivos de outros usuários somente quando for indispensável para a manutenção do sistema.• Art. 12° - Todos os arquivos são privativos e confidenciais, a menos que o seu proprietário os torne disponíveis explicitamente para outros usuários.
  7. 7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS:• Art. 13° - Não é permitido se alimentar nas dependências do laboratório.• Art. 14° - Não é permitido MUDAR máquinas ou periféricos (mouse, teclado ou monitor) de lugar sem autorização EXPRESSA do responsável técnico. Caso algum periférico ou máquina esteja com problema, favor avisar o responsável.• Art. 15° - Não é permitido UTILIZAR os computadores para qualquer tipo de ENTRETENIMENTO.• Art. 16° - Não é permitido ACESSAR páginas COM CONTEÚDOS que incitem a PORNOGRAFIA, a VIOLÊNCIA ou o PRECONCEITO. Além salas de bate-papo ou outros que o técnico do laboratório entenda como inadequadas.• Art. 17º - Não é permitido INSTALAR softwares sem autorização dos administradores de rede.• Art. 18º - Não é permitido ALTERAR as configurações dos softwares sem autorização dos administradores de rede.• Art. 19° - Não é permitido COPIAR softwares (pirataria) para uso doméstico.• Art. 20° - Não é permitido BURLAR (ou tentar burlar) a segurança da rede.
  8. 8. DAS PENALIDADES:• Art. 21° - Ao usuário que infringir os artigos 13, 14 e 15 será aplicada a suspensão do laboratório por 1 semana.• Art. 22° - Ao usuário que infringir os artigos 16, 17 e 18 será aplicada a suspensão do laboratório por 15 (quinze) dias.• Art. 23° - Ao usuário que infringir os artigos 19, 20, que danificar intencionalmente ou furtar os equipamentos ou instalações ou ainda que se recusar a seguir uma orientação do responsável técnico será aplicada suspensão permanente do laboratório. E sujeitar-se-ão às penalidades cabíveis.

×