A CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
DAS ESCOLAS DO CAMPO DA REDE MUNICIPAL DE ARROIO GRANDE
RS - BRASIL
...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃOPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO
EM EDUCAÇÃO - PPGEduEM EDUCAÇÃO - PPGEdu
Mestrado ProfissionalMestrado ...
SUMÁRIOSUMÁRIO
1. APRESENTAÇÃO
2. JUSTIFICATIVA
3. OBJETIVOS
3.1 GERAL
3.2. ESPECÍFICOS
4. PÚBLICO- ALVO
5. METAS A ATINGI...
1. APRESENTAÇÃO1. APRESENTAÇÃO
Ao término deste Projeto de Pesquisa, concluí baseada nos
dados coletados que as Escolas do...
                                                                                  
ARROIO GRANDEARROIO GRANDE
                                                                                  
ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNI...
                                                                                  
ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNI...
                                                                                  
ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNI...
ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPO
Nome E. M. E. F. Visconde de Mauá
Endereço Granja Arroio Grande- 2º...
2. JUSTIFICATIVA2. JUSTIFICATIVA
A motivação que me levou a escolha
desse Projeto é a relevância da intervenção
para as in...
SUMÁRIOSUMÁRIO
1. APRESENTAÇÃO
2. JUSTIFICATIVA
3. OBJETIVOS
3.1 GERAL
3.2. ESPECÍFICOS
4. PÚBLICO- ALVO
5. METAS A ATINGI...
3. OBJETIVOS3. OBJETIVOS
Realizar uma capacitação para os
gestores das Escolas do Campo da rede
municipal de Arroio Grande...
3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
* Esclarecer o que é um Projeto Político-Pedagógico;
* Instrumentalizar...
4. PÚBLICO - ALVO4. PÚBLICO - ALVO
O referido Projeto de Intervenção tem como
público-alvo os gestores das Escolas do Camp...
PÚBLICO - ALVOPÚBLICO - ALVO
PÚBLICO - ALVOPÚBLICO - ALVO
PÚBLICO - ALVOPÚBLICO - ALVO
5. METAS A ATINGIR5. METAS A ATINGIR
Que os gestores das Escolas do Campo de Arroio Grande
construam de forma democrática ...
6. METODOLOGIA6. METODOLOGIA
Embasada pelo referencial teórico de
autores que já se dedicaram a explorar o universo
da tem...
6. METODOLOGIA6. METODOLOGIA
Embasada pelo referencial teórico de autores
que já se dedicaram a explorar o universo da
tem...
PPP UMA CONSTRUÇÃO COLETIVAPPP UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA
7. RECURSOS7. RECURSOS
Orientanda e orientadora desse
projeto, gestores das Escolas do Campo de
Arroio Grande e supervisor...
7. RECURSOS7. RECURSOS
• Data show;
• Telão;
• Centro de Cultura Basílio Conceição;
• Máquina fotográfica;
• Filmadora;
• ...
8. INSTITUIÇÕES APOIADORAS8. INSTITUIÇÕES APOIADORAS
Secretaria Municipal de Educação;
Universidade Federal do Pampa;
Pref...
9. INSTITUIÇÕES APOIADORAS9. INSTITUIÇÕES APOIADORAS
A avaliação será considerada satisfatória se os
objetivos previstos n...
10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO
ATIVIDADES
AGO SET OUT NOV DEZ
I Encontro - Lançamento do Projeto no ...
10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO
VI Encontro – Enfoque dos principais elementos constituintes do
PPP, ...
11. REFERÊNCIAS11. REFERÊNCIAS
BRASIL. Lei Nº 9394, de 20 de Dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e
bases da educaçã...
11. REFERÊNCIAS11. REFERÊNCIAS
FREIRE, Paulo. Educação: um sonho possível. In: BRANDÃO: Carlos Rodrigues
(org) o educador:...
POR FIM...POR FIM...
“Ninguém caminha sem aprender a
caminhar, sem aprender a fazer o caminho
caminhando, refazendo e reto...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação da Proposta de Intervenção

969 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
969
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
89
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação da Proposta de Intervenção

  1. 1.           A CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS DO CAMPO DA REDE MUNICIPAL DE ARROIO GRANDE RS - BRASIL       PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃOPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO - PPGEduEM EDUCAÇÃO - PPGEdu Mestrado ProfissionalMestrado Profissional Mestranda Gisiane Vieira Añaña Orientadora Profª Drª Jane Schumacher
  2. 2. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃOPROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO - PPGEduEM EDUCAÇÃO - PPGEdu Mestrado ProfissionalMestrado Profissional Mestranda Gisiane Vieira Añaña Orientadora Profª Drª Jane Schumacher
  3. 3. SUMÁRIOSUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2. JUSTIFICATIVA 3. OBJETIVOS 3.1 GERAL 3.2. ESPECÍFICOS 4. PÚBLICO- ALVO 5. METAS A ATINGIR 6. METODOLOGIA 7. RECURSOS 7.1. HUMANOS 7.2. MATERIAIS 8. PARCEIROS/ INSTITUIÇÕES APOIADORAS 9. AVALIAÇÃO 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO 11. REFERÊNCIAS 12. ANEXOS
  4. 4. 1. APRESENTAÇÃO1. APRESENTAÇÃO Ao término deste Projeto de Pesquisa, concluí baseada nos dados coletados que as Escolas do Campo de Arroio Grande não possuem Projeto Político Pedagógico. Ao mesmo tempo constatei que a participação da comunidade escolar restringe-se a reuniões, quando convidadas pela escola. Quanto ao grau de conhecimento sobre a lei 9394/96 e as pertinentes as Escolas do campo percebi que há um desconhecimento quase que total sobre as mesmas. Verifiquei também que não existe nenhuma estratégia documental utilizada pelos gestores das Escolas do Campo, tanto na sua individualidade, como nenhuma formalização de uma política pública por parte da Secretaria Municipal de Educação, que propusesse a regulamentação de uma diretriz básica objetivando a construção de PPPs para estas escolas.
  5. 5.                                                                                    ARROIO GRANDEARROIO GRANDE
  6. 6.                                                                                    ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPO Nome E. M. Cel. Pedro Osório( Multisseriada) Endereço Liscano – Granja Cel. Pedro Osório Data de criação 12/04/1955 Telefone 99749460 Nº de alunos 07 Nº de professores 01 Nº de funcionários - Nº de motorista 01 Responsável Mari Beatriz Barbosa Amaro Vice-diretora - Supervisora pedagógica - Km da cidade 36 km
  7. 7.                                                                                    ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPO Nome E. M. Arlindo Martins ( Multisseriada) Endereço Palma– 3º Subdistrito Data de criação 10/09/65 Nº de alunos 23 Nº de professores 03 Nº de funcionários 02 Nº de motorista 01 Responsável Helena Beatriz Soares Vice-diretora - Supervisora pedagógica - Km da cidade 75 km
  8. 8.                                                                                    ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPO Nome E. M. E. F. D. Margarida M. Sallaberry Endereço Distrito de Pedreiras- Assentamento Novo Arroio Grande Data de criação 16/08/74 Nº dealunos 63 Nº de professores 15 Nº de funcionários 03 Nº de motorista 01 Diretora Neida Marli Araújo Gonçalves Vice-diretora Maria Emília Carduz Lúcio Supervisora pedagógica Sandra Botelho Fortelini Km da cidade 15 km
  9. 9. ESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPOESCOLAS MUNICIPAIS DO CAMPO Nome E. M. E. F. Visconde de Mauá Endereço Granja Arroio Grande- 2º Distrito Data de criação 18/04/1953 Nº de alunos 130 Nº de professores 27 Nº de funcionários 04 Nº de motoristas 03 Diretora Caren Siane Barcelos da Silva Vice-diretora Verônica Picanço Supervisora Pedagógica Crissiane Tessmer Pereira Km da cidade 32 Km
  10. 10. 2. JUSTIFICATIVA2. JUSTIFICATIVA A motivação que me levou a escolha desse Projeto é a relevância da intervenção para as instituições e beneficiários. “O projeto busca um rumo, uma direção. É uma ação intencional, com um sentido explícito, com um compromisso definido coletivamente. Por isso, todo projeto pedagógico da escola é, também, um projeto político por estar intimamente articulado ao compromisso sociopolítico com os interesses reais e coletivos da população majoritária.” (VEIGA, 2004, p. 14 e 15).
  11. 11. SUMÁRIOSUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2. JUSTIFICATIVA 3. OBJETIVOS 3.1 GERAL 3.2. ESPECÍFICOS 4. PÚBLICO- ALVO 5. METAS A ATINGIR 6. METODOLOGIA 7. RECURSOS 7.1. HUMANOS 7.2. MATERIAIS 8. PARCEIROS/ INSTITUIÇÕES APOIADORAS 9. AVALIAÇÃO 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO 11. REFERÊNCIAS 12. ANEXOS
  12. 12. 3. OBJETIVOS3. OBJETIVOS Realizar uma capacitação para os gestores das Escolas do Campo da rede municipal de Arroio Grande para que eles possam construir um Projeto Político- Pedagógico que contemple os interesses reais e coletivos da população campesina. 3.1. OBJETIVO GERAL3.1. OBJETIVO GERAL
  13. 13. 3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS * Esclarecer o que é um Projeto Político-Pedagógico; * Instrumentalizar os gestores sobre as etapas de um PPP; * Identificar os princípios norteadores de um PPP; * Evidenciar o ordenamento constitucional, legal e normativo de um PPP; * Reconhecer os principais elementos constituintes de um PPP; * Elucidar a importância do processo de construção e avaliação de um PPP.
  14. 14. 4. PÚBLICO - ALVO4. PÚBLICO - ALVO O referido Projeto de Intervenção tem como público-alvo os gestores das Escolas do Campo da rede municipal de Arroio Grande e Supervisores Pedagógicos da Secretaria Municipal de Educação
  15. 15. PÚBLICO - ALVOPÚBLICO - ALVO
  16. 16. PÚBLICO - ALVOPÚBLICO - ALVO
  17. 17. PÚBLICO - ALVOPÚBLICO - ALVO
  18. 18. 5. METAS A ATINGIR5. METAS A ATINGIR Que os gestores das Escolas do Campo de Arroio Grande construam de forma democrática e participativa um Projeto Político- Pedagógico que contemple os interesses reais e coletivos da comunidade a qual suas escolas estão inseridas. A capacitação visa informar, esclarecer e instrumentalizar os gestores sobre conhecimentos relativos à idealização, construção e implementação do Projeto Político Pedagógico nas Escolas do Campo, abordando as principais questões que norteiam todo esse processo, como princípios, ordenamento constitucional, legal e normativo, principais elementos constituintes. Elucidar a importância do processo de construção e avaliação de um PPP como elemento norteador das ações educativas também é um dos objetivos dessa proposta de trabalho.
  19. 19. 6. METODOLOGIA6. METODOLOGIA Embasada pelo referencial teórico de autores que já se dedicaram a explorar o universo da temática, pretendo explicar, passo a passo como serão realizadas as ações deste Projeto de Intervenção. A partir da constatação através de meu Projeto de Pesquisa diagnóstica, no qual concluí que as Escolas do campo não possuem PPP, pretendo conscientizar os gestores das Escolas do Campo de Arroio Grande da importância de se construir PPPs voltados para suas realidades.
  20. 20. 6. METODOLOGIA6. METODOLOGIA Embasada pelo referencial teórico de autores que já se dedicaram a explorar o universo da temática, pretendo explicar, passo a passo como serão realizadas as ações deste Projeto de Intervenção. A partir da constatação através de meu Projeto de Pesquisa diagnóstica, no qual concluí que as Escolas do campo não possuem PPP, pretendo conscientizar os gestores das Escolas do Campo de Arroio Grande da importância de se construir PPPs voltados para suas realidades.
  21. 21. PPP UMA CONSTRUÇÃO COLETIVAPPP UMA CONSTRUÇÃO COLETIVA
  22. 22. 7. RECURSOS7. RECURSOS Orientanda e orientadora desse projeto, gestores das Escolas do Campo de Arroio Grande e supervisores da Secretaria Municipal de Educação. Além de voluntários para realizar ata dos encontros, fotógrafo, operador do data show e equipe de filmagem. 7.1. HUMANOS7.1. HUMANOS
  23. 23. 7. RECURSOS7. RECURSOS • Data show; • Telão; • Centro de Cultura Basílio Conceição; • Máquina fotográfica; • Filmadora; • Note book; • Vídeos informativos; • Caixa amplificadora de som; • Folhas de ofício; • Pastas personalizadas do Projeto de Intervenção; • DVD s; • Músicas; 7.2. MATERIAIS7.2. MATERIAIS
  24. 24. 8. INSTITUIÇÕES APOIADORAS8. INSTITUIÇÕES APOIADORAS Secretaria Municipal de Educação; Universidade Federal do Pampa; Prefeitura Municipal de Arroio Grande; Imprensa local.
  25. 25. 9. INSTITUIÇÕES APOIADORAS9. INSTITUIÇÕES APOIADORAS A avaliação será considerada satisfatória se os objetivos previstos neste projeto forem plenamente alcançados, ou seja, que ao final desta capacitação todas as escolas municipais, localizadas geograficamente na zona rural de Arroio grande, tenham construído o seu próprio Projeto Político Pedagógico.
  26. 26. 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO ATIVIDADES AGO SET OUT NOV DEZ I Encontro - Lançamento do Projeto no Seminário Municipal de Educação- Ano 2013; - Elaboração coletiva de um roteiro de atividades, para definir técnicas, instrumentos, dias e horários dos próximos encontros. -Apresentação do Projeto de Intervenção ao público-alvo; X II Encontro- Apresentação de diversos conceitos de PPP; Abordagem das dimensões política e pedagógica de um PPP, etapas e suas fases; X III Encontro – Reunião para trabalhar sobre o processo de construção e avaliação de um PPP, relações entre planejamento e avaliação. X IV Encontro – Exploração dos princípios norteadores do PPP e dos elementos básicos constitutivos da organização pedagógica, que contribuem para a construção do PPP. X V Encontro – Abordagem dos principais elementos constituintes do PPP: ordenamento constitucional, legal e normativo. X
  27. 27. 10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO VI Encontro – Enfoque dos principais elementos constituintes do PPP, Princípios norteadores do Ensino (da rede de Ensino e da Escola). X VII Encontro – Reflexão/ foco nos principais elementos constituintes do PPP (pressupostos conceituais e epistemológicos), gestão democrática (processo de decisão e relações de trabalho). Encontro - Dinâmica curricular e metodológica ( currículo , metodologia) Avaliação e Infra-instrutura ( da mantenedora e das escolas). X VIII Encontro - Acompanhamento e orientações às gestoras sobre possíveis dúvidas quanto à construção do PPP de cada uma das Escolas do Campo- Rede Municipal de Arroio Grande. X IX Encontro – Cerimônia de apresentação e entrega de cópias dos PPPs construídos por cada escola, à orientadora, orientanda do projeto e Secretário Municipal de Educação. X
  28. 28. 11. REFERÊNCIAS11. REFERÊNCIAS BRASIL. Lei Nº 9394, de 20 de Dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Operacionais da Educação Básica para as Escolas do Campo. Brasília: MEC/CNE, 2002. BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Operacionais Complementares para a Educação Básica na Escola do Campo. Brasília: MEC/CNE, 2008. BRITO, Ana Rosa Peixoto de.LDB da “Conciliação” possível à Lei “Proclamada”. Graphitte: Belém, 1997. DEMO, Pedro. Desafios modernos da Educação. 7 ed. Petrópolis: vozes, 1998. GADOTTI, Moacir. Escola Cidadã. 10º ed. São Paulo: Cortez, 2004. FREIRE, Paulo. Educação: um sonho possível. In: BRANDÃO: Carlos Rodrigues (org) o educador: Vida e Morte. RJ: Graal 1982.
  29. 29. 11. REFERÊNCIAS11. REFERÊNCIAS FREIRE, Paulo. Educação: um sonho possível. In: BRANDÃO: Carlos Rodrigues (org) o educador: Vida e Morte. RJ: Graal 1982. MENDES, Rosa Emília de Araújo. Projeto Pedagógico em favor da escola. Belo Horizonte: AMAE Educando. Ano XXXIII. nº 291-mai. 2000 ISSN 0102. SAVIANI, Demerval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre educação e política. São Paulo: Cortez, Autores Associados, 1983. SILVA, Ana Célia Bahia. Projeto Pedagógico: Instrumento de gestão e mudança. UNAMA Belém 2000. VEIGA, Ilma Passos Alencastro, Projeto Político-Pedagógico: Uma construção Possível, Campinas: Papiros Editora, 1997. VEIGA, I. P. A. (Org.) Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. 23. ed. Campinas: Papirus, 2001. _______ . Escola: espaço do projeto político-pedagógico. 4. ed. Campinas: Papirus, 1996. VASCONCELLOS, C. S. Planejamento: Plano de Ensino-Aprendizagem e Projeto Educativo. São Paulo: Libertat, 1995.
  30. 30. POR FIM...POR FIM... “Ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho caminhando, refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar.” (Paulo Freire apud VEIGA, 2001, p. 45)

×