Slides trabalho final

8.646 visualizações

Publicada em

Sistema de informação, tecnologia da informação - teoria e pratica

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.646
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides trabalho final

  1. 1. Trabalho deAdministração de Empresas 1<br />Gestão da Informação – sua importância para as empresas atuais<br />Artur Fernandes Ferreira<br />Matheus Teixeira Andrade <br />Uberlândia - 2010<br />
  2. 2. GESTÃO DA INFORMAÇÃO<br />Informação: o que é?<br />Dados.<br />Comunicação.<br />Organização: conjunto de pessoas e recursos com um objetivo em comum.<br />Empresa: tipo de organização que visa o capital (lucro).<br />Informação para a empresa.<br />
  3. 3. GESTÃO DA INFORMAÇÃO<br />Gestão: ato de gerenciar e/ou supervisionar algo<br />Gestão da Informação.<br />Objetivos da Gestão da Informação (segundo Zorrinho):<br />“Apoiar a política global da empresa”;<br />“Apoiar os gestores na tomada de decisão”;<br />“Apoiar a evolução da estrutura organizacional”;<br />“Ajuda a formar a imagem da organização”;<br />“Torna mais eficaz o conhecimento do meio envolvente”.<br />
  4. 4. GESTÃO DA INFORMAÇÃO<br /><ul><li>Entretanto, faz-se necessário ferramentas e/ou métodos que auxiliam em uma melhor gestão dessa informação.
  5. 5. Tais ferramentas são conhecidas como:
  6. 6. Sistemas de Informação (SI).
  7. 7. Tecnologias da Informação (TI).
  8. 8. Essas ferramentas visam garantir a inserção e alta competitividade da empresa no mercado.</li></li></ul><li>GESTÃO DA INFORMAÇÃO – SI/TI<br /><ul><li>Sistemas de Informação (SI): meios humanos, técnicos, dados, procedimentos, que fornecem informações  tomada de decisão.
  9. 9. Tecnologias da Informação (TI): técnicas que auxiliam na formação de SI’s integrados e coordenados. Ex:
  10. 10. Planejamento de Recursos da Empresa (ERP);
  11. 11. Gestão da Relação com o Cliente (CRM);
  12. 12. Gerenciamento de Cadeia de Suprimentos (SCM);
  13. 13. Inteligência de Negócios (BI);
  14. 14. Negócios Eletrônicos (e-Business).</li></li></ul><li>GESTÃO DA INFORMAÇÃO – técnicas de ti<br /><ul><li>Planejamento de Recursos da Empresa (ERP): são sistemas que integram todas as informações da empresa em uma só plataforma ou interface. </li></ul> Ex: Microsoft Dynamics NAV<br /><ul><li>Entretanto, Mattos destaca que “quem realmente faz o planejamento de recursos são as pessoas e não as máquinas”.</li></li></ul><li>GESTÃO DA INFORMAÇÃO – técnicas de ti<br /><ul><li>Gestão da Relação com o Cliente (CRM): é a influência da opinião do cliente para melhoria de produtos e publicidade. Ex: IBM</li></li></ul><li>GESTÃO DA INFORMAÇÃO – técnicas de ti<br /><ul><li>Gerenciamento de Cadeia de Suprimentos (SCM): é a gerência física de materiais, definindo estratégias eficientes na gestão da produção. Ex: IBM</li></li></ul><li>GESTÃO DA INFORMAÇÃO – técnicas de ti<br /><ul><li>Inteligência de Negócios (BI): análise de mercado, tendências de venda e compra, enfim conjunto de informações que visam estruturar a competitividade.</li></ul> Ex: Processo de extração, transformação e carga (ETL) de dados,Processo de Análise Online (OLAP), Data Mining, Banco de Dados.<br /><ul><li>Agilidade + Segurança  tomada de decisão.</li></li></ul><li>GESTÃO DA INFORMAÇÃO – técnicas de ti<br /><ul><li>Negócios Eletrônicos (e-Business): comércio eletrônico envolvendo produtos e serviços. Expansão da empresa através da internet.</li></ul> Ex: eBay, MercadoLivre, Amazon, serviços online.<br /><ul><li>Permite negociações imediatas de qualquer lugar do planeta, bem como contatos com outras empresas e clientes.</li></li></ul><li>Teoria Geral dos Sistemas<br /><ul><li> Elaborada pelo biólogo alemão LudwingvonBertalanffy.
  15. 15. Conceito de Sistemas Integrados
  16. 16. Objetivo
  17. 17. Fornecer princípios para todas as ciências
  18. 18. Proporcionou o surgimento da Cibernética</li></li></ul><li>Cibernética<br /><ul><li>Criada por NobertWiener
  19. 19. Ciência da comunicação e controle
  20. 20. Objetivo principal
  21. 21. Relacionar as diversas ciências
  22. 22. Campo de estudo:
  23. 23. Sistemas.</li></li></ul><li>Sistemas <br />Principais Conceitos dos sistemas:<br />Entrada:<br /> Informação, energia e materiais<br />Saída<br />Bens, serviços, etc<br />“Black Box” (Caixa Preta)<br />Retroação<br />Positiva, negativa<br />
  24. 24. Principais mudanças com a Cibernética<br /><ul><li>Muitas tarefas antes realizadas por seres humanos passaram a ser realizadas por maquinas, o computador tende a substituir o homem. As principais conseqüências da Cibernética são a automação e informática.</li></li></ul><li>Teoria Matemática na Adiministração<br /><ul><li>Surgiu no decorrer da Segunda Guerra Mundial
  25. 25. Objetivo
  26. 26. Tomada de decisão
  27. 27. Definição do problema
  28. 28. Alternativas de solução
  29. 29. Melhor alternativa no caso
  30. 30. Pesquisa Operacional</li></li></ul><li>Teoria dos Sistemas <br /><ul><li>Ramo especifico da Teoria Geral dos Sistemas
  31. 31. Três premissas basicas
  32. 32. Sistemas existem dentro de sistemas
  33. 33. Sistemas são abertos
  34. 34. Funções dependem da estrutura
  35. 35. Sistemas
  36. 36. Propósito
  37. 37. Globalismo</li></li></ul><li>Sistema Aberto<br /><ul><li>Mantém trocas com o ambiente que o circunda
  38. 38. Elementos em interação
  39. 39. Aplicável a organização</li></li></ul><li>ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br /><ul><li>Características Gerais da empresa:
  40. 40. Nome: PrismaFS (Fábrica de Soluções);
  41. 41. Tipo da empresa: Sociedade Limitada;
  42. 42. Propriedade: Gerson Broggini, José Eduardo Garcia;
  43. 43. Localização: R. Prof. Mário Porto, 142, Uberlândia – MG;
  44. 44. Segmento: Não é bem definido. Engloba Webdesign e Treinamento;
  45. 45. Tamanho: Pequena empresa;
  46. 46. Numero de Funcionários: 21;
  47. 47. Área de atuação: e-Business (e-Learning).</li></li></ul><li>ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br /><ul><li>Empresa: soluções em treinamento (cursos) de forma interativa, animada e eficiente.
  48. 48. A informação é coletada por livros, DVDs, slides, internet, etc.
  49. 49. Reuniões entre funcionários decidem o projeto em que a empresa irá trabalhar.</li></li></ul><li>ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br /><ul><li>Os cursos:
  50. 50. O desenvolvimento dos cursos envolve três etapas essenciais:
  51. 51. Coleta de informações e especificações do cliente;
  52. 52. Avaliação da Prisma e levantamento do cronograma e orçamento;
  53. 53. Caso o cliente aceite o cronograma e o orçamento, inicia a produção do curso</li></li></ul><li>ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br /><ul><li>A produção dos cursos:
  54. 54. O desenvolvimento de cada curso é divido em 2 áreas:
  55. 55. Conteúdo: formulação e formatação do conteúdo do curso;
  56. 56. Desenvolvimento: criação da “cara” do projeto (parte gráfica), especificações dos clientes.
  57. 57. Utiliza, como suporte na criação dos seus cursos, diversas ferramentas de TI.</li></li></ul><li>ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br />
  58. 58. ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br /><ul><li>Alguns conceitos teóricos foram claramente encontrados dentro da Prisma:
  59. 59. Sistema
  60. 60. Entrada: Conteúdo a ser abordado no curso
  61. 61. Saída: Curso final e-learning
  62. 62. Retroação: Diversas etapas de aprovação do projeto pelo cliente
  63. 63. Cibernética
  64. 64. Automação: Sistema de controle financeiro
  65. 65. Informática: auxilia na criação dos cursos
  66. 66. Pesquisa Operacional
  67. 67. Análise Empiríca: Visa erros cometidos</li></li></ul><li>ESTUDO DE CASO – Prisma Soluções<br /><ul><li>Sistema Aberto
  68. 68. Mantém trocas com o ambiente que circunda
  69. 69. Subsistemas formam um todo
  70. 70. Subsistemas interdependentes
  71. 71. Projetos como modelos
  72. 72. Testados antes da entrega ao cliente
  73. 73. Visam alcançar um padrão de qualidade</li></li></ul><li>Conclusão<br />

×