Ecologia (1)

416 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
416
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ecologia (1)

  1. 1. ECOLOGIA
  2. 2. Cadeias Alimentares <ul><li>Quando um ser vivo serve de alimento para outro, este para o seguinte, e, assim, sucessivamente, de forma linear, configura-se uma cadeia alimentar. Quando várias cadeias interagem entre si, forma-se uma teia alimentar. </li></ul>
  3. 3. Fluxo de Matéria e Energia <ul><li>A energia do Sol é fixada pelos produtores; no entanto, essa energia diminui à medida que passa pelos níveis tróficos (perdida em forma de calor). Não há como reaproveitar toda a energia liberada pelos seres vivos – fluxo unidirecional . </li></ul><ul><li>A matéria, por sua vez, é continuamente reciclada, razão pela qual apresenta fluxo cíclico . </li></ul>
  4. 4. Pirâmides <ul><li>As pirâmides são uma forma esquemática de representar as transferências de matéria e energia no ambiente. Podem ser fundamentalmente de três tipos: de número, de biomassa e de energia. </li></ul>
  5. 5. Relações entre os seres vivos
  6. 6. Predatismo <ul><li>Nessa relação, um indivíduo de uma das espécies envolvidas (predador) mata outro indivíduo de uma espécie diferente (presa), para obter alimento. </li></ul>
  7. 7. Parasitismo <ul><li>Ocorre quando uma das espécies, conhecida por parasita, causa prejuízo à outra espécie, conhecida por hospedeira, da qual retira alimento. Geralmente o parasita não causa a morte imediata do hospedeiro, mantendo assim sua fonte de alimento. </li></ul>
  8. 8. Canibalismo <ul><li>Relação em que um indivíduo, para alimentar-se, mata outro da mesma espécie. Quando a falta de alimento se torna constante no local onde vive, o canibalismo pode ser a única maneira de sobreviver. </li></ul>
  9. 9. Sociedade <ul><li>As sociedades se caracterizam por grupos de organismos da mesma espécie que cooperam entre si. Exemplos: abelhas, cupins, formigas, etc. </li></ul>
  10. 10. Colônias <ul><li>Tipo de relação em que os seres vivos da mesma espécie se encontram ligados fisicamente, sendo difícil distinguir um organismo individual. </li></ul>
  11. 11. Mutualismo <ul><li>Relação de benefícios para as espécies envolvidas; porém, existe uma dependência mútua, pois uma não consegue viver sem a outra. </li></ul>
  12. 12. INQUILINISMO <ul><li>Nessa relação apenas um indivíduo é beneficiado e, para o outro a relação é indiferente. </li></ul><ul><li>Ela ocorre quando um ser busca abrigo no outro, sem prejudicá-lo. </li></ul>
  13. 13. Protocooperação <ul><li>Relação em que as duas espécies envolvidas são beneficiadas, porém podem viver isoladamente. </li></ul>
  14. 14. Comensalismo <ul><li>Essa relação ocorre quando um animal se alimenta dos restos da caça do outro. </li></ul><ul><li>Apenas um indivíduo obtém benefício e o outro não é prejudicado. </li></ul>
  15. 15. Mimetismo <ul><li>Consiste em um determinado organismo imitar outro ser vivo. </li></ul><ul><li>Cobras corais falsas podem se assemelhar às verdadeiras, sendo evitadas por predadores. </li></ul>
  16. 16. Camuflagem <ul><li>Ocorre quando o organismo se disfarça em relação ao ambiente. </li></ul><ul><li>O linguado e o camaleão podem alterar sua pigmentação dependendo da coloração do meio. </li></ul>

×