Seminario pacto 14

562 visualizações

Publicada em

Seminário apresentado por 3º anos Tabapuã - SP

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
562
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminario pacto 14

  1. 1. Professoras:  Giovana C. M. Prandini Buzo  Mirela Raquel Orlandeli  Sirlei P. Gomes Nacci CADERNO 5 – GEOMETRIA CADERNO 6 – GRANDEZAS E MEDIDAS
  2. 2. PROFESSORA: SIRLEI 3º ANO A
  3. 3. TANGRAM Atividade realizada com Tangram Ao iniciar a atividade expliquei para meus alunos que iríamos fazer um trabalho com algumas figuras geométricas, que se chamava tangram, pedi para que eles escolhessem os pares para trabalharem juntos. Expliquei para eles que o tangram era um quebra cabeça chinês formando por sete peças: cinco triângulos de tamanho diferentes, um quadrado e um paralelogramo. As sete peças juntas formam um quadrado e com essas peças eles poderiam formar várias figuras utilizando todas elas sem sobrepô- las. Esse quebra cabeça também é conhecido como jogo das sete peças, que é muito utilizado pelos professores de matemática como instrumento facilitador da compreensão das formas geométricas, além de desenvolver a criatividade e o raciocínio lógico, que também são fundamentais para o ensino da matemática. Com as peças do tangram pode-se também explorar as possibilidades de:
  4. 4.  Identificação e comparação, descrição, classificação e representação de figuras geométricas planas.  As transformações geométricas através de composição e decomposição de figuras planas. O tangram foi por mim utilizado para iniciar junto com meus alunos noções de formas geométricas e também trabalhar a lógica, criatividade, retas, segmentos de retas pontos e vértices. Entreguei para eles um tangram de madeira para que manuseassem e tentassem montar um quadrado. Logo após dei-lhes uma folha xerocada com o desenho de um tangram e pedi para pintar cada figura geométrica de uma cor e depois recortá-las.
  5. 5. Pedi para que contassem quantas peças tinha e que me falassem o nome delas, quantos lados e quantos vértices tinha cada. Disponibilizei algumas figuras que poderiam servir de base para montar as suas figuras, sugeri que cada um poderia usar sua imaginação para criar novas figuras. Alguns alunos que apresentavam dificuldades eu sempre estava por perto intervindo e ajudando para que também tivessem um bom desempenho, muitas das dificuldades apresentadas estão no aprendizado da construção de conceitos geométricos. Por isso, existem materiais concretos, como por exemplo, o tangram que pode auxiliar o professor na condução do processo educativo. O resultado da construção das figuras foi ótimo, as figuras ficaram lindas e tivemos como fechamento a exposição no corredor da escola.
  6. 6. Trabalhar com o tangram é muito importante, pois os alunos desenvolvem noções de medidas, passam a ter um conhecimento maior sobre as figuras planas, área, perímetro e ângulo.
  7. 7. Para trabalhar com grandezas e medidas quis dar uma aula diferente, iniciei com a leitura do livro de acervo do Pacto “O tamanho da gente” (Murilo Cisalpino) ao término da leitura, expliquei para os alunos que iríamos até o pátio para a realização de uma receita de um bolo. Para a realização da receita, organizei as crianças no pátio e disse que aquele ambiente era como se fosse uma cozinha. Coloquei exposta a receita, além dos ingredientes, instrumentos de medidas utilizados na culinária, como vários tipos de colheres, copos, xícaras, litros, assadeiras, etc.
  8. 8. Para a execução da receita, os alunos usaram toucas higiênicas.
  9. 9. Após conversarmos sobre a importância de lavar as mãos antes de manusear os alimentos, fizemos uma leitura coletiva dos ingredientes necessários para fazer o bolo explorando o gênero textual (instrucional), identificando a receita culinária, exposta em um cartaz para que todos visualizassem. Então comecei a fazer algumas perguntas: Quem já ajudou a mãe fazer algum tipo de receita culinária? Quem gosta de bolo de fubá? Após a coleta de informações, explorei os significados das medidas de cada um dos ingredientes, e as maneiras de indicar quantidades de produtos e as diferentes unidades. Também expliquei para eles sobre o número fracionário como, por exemplo, 1/2 copo de óleo, além da leitura e interpretação do número fracionário 1/2 foi discutida a equivalência em gramas, ml, kg e em colheres
  10. 10. "É FUNDAMENTAL DIMINUIR A DISTÂNCIA ENTRE O QUE SE DIZ E O QUE SE FAZ, DE TAL MANEIRA QUE, NUM DADO MOMENTO, A TUA FALA SE TORNE A TUA PRÁTICA”. Disse a eles que a receita que estávamos fazendo daria para quinze (15) pessoas e que estávamos em trinta (30) pessoas. “Quantas receitas teremos que fazer?” Alguns alunos disseram que teríamos que fazer duas (2) receitas e outros disseram o dobro. Então respondi a eles que as duas respostas estavam corretas. Quando o bolo ficou pronto, levei para a sala de aula o bolo e o refrigerante, juntamente os alunos dividiram igualmente para saber quantos pedaços de bolo e quantos copos de refrigerante cada um iria receber. O resultado foi surpreendente todos participaram e comeram na maior alegria.
  11. 11. Para dar continuidade em nossa atividade, pedi para os alunos trazerem para a sala de aula a receita de bolinho de chuva, para aqueles que disseram que poderiam trazer, elaborei um bilhete e mandei para as mães pedindo ajuda para que fizessem uma receita de bolinho para a realização da atividade.
  12. 12. No outro dia, os alunos trouxeram os bolinhos e fizemos as atividades. Perguntei para eles quem tinha ajudado a mãe a fazer. Pedi a eles, então, para explicar para a sala como tinha sido o procedimento. Após a explicação deles, comecei a fazer as minhas perguntas. “Todos os bolinhos são do mesmo tamanho?” “Tem o mesmo formato?” “Porque será que uma receita tem mais e a outra tem menos?”
  13. 13. Então me responderam que os bolinhos não tinham o mesmo tamanho, nem o mesmo formato e que cada mãe tinha usado vários tamanhos de xícaras. O objetivo era que os alunos percebessem que mesmo sendo a mesma receita, a quantidade de bolinhos eram diferentes devido o tamanho de cada um e da unidade de medida. É neste propósito que as crianças viabilizam a construção de um campo de possibilidades ricas e diversificadas de interação entre elas, propiciando uma atividade participativa, responsável, marcada pelo diálogo e prazer.
  14. 14. PROFESSORA : MIRELA 3º ANO B
  15. 15. Trabalhamos com geometria com uma certa frequência, sempre passo aos meus alunos que as formas geométricas estão presentes na maioria dos objetos que conhecemos. Por isso acho importante que eles estudem mais a fundo esse conteúdo. Estamos, no momento, estudando os sólidos geométricos , começamos com cada aluno montando os seus sólidos geométricos, para que cada um tivesse os seus , e assim, ficaria mais fácil desenvolver as atividades propostas.
  16. 16. Depois de montados, fomos nomeando e conhecendo cada um deles.
  17. 17. Depois de montados e nomeados, realizamos o jogo da memória, onde as figuras dos sólidos geométricos formavam par com objetos do cotidiano com a mesma forma. Gosto muito de trabalhar com jogos, pois os alunos participam mais da aula, até mesmo aqueles que geralmente não são muito participativos.
  18. 18. Nas nossas atividades de grandezas e medidas trabalhamos com o centímetro, metro e quilômetro. Nesta atividade específica, trabalhamos o centímetro e o metro. Os alunos montaram um avião de papel e uma régua de um metro, para uma competição entre eles para ver quem lançava o avião mais longe.
  19. 19. Após montarmos os aviões e as réguas, saímos para o pátio da escola para iniciarmos a competição, os alunos levaram também um lápis e uma tabela para anotarem os nomes e as distâncias percorridas pelos aviões.
  20. 20. Voltamos para sala de aula e continuamos a atividade com os alunos comparando com os colegas do grupo as distâncias percorridas pelo avião de cada um. Para finalizar, fizemos um gráfico na lousa para mostrar quantos aviões percorreram mais de 1 metro, quantos percorreram exatamente 1 metro e quantos percorreram mais de 1 metro.
  21. 21. PROFESSORA: GIOVANA 3º ANO B
  22. 22. Geometria Bloco de conteúdos: Espaço e Forma Atividades:  Formas Geométricas  Tangram Objetivos:  Reconhecer figuras geométricas espaciais e planas  Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras geométricas espaciais  Identificar propriedades comuns entre figuras planas Conteúdos:  Identificação e classificação dos sólidos que possuem superfícies planas e os que possuem pelo menos uma superfície curva  Reconhecimento de quadriláteros e triângulos pelo número de vértices e de lados  Relação entre figuras geométricas planas e formas geométricas  Nomeação de formas planas
  23. 23. Justificativa O trabalho com noções geométricas contribui para a aprendizagem de números e medidas, pois estimula a criança a observar, perceber semelhanças e diferenças, identificar regularidades e vice-versa.
  24. 24. Jogos  Favorecem mudanças de rotina, momentos surpreendentes e criam expectativas favoráveis a trabalhos coletivos.  Auxiliam o exercício da criatividade, a argumentação, a organização do pensamento e de processos emocionais.
  25. 25. É importante que os alunos manuseiem objetos ou modelos com a forma de sólidos geométricos para que possam observar suas características: arestas, vértices e faces.
  26. 26. O registro, nas diferentes linguagens, foi valorizado como instrumento de reflexão e avaliação para o professor e para os alunos, como estratégia de comunicação de ideia e de reflexão sobre a atividade desenvolvida.

×