A Arte na Pré-História
Próximos SlideShare
Carregando em...5
×

Curtiu isso? Compartilhe com sua rede

Compartilhar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
  • this is so fucking gay that I has gave cancer
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
  • arte na pre historia is for virgins
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
  • very fucking gay shit
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
  • @ElianyLimmaLimma you are so stupid man
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
  • Gostei muito principalmente na (Hora da cola)
    =) kkkkkkkkkkk
    Tem certeza que quer?
    Sua mensagem vai aqui
No Downloads

Visualizações

Visualizações totais
22,057
No Slideshare
21,978
A partir de incorporações
79
Número de incorporações
7

Ações

Compartilhamentos
Downloads
701
Comentários
6
Curtidas
10

Incorporar 79

http://ead.cultura-am.org 37
http://escola-edisonlobao.blogspot.com 34
http://giorgiamarrone.blogspot.com 4
http://www.giorgiamarrone.blogspot.com 1
http://localhost 1
http://escola-edisonlobao.blogspot.com.br 1
https://twitter.com 1

Conteúdo do relatório

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
    No notes for slide

Transcript

  • 1. A arte na Pré-História
  • 2. É anterior ao surgimento da escrita, não temos nenhum documento ou relato escrito desse período.
    Tudo o que sabemos é resultado de pesquisas de antropólogos e historiadores
  • 3. Eles reconstituíram a cultura humana pré-histórica com base nos objetos encontrados em várias regiões do mundo e nas pinturas do interior de muitas cavernas na Europa, no norte da África, na Ásia e no continente americano.
  • 4. A Pré-História é dividida em 3 períodos
    PALEOLÍTICO
    NEOLÍTICO
    IDADE DOS METAIS
  • 5. PALEOLÍTICO
    Também é chamado de “Idade da Pedra Lascada”.
    Armas e os instrumentos de pedra produzidos pelos grupos humanos eram “lascados” para adquirir bordas cortantes.
  • 6. PALEOLÍTICO
  • 7. PALEOLÍTICO
  • 8. PALEOLÍTICO
  • 9. PALEOLÍTICO
  • 10. PALEOLÍTICO
    As primeiras manifestações artísticas de que se tem registro, como as pinturas encontradas nas cavernas de Chauvet e Lascaux, na França, e de Altamira, na Espanha.
  • 11. PALEOLÍTICO
    As primeiras expressões de arte eram muito simples.
    Consistiam em traços feitos nas paredes das cavernas, ou nas “mãos em negativo”
  • 12.
  • 13.
  • 14. PALEOLÍTICO
    Para fazer pinturas como essas, primeiramente o artista Paleolítico obtinha um pó colorido a partir da trituração de rochas.
    Depois, por um canudo, soprava esse pó sobre a mão encostada na parede da caverna: a área em volta da mão ficava colorida; a parte coberta, não. Assim, ele obtinha uma silhueta da mão, como no negativo de uma fotografia.
  • 15. PALEOLÍTICO
    A principal característica dos desenhos e pinturas do período é o NATURALISMO:o artista representava os seres do modo como os via de determinada perspectiva, isto é, reproduzia a natureza tal qual sua visão captava.
  • 16.
  • 17. PALEOLÍTICO
    Ao olharmos para essas pinturas, chamadas RUPESTRES, é inevitável nos perguntarmos sobre as razões que levaram o ser humano pré-histórico a fazê-las, muitas vezes em lugares de difícil acesso.
  • 18. PALEOLÍTICO
    Uma das explicações mais frequentes é que seriam obra de caçadores, como parte de rituais de magia. Talvez o pintor-caçador acreditasse que, “aprisionando” a imagem do animal, teria poder sobre ele. Assim, se o representasse mortalmente ferido no desenho, conseguiria abatê-lo na vida real. É claro que essa é apenas uma hipótese, pois não há como comprová-la.
  • 19. PALEOLÍTICO
    Outro aspecto que chama a atenção nas pinturas rupestres é a capacidade do artista de interpretar a natureza. Assim, ele utilizava imagens carregadas de traços fortes que expressam a idéia de vigor para representar os animais que temia, ou os grandes animais que caçava, como o bisão:
  • 20.
  • 21. PALEOLÍTICO
    Em pinturas como essa, o ser humano das cavernas utilizava óxidos minerais, ossos carbonizados, carvão, vegetais e sangue de animais. Os elementos sólidos eram esmagados e dissolvidos na gordura dos animais caçados. Como pincel, ele utilizava inicialmente o dedo, mas há indícios também do emprego de pincéis feitos com penas e pelos.
  • 22. PALEOLÍTICO
    O artista do paleolítico fez também esculturas. Nelas, nota-se o predomínio das figuras femininas e a ausência de figuras masculinas. Entre esses trabalhos, destaca-se a “Vênus de Willendorf”
  • 23.
  • 24. PALEOLÍTICO
    Essa pequena escultura de pedra foi encontrada pelo arqueólogo Josef Szombathy, em 1908, perto de Willendorf, na Áustria, e data de aproximadamente 24 mil anos atrás.
    Observe alguns de seus aspectos:
    * a cabeça sem diferenciação evidente em relação ao pescoço
    * os seios volumosos, o ventre saliente, as grandes nádegas.
  • 25. A Pré-História é dividida em 3 períodos
    PALEOLÍTICO
    NEOLÍTICO
    IDADE DOS METAIS
  • 26. NEOLÍTICO
    O período foi também chamado “Idade da Pedra Polida” porque nele se desenvolveu a técnica de produzir armas e instrumentos com pedras polidas por atrito, que as tornava mais afiadas.
  • 27.
  • 28. NEOLÍTICO
    Ainda nesse período deu-se a chamada “Revolução Neolítica”: o início da agricultura e da domesticação de animais, que permitiu ao homem a substituição da vida nômade, errante, por uma vida mais estável.
  • 29.
  • 30.
  • 31. NEOLÍTICO
    Esse fato transformou profundamente a história humana, pois, com a fixação dos grupos humanos, houve um rápido aumento populacional e o desenvolvimento dos primeiros núcleos familiares, além da divisão do trabalho nas comunidades.
  • 32. NEOLÍTICO
    A partir daí, o ser humano criou técnicas como a da tecelagem e a da cerâmica e construiu as primeiras moradias. Como ele também já havia conseguido produzir fogo pelo uso do atrito, pôde, com o tempo, derreter e trabalhar metais.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36. NEOLÍTICO
    Certamente, a arte do Neolítico refletiu todas essas conquistas técnicas. O poder de observação e os aguçados sentidos do caçador-coletor do Paleolítico deram lugar à atividade mental e reflexiva do camponês do Neolítico.
  • 37. NEOLÍTICO
    Como conseqüência, o estilo naturalista foi substituido por um estilo mais simples e geométrico, com sinais e figuras que mais sugerem do que reproduzem os seres. Eis, aí, a primeira grande transformação na história da arte.
  • 38.
  • 39. NEOLÍTICO
    Não foram, porém, apenas as características das formas representadas que sofreram mudanças. Os temas também mudaram: o ser humano passou a ser representado em suas atividades cotidianas e coletivas.
  • 40. NEOLÍTICO
    Daí surgiu um novo desafio para o artista: sugerir movimento por meio da imagem fixa. Pinturas com cenas de danças coletivas, talvez ligadas ao trabalho de plantio e colheita, evidenciam que o artista do Neolítico venceu esse desafio de modo eficiente.
  • 41.
  • 42. NEOLÍTICO
    Note como há, na cena retratada, uma evidente intenção de transmitir a idéia de movimento pela posição dos braços e das pernas.
  • 43. NEOLÍTICO
    Essa preocupação com o movimento levou à criação de figuras cada vez mais leves, ágeis, pequenas, com poucas cores. Com o tempo, tais figuras reduziram-se a traços e linhas muito simples, mas capazes de transmitir sentido a quem as via. Delas surgiria depois a primeira forma de escrita: a escrita “pictográfica”, na qual os seres e as idéias são representadas por desenhos.
  • 44.
  • 45. A Pré-História é dividida em 3 períodos
    PALEOLÍTICO
    NEOLÍTICO
    IDADE DOS METAIS
  • 46. IDADE DOS METAIS
    Na Idade dos Metais, o ser humano já havia dominado a produção do fogo. Graças a isso, o artista pôde começar a trabalhar o metal servindo-se, possivelmente, da técnica com forma de barro ou da técnica da cera perdida, e produzir peças muito bem-feitas:
  • 47.
  • 48. IDADE DOS METAIS
    Esculturas de metal como a reproduzida ao lado foram encontradas sobretudo na Escandinávia e na Sardenha. Com representações de guerreiros e mulheres, são ricas em detalhes e servem de documento dos costumes do período.