A mulher sangrenta

932 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
932
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A mulher sangrenta

  1. 1. A MULHER SANGRENTA Por Ton Kulberg Mossregistrado [U+20A2] 2011Todos os direitos reservados.Registrado na BN.
  2. 2. INT. APARTAMENTO LEONORA/SALA - NOITELEONORA ALMEIDA morena magra, 23 anos, está varrendo seuapartamento de CLASSE MÉDIA. O telefone toca. LEONORA Alô?EXT. RUA/ORELHÃO - NOITEUma MULHER LOURA com o cabelo escondendo o ROSTO estásegurando o fone. MULHER SANGRENTA Eu sou a mulher sangrenta! Estou Indo para aí.INT. APARTAMENTO LEONORA/SALA - NOITE LEONORA Alô? O que? Quem? MULHER SANGRENTA (V.O.) Eu sou a mulher sangrenta! Estou indo para aí.Som de OCUPADO. Leonora olha para o fone e franze a testa. LEONORA Eu hein.Leonora vai para a ...COZINHA, abre a geladeira e pega um pudim, senta na bancadada PIA e começa a comer o pudim. O telefone toca mais umavez, ela pega a extensão da cozinha. MULHER SANGRENTA (V.O.) Eu sou a mulher sangrenta! Estou indo para aí. LEONORA Olha só minha filha, você não tem mais nada de útil para fazer do que ficar passando trote não?Som de OCUAPDO mais uma vez. Leonora volta para a ...SALA, liga o rádio. Uma música SINISTRA começa a tocar. Atransmissão é interrompida. (CONTINUED)
  3. 3. CONTINUED: 2. LOCUTOR (V.O.) Acabamos de interromper a nossa programação para um comunicado urgente! Acaba de fugir do sanatório judicial a famigerada Mulher Sangrenta.Leonora deixa cair o pote de pudim no chão. LOCUTOR (V.O.) (CONT.) Fechem portas e janelas! Cuidado! Muito cuidado!O telefone toca. Leonora olha para o telefone.Pausa.Som de TROVÃO. Leonora caminha vagarosamente em direção aotelefone. LEONORA A - Alô? MULHER SANGRENTA (V.O.) Eu sou a mulher sangrenta! Eu já estou chegando.EXT. RUA/ORELHÃO - NOITEUma MÃO coloca o fone no gancho. Um FILETE de SANGUE escorrepelo fone.INT. APARTAMENTO LEONORA/SALA - NOITEBarulho de CHUVA. As cortinas da janela estão voandoviolentamente. Leonora corre para fechar a janela. A luz deum RAIO ilumina o ambiente. O telefone toca. Leonora pega ofone, retira-o e coloca-o rapidamente novamente no gancho.Retira novamente o fone e começa a discar. LEONORA Polícia? Por favor, venham me salvar! A Mulher Sangrenta está vindo me pegar! POLICIAL (V.O.) Calma minha senhora! Estamos mandando uma viatura imediatamente!O telefone toca. (CONTINUED)
  4. 4. CONTINUED: 3. MULHER SANGRENTA (V.O.) Eu sou a mulher sangrenta! Já estou no seu prédio! LEONORA Por favor! O que você quer de mim?Sinal de OCUPADO mais uma vez. Leonora joga o telefone naparede. O som de BATIDAS na PORTA. Falta energia e a luz seapaga. Leonora se acua sentada no chão ao lado do sofá comas mãos na boca. Sons de TROVÕES. As batidas na porta estãomais altas e violentas. Raios iluminam o ambiente. A porta éarrombada. Um raio ilumina uma mulher na entrada da porta. MULHER SANGRENTA Eu sou a mulher sangrenta!A mulher abre um sorriso diabólico com seus dentesvampirescos. MULHER SANGRENTA (CONT.) Você tem um absorvente para emprestar? FIM

×