Finanças pessoais

4.220 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.220
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
135
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Finanças pessoais

  1. 1. FINANÇAS PESSOAIS Profº Gilson Evaristo 1
  2. 2. FINANÇAS PESSOAIS Gilson Evaristo Formação Administração de Empresas MBA em Engenharia da Qualidade MBA em Gestão de Processos Industriais Técnico em Gestão Empresarial Técnico Mecânico Atuação Consultor na área de Gestão da Qualidade Professor e Instrutor Técnico Profº Gilson Evaristo 2
  3. 3. Finanças pessoais Hoje vamos explorar a ideia do dinheiro como motivador na tomada de decisão que implica diretamente na realização dos seus projetos de vida. Profº Gilson Evaristo 3
  4. 4. Mito ou verdade? Dinheiro não traz felicidade... ...Mas com o saldo positivo no banco, você vive com mais humor. • • • • • Sabemos o que devemos fazer para não ficar endividado: Fazer um orçamento; Planejar; Não gastar mais do que ganha; Economizar para comprar a vista; Etc... Mesmo assim, a inadimplência cresce e o endividamento das pessoas é cada vez maior. Profº Gilson Evaristo 4
  5. 5. Como nos relacionamos com o dinheiro? O que o dinheiro significa para você? Profº Gilson Evaristo 5
  6. 6. Sonhos Sonhos não costumam ser auto-realizáveis É preciso agir Profº Gilson Evaristo 6
  7. 7. Como realizar os sonhos? Sonhos Então, ponha em prática Projetos Profº Gilson Evaristo 7
  8. 8. Como transformar os sonhos em projetos? 1 – Saiba onde você quer chegar e o que quer conquistar; 2 – Internalize a visão de futuro trazida pela realização do projeto; 3 – Estabeleça metas que sejam claras e objetivas; 4 – Estabeleça etapas intermediárias; 5 – Comemore as etapas intermediárias; Profº Gilson Evaristo 8
  9. 9. Necessidades e desejos Você sabe a diferença entre Necessidades e Desejos? Necessidades Desejos Aquilo que realmente precisamos: É algo absolutamente indispensável Aquilo que queremos possuir ou usufruir: São manifestações da nossa vontade. Profº Gilson Evaristo 9
  10. 10. Necessidades x Desejos Quando desejos viram necessidades ... Se torna impossível alcançar o equilíbrio financeiro. Desejos são ilimitados e os recursos são limitados Profº Gilson Evaristo 10
  11. 11. Equilíbrio Financeiro Equilíbrio financeiro é resultante da seguinte equação: Resultado Positivo (lucro) Receita (Entradas) Despesas (Saídas) Salário e outros rendimentos Sobra de recursos: Investir? Poupar? Comprar? Equilíbrio Aluguel, água, luz, condomínio... Profº Gilson Evaristo Financeiro 11
  12. 12. Desequilíbrio Financeiro Desequilíbrio financeiro é resultante da seguinte equação: Despesas Resultado Negativo (Prejuízo) Receita (Entradas) (Saídas) Falta de recursos: Endividamento Empréstimo Salário e outros rendimentos Aluguel, água, luz, condomínio... Profº Gilson Evaristo Desequilíbrio Financeiro 12
  13. 13. Escolhas A vida é feita de escolhas sejam elas: conscientes ou inconscientes Profº Gilson Evaristo 13
  14. 14. Equilíbrio nas escolhas EMOÇÃO DIVERSÃO IMEDIATISMO CONSUMISMO RAZÃO Mas quando se fala em finanças pessoais, existe uma escolha que é FUNDAMENTAL PAGAR ou RECEBER juros? Profº Gilson Evaristo 14
  15. 15. Juros VISÃO DE QUEM PAGA É o aluguel que você paga para usar um dinheiro que não é seu. É o preço da impaciência ou da necessidade imediata. VISÃO DE QUEM RECEBE É o aluguel que você recebe por emprestar o seu dinheiro. É a remuneração por esperar, por ser paciente. Profº Gilson Evaristo 15
  16. 16. Qual a sua escolha? Se você optou por pagar... • • • VANTAGENS Atender emergências Aproveitar oportunidades (Investir em bens de capital) Antecipar consumos • • • DESVANTAGENS Transferências de renda para terceiros Comprometimento do consumo futuro Endividamento excessivo Profº Gilson Evaristo 16
  17. 17. Pagar juros – Uso do crédito Você (sua família) decidiu fazer uma compra... A PRAZO ou À VISTA? Profº Gilson Evaristo 17
  18. 18. Na hora de comprar um carro Preço: R$40.000,00 Entrada: R$16.000,00 (40%) OPÇÃO 1 – FINANCIAMENTO PARCIAL Valor financiado: Prazo: Prestação: % financiamento: R$24.000,00 60 meses (5 anos) R$657,41 1,8% Profº Gilson Evaristo 18
  19. 19. Na hora de comprar um carro OPÇÃO 2 – AQUISIÇÃO A VISTA Poupar por 30 meses: Valor a depositar: % rentabilidade: R$24.000,00 R$657,41 0,5% Observação: Após a compra, continuar depositando até o 60º mês Profº Gilson Evaristo 19
  20. 20. Na hora de comprar um carro 60.000 R$55.444,00 R$55.444,00 R$51.147,00 50.000 40.000 30.000 R$24.600,00 20.000 10.000 Opção 1 Opção 2 Total desembolsado Patrimônio Profº Gilson Evaristo 20
  21. 21. Resultado patrimonial 60.000 R$55.444,00 50.000 40.000 30.000 Opção 1 – Patrimônio final R$24.600,00 20.000 - 10.000 Carro com 5 anos de uso Poupança: R$ 0,00 Desembolso final: R$55.444,00 Patrimônio Final: R$24.600,00 Opção 1 Total desembolsado Patrimônio Profº Gilson Evaristo 21
  22. 22. Resultado patrimonial 60.000 R$55.444,00 R$51.147,00 50.000 40.000 30.000 20.000 10.000 Opção 2 – Patrimônio final - Carro com 2,5 anos de uso - (R$29.500,00) - Poupança: R$21.647,00 - Desembolso final: R$55.444,00 - Patrimônio Final: R$51.147,00 Opção 2 Total desembolsado Patrimônio Profº Gilson Evaristo 22
  23. 23. Na hora de comprar um carro 60.000 R$55.444,00 R$55.444,00 R$51.147,00 50.000 40.000 30.000 R$24.600,00 20.000 10.000 Opção 1 Opção 2 Total desembolsado Patrimônio Profº Gilson Evaristo 23
  24. 24. Pagar juros - Endividamento Porque ocorre o endividamento? (Se é que você não saiba) • Falta de planejamento e controle • Mito do crédito fácil • Excesso de compras a prazo • Gastar o que ainda não recebeu • Pouco conhecimento financeiro Profº Gilson Evaristo 24
  25. 25. Consequências do endividamento FINANCEIRAS • Comprometimento da renda com juros • Perda de patrimônio • Multas Profº Gilson Evaristo 25
  26. 26. Consequências do endividamento MORAIS • constrangimento cobranças; por • Restrições cadastrais (SPC, SERASA, Divida ativa); • Comprometimento qualidade de vida; • da Desestruturação familiar Profº Gilson Evaristo 26
  27. 27. Como sair do endividamento? • Tomar consciência da situação; • Mapear as dívidas; • Agir (Sair do plano do choro para o plano da ação): • • • • Não fazer novas dívidas; Gerar rendas extras; Procurar credores para negociar; Reduzir gastos. Profº Gilson Evaristo 27
  28. 28. Como reduzir gastos? Devemos controlar três grandes grupos: DESPERDÍCIO Eliminar por completo SUPÉRFLUO Reduzir ou Eliminar NECESSÁRIO Otimizar os gastos (Procurar alternativas) Sobrou dinheiro? APROVEITE PARA PAGAR E AMORTIZAR DÍVIDAS Profº Gilson Evaristo 28
  29. 29. Receber juros - Poupar PAGAR ou RECEBER juros? Se você optou por receber... Poupar é Acumular valores NO PRESENTE para utilizá-los NO FUTURO Profº Gilson Evaristo 29
  30. 30. Por que poupar? SEGURANÇA OPORTUNIDADE Superar imprevistos Aproveitar ofertas Pouco ou nenhum endividamento “Poder de barganha” Tranquilidade na aposentadoria Viabilização de sonhos Profº Gilson Evaristo 30
  31. 31. Por que poupar? R$8.414,00 R$10.000,00 R$5.000,00 R$0,00 1º Ano 2º Ano 3º Ano 4º Ano 5º Ano - R$10.000,00 - R$20.000,00 - R$30.000,00 - R$40.000,00 - R$50.000,00 - R$44.552,00 Poupar R$120,00 por mês durante 5 anos (60 meses) – Rentabilidade de 0,5% a.m. Dívida de R$120,00 reais por mês durante 5 anos (60 meses) – Juros de 5% a.m. Profº Gilson Evaristo 31
  32. 32. E agora? Qual a sua escolha? PAGAR ou RECEBER juros? A escolha continua sendo sua! Profº Gilson Evaristo 32
  33. 33. Para onde vai o seu dinheiro? Alimentação Diversão Juros Transporte Vestuário Educação Viagens Sonhos Profº Gilson Evaristo 33
  34. 34. Para que serve o orçamento? • Conhecer sua realidade atual; • Entender os próprios hábitos de consumo; • Definir prioridades e projetos • Organizar e tranquilizar sua vida financeira; • Administrar imprevistos; • Consumir de forma contínua e consciente Profº Gilson Evaristo 34
  35. 35. Orçamento - objetivo básico ORÇAMENTO RECEITA X DESPESA Deficitário Receita < Despesa Neutro Receita = Despesa Superavitário Receita > Despesa O objetivo básico do orçamento Ter uma Receita maior que a Despesa Profº Gilson Evaristo 35
  36. 36. Estimar Receitas e Despesas RECEITAS FIXAS Salário Aposentadoria Aluguel VARIÁVEIS DESPESAS R$__,__ R$__,__ R$__,__ 13º Salário Férias Bonificações Dividendos R$__,__ R$__,__ R$__,__ R$__,__ TOTAL R$__,__ FIXAS Aluguel Prestação Habitação Seguro Plano de saúde Escola VARIÁVEIS R$__,__ R$__,__ R$__,__ R$__,__ R$__,__ Alimentação Agua Luz Telefone Fixo/Celular Combustível R$__,__ R$__,__ R$__,__ R$__,__ R$__,__ TOTAL R$__,__ Profº Gilson Evaristo 36
  37. 37. Modelo de orçamento Profº Gilson Evaristo 37
  38. 38. Reflexões CARTÃO DE CRÉDITO Profº Gilson Evaristo 38
  39. 39. Reflexões CHEQUE ESPECIAL Profº Gilson Evaristo 39
  40. 40. Reflexões CRÉDITO CONSIGNADO Profº Gilson Evaristo 40
  41. 41. Reflexões PORTABILIDADE DE CRÉDITO http://www.bcb.gov.br/?portabilidadefaq Profº Gilson Evaristo 41
  42. 42. Os 10 erros mais comuns nas finanças pessoais 1º ERRO  Aceitar todos os cartões de créditos oferecidos pelas operadoras 2º ERRO  Usar o limite de cheque especial com frequência Profº Gilson Evaristo 42
  43. 43. Os 10 erros mais comuns nas finanças pessoais 3º ERRO  Pagar o mínimo da fatura dos cartões de crédito ou parcelar a dívida (crédito rotativo) 4º ERRO  Não conferir os extratos bancários e não questionar as tarifas cobradas e as anuidades dos cartões de crédito Profº Gilson Evaristo 43
  44. 44. Os 10 erros mais comuns nas finanças pessoais 5º ERRO  Entrar nas lojas apenas porque há aglomeração de pessoas atraídas por cartazes de “ofertas imperdíveis” 6º ERRO  Não dar importância às notas e moedas de pequeno valor Profº Gilson Evaristo 44
  45. 45. Os 10 erros mais comuns nas finanças pessoais 7º ERRO  Atrasar as contas e não dar importância ao “pequeno” valor de encargos cobrados pelo atraso 8º ERRO  Nas compras à prazo, olhar apenas o valor das prestações, não se importando com os juros e o montante final da dívida Profº Gilson Evaristo 45
  46. 46. Os 10 erros mais comuns nas finanças pessoais 9º ERRO  Não se preocupar em saber o quanto ganha e como gasta sua renda (orçamento pessoal) 10º ERRO  Não se preocupar em poupar um pouco do salário mensal Profº Gilson Evaristo 46
  47. 47. Dicas Profº Gilson Evaristo 47
  48. 48. 10 Super dicas 1º DICA  Cancele todos os cartões de crédito e o cheque especial 2º DICA  Faça uma lista de todos os débitos e apure o montante Profº Gilson Evaristo 48
  49. 49. 10 Super dicas 3º DICA  Renegocie as dívidas 4º DICA  Priorize as dívidas com juros mais altos Profº Gilson Evaristo 49
  50. 50. 10 Super dicas 5º DICA  Elabore ou orçamento pessoal reveja o 6º DICA  Corte gastos desnecessários Profº Gilson Evaristo 50
  51. 51. 10 Super dicas 7º DICA  Procure reduzir as despesas do mês. Ex.: telefone, contas de água e energia 8º DICA  Tente vista comprar sempre à Profº Gilson Evaristo 51
  52. 52. 10 Super dicas 9º DICA  Antecipe os pagamentos quando há desconto 10º DICA  Faça uma poupança de pelo menos 10% dos seus rendimentos Profº Gilson Evaristo 52
  53. 53. Lembre-se "O rio só atinge seu objetivo porque aprendeu a contornar seus obstáculos!" Profº Gilson Evaristo 53
  54. 54. Comentários e perguntas Gilson Evaristo Contato E-mail: gilevaristo@uol.com.br Profº Gilson Evaristo 54

×