TIAGO 1.12-18
A Bem-aventurança da Provação Tiago faz três alusões ao homem bem-aventurado:   1.12   1.25   5.11
A Bem-aventurança da Provação O que é provado deve encarar isso como um  momento de oportunidade na sua vida. Vencendo a ...
A Bem-aventurança da Provação No verso 13 Tiago faz diferença de provação e  tentação: uma é para o pecado e a outra para...
Se Deus não nos tenta, como somostentado?  Como surge o pecado em nossas vidas?  Porque pecamos?    “cada um porém é ten...
Se Deus não nos tenta, como somostentado?  A origem dos nossos pecados está em nós   mesmos (Rm 7.21)  Algumas pessoas a...
Se Deus não nos tenta, como somostentado?  O mal não é algo exterior a nós, é algo interno,   presente dentro de nós (Rm ...
Ampliando o assunto O versículo 16 diz “não vos enganei meus amados  irmãos”. Está ligado a força da nossa natureza  caíd...
Mas, e o bem que fazemos? Graças a Deus fazemos o bem. E porque o fazemos?     Por causa de Deus (v.17) Quando nos torn...
Por que Deus fez isso? A resposta de Tiago sobre o mal que temos em nós  e sobre o bem que Deus coloca em nós é muito  si...
Considerações Finais As provações e as demais lutas não devem nos  desanimar. Temos dentro de nós uma força que n os imp...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012

1.608 visualizações

Publicada em

1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.608
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Provação, tentação e vitória! ebd 01 04 2012

  1. 1. TIAGO 1.12-18
  2. 2. A Bem-aventurança da Provação Tiago faz três alusões ao homem bem-aventurado:  1.12  1.25  5.11
  3. 3. A Bem-aventurança da Provação O que é provado deve encarar isso como um momento de oportunidade na sua vida. Vencendo a provação ele receberá a coroa da vida, como um sinal de que triunfou, de que é um vencedor. Mesmo que lhe custe a vida é necessário permanecer fiel. A uma recompensa para os que lutam, superam as provações e permanecem fiéis.
  4. 4. A Bem-aventurança da Provação No verso 13 Tiago faz diferença de provação e tentação: uma é para o pecado e a outra para aperfeiçoamento. Em Gn 22.1 lemos que Deus provou Abraão e não tentou Abraão. A tentação é para queda e a provação para purificação das impurezas. Contudo, Deus põe limites à provação (1Co 10.13)
  5. 5. Se Deus não nos tenta, como somostentado?  Como surge o pecado em nossas vidas?  Porque pecamos? “cada um porém é tentado quando é atraído e engodado pela sua própria concupiscência.” (v. 14)
  6. 6. Se Deus não nos tenta, como somostentado?  A origem dos nossos pecados está em nós mesmos (Rm 7.21)  Algumas pessoas acham que o homem não tem inclinação para o pecado, mas Tiago afirma que é a nossa própria concupiscência nos leva ao pecado. Em suma, somos pecadores (Rm 6.23)
  7. 7. Se Deus não nos tenta, como somostentado?  O mal não é algo exterior a nós, é algo interno, presente dentro de nós (Rm 7.14-17).  Nossa natureza humana nos impele ao pecado contra Deus e nos leva a queda, é por isso que pecamos. Somos culpados e não coitadinhos.
  8. 8. Ampliando o assunto O versículo 16 diz “não vos enganei meus amados irmãos”. Está ligado a força da nossa natureza caída. Mas, sobre o que não devemos nos enganar? É o que ele diz no verso 15: “então a concupiscência da a luz ao pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte”, que saibamos bem isto! É assim que somos levados a pecar: porque somos pecadores, porque temos uma natureza caída (Rm 3.23).
  9. 9. Mas, e o bem que fazemos? Graças a Deus fazemos o bem. E porque o fazemos?  Por causa de Deus (v.17) Quando nos tornamos crentes o Espírito Santo passa a habitar em nós, como nos afirma efésios 1.13 e 1Coríntios 3.16, contudo o apóstolo João nos afirma em seu evangelho capítulo14, verso 23 que não só o Espírito Santo, mas toda a trindade passa a habitar no crente. Nossos pecados não são a vontade de Deus para nós e sim sua santificação.
  10. 10. Por que Deus fez isso? A resposta de Tiago sobre o mal que temos em nós e sobre o bem que Deus coloca em nós é muito simples: PORQUE ELE QUIS! (v.18) Ele nos gerou pela Palavra da Verdade (1Pe 1.23). A Palavra dEle em nós produz vida e mudança, ele nos gerou “para que fôssemos como que primícias das Suas criaturas”. Ele nos gerou para sermos o início da nova raça que ele está criando em Cristo, uma nova ordem, onde, tudo lhe seja submisso.
  11. 11. Considerações Finais As provações e as demais lutas não devem nos desanimar. Temos dentro de nós uma força que n os impele para o pecado. Somos chamados a vencer!

×