República Liberal Populista
1945 a 1964
1
O POPULISMO
A política populista é marcada pela ascensão de
líderes carismáticos...
A GUERRA FRIA
Doutrina
Truman
Plano
Marshall
OTAN
Pacto de
Varsóvia
Economia
Planificada
Cortina de
Ferro
5
Constituição d...
Governo Dutra
Proíbe os Cassinos
e o jogos de azar.
Extinguiu o Partido
Comunista
Brasileiro
Cria a Escola
Superior de Gue...
Getúlio
Vargas
31.01.1951 a
24.08.1954 (3 anos, 6
meses e 26 dias)
13
Getúlio eleito…
A UDN tenta impugnar a sua eleição: ...
O Getúlio que
a burguesia
queria…
Alianças…
Querendo buscar amplas
alianças políticas, Getúlio
abraçou setores com
diferen...
Modernização
Acelerada
Êxodo Rural
Aumenta o contigente
de trabalhadores
urbanos.
Amplia-se a base de
sustentação do
popul...
Mobilização Popular
Sindicalismo autônomo
Tensões e Crises
Oposição Udenista
liderada por Carlos
Lacerda.
Usa os meios de
...
Atentado da Rua Toneleros
1954
Pressão para a
renúncia de Vargas.
A Aeronáutica “rompe”
com o governo.
Vargas fica isolado...
Comoção Popular
A comoção
popular…
Impede
O golpe da
UDN, Militares
e setores
conservadores
.
Ou seja...
Café Filho assume...
Eleições de 1955
3.077.411 (três milhões, setenta
e sete mil, quatrocentos e onze)
3.591.409 (três milhões quinhentos e
no...
Estabilidade Política
Força dominante no Congresso
Nacional, pois possuía o maior
número de parlamentares e o
maior número...
Plano de Metas
“Ainda no que toca à política geral, outra medida
a que o governo atribui grande importância
refere--se à a...
Maquinário Pesado e Caminhões
Urbanização acelerada
O desenvolvimento industrial amplia a
oferta de empregos nas grandes c...
Geração de
Energia
Três Marias - MG
Construção de Brasília
Em 1956, já estava à disposição do governo a lei nº 2874 que au...
No projeto de Lúcio Costa, o eixo
norte-sul tem a função de tronco
circulatório, com pistas de alta
velocidade cruzadas po...
Oposição
Crescentes dificuldades financeiras e inflacionárias
(decorrentes principalmente dos gastos com a construção
de B...
As Heranças
Eleições em 1960
A UDN lançou a bem sucedida candidatura do
populista Jânio Quadros.
Buscando sempre posar ao ...
Política Econômica Política Interna
Política Externa
Por que renunciou?
O “espetáculo da renúncia” acreditava que o povo
o reconduziria ao poder e, assim, voltaria fortalecido...
Fase Parlamentarista
Mesmo sem poder de interferência, Jango propôs um
plano econômico com três pontos fundamentais:
desen...
Radicalização Política e Social
Comício na Central
do Brasil - RJ.
Radicalização Política e Social
Marcha da Família
com D...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

República Liberal Populista - 2015

111 visualizações

Publicada em

Aula - 9º ano - Maristinha
By Professor Gilberto Assis

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
111
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

República Liberal Populista - 2015

  1. 1. República Liberal Populista 1945 a 1964 1 O POPULISMO A política populista é marcada pela ascensão de líderes carismáticos que buscam sustentar sua atuação no interior do Estado através do amplo apoio das maiorias. Muitas vezes, abandona o u s o d e i nt e r m e d i á r i o s i d e o l ó g i c o s o u partidários para buscar na “defesa dos interesses nacionais” uma alternativa às tendências políticas de sua época, sejam elas tradicionalistas, oligárquicas, liberais ou socialistas. De diferentes formas, propaga a crença em um líder acima de qualquer outro ideal. http://www.brasilescola.com/historia-da-america/populismo-1.htm 2 Assim sendo… Prioriza o atendimento às classes menos favorecidas. Permitiu a participação política de grupos sociais marginalizados historicamente. NÃO É CIDADANIA PLENA. ASSISTENCIALISMO AUTORITARISMO 3 A Guerra Fria 4
  2. 2. A GUERRA FRIA Doutrina Truman Plano Marshall OTAN Pacto de Varsóvia Economia Planificada Cortina de Ferro 5 Constituição de 1946 Liberalismo + Conservadorismo A igualdade de todos os cidadãos perante a lei Liberdade de expressão, sem censura. Sigilo de correspondência Liberdade de consciência, crença e exercício de quaisquer cultos religiosos. Três poderes separados Mandato presidencial de 5 anos Liberdade Partidária e livre associação para fins lícitos. Os presidentes 7 8 Eurico Gaspar Dutra 31.01.1946 a 31.01.1951
  3. 3. Governo Dutra Proíbe os Cassinos e o jogos de azar. Extinguiu o Partido Comunista Brasileiro Cria a Escola Superior de Guerra (ESG) 9 Liberalismo Econômico Alinhamento total com os Estados Unidos Esgotamento das reservas cambiais Retração da indústria nacional Endividamento Arrocho salarial Descontentamento dos trabalhadores 10 Intervencionismo Estatal Fracassou! 11 12 Saindo em 1945….
  4. 4. Getúlio Vargas 31.01.1951 a 24.08.1954 (3 anos, 6 meses e 26 dias) 13 Getúlio eleito… A UDN tenta impugnar a sua eleição: vitória somente com a maioria, ou seja, metade mais um! Argumento não amparado pelas leis da época. Razão: os liberais não conseguem atrair o voto da grande massa! Descontentes passam a envocar a intervenção militar. 15 Vargas queria repetir o anterior “Estado de Compromisso” (Estado Novo) que marcou seus primeiros anos frente à presidência do Brasil O Getúlio que os trabalhadores querem de volta…
  5. 5. O Getúlio que a burguesia queria… Alianças… Querendo buscar amplas alianças políticas, Getúlio abraçou setores com diferentes aspirações políticas. Em um período de Guerra Fria, onde a polarização ideológica era pauta do dia, Vargas se aliou tanto aos defensores do nacionalismo quanto do liberalismo Alianças… Os liberalistas, representados pelo empresariado nacional, e militares, defendiam a abertura da economia nacional ao capital estrangeiro e adoção de medidas monetaristas que controlariam as atividades econômicas e os índices inflacionários. Alianças… os nacionalistas, que contavam com trabalhadores e representantes de esquerda, eram favoráveis a um projeto de desenvolvimento que contava com a participação maciça do Estado na economia e a rejeição ao capital estrangeiro.
  6. 6. Modernização Acelerada Êxodo Rural Aumenta o contigente de trabalhadores urbanos. Amplia-se a base de sustentação do populismo 21 Economia: Problemas Inflação em alta. Preços em alta. Salário em queda e poder de compra reduzido. Enfraquecimento do mercado interno. Economia: Soluções… Nacionalismo Econômico
  7. 7. Mobilização Popular Sindicalismo autônomo Tensões e Crises Oposição Udenista liderada por Carlos Lacerda. Usa os meios de comunicação na tentativa de difamar a pessoa de Vargas e seu governo. 27 Trama Golpista Militares, burguesia, UDN: República do Galeão 1954
  8. 8. Atentado da Rua Toneleros 1954 Pressão para a renúncia de Vargas. A Aeronáutica “rompe” com o governo. Vargas fica isolado no Palácio do Catete. “Só saio do Catete morto. Reajuste de 100% no salário mínimo cedido aos trabalhadores.
  9. 9. Comoção Popular A comoção popular… Impede O golpe da UDN, Militares e setores conservadores . Ou seja... Café Filho assume e se aproxima do grupo golpista adotando uma política liberal, permitindo a livre importação. Afasta-se por motivos de saúde. 24.08.1954 a 11.11.1955 (01a02m20d) Café Filho
  10. 10. Eleições de 1955 3.077.411 (três milhões, setenta e sete mil, quatrocentos e onze) 3.591.409 (três milhões quinhentos e noventa e um mil quatrocentos e nove) JK - PSD Jango - PTB - Deposto por um dispositivo militar e considerado impedido de exercer o cargo de Presidente da República pelo Congresso Nacional - Golpe preventivo do General Henrique Lott. Carlos Luz 08.11.1955 a 11.11.1955 (3d) Como Vice-Presidente do Senado Federal, assumiu a Presidência da República, em virtude  do impedimento do Presidente Café Filho e do Presidente da Câmara dos Deputados Carlos Luz, conforme deliberação do Senado Federal e da Câmara dos Deputados. Garantiu a posse dos Eleitos em 1955. Nereu Ramos 11.11.1955 a 31.01.1956 (02m21d) Juscelino Kubitscheck 31.01.1956 a 31.01.1961 40
  11. 11. Estabilidade Política Força dominante no Congresso Nacional, pois possuía o maior número de parlamentares e o maior número de ministros no governo. Conservadores, porque representava interesses de setores agrários (latifundiários), da burocracia estatal e da burguesia comercial e industrial. Estabilidade Política Reunia lideranças sindicais representantes dos trabalhadores urbanos mais organizados e setores da burguesia industrial. Estabilidade Política O êxito da aliança entre os dois partidos deveu-se ao fato de que ambos evitaram radicalizar suas respectivas posições políticas, ou seja, conservadorismo e reformismo radicais foram abandonados. 50 anos em 5
  12. 12. Plano de Metas “Ainda no que toca à política geral, outra medida a que o governo atribui grande importância refere--se à atração dos empresários estrangeiros que, com sua técnica e seu capital, poderão prestar valiosa ajuda na construção do nosso p arq u e i n d u s t r i al. ( ... ) Fato d e g r a n d e importância ocorrido em 1956 foi o renascimento do interesse dos capitalistas estrangeiros pelo desenvolvimento industrial do País”. NACIONAL-DESENVOLVIMENTISMO CAPITAL EXTERNO NACIONAL-DESENVOLVIMENTISMO CAPITAL INTERNO Emissão Monetária Desenvolvimento Industrial Abertura ao capital estrangeiro atraindo empresas multinacionais. Grandes montadoras: Ford, Volkswagen, Willys e General Motors.
  13. 13. Maquinário Pesado e Caminhões Urbanização acelerada O desenvolvimento industrial amplia a oferta de empregos nas grandes cidades do Sudeste. Aumenta o êxodo rural provocando uma urbanização acelerada e desorganizada. Integração Nacional Rodovias Custo baixo na construção e custo elevado na manutenção. BR-040 - Rio- Brasilia BR 153 - Belém- Brasília
  14. 14. Geração de Energia Três Marias - MG Construção de Brasília Em 1956, já estava à disposição do governo a lei nº 2874 que autoriza o Executivo Federal a começar as obras de construção da futura capital federal. Companhia Urbanizadora da Nova Capital - Novacap Responsável pela escolha do projeto arquitetônico e urbanístico da nova capital. Comanda as principais obras da nova capital. Plano Piloto Lúcio Costa "Ela nasceu do gesto de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos cruzando-se em ângulo reto, ou seja, o sinal da cruz". O curioso é que algumas construções, como o aeroporto e o Palácio da Alvorada, foram iniciadas antes da escolha do Plano Piloto.
  15. 15. No projeto de Lúcio Costa, o eixo norte-sul tem a função de tronco circulatório, com pistas de alta velocidade cruzadas por pistas laterais que distribuem o tráfego para os setores residenciais. Já no eixo monumental leste- oeste ficam concentrados os centros administrativos, os setores comercial, cultural e de diversões. O arquiteto escolhido para projetar todos os edifícios públicos de Brasília é Oscar Niemeyer. Ele conhecia Juscelino desde 1940, quando este ainda era prefeito de Belo Horizonte e convidou Niemeyer para projetar o Conjunto da Pampulha.
  16. 16. Oposição Crescentes dificuldades financeiras e inflacionárias (decorrentes principalmente dos gastos com a construção de Brasília) fragilizaram o governo federal. Denúncia de escândalos de corrupção e uso indevido do dinheiro público. A construção de Brasília foi o principal alvo das críticas da oposição. No entanto, a ação de setores oposicionistas não prejudicou seriamente a estabilidade governamental na gestão de JK.
  17. 17. As Heranças Eleições em 1960 A UDN lançou a bem sucedida candidatura do populista Jânio Quadros. Buscando sempre posar ao lado dos populares e tendo como principal símbolo a “vassoura” que daria fim à corrupção que marcou o governo anterior. Jânio Quadros ganhou as eleições com históricos seis milhões de votos. Jânio Quadros 31.01.1961 a 25.08.1961 (6 meses e 27 dias). 67
  18. 18. Política Econômica Política Interna Política Externa
  19. 19. Por que renunciou? O “espetáculo da renúncia” acreditava que o povo o reconduziria ao poder e, assim, voltaria fortalecido. O Vice-Presidente estava na China. levou consigo a faixa presidencial. Justificativa dele: “Fi-lo, porque qui-lo”! Justificativa 2, a missão: “Forças terríveis se levantaram contra mim”! O Congresso Nacional aceitou prontamente sua renúncia. O Presidente da Câmara, Ranieri Mazilli, assume interinamente. Crise Institucional 1961 Impedem o retorno de Jango, acusando-o de comunista. Leonel Brizola, defensor da posse do presidente, organiza a “cadeia da Legalidade” exigindo a posse do vice como Presidente. Crise Institucional 1961 Solução para a Crise O Brasil adota o Parlamentarismo Jango toma posse como chefe da Nação. O Primeiro-Ministro é o chefe do Poder Executivo. João Goulart Fase Parlamentarista 08.09.1961 a 24.01.1963 76
  20. 20. Fase Parlamentarista Mesmo sem poder de interferência, Jango propôs um plano econômico com três pontos fundamentais: desenvolvimento econômico combate à inflação diminuir o déficit público. O parlamentarismo impedia que os problemas nacionais fossem resolvidas por meio de uma coalizão consistente Com o insucesso do Parlamentarismo, Jango convoca um plebiscito para a escolha do regime de governo. Plebiscito - 1963 Vitória expressiva do “Não”! João Goulart 24.01.1963 a 01.04.1964 Fase Presidencialista (Tempo total no poder: 1 ano, 4 meses e 16 dias) 79
  21. 21. Radicalização Política e Social Comício na Central do Brasil - RJ. Radicalização Política e Social Marcha da Família com Deus pela liberdade - SP O golpe de 1964

×