O renascimento II

15.776 visualizações

Publicada em

Slide sobre renascimento, ampliado com informações e imagens recolhidas da internet.

Publicada em: Educação
4 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.776
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.129
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
568
Comentários
4
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O renascimento II

  1. 1. O RENASCIMENTO CULTURAL PROFESSORA NATANIA 2011
  2. 3. O QUE FOI O RENASCIMENTO? <ul><li>O Renascimento foi uma transformação na forma de ver o mundo, por artistas, filósofos e escritores, ocorrida no final da Idade Média. </li></ul><ul><li>A Itália foi o berço do Renascimento, ou seja, lá o movimento teve seu início e se espalhou pela Europa Ocidental. </li></ul>
  3. 5. <ul><li>Ele é inspirado na arte e filosofia greco-romana. </li></ul><ul><li>Ele se opõe às ditas verdades universais da Igreja. </li></ul><ul><li>Ele valoriza as qualidade humanas e busca a perfeição estética (da forma). </li></ul><ul><li>O renascentista é, acima de tudo, um homem curioso. </li></ul><ul><li>A Burguesia ajudou a financiar muitas obras renascentistas </li></ul>
  4. 7. O MECENATO <ul><li>O Mecenas é um patrocinador das artes. </li></ul><ul><li>Geralmente é um nobre ou um burguês rico que financia ou encomenda trabalhos de um artista renascentista. </li></ul><ul><li>Artistas renascentistas eram, em geral, pessoas que se dedicavam a pesquisas em várias áreas, tendo desenvolvido projetos em engenharia, arquitetura, pesquisas em química, física, matemática e anatomia </li></ul>
  5. 9. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO RENASCIMENTO? <ul><li>O humanismo: valorização das criações humanos </li></ul><ul><li>O antropocentrismo: O homem como centro do universo (em oposição ao teocentrismo medieval) </li></ul><ul><li>Hedonismo: valorização dos prazeres, dos sentidos </li></ul><ul><li>Racionalismo: buscavam explicar os fenômenos utilizando a razão (o raciocínio). </li></ul>
  6. 12. O RENASCIMENTO NAS CIÊNCIAS <ul><li>Nas ciências destacaram-se Nicolau Copérnico e Galileu Galilei, que defenderam o heliocentrismo. </li></ul><ul><li>Galileu foi perseguido e condenado pela Inquisição pois se atreveu a publicar suas pesquisas, que iam conta o geocentrismo, defendido pela Igreja Católica. </li></ul>
  7. 15. RENASCIMENTO NA LITERATURA <ul><li>Na literatura, descaram-se não apenas os italianos. </li></ul><ul><li>Na França, em Portugal, na Espanha e na Inglaterra vários escritores tem suas obras lidas até hoje. Vejamos alguns. </li></ul>
  8. 16. CAMÕES (PORTUGAL)
  9. 17. FRANÇOIS RABELAIS (FRANÇA)
  10. 18. MIGUEL DE CERVANTES
  11. 19. WILLIAN SHAKESPEARE (INGLATERRA)
  12. 20. A PINTURA RENASCENTISTA <ul><li>As principais características da Pintura Renascentista são: </li></ul><ul><li>Perspectiva, que segue os princípios da matemática e da geometria. </li></ul><ul><li>Uso do claro-escuro: pintar algumas áreas iluminadas e outras na sombra, esse jogo de contrastes reforça a sugestão de volume dos corpos. </li></ul><ul><li>Realismo: o mundo é pensado como uma realidade a ser compreendida cientificamente, e não apenas admirada. </li></ul><ul><li>Inicia-se o uso da tela e da tinta à óleo. </li></ul>
  13. 21. Veja alguns exemplos da pintura medieval
  14. 22. Observe agora algumas amostras da obra de alguns dos mais famosos renascentistas e busque identificar algumas de suas características.
  15. 23. LEONARDO DA VINCI
  16. 28. MICHELANGELO
  17. 33. SANDRO BOTTICELLI
  18. 38. RAFAEL SANZIO
  19. 42. Arquitetura Renascentista <ul><li>As duas formas arquitetônicas - gótica e renascentista - conviveram durante mais de duzentos anos. Se no princípio rivalizavam entre sí, logo mais passaram a completar-se. Os adornos, os elementos decorativos, a forma das colunas góticas desapareceram, em favor da decoração renascentista. contudo, muitas das grandes obras renascentistas não poderiam ter surgido sem o conhecimento da técnica do gótico. </li></ul>
  20. 43. <ul><li>O arco ogival ou em ponta é típico do estilo gótico e permitia sustentar abóbadas elevadas. </li></ul><ul><li>O arco renascentista, ao contrário do arco gótico, tinha a forma curvilínea, de pura inspiração romana clássica. </li></ul>
  21. 44. <ul><li>A coluna gótica, constituída de feixes de pilares, devia servir de sustentáculo à estrutura da abóbada.A coluna renascentista, simples, com capitéis coríntios, foi empregada na construção de pórticos e arcadas. </li></ul>
  22. 45. <ul><li>Nas abóbadas góticas, arcos ogivais encontram-se no alto e se apoiam em colunas: é a abóbada de nervuras.A bóbada renascentista tem a forma de um semi-círculo formando um teto liso ou ainda em quadros. </li></ul>
  23. 46. <ul><li>A janela gótica, alta e estreita, tem vitrais coloridos e frontões bastante pontiagudos.A janela renascentista, quadrada e mais ampla que a gótica, tem o vidro transparente e incolor, dando maior claridade. </li></ul>
  24. 47. Compare a arquitetura Medieval com a Renascentista

×