Trab classes sociais apresentação

891 visualizações

Publicada em

Sociologia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
891
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trab classes sociais apresentação

  1. 1. Equipe: Denise, Giovanni e Henrique
  2. 2. Introdução Conceitos como Classes Sociais, Grupos e Tribos Urbanas são fundamentais para as ciências sociais, e para a compreensão da sociedade na qual estamos inseridos. No Brasil existem pobres, ricos e muito ricos, cada uma dessas pessoas faz parte de uma classe social, ou seja, um grupo de pessoas que tem o mesmo poder aquisitivo, a mesma função, os mesmos interesses. Nesta apresentação será abordado conceitos dessas classes sociais, caracterizada por classe dominante e a classe dominada, e como consequência a luta entre classes, assim como a origem e características dos Grupos e Tribos Urbanas.
  3. 3. Um pouco sobre Karl Marx  Karl Heinrich Marx (Alemão, 1818 ~ 1883);  Fundador da doutrina comunista moderna, que atuou como economista, filósofo, historiador, teórico político e jornalista;  Para ele, as sociedades humanas progridem através da luta de classes: um conflito entre a classe burguesa que controla a produção e um proletariado que fornece a mão-de- obra para a produção;  Marx acreditava que o socialismo viria a dar origem a uma sociedade sem classes chamada de comunismo;  O pensamento de Marx influenciou várias áreas. Fonte: Google image
  4. 4. Classes Sociais Definição: (Lênin) “Chamam-se classes sociais a grandes grupos de homens que se diferenciam pelo seu lugar no sistema… … As classes são grupos de homens em que uns podem apropriar-se do trabalho dos outros graças à diferença do lugar que ocupam num sistema da economia social.”
  5. 5. Classes Sociais Características:  As divisões em classes se dá na forma que o indivíduo está situado economicamente e sócio-politicamente em sua sociedade. No capitalismo, quem tinha condições para a dominação e a apropriação, eram os ricos, quem trabalhavam para estes eram os pobres, pois bem esses elementos eram os principais denominadores de desigualdade social.
  6. 6. Classes Sociais  Com a ascensão do capitalismo, as classes sociais foram divididas em 3 níveis: baixa, média e alta.
  7. 7. Classes Sociais  BAIXA: Possuem um baixo poder aquisitivo e uma baixa qualidade de vida. Suas necessidades básicas, como saúde e alimentação, são supridas com muita dificuldade, e muitas vezes são impossibilitados de ter lazer e entretenimento.  É formada em sua maioria por operários e serventes, desempregados, moradores de rua, vigias, faxineiras, ambulantes, bóias-frias, trabalhadores rurais, entre outros.
  8. 8. Classes Sociais  MÉDIA: Possuem poder aquisitivo, um padrão de vida e consumo razoáveis. Assim, podemos concluir que a classe média, tanto consegue se manter suprindo as suas necessidades básicas de sobrevivência, quanto as necessidades não tão básicas, como lazer e cultura. Hoje existem muitas classes médias diferentes.  É composta geralmente por pequenos proprietários, universitários, graduados e executivos de pequenas empresas.
  9. 9. Classes Sociais  ALTA: Indivíduos com alto poder aquisitivo. É composta por pessoas que não tem nenhuma dificuldade para suprir as suas necessidades. Podem ser enquadrados nesta classe os autônomos de renda alta, empresários e industriais, descendentes de famílias tradicionais e ricas.  Muitos estudiosos, conseguem ainda fazer uma subdivisão, e dentro destas classes, encontram outras, como: elite, classe média-alta, classe média-baixa, miseráveis e classe operária.
  10. 10. Grupos e Tribos Urbanas
  11. 11. Grupos e Tribos Urbanas Objetivos:  Refletir sobre os fenômenos (sociais e culturais) que envolvem os mais diversos grupos humanos na sociedade contemporânea;  Mostrar os diferentes grupos e tribos urbanas existentes;  Mostrar como os integrantes de cada um desses grupos tem características e estilos de vida próprios.
  12. 12. Grupos e Tribos Urbanas Definições:  Grupo: é um sistema de relações sociais, de interações recorrentes entre pessoas.  Grupos primários: apresentam características mais informais, como amizade, afeto, flexibilidade nas regras, intimidade entre as pessoas. Ex: Família e amigos.  Grupos secundários: com características mais formais, regras bem definidas, hierarquia e pouca intimidade e proximidade entre os membros. Ex: Trabalho e escola.
  13. 13. Grupos e Tribos Urbanas Definições:  Tribos Urbanas: pequenos grupos cujos elementos se unem por partilharem os mesmos princípios, ideais, gostos musicais ou estéticos. Fonte: Google image
  14. 14. Surgimento e Evolução: O que leva os homens a constituir grupos?  Os homens precisavam se agrupar para caçar, pescar, defender-se de grupos adversários/predadores e se reproduzir.  Independente de afeição ou de afinidade (individualismo) uniam-se formando tribos humanas, nas quais as relações sociais seguiam regras específicas de acordo com o grau de evolução de cada grupo. Grupos e Tribos Urbanas
  15. 15. Grupos e Tribos Urbanas Surgimento e Evolução: O que leva os homens a constituir grupos?  Necessidade de afeto, preferências, religião, música, etnia e outras características, objetivos comuns, semelhança entre pessoas.  Com a evolução das relações humanas e dos avanços tecnológicos, os critérios para a constituição destes agrupamentos também se modificaram;  A divisão em classes sociais se evidenciou mais ainda com a Revolução Industrial.
  16. 16. Grupos e Tribos Urbanas Surgimento e Evolução:  Após 2ª Guerra Mundial o conceito de tribos mudou;  Surgiram os grupos ligados por culturas, ideologias, vestimentas, linguagem e outras peculiaridades;  As afinidades ideológicas, culturais e sociais passaram a ocupar lugar privilegiado, na constituição dos grupos humanos;  Agrupavam em lugares diferentes uns dos outros, com interesses em comum, criando assim afinidades afetivas e não mais sociais.
  17. 17. Grupos e Tribos Urbanas “O Tempo das Tribos” - Michel Maffesoli  O termo tribos urbanas foi usado pela primeira vez em 1985 pelo sociólogo Michel Maffesoli;  Livro “O Tempo das Tribos” – 1988; Fonte: Google image Fonte: Google image
  18. 18. Grupos e Tribos Urbanas “O Tempo das Tribos” - Michel Maffesoli :  Tribos urbanas refere-se a surgimento de grupos ligados por culturas, ideologias, vestimentas, linguagem e outras peculiaridades;  Máxima expressão e visibilidade na adolescência;  Surgiram num esforço de diferenciação dos jovens e evocam particularidades que as distinguem do resto da sociedade e que as identificavam;  Grande evolução dos meios de comunicação, tecnológico e globalização deram peso e substância ao “estilo”.
  19. 19. Grupos e Tribos Urbanas “O Tempo das Tribos” - Michel Maffesoli :  Declínio do individualismo;  Para Maffesoli (1998, p. 15) “[...] enquanto a lógica individualista se apoia numa identidade separada e fechada sobre si mesma, a pessoa (persona) só existe na relação com o outro”.  Pertencer a um grupo é uma tentativa de evitar a solidão, e nesse forte investimento emocional de adesão a um grupo e sua estética , a vontade individual não tem a mesma importância.  Os jovens podem mudar de tribo e comportamento variando de lugar a outro, a depender de informações retiradas do cenário de atuação.  O “eu” se molda, assim, para fazer parte do “nós”.
  20. 20. Grupos e Tribos Urbanas Características:  necessidade das pessoas, principalmente os jovens, de viver em grupo para não se isolarem na sociedade;  buscam um pouco de si mesmos no outro, com características similares;  aparência física, roupas, e modos de ver, pensar e agir é que revelam sua identidade. Fonte: Google image
  21. 21. Grupos e Tribos Urbanas Exemplos de Tribos Urbanas: Hippies  Surgiu no final da década de 60 nos EUA;  defendiam um modo de vida comunitário e abraçavam aspectos de religiões como o budismo e o hinduísmo;  Defendiam a paz e a abolição das desigualdades de todo o tipo (sexuais, raciais, étnicas ou religiosas).  Opunha-se ao capitalismo, ao nacionalismo e a guerra (Vietnam). Fonte: revista Nascer e Crescer
  22. 22. Grupos e Tribos Urbanas Hip-Hop  Movimento cultural que emergiu nos subúrbios pobres, negros e latinos, dos EUA (NY), no fim da década de 60;  reação aos conflitos sociais e a violência sofrida pelas classes urbanas mais desfavorecidas da época;  Como movimento cultural é composto por quatro expressões artísticas: a musica (rap), a instrumentação dos (DJs -(disco-jockey), a dança e a pintura do grafitti. Fonte: Google image
  23. 23. Grupos e Tribos Urbanas Punks  surgiu como uma manifestação cultural juvenil com origem em Londres, em meados dos anos 70;  Características como: anti-machismo, anti- homofobia, anti-fascismo, amor livre, anti- lideranças, liberdade individual – num desafio agressivo aos valores políticos, morais e culturais;  estilo musical punk rock surgiu nos Estados Unidos com a banda The Ramones – 1975; Fonte: revista Nascer e Crescer
  24. 24. Grupos e Tribos Urbanas Skinheads Fonte: revista Nascer e Crescer Emos Headbanger (Metaleiros) Nerd
  25. 25. Referências Bibliográficas  RIDENTE, Marcelo. Classes Sociais e Representação. 2ª ed. – São Paulo, Cortez, 2001.  As Tribos Urbanas as de Ontem até às de Hoje. revista do hospital de crianças Maria Pia ano 2009, vol XVIII, n.º 3  Ciência, Tecnologia e Sociedade. 6ª Mostra Acadêmica UNIMEP, SP. 2008.  http://pt.wikipedia.org/wiki/Karl_Marx  http://www.brasilescola.com/filosofia/as-classes- sociais-no-pensamento-karl-marx.htm

×