Ônibus a etanol
• Histórico
• O ônibus
– O motor
– O combustível
• O projeto BEST
• Custos
• Benefícios
1979 - Solicitação de onibus e caminhões
com motor a etanol no Brasil
Histórico
HISTORICO
Histórico
1985 – Primeiros testes com ônibus na Suécia
1990 – 2006: 600 ônibus em operação
• Ônibus a etanol em serviço regular desde 1989.
• Inicialmente rotas centrais, “empurrando” gradualmente os diesel para p...
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Histórico
Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport
Jonas Srömberg / SL environmental manager
Programa
• Início em meados dos anos 80
• Produção em série dos ônibus desde 1989
• Cerca de 600 ônibus produzidos
• SL (E...
Resultados na Suécia
• Redução* de:
–120 000 t de CO2
–900 t de óxidos de nitrogênio
–25 t de particulados
* Até 2004
HIST...
O ônibus
Ônibus normal, sem adaptações importantes de carroceria
Mesmo motor básico,
adaptado para etanol
Sistema anti-incendio
Sistema anti-incêndio
O ONIBUS
O MOTOR
• Taxa de compressão de 22,8:1 (18:1)
• Bomba injetora e alimentadora mudadas
• Injetores com maior capacidade vol...
O MOTOR
Eficiência
Porque ciclo diesel
• Maior eficiência
• Componentes comuns aos motores diesel da linha
O motor
• 230 hp (170 kW) @ 1850 rpm
• 1038 Nm @ 1000-1200 rpm
• 6 cilindros
• Dentro dos limites de emissões Euro 4
• Bom...
Motor
Principio
Combustível
Volume
Cilindros
Potência máx.
r/min
Torque máx.
r/min
230 hp Euro 4
DC9 16 230
Charge-cooled
...
0,150,130,500,80----------Smoke [m-1]
0,100,020,020,100,15PM [g/kWh]
4,703,303,505,007,00Nox [g/kWh]
0,500,100,460,661,10H...
O novo motor
• 270 hp (199 kW) @ 1900 rpm
• 1200 Nm @ 1100-1400 rpm
• 5 cilindros
• Euro 5 e EEv
• UI (“Unit injectors”)
•...
O Combustivel
Especificações - Ethanol com aditivo (“ignition improver”)
O COMBUSTIVEL
BENEFICIOS
BENEFICIOS
GHG EMISSION: ETHANOL FROM DIFFERENT
FEEDSTOCKS
0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100
Cereal ethanol
Beet ethanol
Wheat straw e...
SUGAR / ETHANOL SECTOR- Job
and investment intensity
152
1
3
4
0 50 100 150 200
Ethanol
Oil
Hydroelectric
Power
Coal
jobs/...
ENERGY BALANCE: ETHANOL FROM
DIFFERENT FEEDSTOCKS
Source: (Macedo et al., 2004; UK DTI, 2003 and USDA, 1995) Fonte: aprese...
BRAZILIAN ETHANOL: LOW PRODUCTION COST
Etanol - Custos de produção - 2005
0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50
Etanol UE (beterr...
BEST
O projeto BEST
• Iniciado pelos representantes do transporte público de
Estocolmo. Hoje parcialmente financiado pela União...
• Nenhum biocombustível sozinho tem capacidade de substituir todo o combustível fóssil
usado no transporte na Europa.
• En...
BEST
BEST
**São Paulo Transporte S.A.
*Empresa Metropolitana de transportes urbanos
6,400,0005,000,0001,400,000Passageiros por dia
2...
Rota
Fonte: apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007
BEST
Custos
Diferença de preço para o diesel
• Na Suécia é da ordem de USD 15k (R$
30k), incluindo o sistema anti-incêndio
~USD 2k (R$...
Comparação de custos – Dados da Suécia
CUSTOS
CUSTOS
Benefícios
Beneficios
• Redução da poluição do ar (Euro 5 já em 2008)
• Emissões liquidas de CO2 tendendo a zero
• Empregos no campo
...
BENEFICIOS
Custo de operação
• Mensagem do responsável por
combustíveis alternativos na Suécia:
“Since 1990, Stockholm city has cut 1...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uso do etanol e motores diesel para onibus urbano jose sen

661 visualizações

Publicada em

Motores diesel uso do etanol

Publicada em: Indústria automotiva
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
661
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uso do etanol e motores diesel para onibus urbano jose sen

  1. 1. Ônibus a etanol • Histórico • O ônibus – O motor – O combustível • O projeto BEST • Custos • Benefícios
  2. 2. 1979 - Solicitação de onibus e caminhões com motor a etanol no Brasil Histórico
  3. 3. HISTORICO Histórico 1985 – Primeiros testes com ônibus na Suécia 1990 – 2006: 600 ônibus em operação
  4. 4. • Ônibus a etanol em serviço regular desde 1989. • Inicialmente rotas centrais, “empurrando” gradualmente os diesel para periferia • A aquisição mais recente de ônibus a etanol já tem veículos para periferia • Baixissíma contribuição líquida de CO2 para a atmosfera • Em 1989, os ônibus a etanol já atendiam EURO 3 (Europa só em 2001). • Redução substancial de NOx e particulados na cidade de Estocolmo. • Sem problemas operacionais, seguindo-se as manutenções programadas recomendadas • Os ônibus são totalmente standard, usando componentes normais Scania • Interesse: Madrid na Espanha, La Spezia na Itália e Slupsk na Polônia, entre outras. • Com mais de 15 anos de experiencia com onibus Scania a etanol em operação regular de larga escala, a SL considera esta uma tecnologia totalmente comprovada. A Experiencia de Estocolmo Stockholm Public Transport (SL): Scania press info P06603EN / Per-Erik Nordström June 2006 Histórico
  5. 5. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  6. 6. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  7. 7. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  8. 8. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  9. 9. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  10. 10. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  11. 11. Histórico Towards Sustainable Travel in Stockholm´s Public Transport Jonas Srömberg / SL environmental manager
  12. 12. Programa • Início em meados dos anos 80 • Produção em série dos ônibus desde 1989 • Cerca de 600 ônibus produzidos • SL (Estocolmo) é o maior operador, com 400 ônibus* • Objetivo da SL: 50% de ônibus a comb renováveis em 2011 /100% em 2025 • 2006: Espanha (Madri), Italia (La Spezia), Polônia (Slupsk), UK (Nottingham) *Estocolmo tem 2.000 ônibus e planeja trocar todos os “diesels” por etanol ou biogás antes de 2020. A maioria será etanol. Além de Estocolmo há uns 200 ônibus rodando em cerca de 10 outras cidades Suecas (ex: Umeå, Gävle, Örnsköldsvik, Falun) Histórico
  13. 13. Resultados na Suécia • Redução* de: –120 000 t de CO2 –900 t de óxidos de nitrogênio –25 t de particulados * Até 2004 HISTORICO
  14. 14. O ônibus
  15. 15. Ônibus normal, sem adaptações importantes de carroceria Mesmo motor básico, adaptado para etanol Sistema anti-incendio
  16. 16. Sistema anti-incêndio O ONIBUS
  17. 17. O MOTOR • Taxa de compressão de 22,8:1 (18:1) • Bomba injetora e alimentadora mudadas • Injetores com maior capacidade volumétrica • Atraso de injeção otimizado • Gaxetas e filtros mudados • Intercooler água-ar • Válvulas, assentos e molas diferentes • Maior capacidade de combustível (400l) Principais diferenças
  18. 18. O MOTOR Eficiência Porque ciclo diesel • Maior eficiência • Componentes comuns aos motores diesel da linha
  19. 19. O motor • 230 hp (170 kW) @ 1850 rpm • 1038 Nm @ 1000-1200 rpm • 6 cilindros • Dentro dos limites de emissões Euro 4 • Bomba em linha com EDC • Intercooler água-ar • Taxa de compressão de 22,8:1 • Combustível: Etanol hidratado aditivado – 5% de aditivo para promover ignição por compressão O MOTOR
  20. 20. Motor Principio Combustível Volume Cilindros Potência máx. r/min Torque máx. r/min 230 hp Euro 4 DC9 16 230 Charge-cooled Diesel 8.9 litros 5 170 kW (230 hp) 1800 1050 Nm 1100-1500 230 hp ethanol DSI9 E01 230 Charge-cooled (water-air) Ethanol 9.0 litros 6 170 kW (230 hp) 1850 1038 Nm 1000-1200 Especificações dos motores – etanol vs. diesel O MOTOR
  21. 21. 0,150,130,500,80----------Smoke [m-1] 0,100,020,020,100,15PM [g/kWh] 4,703,303,505,007,00Nox [g/kWh] 0,500,100,460,661,10HC [g/kWh] 0,800,001,502,104,00CO [g/kWh] DC9 19 (230)DSI9E 01EURO IVEURO IIIEURO II Emissões comparadas O MOTOR
  22. 22. O novo motor • 270 hp (199 kW) @ 1900 rpm • 1200 Nm @ 1100-1400 rpm • 5 cilindros • Euro 5 e EEv • UI (“Unit injectors”) • Eletrônico • EGR • Intercooler ar-ar • Taxa de compressão: 28:1 • Introdução prevista para setembro O MOTOR
  23. 23. O Combustivel
  24. 24. Especificações - Ethanol com aditivo (“ignition improver”) O COMBUSTIVEL
  25. 25. BENEFICIOS
  26. 26. BENEFICIOS
  27. 27. GHG EMISSION: ETHANOL FROM DIFFERENT FEEDSTOCKS 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 Cereal ethanol Beet ethanol Wheat straw ethanol Corn ethanol Sugarcane ethanol kg CO2eq./GJ fuel Sources: Macedo et al., 2004; UK DTI, 2003 and USDA, 2004 / apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007 BENEFICIOS
  28. 28. SUGAR / ETHANOL SECTOR- Job and investment intensity 152 1 3 4 0 50 100 150 200 Ethanol Oil Hydroelectric Power Coal jobs/energy (oil=1) 220 145 98 91 70 44 11 0 100 200 300 Chem/Petrochemistry Metallurgy Capital goods Automotive Industry Intermediate Industry Consumer Goods Ethanol Agroindustry + Industry 1000 US$/job Source: Goldemberg, 2002 / apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007 BENEFICIOS
  29. 29. ENERGY BALANCE: ETHANOL FROM DIFFERENT FEEDSTOCKS Source: (Macedo et al., 2004; UK DTI, 2003 and USDA, 1995) Fonte: apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007 0 2 4 6 8 10 12 Sugarcane Sugar beet Wheat straw Corn Wood ethanol feedstock energyoutput/input ratio BENEFICIOS
  30. 30. BRAZILIAN ETHANOL: LOW PRODUCTION COST Etanol - Custos de produção - 2005 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 Etanol UE (beterraba) Etanol UE (trigo) Etanol Estados Unidos (milho) Etanol Tailândia (Mandioca) Etanol Brasil (cana) Gasolina (FOB Rotterdam) Gasolina (Porto de NY) US$ cents/litro Source: BCB / apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007 Ethanol – Production Costs - 2005 Gasoline (NY port) Gasoline (FOB Rotterdam) Ethanol - Brazil (sugar cane) Ethanol – Thailand (cassava) United States (corn) Ethanol EU (wheat) Ethanol EU (sugar beet) BENEFICIOS
  31. 31. BEST
  32. 32. O projeto BEST • Iniciado pelos representantes do transporte público de Estocolmo. Hoje parcialmente financiado pela União Européia. • O objetivo do BEST é promover a aceitação do etanol para utilização em larga escala, como uma boa alternativa de combustível para veículos de passeio e comerciais. • Como um primeiro passo, várias estações de abastecimento de etanol estão sendo implementadas na Europa. BEST
  33. 33. • Nenhum biocombustível sozinho tem capacidade de substituir todo o combustível fóssil usado no transporte na Europa. • Entretanto, de acordo com a OECD/IEA*, o etanol tem o potencial de ser o biocombustível dominante nos próximos 15 anos. Algumas das vantagens são: • Renovável. Não contribui com emissões de gases do efeito estufa. • Emissões locais menores, em especial comparadas com o diesel. • Combustível líquido facilitando a distribuição. • Biodegradável, menos explosivo, menos tóxico que gasolina ou diesel. • Larga experiência. Comprovado em custo e tecnicamente para uso em escala • Os países Europeus podem produzir muito etanol, à partir de grãos, e potencialmente muito mais à partir da celulose, reduzindo a dependencia do petróleo. • A produção do etanol criará trabalho em uma gama de setores, incluindo agricultura, industria e serviços.. BEST - motivação BEST * OECD: Organisation for Economic Co-operation and Development / IEA: International Energy Agency
  34. 34. BEST
  35. 35. BEST
  36. 36. **São Paulo Transporte S.A. *Empresa Metropolitana de transportes urbanos 6,400,0005,000,0001,400,000Passageiros por dia 20,400 8,300 ônibus e 6.100 minionibus 12.100 (4.100 frota pública) Frota de ônibus Total São Paulo (SPTrans**) Intermunicipal (EMTU*/SP)RMSP Frota e passageiros em São Paulo Fonte: apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007 BEST
  37. 37. Rota Fonte: apresentação do Cenbio no seminário BEST mai/jun 2007 BEST
  38. 38. Custos
  39. 39. Diferença de preço para o diesel • Na Suécia é da ordem de USD 15k (R$ 30k), incluindo o sistema anti-incêndio ~USD 2k (R$ 4k) CUSTOS
  40. 40. Comparação de custos – Dados da Suécia CUSTOS
  41. 41. CUSTOS
  42. 42. Benefícios
  43. 43. Beneficios • Redução da poluição do ar (Euro 5 já em 2008) • Emissões liquidas de CO2 tendendo a zero • Empregos no campo • Segurança energética (substituição efetiva de petróleo) • Economia de divisas • Reforço do país como exemplo ao mundo • Reforço da plataforma de “comoditização” do etanol • Liderança do Brasil na difusão da produção de cana para energia • Auto estima • Oportunidade de liderança tecnológica.
  44. 44. BENEFICIOS
  45. 45. Custo de operação • Mensagem do responsável por combustíveis alternativos na Suécia: “Since 1990, Stockholm city has cut 120.000 tons of CO2, 900 tons of NOx and 25 tons of Particulates. Some more Swedes are still alive and many are a lot healthier than they would have been due to this fact...” CUSTOS

×