Áreas funcionais
 Conceitos relacionados com o tipo de
funções, para melhor compreender a sua
distribuição no espaço urba...
A ORGANIZAÇÃO DAS ÁREAS URBANAS
Fig. Vila Moura - Algarve
 Diferenciação funcional urbana Diferenciação funcional urbana...
«(...), a acessibilidade,
garantida por facilidades de
circulação que permitem
estabelecer relações mais ou
menos amplas, ...
Questão 2_ Renda de posição e de qualidade
 Baseada na teoria económica a Geografia defende que
se pode falar numa renda ...
Como a acessibilidade não depende só da
distância ao centro...
Surgem CBD (s)
secundários
A ORGANIZAÇÃO DAS ÁREAS URBANAS
Fig. Cidade de Évora
• A disputa do espaço pelas diferentes funções é uma
realidade que vi...
Se todas as funções disputam a melhor
localização, quem ganha essa disputa?
A cidade é um lugar central porque fornece ben...
Mas as funções, tal como os bens ou serviços que elas
desempenham não são todas iguais: umas são vulgares
outras são raras...
Outros conceitos
 Limiar mínimo ou limiar de mercado – limite de
uma área mínima (mercado) que a função
necessita para po...
Área de influência urbana -Conceitos
2
1
Limiar de Mercado e Área de Influência
Função Central
Movimento de atracção da f.c.
Mercado que a função tem de abaste...
Conclusão
 Uma função que fornece bens raros e caros (ex. alta
costura) , tem que estar num lugar muito acessível
porque ...
Conclusão (continuação)
 Se for um função que fornece bens vulgares
ex. (padaria) tem que existir em maior nº
de lugares ...
Os mapas A e B da figura que representam a localização de
quiosques de jornais (A) e a localização de sapatarias (B), no i...
 1- As sapatarias são em menor nº e mais
concentradas no centro; enquanto os
quiosques estão muito mais dispersos.
 2. A...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

renda locativa áreas funcionais lugar central

931 visualizações

Publicada em

As funções urbanas competem pela ocupação dos melhres lugares

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
931
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

renda locativa áreas funcionais lugar central

  1. 1. Áreas funcionais  Conceitos relacionados com o tipo de funções, para melhor compreender a sua distribuição no espaço urbano . Para melhor compreenderem o exercício 3 da ficha, e depois a dinâmica das funções dentro do espaço urbano (especialização terciária do centro, residências e industrias cada vez mais deslocadas para os subúrbios, as grandes superfícies comerciais, em zonas periféricas de boa acessibilidade e necessidade de muito espaço vou referir alguns conceitos que no vosso livro só são referidos na página 139 (acontecerá mais especificamente a partir do diapositivo 6
  2. 2. A ORGANIZAÇÃO DAS ÁREAS URBANAS Fig. Vila Moura - Algarve  Diferenciação funcional urbana Diferenciação funcional urbana • O espaço urbano, permite definir áreas funcionais onde se verifica a predominância de uma determinada função urbana. • A diferenciação funcional é, por isso, uma constante das cidades. • O espaço urbano, permite definir áreas funcionais onde se verifica a predominância de uma determinada função urbana. • A diferenciação funcional é, por isso, uma constante das cidades. • A mobilidade das populações, nomeadamente aquela que se apresenta na forma de fluxos diários, fomenta as relações entre espaços com diferentes especializações funcionais no seio da própria cidade e desta com o seu espaço envolvente. • A mobilidade das populações, nomeadamente aquela que se apresenta na forma de fluxos diários, fomenta as relações entre espaços com diferentes especializações funcionais no seio da própria cidade e desta com o seu espaço envolvente.  A acessibilidade: • fator determinante na localização e implantação das diferentes atividades no espaço intraurbano e, por consequência, no uso que é dado ao solo; • interfere diretamente com o valor do mercado imobiliário e fundiário, o que só por si constitui um elemento diferenciador em termos espaciais.  A acessibilidade: • fator determinante na localização e implantação das diferentes atividades no espaço intraurbano e, por consequência, no uso que é dado ao solo; • interfere diretamente com o valor do mercado imobiliário e fundiário, o que só por si constitui um elemento diferenciador em termos espaciais. Fig. Variação do valor do solo urbano com a distância ao centro
  3. 3. «(...), a acessibilidade, garantida por facilidades de circulação que permitem estabelecer relações mais ou menos amplas, constitui fator de particular importância; a partir dele, a aglomeração urbana comanda a organização dum território de dimensão muito variável. (...)» Carlos Alberto Medeiros, Geografia de Portugal - Ambiente natural e ocupação humana (adaptado) A DIFERENCIAÇÃO FUNCIONAL, A ACESSIBILIDADE E A RENDA LOCATIVA Renda locativa é uma teoria económica que explica que as rendas ou os valores do solo diminuem, em 1º lugar, com o afastamento do centro, em 2º lugar com a acessibilidade; em 3º lugar com os planos de urbanização (O que é permitido construir?), em 4º com a procura, qualidade ambiental questões e vizinhança... O afastamento ao centro promove uma diminuição da procura de terrenos, e por consequência, a diminuição da renda locativa. Temos aqui a resposta à questão 1 da ficha: de que depende o custo do solo?
  4. 4. Questão 2_ Renda de posição e de qualidade  Baseada na teoria económica a Geografia defende que se pode falar numa renda de posição e numa renda de qualidade,  A 1ª depende da distância ao centro e da acessibilidade;  A segunda depende dos equipamentos existentes, da qualidade das construções, do barulho/sossego, da poluição/espaços verdes nível socioeconómico da população vizinha e da vista panorâmica que proporciona
  5. 5. Como a acessibilidade não depende só da distância ao centro... Surgem CBD (s) secundários
  6. 6. A ORGANIZAÇÃO DAS ÁREAS URBANAS Fig. Cidade de Évora • A disputa do espaço pelas diferentes funções é uma realidade que visa encontrar a localização que lhes é mais adequada. • Esta dinâmica implica a existência de fenómenos de segregação funcional (…). • As alterações no tecido urbano fruto da (re)localização são, assim, uma constante da cidade. • A disputa do espaço pelas diferentes funções é uma realidade que visa encontrar a localização que lhes é mais adequada. • Esta dinâmica implica a existência de fenómenos de segregação funcional (…). • As alterações no tecido urbano fruto da (re)localização são, assim, uma constante da cidade.
  7. 7. Se todas as funções disputam a melhor localização, quem ganha essa disputa? A cidade é um lugar central porque fornece bens e serviços à área circundante. No mesmo sentido, qualquer povoação que tenha um simples café é um lugar central. De acordo com os bens e serviços que fornece exerce influência (capacidade de atração) sobre uma área mais ou menos vasta denominada área de influência. As cidades desempenham várias funções
  8. 8. Mas as funções, tal como os bens ou serviços que elas desempenham não são todas iguais: umas são vulgares outras são raras •Lugar central – qualquer lugar que oferece algum bem ou serviço •Função central – local (edifício) onde é disponibilizado um bem ou serviço (ex. uma pastelaria) •Bem central- Bem ou serviço que tem uma localização onde temos que nos deslocar. Podem ser: - vulgares – aqueles que procuramos com muita frequência - raros ou especializados – aqueles que procuramos poucas vezes Bem disperso - Aquele que é fornecido ao domicílio. Ex. eletricidade
  9. 9. Outros conceitos  Limiar mínimo ou limiar de mercado – limite de uma área mínima (mercado) que a função necessita para poder subsistir  Estas áreas não são circulares mas costuma designar-se por raio de eficiência ou alcance – Distância para além da qual existem poucas probabilidades de que alguém se desloque para adquirir o bem.  Limiar máximo – Limite de uma área mais ou menos extensa até onde a função consegue ser atrativa, e a partir daí o bem ou serviço será procurado noutro local ESTES CONCEITOS OCUPAM UMA ÁREA TANTO MAIS VASTA, Mercado que a função tem de abastecer para poder subsistir
  10. 10. Área de influência urbana -Conceitos
  11. 11. 2 1 Limiar de Mercado e Área de Influência Função Central Movimento de atracção da f.c. Mercado que a função tem de abastecer para poder subsistir 1 2 Limiar Mínimo Limiar Máximo Limiar de Mercado ESTES CONCEITOS OCUPAM UMA ÁREA TANTO MAIS VASTA, QUANTO MAIS RAROS FOREM OS BENS OU SERVIÇOS, E RELACIONAM-SE COM AS DESLOCAÇÕES DAS PESSOAS .
  12. 12. Conclusão  Uma função que fornece bens raros e caros (ex. alta costura) , tem que estar num lugar muito acessível porque precisa de um nº de clientes maior. Pois cada um vai lá poucas vezes. Estas funções têm que se sujeitar a pagar rendas mais elevadas.  Outras que pela sua própria rentabilidade e necessidade de espaço relativamente pequeno (sedes de bancos, seguradoras, embaixadas, escritórios de advogados ou de arquitetos mais famosos) podem suportar rendas elevadas e ganham a concorrência pelos melhores espaços (nomeadamente no CBD).
  13. 13. Conclusão (continuação)  Se for um função que fornece bens vulgares ex. (padaria) tem que existir em maior nº de lugares porque as pessoas vão lá «todos os dias» e não se dispõem a percorrer grandes distâncias.
  14. 14. Os mapas A e B da figura que representam a localização de quiosques de jornais (A) e a localização de sapatarias (B), no interior de uma grande cidade. (EXAME 1995) 1- Descreva as principais diferenças na localização das duas funções 2- Justifique essas diferenças
  15. 15.  1- As sapatarias são em menor nº e mais concentradas no centro; enquanto os quiosques estão muito mais dispersos.  2. As sapatarias fornecem bens mais raros que os quiosques, pelo que necessitam de um limiar de mercado mais vasto. Por isso existem em menor nº e localizadas nos lugares mais acessíveis para a clientela que servem

×