SMS apresentação 2011

7.081 visualizações

Publicada em

Apresentação SMS, A.Tonanni

Publicada em: Negócios
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.081
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
913
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

SMS apresentação 2011

  1. 1. SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE
  2. 2. Segurança e Saúde
  3. 3. Política de Segurança É o comprometimento da A.TONANNI, que todos os serviços sejam planejados e executados de tal forma que seja prioridade a integridade física do homem e a preservação das instalações e do meio ambiente, garantido assim, a manutenção da continuidade operacional.   A busca incessante da consciência de segurança de todos empregados deve ser conseguida através de treinamento, participação e comprometimento.   Para isso nos comprometemos a cumprir e fazer cumprir as Normas Regulamentadoras aprovadas pela Portaria n. º 3214 de 08/06/78, do Ministério do Trabalho, bem como as demais Normas e Regulamentos pertinentes a Segurança, Proteção ao Meio Ambiente e Saúde Ocupacional.   Nosso objetivo é obter resultados, contando com o suporte gerencial e engajamento de todos.
  4. 4. Segurança e Saúde Ocupacional <ul><li>PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; </li></ul><ul><li>PCMSO - Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional; </li></ul><ul><li>P S – Programa de Segurança; </li></ul><ul><li>PCMAT – Programa de Condições, Meio Ambiente e Trabalho na </li></ul><ul><li>Industria da Construção Civil; </li></ul><ul><li>LTCAT – Laudo Técnico de Condições de Ambiente de Trabalho; </li></ul><ul><li>PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário; </li></ul><ul><li>PCA - Programa de Conservação Auditiva; </li></ul><ul><li>PPR – Programa de Proteção Respiratória; </li></ul><ul><li>PROERG - Programa de Ergonomia. </li></ul><ul><li>Obs.: Os Programas e Laudos acima são renovados e aprovados pelo cliente durante toda a vigência do contrato. </li></ul>Todos os Programas e Laudos para identificação de perigos e avaliação e controle de riscos são implantados e efetivados com ampla divulgação aos funcionários.
  5. 5. <ul><li>Durante a vigência do contrato são ministrados cursos, treinamentos e palestras, conforme necessidade após avaliação de riscos: </li></ul><ul><li>Integração de Novos Funcionários; </li></ul><ul><li>Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional; </li></ul><ul><li>Segurança na operação de roçadeiras; </li></ul><ul><li>Uso correto dos EPI’s e EPC’s; </li></ul><ul><li>Direção Defensiva; </li></ul><ul><li>Treinamento das equipes de inspeção; </li></ul><ul><li>Proteção e combate à incêndios; </li></ul><ul><li>Plano de Ação de Emergência (PAE); </li></ul><ul><li>Treinamento em Proteção Respiratória (PPR); </li></ul><ul><li>Primeiros Socorros - Práticas Básicas; </li></ul><ul><li>Treinamento em Conservação Auditiva (PCA) ; </li></ul><ul><li>Treinamento para os designados da CIPA. </li></ul>Treinamentos, Conscientização e Competência
  6. 6. Além dos cursos, palestras e treinamentos ministrados, a A.Tonanni aplica exercícios simulados fazendo verificações quanto a resposta à emergências pelos funcionários. A seguir alguns exemplos. Treinamentos, Conscientização e Competência
  7. 7. Treinamentos, Conscientização e Competência DDS realizados em Campo
  8. 8. Treinamentos, Conscientização e Competência Integração e Treinamentos
  9. 9. Treinamentos, Conscientização e Competência Treinamento Manutenção e Operação com Roçadeiras
  10. 10. Treinamentos, Conscientização e Competência Treinamento em Operação de Equipamentos
  11. 11. Treinamentos, Conscientização e Competência Lista Presença de Treinamento ministrado
  12. 12. Monitoramento e Mensuração do Desempenho A A.Tonanni realiza o monitoramento e mensuração do desempenho avaliando a eficácia da Gestão de Segurança e Saúde através do cálculo da Taxa de freqüência dos acidentes típicos conforme NBR ABNT 14280/2001 - Cadastro de Acidente do Trabalho e do Índice de Atos Inseguros, obtido conforme fórmula Petrobrás: IAS = 100 – [(QxP)] / Nx1OO (%) Auditorias e avaliações internas são realizadas pela A.Tonanni.
  13. 13. Acidentes, Incidentes e Não Conformidades A ocorrência de acidentes, incidentes e não conformidades são conduzidas conforme o PAE (Plano de Atendimento a Emergências – revisado e atualizado) e instruções da Norma de Segurança do Trabalho, referente a procedimento de acidente do trabalho implantados no Programa de Segurança, Meio Ambiente e Saúde (PSMS). A comunicação, tratativas e encaminhamento de acidentes e incidentes são efetuadas conforme fluxograma constantes do Programa.
  14. 14. Acidentes, Incidentes e Não Conformidades Alguns Exemplos Trabalho a céu aberto em temperatura ambiente acima de 34° C Capina manual de válvula Sondagem de duto em solo pedregoso
  15. 15. Acidentes, Incidentes e Não Conformidades Retirada manual de pedras Alguns Exemplos Escavações manuais a céu aberto em temperatura ambiente acima de 34° C Vala com lençol freático atingido
  16. 16. Acidentes, Incidentes e Não Conformidades Acidente envolvendo serpente cascavel – sem afastamento Alguns Exemplos Local: Itumbiara Data: 13/05/08 - hora: 09:35hs Funcionário envolvido: Clezio Alves da Silva – Encarregado Capacitação e Habilitação: 3 anos prestando serviços na função
  17. 17. Acidentes, Incidentes e Não Conformidades Incidente envolvendo ataque de marimbondos - Sem afastamento Local: Uberlândia – Serra do Boi Data: 09 de maio de 2008 – hora 10:30 (aproximadamente) Funcionário envolvido: Leonardo de Melo A. Filho – Inspetor de Faixa de Dutos Capacitação e habilitação: 10 meses e 13 dias na função Casa dos Marimbondos Alguns Exemplos
  18. 18. Meio Ambiente
  19. 19. Política Ambiental A A. TONANNI está comprometida com a proteção do ambiente e com a saúde e a segurança de seus colaboradores (internos e externos), clientes e comunidade circunvizinha. Para tanto adota como Política Ambiental, o compromisso em realizar seus serviços; de forma que transcorram de modo a causar o mínimo de impacto, controlando a geração e o descarte de resíduos; respeitando os ecossistemas quanto aos fatores bióticos e abióticos, entendendo que o meio ambiente é essencial a manutenção da vida no planeta. A política de meio ambiente está pautada nos seguintes princípios: • assegurar que suas ações sejam apropriadas à natureza, escala e impactos ambientais de suas atividades e serviços, • atender plenamente todos os diplomas legais pertinentes a legislação ambiental, • promover a melhoria contínua dos processos, • praticar análise crítica dos seus processos rotineiramente, • promover a educação ambiental a toda Força de Trabalho.
  20. 20. Programa de Proteção ao Meio Ambiente <ul><li>O Programa de Proteção ao Meio Ambiente – PPMA, contém procedimentos e meios através de ações administrativas e técnicas para controlar os aspectos e impactos ambientais, eventualmente gerados, bem como a gestão dos resíduos , desde a fonte, acondicionamento temporário e destinação final, de forma a atender plenamente as Legislações Ambientais, em todas as esferas governamentais, e as diretrizes, normas e procedimentos Contratuais; </li></ul><ul><li>Busca atender: </li></ul><ul><li>Procedimento de Gerenciamento de Resíduos; </li></ul><ul><li>NBR nº 10.004/2004 ABNT – Resíduos Sólidos - Classificação; </li></ul><ul><li>Resolução CONAMA nº 307/2002 – Gestão dos Resíduos da Construção Civil; </li></ul><ul><li>Resolução CONAMA nº 258/1999 – Destinação de Pneus inservíveis; </li></ul><ul><li>O Programa prioriza a gestão ambiental e apresenta as ferramentas de controle para eliminar os passivos ambientais e minimizar os possíveis impactos na realização dos serviços. </li></ul>
  21. 21. Diretrizes <ul><li>Os serviços são executados e geridos de forma preventiva nas ações de proteção ao ser humano e ao meio ambiente, antecipando-se aos eventuais problemas ambientais, através de estudo e definição correta dos aspectos e impactos, dos riscos e perigos, decorrentes das atividades a serem executadas. </li></ul><ul><li>São assegurados os padrões adequados de segurança do trabalho e de saúde ocupacional a toda Força de Trabalho (F. T.). </li></ul><ul><li>Também são passadas, à toda Força de Trabalho, as informações sobre riscos potenciais das atividades, através da elaboração de A.P.R’s. </li></ul><ul><li>Em eventuais emergências locais, o P.A.E. (Plano de Ação em Emergências) são sempre evidenciados. </li></ul><ul><li>Adotamos medidas técnicas / administrativas para cumprir e fazer cumprir os princípios gerais e específicos, do presente Programa, através de cursos/palestras de treinamento, capacitação e conscientização da Força de Trabalho (F.T.). </li></ul>
  22. 22. Coleta Seletiva
  23. 23. Coleta Seletiva Alguns Exemplos Hall de entrada de nossa base em Ribeirão Preto
  24. 24. Coleta Seletiva Alguns Exemplos Revestimento de duto sendo removido (detalhe da lona preta para recolhimento do resíduo para posterior descarte)
  25. 25. Destinação de Pneus Inservíveis Os pneus inservíveis são descartados, através das próprias revendas por ocasião das trocas, que os encaminha aos fabricantes, conforme resolução do CONAMA Nº 258, de 26 de agosto de 1999, em seu artigo 1°.
  26. 26. Disposição Temporária A disposição temporária dos resíduos sólidos, caso necessária, são efetuados em locais acordado com a Fiscalização do Cliente. Os resíduos comerciais (copos plásticos, papeis, plásticos, etc.) são dispostos em recipientes de coleta seletiva, e os resíduos de varrição são dispostos em lixeiras e coletores existentes – ambos em comum acordo com o Cliente. Podem ser utilizadas toalhas industriais em substituição às estopas e sua disposição é através de reciclagem/higienização. Os cartuchos de impressoras são enviados à sede da A.Tonanni, ou à empresas especializadas para recarga.
  27. 27. Disposição Final No que tange ao local de disposição final de resíduos, são realizados seu transporte e remoção, e o local destinado são em aterro licenciado.
  28. 28. Disposição Final Descarte no Cliente
  29. 29. Disposição Final Descarte em central de entulho
  30. 30. Disposição Final Descarte em central de entulho
  31. 31. Disposição Final
  32. 32. Controle de Fumaça Preta Todos os veículos e equipamentos móveis são mensalmente vistoriados através de check-list específicos constante no PSMS. Para os veículos e/ou equipamentos movidos à diesel é efetuado o controle de fumaça preta baseado na escala Ringelmann. Veículos que apresentarem emissão de fumaça superior ao padrão 2 da referida escala, sofrem regulagem ou manutenção para adequação ao padrão aceitável.
  33. 33. Controle de Fumaça Preta Escala Ringelmann
  34. 34. Enfatizar a comunicação dos desvios.
  35. 35. SEGURANÇA, MEIO AMBIENTE E SAÚDE <ul><li>Tonanni Construções e Serviços Ltda. </li></ul><ul><li>Sede: Rua Francisco dos Santos, 33 </li></ul><ul><li>Taboão da Serra, São Paulo </li></ul>

×