GAZETA SANTA CÂNDIDA AGOSTO 2013

577 visualizações

Publicada em

Distribuição gratuita na região Norte de Curitba,com 10 mil exemplares

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
577
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

GAZETA SANTA CÂNDIDA AGOSTO 2013

  1. 1. 2 O TripAdvisor, o maior site de viagens do mundo, anunciou em julho os vencedores do prêmio Travelers’ Choice Melhores Atrações com base em milhões de avaliações e opiniões dos viajantes do TripAdvisor. Em seu ano inaugural, a premiação homenageia 1.263 dos principais pontos turísticos, parques, museus, parques de diversões e parques aquáticos do mundo. O Brasil alcançou posições de respeito em todas as categorias naAmérica do Sul: O Cristo Redentor foi considerado o segundo melhor ponto turístico e o Parque do Ibirapuera foi eleito como o melhor parque. Doze museus brasileiros estão entre os melhores e o Beach Park foi escolhido o melhor parque de diversões da América do Sul. Os vencedores são encontrados em 39 países do mundo, incluindo listas regionais para a África, Ásia, Austrália, Caribe, América Central, China, Europa, Índia, México, Oriente Médio, América do Sul, Pacífico Sul e Estados Unidos. Cristo destaca o Rio de Janeiro O Cristo Redentor, cartão postal do Rio de Janeiro, foi considerado o melhor ponto turístico do Brasil, ficando em segundo lugar na América do Sul e 20° no mundo. Outros seis pontos turísticos importantes aparecem entre os 25 vencedores da América do Sul: Rua das Pedras (Búzios), Usina Hidrelétrica de Itaipu (Foz do Iguaçu), Sala São Paulo (São Paulo), Avenida Atlântica (Rio de Janeiro) e Teatro Amazonas (Manaus). Já Machu Picchu foi eleito pelos usuários do TripAdvisor como o melhor ponto turístico do mundo. PARQUE TANGUÁ DE CURITIBA É ELEITO UM DOS 5 MELHORES PARQUES DA AMÉRICA DO SUL 5 Principais Pontos de Referência no Brasil 1- Cristo Redentor, Rio de Janeiro 2- Rua das Pedras, Búzios 3- Usina Hidrelétrica de Itaipu, Foz do Iguaçu 4- Sala São Paulo, São Paulo 5- Avenida Atlântica, Rio de Janeiro 5 Principais Pontos de Referência na América do Sul 1- Machu Picchu, Peru 2- Cristo Redentor, Brasil 3- Vale Sagrado dos Incas, Peru 4- Cidade Murada, Colômbia 5- Sacsayhuaman, Peru Brasil, pólo cultural da América do Sul Na categoria museus, o Travelers Choice Melhores Atrações premiou 12 locais brasileiros na lista da América do Sul. Inhotim, um dos maiores museus a céu aberto da América latina é o vencedor na lista de brasileiros e 3º lugar com outros onze museus brasileiros premiados na região. 5 Principais Museus no Brasil 1- Inhotim , Brumadinho 2- Instituto Ricardo Brennand, Recife 3- Museu da Língua Portuguesa, SP 4- Pinacoteca do Estado, São Paulo 5- Forte de Copacabana, Rio de Janeiro 5 Museus na América do Sul 1- Museu do Ouro, Bogotá, Colômbia 2- Museu Larco, Lima, Peru 3- Inhotim, Brumadinho, Brasil 4- Museu Botero, Bogotá, Colômbia 5- MAAM - Museu de Arqueologia de Alta Montana em Salta, Salta, Argentina Ibirapuera: O Melhor Parque da América do Sul O Parque do Ibirapuera, bastante conhecido em São Paulo, foi eleito o melhor parque da América do Sul pelos usuários do TripAdvisor. Quinze parques do Brasil foram premiados entre os 25 principais na América do Sul. 5 Principais Parques no Brasil 1- Parque do Ibirapuera , São Paulo 2- Parque Estadual do Ibitipoca, Lima Duarte 3- Mangal das Garças, Belém 4- Parque das Dunas, Natal 5- Parque Tanguá, Curitiba 5 Principais Parques naAmérica do Sul 1- Parque do Ibirapuera , SP, Brasil 2-Parque General San Martín, Mendoza, Argentina 3- Parque Estadual do Ibitipoca, Lima Duarte, Brasil 4- Mangal das Garças, Belém, Brasil 5- Parque das Dunas, Natal, Brasil Parques de Diversões Brasileiros estão entre os Melhores da América do Sul O Beach Park aparece como o melhor parque de diversões da América do Sul, seguido pelo Beto Carrero World. Eco Parque Arraial dAjuda e Hot Park, 4º e 5º lugares, são outras atrações brasileiras na lista dos 5 principais da América do Sul.
  2. 2. 3 EXPEDIENTE Diretor: Adilson da Costa Moreira Fones 8433-7462 e 3328-0176 Dep. comerciail: Sharon Simão Zunino Rua Canadá, 2108 - Ap. 31 - Bloco A9 - Bacacheri - Curitiba E-mail: gazetasantacandida@gmail.com Tiragem: 10.000 exemplares www.gazetasantacandida.com.br / www.gazetasantacandida.blogspot.com As matérias assinadas não refletem necessariamente a opinião do jornal. Anuncie aqui Quem anuncia, vende mais! 8433-7462 3328-0176 www.santacandida.blogspot.com Está no ar a TV Prefeitura! Uma iniciativa do Setor da Comunicação da Prefeitura Municipal de Colombo. No canal, disponível no site oficial da instituição, os moradores da cidade já podem assistir às principais ações das diferentes secretarias e departamentos como também os principais fatos e eventos de destaques do município. Essa nova opção de informação e transparência é destacada pela prefeita, Beti Pavin, que explica o principal motivo para oferecer mais este serviço para a população. “Queremos facilitar a interação dos cidadãos com as atividades da Prefeitura, mostrando o trabalho intenso dos departamentos e secretarias e aproximando os moradores da cidade com a gestão”. O conteúdo produzido pela equipe de jornalistas da Assessoria de TV Prefeitura: Um novo canal entre os moradores de Colombo Comunicação da Prefeitura é formado por entrevistas, informações factuais e imagens dos principais acontecimentos relacionados ao município. Estes atrativos são reafirmados pelo responsável do setor de Comunicação da Prefeitura, Amauri Cesar Cardozo. “Estudamos e trabalhamos neste projeto desde o início do ano para lançarmos um conteúdo de qualidade, informativo e esclarecedor, visando sempre destacar o cidadão de Colombo, as atividades que influenciam diretamente na vida deles e ainda apresentar os programas As reclamações sobre a situa- ção do trânsito em frente a algu- mas escolas públicas na região norte de Curitiba, continuam che- gando à redação do Jornal Gazeta do Santa Cândida. O problema mais preocupante é na rua Theodoro Makiolka, em frente a Escola Estadual Santa Cândida. Um grande fluxo de veículos: vans escolares, ônibus e carros de pais de alunos, está oferecendo ris- cos de acidentes a comunidade. “Todo dia é este caos tanto no ho- rário da manhã e tarde. Já con- versamos com a direção da escola e garantiram para nós que enca- minharam o pedido para a prefei- tura mas, isto já dura muitos me- ses” afirma Donato Piekarske que Riscos de acidentes na frente da Escola Santa Cândida busca seus sobri- nhos e filho. Um recuo na calçada que tem mais de 5 metros e transformação da lombada, em pas- sagem elevada, e também a coloca- ção de sinaliza- ções adequadas evitariam riscos aos alunos que correm desespera- dos para o embar- que nas vans e veículos particu- lares. “Curitiba precisa fazer análise dos limites de ocupação total do sis- tema viário das escolas, o aumento do poder aquisitivo das pessoas pos- sibilitou pagar uma condução ou ad- quirir um carro, em contrapartida, a cidade esqueceu o cidadão” diz Alonso P. Difenbaquia, “muitos desenvolvidos para toda a população.” Redes sociais Além da nova proposta de comunicação, a Prefeitura Municipal de Colombo oferece outras formas de interação, que são as redes sociais: facebook, twitter e blog. Cada uma delas, de acordo com suas próprias características, funciona como um canal entre os visitantes da grande rede e a Prefeitura. Cada rede social possui um perfil de usuários e por isso, os navegadores podem optar por aquela que melhor se adapta à sua rotina. Quem prefere notas rápidas, pode acompanhar as novidades pelo twitter. Já os que preferem acompanhar as notícias da Prefeitura, combinadas com imagens e vídeos, podem curtir a página do facebook. E quando o interesse for uma quantidade maior de imagens, seja de eventos, campanhas ou mesmo das paisagens da cidade, o blog é a melhor opção, com as mais variadas fotografias de Colombo. O objetivo dessa vasta disponibilidade de canais de interação, de acordo com Cardozo, é fornecer opções para que todos possam acompanhar as publicações da Prefeitura e dar transparência aos serviços e ações da administração pública. “Todas estas alternativas podem ser acessadas no site da prefeitura em colombo.pr.gov.br”, informa o responsável pelo Setor de Comunicação. Onde encontrar os vídeos da TV Prefeitura? O canal com os vídeos da TV está situado no site oficial da Prefeitura: www.colombo.pr.gov.br do lado direito da página. Assim como os ícones para as redes sociais. FACEBOOK – facebook.com/ pmdecolombo TWITTER – @ColomboPMC BLOG colombopmc.blogspot.com.br Reportagens:Andréia Lima, Camila Costa Toppel, Cathiane Simões Kaminski e Osni Mendes. Fotos: João Senechal e Bruno do Carmo/PMC Captação e edição: Cleber R. Silva TI:Ancelmo Mickus Comunicação: Amauri C. Cardozo aguardavam que depois destas féri- as a prefeitura daria uma resposta positiva, algo que talvez venha a acontecer depois das férias de final de ano,” conclui o avô de alunos.
  3. 3. 4 Professores da Rede Estadual de Ensino receberão 5 mil cartilhas da campanha A Secretaria de Estado da Educação do Paraná irá confeccionar, neste mês, cinco mil exemplares da cartilha com roteiro de aulas da campanha Conte até 10 nas Escolas. O material, produzido pelo Conselho Nacional do Ministério Público,seráentregueaosprofessoresda RedeEstadualdeEnsinocomopartedas ações deste ano realizadas no Paraná. O material traz diversas sugestões de abordagem pedagógica do tema e pode ser acessado, gratuitamente www.cnmp.mp.br/conteate10. Foram desenvolvidos roteiros de aula com sugestões aos professores de escolas de Ensino Médio sobre formas de tratar a questão da violência nas salas de aula. Conte até 10 no Paraná A campanha “Conte até 10 nas Escolas”, no Paraná, integra o “Movimento Paraná Sem Corrupção”, no eixo “Prevenção à Violência”. As ações são desenvolvidas em escolas públicas de diversos municípios de todo CONTE ATÉ 10 NAS ESCOLAS o Estado, por meio das Promotorias de Justiça locais. Os promotores de Justiça vêm realizando, em suas comarcas, “bate-papo” com estudantes e professores sobre as consequências da violência à sociedade e as formas de enfrentá-la. Apenas neste mês, foram realizadas ações em municípios como Ponta Grossa, Barracão, Porecatu, Pontal do Paraná, CerroAzul, Rio Branco do Sul, Ortigueira, Barbosa Ferraz, Reserva, Curitiba e região metropolitana, entre outras ações. Em Ponta Grossa, por exemplo, já estão programadas visitas a oito colégios estaduais, a partir do dia 30 de agosto, com o objetivo de prevenir crimes violentos praticados em momentos de raiva. A promotora de Justiça da comarca, Adélia Souza Simões, explica que a ideia é fazer com que os jovens se conscientizem do alto índice de violência praticada por motivos fúteis e que se tornem multiplicadores da ideia de respirar fundo antes de agir. No município de Cerro Azul, estão previstas atividades da campanha nas Escolas Municipais, na Escola Especial, na Pastoral da Criança e no Fórum. Além disso, nesta quarta-feira (21) , e nos dias 28 e 31 deste mês, no Fórum da comarca, serão proferidas palestras com temas a respeito de gravidez precoce, exploração infantil, alcoolismo na adolescência e trabalho infantil. Ainda, palestras com a Rede de Proteção, sobre responsabilidade parental, deveres dos pais, vínculos familiares e cidadania. No município de Barracão, centenas de pais e alunos conversaram com o promotor de Justiça Danillo Pinho Nogueira sobre o papel da escola na educação e ensino. Os responsáveis pela Escola Municipal Judith Guariente foram além das audiências e colocaram o hotsite da Campanha Conte Até 10 de página inicial de seus computadores, para acesso diário de todos os estudantes. Espaço da Poesia Antonio Pedro Flores Amaral IMAGEM IMPLACÁVEL O sol no levante, Não posso dormir, Da mágoa constante Tentando fugir! Sorrir não consigo, Pois cedo partiste, Deixando comigo Espadas em riste! Com choros apenas No mundo prossigo, Deixaste só penas, Ao pé do jazigo! Que hora fatal Na noite silente, Pagaste que mal Ó ser inocente? Em vão devaneio Minado de agruras! As sombras odeio Nas noites escuras! Ó ser inocente - Pureza total – Deixaste somente Saudade mortal... Bem cedo o destino Levou-te num véu, Aos dobres do sino Subindo pro céu... Agora não sinto O luto primeiro, Mas outro, distinto, Em turvo roteiro Sem nome talvez A dor que revelo Depondo buquês Com gesto singelo Na lousa cingida De pretos sinais. A tentativa de Jaime Lerner assu- mir o controle do futuro Metrô de Curitiba (para fazer o que fez com o transporte coletivo e os pedágios?) está fazendo água. Nos próximos dias ele pode ser convocado pela CPI do Pedágio para explicar porque or- ganizou em seu governo os pedágios mais caros do mundo. Eagora,paracomplicaraindamais a situação do ex-prefeito e ex-gover- nador condenado a três anos e seis mesesdedetençãopormaracutaiasno pedágio com a empresa “Caminhos do Paraná”, Lerner foi condenado no- vamente: por Decisão da 4ª Câmara Cívil o Tribunal manteve determina- TJ-PR confirma condenação de Lerner por improbidade e cassa seus direitos políticos por cinco anos ção para o ex-governador a pagar R$ 4,3 milhões e cassou seus direitos políticos por cinco anos. A4ª Câmara Cívil do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) manteve nesta terça-feira (20) a decisão divulgada no último dia 15 de abril que condenou o ex-governador Jai- me Lerner a pagar R$ 4,3 milhões ao Paraná por improbidade adminis- trativa e cassou seus direitos políti- cos por cinco anos. O relator da ação, desembargador Abraham Lincoln Calixto, rejeitou os argumentos do embargo de declaração apresenta- do pelo advogado de Lerner, José Cid Campêlo Filho. TJ-PR confirma condenação de Lerner por improbidade e cassa seus direitos políticos por cinco anos TJ-PR confirma condenação de Lerner por improbidade e cassa seus direitos políticos por cinco anos TJ-PR confirma condenação de Lerner por improbidade e cassa seus direitos políticos por cinco anos TJ-PR confirma condenação de Lerner por improbidade e cassa seus direitos políticos por cinco anos
  4. 4. 5 Francisco Souto Neto Tenho seguidamente recebido por e- mail, e também vejo nas redes sociais, uma mensagem que se propõe a corrigir o termo “presidenta”, mensagem esta que classifico como cretina e sabotadora, cujas palavras iniciais, com erros de concordância e outros vícios de linguagem, dizem, ipsis literis: “Uma belíssima aula de português! Foi elaborado para acabar de vez com toda e qualquer dúvida se tem [sic] presidente ou presidenta. A presidenta foi estudanta? Existe a palavra presidenta? Que tal colocar um ‘basta’no assunto?”. Adiante, a mensagem tenta ironizar: “A candidata a presidenta se comporta como uma adolescenta pouco pacienta...”. A tal “belíssima aula” está supostamente assinada por Miriam Rita Moro Mine, professora de Engenharia na UFPR. Antes de tudo, é preciso lembrar que o vocábulo presidenta está dicionarizado há muitas décadas, e palavra dicionarizada é palavra correta. Eu já a usava em textos que publiquei nos distantes anos 70, e é pífia qualquer discussão sobre a sua existência. Tanto “presidente” quanto “presidenta” são corretas e podem ser usadas no gênero feminino, a depender da vontade de quem escreve ou fala. Por tais motivos, resolvi contatar a professora Miriam, para dialogar sobre o seu equívoco. Buscando um meio de encontrá-la através da internet, descobri a seguinte declaração divulgada pela própria professora: “Nunca escrevi absolutamente nada sobre a existência ou não da palavra Quem ainda não recebeu aquele texto cabotino que se propõe a dar uma “belíssima aula” sobre a palavra “presidenta”? ‘presidenta’. Meu nome está sendo usado indevidamente como autora de um texto que circula na internet e na imprensa. Sou professora da Universidade Federal do Paraná – UFPR, Departamento de Hidráulica e Saneamento, graduada em ‘Engenharia Civil’ e com pós-graduação em cursos de ‘Engenharia’ (Mestrado e Doutorado) e professora de cursos de ‘Engenharia’ na UFPR (ver meu Curriculum Lattes – www.cnpq.br – plataforma lattes). Eu jamais escreveria um texto que não fosse da minha área de atuação. Miriam Rita Moro Mine. Universidade Federal do Paraná. Departamento de Hidráulica e Saneamento. Caixa postal 19011. 81531- 990 Curitiba, PR”. Ou seja, o verdadeiro autor da “aula” desapareceu e alguém, de maneira ladina e criminosa, pôs o nome da referida professora no texto apócrifo, como se fosse ela a sua autora. Por isso, antes de as pessoas divulgarem pela internet, deveriam comprovar as fontes dessas notícias, para saber se são verdades ou mentiras com o objetivo de enganar e confundir a opinião pública. Se a professora Miriam for à polícia e registrar queixa, é provável que chegará ao autor do crime, e assim poderá processá-lo. A tal “belíssima aula” é um fake com o propósito de disseminar falsidades e confusões sobre o idioma pátrio, e principalmente desqualificar a presidenta Dilma Rousseff. Ao buscar na web um contato com a professora Miriam, encontrei casualmente um texto inteligentíssimo sobre o assunto, da autoria de Igor Santos, no seguinte endereço: http://scienceblogs.com.br/ uoleo/2013/02/miriam-rita-moro-mine- presidenta-da-republica-vinte-dois- segundos-google/ O texto de Igor Santos é necessariamente longo, com introdução igualmente extensa, mas deve ser lido na íntegra. Sobre o assunto em discussão, não há outra aula melhor, nem mais contundente e precisa. O autor escreveu visivelmente irritado, e acrescento: benfazeja a sua irritação! Está na medida exata em que eu, também aborrecido com aqueles que parecem acreditar que a palavra “presidenta” foi inventada por Dilma Rousseff, venho sugerir que não veiculem besteiras pela web sem antes checar as fontes. Querem outro exemplo de “nonsense”? Ei-lo: já recebi no Facebook, de seis diferentes e indignados amigos, a notícia que tem por título “Dilma zomba do fim dos protestos no Brasil”. Ao transcrever esse título no Google, busquei a fonte da “notícia” e encontrei-a no blog denominado “Arrota1” que, após as opiniões dos leitores, se defende ao pé da página, para evitar processos contra si, declarando: “Fique atento - O Arrota1 é um portal de humor. Publicamos sátiras e notícias humorísticas fantasiosas, fictícias, que não devem ser levadas a sério”. Por favor! Comprovem a veracidade antes de compartilhar notícias falsas. Há maneiras bem mais produtivas de colaborar na construção de um Brasil melhor. Francisco Souto Neto é jornalista e advogado, e acadêmico (sócio efetivo) da Academia de Letras José de Alencar. Fonte: Jornal Centro Cívico “As agências reguladoras do país de- veriam ser fechadas. A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), pela sua leniência e omissão, é a grande responsá- velpelocaosnosistemadetelefonianoBra- sil.” A declaração partiu do vice-presiden- te nacional da OAB, Claudio Lamachia. Lamachia participou, no dia 29 de agos- to, em PortoAlegre, do seminário ‘‘Por um novo marco regulatório da telefonia’’, pro- movido pelaAssembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O evento também contou com a participação de 35 parlamentares de 20 estados. O vice-presidente nacional da OAB re- forçou que “as telefonias não estão atin- gindo a satisfação que nós gostaríamos. As empresas seguem utilizando uma justifica- tiva infundada de que a legislação munici- pal seria o entrave para a melhoria de ser- viços. Trata-se de uma inverdade, pois mesmo em localidades sem qualquer tipo de legislação restritiva, o serviço é igual- mente ruim”. Lamachia também apontou que “a te- lefonia celular no Brasil, só funciona nos presídios, e a Anatel enquanto isso presta um desserviço à população brasileira”. “Há, ainda, um fator que, por mais corporativo que possa parecer, tem influ- ência direta em toda a sociedade: o proces- so eletrônico.Anova realidade vem com as intenções que já conhecemos em qualquer sistema que se informatiza: economia, celeridade e praticidade. Porém, o que na teoria parece perfeito evidencia na prática uma preocupante realidade”, finalizou o di- rigente. No início de maio deste ano, após mo- vimento deflagrado pela Ordem gaúcha em 2012, foi instalada a CPI da Telefonia, vi- sando à melhoria na qualidade dos servi- ços de telefonia e internet no Rio Grande do Sul. Até agora, além da instalação da CPI, o movimento já definiu sanções às empresas de telefonia, tais como suspen- são na venda de linhas telefônicas, assim como pagamento de multas devido à não melhoria da qualidade da transmissão do sinal aos usuários. Sala de apoio ao advogado no Procon- DF é a primeira do Brasil A OAB/DF tem grande preocupação com o assunto, uma vez que as empresas de telefonia são campeãs de reclamações junto ao Procon. A Seccional entrou para a história na defesa dos direitos dos consu- midores, pois foi foi inaugurada, no dia 21 de agosto, a primeira Sala de Apoio ao Ad- vogado, do Brasil, dentro de um Procon. Em parceria com a Caixa de Assistên- cia dosAdvogados do DF (CAA/DF), a sala de apoio agilizará tarefas rotineiras auxili- ando os advogados no desempenho de suas funções, e está equipada com dois compu- tadores com acesso a internet, impressora, mesa de reuniões e uma secretária. O presidente Ibaneis Rocha, afirmou que a medida aproxima a Seccional da so- ciedade. “A Ordem precisa chegar onde o cidadão está. O que estamos buscando fa- zer é proporcionar maior dignidade aos advogados militantes no mister de sua pro- fissão. Essa sala abrigará advogados diari- amente, mas também receberá a comuni- dade com frequência”. Telefonia celular no Brasil só funciona nos presídios
  5. 5. 6 A partir de 1º de setembro, a Cinemateca de Curitiba e o Cine Guarani terão uma cota de ingressos gratuitos reservada para os professores da rede municipal de ensino. A reserva de 20% do total de ingressos disponíveis é uma das ações do Educultura, programa da Prefeitura de Curitiba que promove a formação continuada dos professores pelo acesso às linguagens artísticas presentes nos espaços da Fundação Cultural. O Educultura prevê a distribuição de uma cota de ingressos dos espetáculos, exposições e cursos produzidos pela Fundação Cultural de Curitiba ou por produtores parceiros, para educadores, professores, pedagogos,dirigentesescolares,apoios administrativos, secretários escolares e auxiliares de serviços escolares. A intenção é formar multiplicadores de conhecimento que diariamente estão emcontatocomumpúblicode140mil crianças,jovenseadultos, contribuindo assim para o enriquecimento das atividades em sala de aula. A cota de 20% dos ingressos dos cinemas da Fundação Cultural também beneficiará os usuários do programa Bolsa Família, em uma iniciativa de garantir à população de baixa renda o acesso aos bens Ingressos gratuitos para professores da rede municipal de Curitiba culturais. Os ingressos gratuitos destinados aos professores e aos usuários do Bolsa Família ficarão disponíveis até 20 minutos antes do início da sessão, podendo ser depois colocados à venda. Para ter direito aos ingressos, os professores devem apresentar documento que comprove a condição (carteira funcional, contra-cheque, etc), e os beneficiários do Bolsa Família devem apresentar o cartão do programa e o RG. A sala de exibição da Cinemateca (Sala Groff) dispõe de 104 lugares e o Cine Guarani tem capacidade para 165 pessoas. Reajuste - A partir de 1º de setembro, os valores dos ingressos da Cinemateca de Curitiba e do Cine Guarani sofrerão um reajuste. Na Cinemateca, a inteira passa a custar R$ 10 e a meia-entrada, R$ 5. No Cine Guarani (Portão Cultura), os preços foram reajustados para R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia). A alteração nos valores é feita depois de nove anos em que se mantiveram congelados.Aos domingos, também passam a vigorar os novos preços. TJ mantém prisão de Gaievski O Tribunal de Justiça do Paraná negou o pedido de habeas corpus e manteve a prisão preventiva do ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República, Eduardo Gaievski, acusado de pedofilia e estupro de vulnerável em Realeza. "Assim, em exame inicial e super- ficial, tem-se que, ao menos em tese, os fundamentos da decisão atacada para manter o decreto de prisão preventiva do paciente encontram respaldo nos documentos que instruem o presente habeas corpus crime, e estão em conformidade com o disposto nos artigos 312 e 313, do Código de Processo Penal, notadamente no que diz respeito à garantia da ordem pública e à conveniência da instrução criminal, em vista da gravidade concreta do delito, e no que se refere aos indícios de existência do crime e à suspeita fundada de que o paciente é autor das infrações que lhe são imputadas. Por essa razão, indefiro o pedido liminar", diz o relator do pedido no TJ, desembargador Luiz Carlos Gabardo. A defesa de Gaievski chegou a pedir prisão domiciliar, afirmando que o ex-assessor mora em Brasília e trabalha na Casa Civil.
  6. 6. 7
  7. 7. 8
  8. 8. 9 O Polo Cerâmico da “Capital da Lou- ça” Campo Largo, realiza de 5 a 15 de setembro, no Ginásio da Rondinha – BR 277 – KM 20, sua tradicional e esperada FEIRA NACIONAL DA LOUÇA, que neste ano chega a 23ª edição e 14ª edição da FEIRA DE DECORAÇÃO, ARTESA- NATO E PRODUTOS PARA O LAR. A mostra é uma organização do SINDILOUÇA/PR e do APL-ARRANJO PRODU- TIVO DA LOUÇA, conta com o patrocínio da Pre- feitura Municipal de Cam- po Largo, Secretaria de Desenvolvimento Econô- mico, FIEP – Federação das Indústrias do Paraná, SENAI, SESI, Sistema Fecomércio, Compagas, Caixa Econômica Federal, FMM Engenharia, e também conta com o apoio da Incepa, Cocel e Eletrobala. Desde a primeira edição, em 1991, a FEIRA DA LOUÇA tornou-se a grande vitrine para o setor e um indispensável cartão de visitas para quem quer conhe- cer o melhor da produção paranaense e brasileira de porcelanas, cerâmicas, pi- sos e revestimentos. A mostra consoli- dou-se como a primeira feira do setor aberta ao varejo, nesta edição, os organizadores esperam receber nos 10 dias do evento, cerca de 50 mil visitan- tes, entre eles turistas de outros estados, diversas cidades paranaenses, morado- res de Curitiba e Região Metropolitana. São 40 expositores que apresentarão aos visitantes, o que há de mais moderno e os últimos lançamentos da indústria da louça, tudo reunido num só espaço. Os visitantes encontrarão produtos a preços de fábrica como: jogos de jantar e café de porcelanas, grés e cerâmicas, além de pe- ças de decoração e riquíssimo artesanato local. A famosa ponta de estoque é suces- so em todas as edições da feira e o visitan- te também pode encontrar peças de repo- sição. Economia e Geração de Empregos Participe da 23ª Feira Nacional da Louça De 5 a 15 de setembro, no Ginásio da Rondinha – BR 277 – KM 20 A cadeia produtiva da louça gera 14 mil empregos diretos e indiretos através das 35 empresas (grandes, médias e pe- quenas empresas) que formam do polo- cerâmico de Campo Largo. A base da economia do município gira em torno das indústrias cerâmicas, o setor é res- ponsável por mais de 50% da arrecada- ção de ICMS do municí- pio, consome 51% da ener- gia distribuída pela Cocel (distribuidora do municí- pio), queima mais de 120 mil metros cúbicos de gás natural diariamente. Estes números torna o polo- cerâmico de Campo Largo, líder nacional em produção do setor, as indústrias instaladas fabricam 90% das porcelanas brancas de mesa nacional, 83% das porcelanas da América Latina, 40% das cerâmicas de mesa nacional, 40% das cerâmicas para eletromecânica e ainda 14 milhões de metros quadrados de pisos e revestimentos ao ano. Produção e exportação A produção anual estimada do segmen- to chega a 110 milhões de peças, deste to- tal, 25% a 40% são exportados para os mercados da Europa, Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia, Caribe, Méxi- co e Mercosul. A louça produzida pelas indústrias campolarguenses é artesanal, o que lhe confere beleza e qualidade, com o devido reconhecimento mundial. Serviço: 23ª Feira da Louça de Campo Largo Local: Ginásio da Rondinha – BR 277 – KM 20 (ao lado da Igreja São Sebasti- ão) Valor da entrada: 3,00 Reais Entrada livre: Idosos (acima de 60) e crianças até 12 anos. Horários: Sábados/Domingos e Feria- dos das 10 às 22 horas Praça de Alimentação: lanchonetes com comidas típicas Botiquim do Ivo tem ambiente familiar e aconchegante Hoje este espaço é reconheci- do como um point na região nor- te de Curitiba. Localizada próxi- mo ao Hipermercado Big Boa Vista, vem atuando desde 2010 em entretenimento e culinária, um lugar aconchegante com uma boa música onde amigos se reú- nem para um happy hour, com uma equipe comprometida e dedicada. Atende de terça a sex- ta das 16 às 24 hs, e aos sábados e domingos das 10 às 24hs Aos sábados "Tradição mais Brasileira" que é a deliciosa fei- joada, e outros pratos especiais com picanha ou alcatra que tam- bém são servidos aos domingo com a clássica maionese. Todos os dias petiscos, porções e lanches especiais da casa. Às quintas e sextas serve também pratos típi- cos como a Dobradinha e Raba- da. O Botiquim do Ivo fica na Rua Antonio Lago, 208 , telefone 3053.2400
  9. 9. 10
  10. 10. 11 Os policiais federais que atuam no Paraná, incluindo nas delegacias do interior, iniciaram uma paralisação de 48 horas das atividades em todo estado, a partir dessa segunda-feira (26/08). O movimento no Paraná é coordenado pelo SINPEF/PR-Sindicato dos Policiais Federais do Paraná, presidido pelo companheiro Fernando Augusto Vicentine. Na terça-feira (27/08) está marcada uma manifestação na frente da Assembleia Legislativa do Paraná, a partir das 9 horas. O movimento é nacional e alcança vários estados. “Queremos a reestruturação da carreira dos policiais federais, com regras e atribuições claras; o fim imediato do assédio moral sofrido por vários companheiros e companheiras; e condições dignas de trabalho”, disse Vicentine. O presidente do SINPEF/PR denuncia a falta de contingente; de equipamento de trabalho; e de apoio psicológico e emocional aos policiais federais. “No Paraná atuam perto de 500 policiais federais quando a necessidade é de pelo menos 1.000. Anualmente, no Brasil, saem da corporação próximo de 200 policiais atraídos por propostas melhores de salários. E dos que restam no quadro efetivo, cerca de 30% tomam algum tipo de medicamento controlado devido a problemas emocionais vividos no ambiente de trabalho. Essa é a dura realidade dos policiais federais”, desabafa Fernando Vicentine, que questiona: “ o que a população quer de fato. Um modelo POLICIAIS FEDERAIS NO PARANÁ CRUZAM OS BRAÇOS POR 48 HORAS A quem interessa uma Policia Federal precarizada , com um efetivo desmotivado? Questiona o presidente do SINPEF/PR, Fernando Augusto Vicentine de Policia Federal eficiente ou uma polícia de ‘ faz de conta’?.” A desestruturação da policia federal coloca em risco as ações do próprio governo federal de combate ao contrabando, ao tráfico de armas e drogas nas fronteiras brasileiras, destaca o presidente do SINPEF/PR. “ Não sabemos a quem interessa essa precarização, mas para termos ideia, na fronteira Brasil/ Paraguai atuam apenas três policiais federais, quando seriam necessários pelo menos 30, sem falar na Ponte Tancredo Neves (divisa Brasil/Argentina), que não tem nenhum policial federal “. O policiamento do espaço aéreo brasileiro também esta comprometido, diz o presidente do SINPEF/PR. “ Temos em todo Brasil apenas duas aeronaves em condições de voo. As outras estão todas sucateadas e com os contratos de manutenção vencidos. Recentemente, devido aos jogos da Copa das Confederações, houve um voo em Foz do Iguaçu demonstrativo à comissão da copa. Só que esse voo foi totalmente irregular, pois os pilotos estavam com breves vencidos (autorização para pilotar)vencidos e a aeronave estava sem condições de sair do solo, pois o contrato de manutenção desse avião esta vencido há muito tempo e não foi renovado”, denuncia mais uma vez o presidente do SINPEF/PR, Fernando Vicentine. O presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi prestou solidariedade aos companheiros da policia federal. “ Devemos lembrar da importância do efetivo da policia federal no Brasil, sem o qual diversos crimes, inclusive os de má gestão do dinheiro público, não seriam desvendados, além do excepcional trabalho desses companheiros no combate ao narcotráfico nas fronteiras e centros urbanos, que mesmo sem equipamentos e condições de trabalho desenvolvem suas funções com dedicação à carreira. Por isso é de vital necessidade a reestruturação no conjunto da Polícia Federal , de cargos, salários, e as devidas funções, com apoio técnico e de equipamentos”, diz Rossi. SERVIÇOS À POPULAÇÃO Apesar da paralisação o dirigente sindical adianta à população que todos os serviços de atendimento continuam funcionando (emissão de passaporte; registro de armas; e controle de produtos químicos) , podendo em alguns casos haver apenas uma pequena lentidão no sistema.” Infelizmente estão paralisadas as investigações criminosas e as dirigências de inquéritos”, diz Vicentine. Em Curitiba os policiais federais estão mobilizados na sede Superintendência da Polícia Federal e na terça-feira (27/08), será na frente da Assembleia Legislativa do Paraná Por Mario de Gomes - Fotos: MGS/ UGT Empresários vão à luta contra o pedágio O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, decla- rou que as altas tarifas cobradas pelas concessões atuais represen- tam um entrave para a economia do Estado, já que prejudica a competitividade dos produtos paranaenses. Ele citou o exemplo do calcário, em que um caminhão “bitrem” com 35 toneladas gasta R$ 1.000,00 de pedágio para vir de Foz do Iguaçu à Paranaguá, quando o valor da carga é de R$ 900,00. Campagnolo também defen- deu a criação de um “pedagiômetro” para fiscalizar as convenções. “É perfeitamente possível implantar mecanismos de contagem, para fiscalizar e acom- panhar quanto estamos arrecadan- do e investindo”, garantiu, afir- mando inclusive que a própria Fiep teria condições de ajudar o gover- no a implantar esse sistema. Recentemente, a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia rejeitou projeto do deputado TercílioTurini (PPS) que previa a instalação de painéis nas 27 praças de arrecadação das seis concessionárias de rodovias no Paraná, para informar em tempo real o número de veículos que passam pelas cancelas e a receita acumulada com as tarifas. Turini anunciou intenção de recorrer da decisão. Procuradorda República em Ponta Grossa é convidado para falar na CPI dos pedágios O procurador da República em Ponta Grossa, Osvaldo Sowek Junior,nacondiçãodemembroCo- ordenador da Força-Tarefa dos Pe- dágios no Paraná, foi convidado para falar na Comissão Parlamen- tar de Inquérito dos Pedágios, na AssembléiaLegislativadoParaná, amanhã (20/08), às 9h. O procura- dor comparecerá ao evento.
  11. 11. 12 GAZETADO SANTACÂNDIDA Atingindo a maioria dos bairros da nossa região. Anuncie 8433-7462 3328-0176 Uma história de amor comoveu médicos, enfermeiros e pacientes do Hospital Cajuru, em Curitiba, na manhã desta terça-feira (27). Todos foram testemunhas do casamento de Renato Tarachuk, de 27 anos, e Fernanda Nalon, de 20, dentro da unidade onde o noivo está internado há 10 meses. Ele foi baleado na nuca durante uma tentativa de assalto na cidade de Bituruna, no centro- sul do Paraná.Abala ficou alojada no pescoço, perto da coluna, o que impede os movimentos do corpo. Renato está tetraplégico. Para Fernanda, o amor dos dois é maior que tudo isso. Em uma cerimônia simples, os dois disseram sim diante do Pastor Eduardo Mella Provoste, da Igreja Adventista do 7º dia. “Vou te amar para sempre”, disse Fernanda diante dos convidados. Consciente, mas com dificuldades para falar em razão de uma traqueostomia, Renato estava muito emocionado e bastante feliz. Ele disse “sim” bem baixinho, mas todos conseguiram ouvir. O sargento da reserva da Polícia Militar, Ori Stoco, amigo dos noivos, estava no casamento e contou que a cerimônia foi uma Uma história de amor que comoveu todo o hospital Jovem que ficou tetraplégico após assalto diz “sim” em casamento dentro do hospital Renato não reagiu em nenhum momento, mas, ainda assim, levou um tiro na nuca. Desde então, há 10 meses, ele está internado no Hospital Cajuru. Durante todo o período, até a semana passada, permaneceu na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Fernanda nunca saiu do lado dele. Na semana passada, Renato deixou a UTI e foi para um quarto. Para isso, ganhou de uma paciente uma cadeira de rodas usada, própria para sua tetraplegia. Foi nesta cadeira que ele entrou na sala de eventos para receber a benção do pastor e assinar os documentos do casamento civil. Fernanda estava vestida de noiva, com uma felicidade contagiante. “Nunca duvidei que Renato é o homem da minha vida”, disse aos convidados. O casal não teve lua de mel. Por enquanto, não há previsão de alta para Renato. O certo é que até o dia de ir para casa, Fernanda estará ao lado dele. “Aí temos o maior exemplo do que é um amor verdadeiro”, disse o sargento Stoco. PorDeniseMello,LuizHenrique Oliveira e Bruno Henrique/Banda B Fotos: Sargento Stoco das mais emocionantes de sua vida. “Foi muito emocionante. A noiva não sabia se sorria ou chorava, estava muito emocionada. Na minha vida nunca vi um casamento desse tipo, muito lindo o amor deles”, afirmou. História de amor Renato e Fernanda planejavam se casar quando, em outubro do ano passado, uma tragédia mudou a vida do casal. Os dois estavam no carro, em Bituruna, quando foram abordados por um assaltante. Fernanda conta que A chantagem das empresas aéreas As empresas aéreas estão jogando sujo para conseguir novas benesses do governo federal. Após demitirem centenas de trabalha- dores, elas ameaçam com novos cortes como forma de chantagem. Nesta semana, o presi- dente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz, e os exe- cutivos de TAM, Gol, Azul e Avianca apresen- taram ao ministro da Secretaria deAviação Civil (SAC), Moreira Franco, uma série de pedidos de ajuda para o setor. Eles alegaram que o aumento do dólar elevou o custo do petróleo e que as empresas estão diante de duas opções: subir os preços das passagens ou “reduzir os custos” – em outras palavras, demitir mais tra- balhadores e arrochar salários. "Já começamos a repassar parte do custo para o preço das passagens e a reduzir oferta de algumas rotas não sustentáveis. E perce- bemos que parte dos passageiros começa a voltar para o transporte de ônibus", afirmou o dirigente daAbear. Ele explicou que entre 55% e 57% da atividade área é dolarizada, sobre- tudo por conta dos custos com o combustível e o leasing de aeronaves. “O câmbio e o preço do petróleo geram uma situação complicada que se reflete nos balanços das companhias aéreas. Para evitar a retomada dos preços das passagens de 10 anos atrás, as empresas fa- zem reestruturação”, choramingou Eduardo Sanovicz. Entre outros pedidos, as empresas solici- taram a ampliação da cobertura das tarifas de navegação e a isenção da cobrança do PIS/ Cofins. O ministro Moreira Franco ficou de le- var a proposta à equipe econômica. Nos últi- mos meses, o governo Dilma promoveu desonerações fiscais em vários setores.A“bon- dade”, porém, não resultou em queda de pre- ços dos produtos e serviços e nem afastou o fantasma do desemprego. Os únicos efeitos palpáveis foram a diminuição de arrecadação da União e o aumento do déficit da Previdên- cia Social – duas consequências negativas para o conjunto da sociedade. Na fase da bo- nança, os empresários privatizam os lucros; já no período de dificuldades, eles adoram soci- alizar os prejuízos.
  12. 12. 13 A nova sede do Museu Nacional do Espiritismo (Munespi), localizado em Curitiba e mantido pela Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE), foi inaugurada no dia 18 de maio de 2013. Agora, os objetos de Chicuta Nogueira, Baduca, Abibe Isfer, Parigot de Souza e Leocádio José Correia estão em um local maior, com 300 m2, e mais confortável para os visitantes, já que o Munespi recebe cerca de 2,5 mil pessoas por ano. Na nova sede, as cores dos quadros e da tapeçaria da artista plástica paranaense Ida Hannemann de Campos são destaque e ficam expostos até o final do mês de maio. A artista, que esbanja sabedoria em seus 91 anos de idade, se inspira em cenas do cotidiano para pintar seus quadros e compor peças de tapeçaria. Como artista, sua inspiração maior é o Cubismo e o Expressionismo. Pinta desde os oito anos de idade, quando começou a ser incentivada no colégio em que estudava em Curitiba. Hoje ela se dedica à arte “pelo prazer de ver o bonito”, como ela mesma afirma, e garante que vai continuar compondo suas maravilhosas – e coloridas – obras. Ida já participou de 168 exposições coletivas, 18 individuais, 48 mostras, e recebeu 15 prêmios. Além dos objetos das personalidades espíritas, o Munespi preserva documentos históricos, fotografias, obras de arte, produtos mediúnicos, monografias e arquivos audiovisuais. O museu é coordenado por voluntários. Criado em abril de 1965, o Munespi nasceu em Curitiba com a missão de atuar como uma agência de promoção da cultura espírita e do estudo científico, filosófico e religioso da Doutrina Espírita. De acordo com a coordenadora do espaço, Anni Cristini Vencato, o Museu Nacional do Espiritismo presta sua contribuição à comunidade na medida em que disponibiliza ao público os dados e as informações de seu acervo, promove o conhecimento e estimula o diálogo cultural. Na ocasião da inauguração,Anni MUSEU NACIONAL DO ESPIRITISMO (MUNESPI) NO BAIRRO TINGUI se emocionou ao ver o museu no novo espaço, e também em poder garantir ao público visitante obras tão valiosas. Ela se mostrou orgulhosa pelo trabalho dedicado de todos os voluntários que contribuíram com o que o museu se tornou. “O pensamento de fé, muito trabalho e esforço resultou na obra, que foi feita com muito amor”, disse. MÉRITO MUSEOLÓGICO Durante a inauguração do novo espaço do Munespi, o presidente da SBEE e museólogo, Maury Rodrigues da Cruz, recebeu uma medalha de Mérito Museológico confeccionada pelo Conselho Federal de Museologia com o intuito de evidenciar e homenagear personalidades de destaque na área em todo o País. Segundo a museóloga Clarete de Oliveira Maganhotto, representante do Conselho Regional de Museologia no Paraná, Maury foi pioneiro da evolução da nova museologia no Estado. “Ele foi um dos primeiros que se engajou nesse movimento e participou da criação do Conselho Regional de Museologia, que já teve sede no Paraná”, lembrou Clarete. Maury foi diretor do Museu Paranaense por oito anos e escreveu diversos artigos e livros sobre o tema, como o Museu Reflexões. O presidente da SBEE – e também museólogo – Maury Rodrigues da Cruz destacou na inauguração a contribuição que os museus dão para o alongamento do olhar das pessoas. Disse, ainda, que o Espiritismo enquanto Ciência, Filosofia e Religião precisa alcançar o tripé da cultura espírita, consubstanciado em arquivo, museu e biblioteca. “Os museus, assim como os centros espíritas, significam construção de conhecimento. Têm que responder às expectativas de dignificação da pessoa”, disse. O presidente da SBEE salientou também a importância dos museus para “ensinar as pessoas a pensar”, para mostrar a cultura do País à população e, assim, proporcionar ao povo o alcance dos valores universais. “Expor estes objetos que fazem significação da cultura nacional é fundamental para alcançarmos estes valores”, analisa. Para Maury, assim como os centros espíritas, os museus também devem compor um currículo político-pedagógico que faz integração com a vida. “Desta forma priorizamos o pluralismo do nosso País e alcançamos o pensamento complexo”, observou. Ele lamenta que alguns grandes nomes da cultura espírita, como Chico Xavier, Yvonne Pereira e Peixotinho, não tenham tido seus materiais preservados para serem expostos em museus. “Está insuportável o processo de destruição cultural do nosso povo. Uma nação sem história não tem futuro”, concluiu. VISITE O MUNESPI! O MUNESPI está localizado na rua Guilherme Ihlenfeldt, 663/677 Vila Tingui – Curitiba Justiça condena dois ex-diretores da Assembleia Legislativa O Juízo da 9ª Vara Criminal de Curitiba condenou dois ex-diretores daAssembleia Legislativa do Paraná a 18 anos de reclusão em um dos processos referentes a funcionários “fantasmas” no Legislativo paranaense. A sentença, de 31 de julho, foi proferida no processo que se refere à família de Daor Afonso Marins de Oliveira, ex-funcionário do Legislativo. Os ex-diretores JoséAry Nassiff (Administrativo) e Cláudio Marques da Silva (de Pessoal) foram conde- nados à mesma pena: 18 anos, 11 meses e 20 dias de reclusão e paga- mento de 1093 dias-multa, pela prá- tica dos crimes de formação de qua- drilha (art. 288 do Código Penal), peculato (art. 312 do Código Penal) e lavagem de di- nheiro (art. 1º, incs. V e VII, da Lei nº 9.613/98). A sentença se refere ao mesmo caso que resultou na condenação de Daor Afonso Marins de Oliveira e outros oito “fantasmas” da Assembleia. Ressarcimento aos cofres públi- cos - Os acusados também terão de indenizar o erário do dano gerado pelos crimes praticados. A Justiça decretou a perda em favor da União da quantia de R$ 400,5 mil apreen- dida na residência de Cláudio Mar- ques da Silva. Foi decretada ainda a perda do cargo público de Mar- ques da Silva e a proibição de am- bos os réus de exercerem qualquer cargo ou função pública pelo dobro do tempo da pena aplicada. Em relação ao réu Daor Afonso Marins de Oliveira, que já havia sido condenado a 15 anos de reclusão em processo desmembrado, recurso apresentado pelo MP-PR foi provi- do e sua pena foi aumentada para 21 anos, 3 meses e 20 dias de reclu- são. A decisão, de 11 de julho, é da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJ-PR).
  13. 13. 14 A imprensa não é livre, afirma o escritor Norberto Toedter A imprensa é imparcial? Toedter - Imagino que estamos falando dos grandes órgãos de informação, dos jornais diários destinados a suprir e construir a opinião pública. Faz muito tempo que esta imprensa, não só a brasileira, é parcial. Pensando bem, talvez nunca tivesse sido totalmente imparcial, afinal os que editam jornais são empresários. Empresas têm interesses. Dificilmente publicariam alguma notícia que pudesse prejudicar, por exemplo, a imagem de um grande anunciante. E aí também não adianta clamar por um órgão de informação estatal. O Estado tem interesses da mesma forma. Acontece, porém, que hoje vivemos uma situação que vem agravar a falta de independência do jornalista. É o que chamam de Globalização. A globalização nada mais é do que o esforço de (in)determinados grupos de formar um governo mundial. Estes grupos obviamente precisam, para atingir seu objetivo, influenciar, para não dizer dominar, a opinião pública.Adquiriram, de uma forma ou outra, voz de comando nas diretorias e nas redações das principais organizações editoriais, fazendo com que as notícias que devemos ler sejam as que eles querem. Eles dominam também as fontes, as agências de notícias e ainda criam fontes extras, como fizeram com Síria. Quase todas as notícias sobre a violência na Síria que foram vistas na Grande Mídia partiram de um obscuro escritório localizado em Londres e que seria a sede do Syrian Observatory for Human Rights (Observatório Sírio dos Direitos Humanos). Parece ser uma organização de um homem só, Rami Abdul-Rahman, que se denomina Presidente da mesma. Seria de se perguntar por que todo mundo publica notícias espalhadas por fonte tão pouco fidedigna. Seria, pois, ingenuidade esperar imparcialidade dos nossos jornais. O que o plano original da globalização não previu é a Internet. Esta rede mundial por enquanto não é controlável e está contribuindo enormemente para desacreditar a mídia teleguiada. Os Estados Unidos utilizam a imprensa para legitimar guerras e invasões? Toedter - Claro, para fazer guerra você precisa do apoio da maioria do seu povo. Para iniciar a “guerra ao terrorismo” tiveram que derrubar 3 edifícios do seu World Trade Center com 2 aviões, sacrificando três mil cidadãos do seu próprio povo. É coisa que não pode deixar de ser NOTÍCIA. Fizeram o mesmo com “Pearl Harbor” na Segunda Guerra, com o navio “Lusitania” na Primeira e explodindo o navio “Maine” para legitimar a guerra contra a Espanha. É jeito tenebroso de fazer notícia, mas funciona. Através da imprensa fazem com que rapidamente a figura de um ex-aliado seja vista como inimigo público número um. Essa manipulação da notícia também funciona ao contrário, omitindo-se os fatos e acontecimentos ou lhes dando significado que sirva aos seus interesses. Egito e Oriente Médio são exemplos incontestáveis. Qual deveria ser o papel exercido pela imprensa? Toedter - Servir à sociedade na qual atua e não a interesses estranhos. A história da Segunda Guerra, ANUNCIE AQUI 8433-7462 9894-1462 QUEM ANUNCIA, VENDE MAIS! contada pelos livros oficiais e pela imprensa é verdadeira? Toedter - Desde que se têm registros históricos sobre contendas bélicas entre os povos, prevalecem os que foram escritos pelos vencedores. Os chamados Revisionistas, entre os quais com muita honra tenho sido incluído, vêm tendo muito trabalho no sentido de rever e corrigir as maiores injustiças e inverdades. Servem-se para tanto da internet e da coragem de uma ou outra editora. Mas não é fácil. Veja, por exemplo, que ainda hoje a TV Globo apresenta uma novela centralizada no mau nazista e no bom judeu. Ano passado foi inaugurado em Curitiba o Museu do Holocausto com o único intuito de reforçar seriíssimas acusações ao povo perdedor da guerra, continuando este proibido de se defender. A crise econômica na Europa e nos EUA pode estimular outra Guerra Mundial? Toedter - Apesar de não ser economista, acho que em relação à União Européia e EUA a tal crise está sendo excessivamente comentada. A da EU me cheira a segundas intenções e quanto aos americanos só vejo que todo ano discutem no congresso a aumento do teto da dívida. Fazem aquele teatrinho e no fim aumenta mesmo. O dólar desvaloriza infinitamente, mas as outras moedas também ou ainda mais. Uma III GM ? Quem seriam os principais contendores? Os americanos e israelenses estão satisfeitos com os resultados que vêm conseguindo através dos seus contingentes mercenários. Enquanto Putin tiver seu petróleo garantido, não creio que venha a se arriscar. A China está numa situação de estabilização, igual à da Alemanha em 1939, que faz com que não tenha interesse algum numa refrega internacional. Não podemos esquecer que as armas modernas exigem muito respeito de gregos e troianos. NR - Os livros de Norberto Toedter estão à venda na Livraria do Chain
  14. 14. 15 O Sermão da montanha (versão para professores) Naquele tempo, Jesus subiu a um monte seguido pela multidão e, sentado sobre uma grande pedra, deixou que os seus discípulos e seguidores se aproximassem. Ele os preparava para serem os educadores capazes de transmitir a lição da Boa Nova a todos os homens. Tomando a palavra, disse-lhes: - Em verdade, em verdade vos digo: Felizes os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque eles... Pedro o interrompeu: - Mestre, vamos ter que saber isso de cor? André perguntou: - É pra copiar? Filipe lamentou-se: - Esqueci meu papiro! Bartolomeu quis saber: - Vai cair na prova? João levantou a mão: - Posso ir ao banheiro? Judas Iscariotes resmungou: - O que é que a gente vai ganhar com isso? Judas Tadeu defendeu-se: - Foi o outro Judas que perguntou! Tomé questionou: - Tem uma fórmula pra provar que isso tá certo? Tiago Maior indagou: - Vai valer nota? Tiago Menor reclamou: - Não ouvi nada, com esse grandão na minha frente. Simão Zelote gritou, nervoso: - Mas porque é que não dá logo a resposta e pronto!? Mateus queixou-se: - Eu não entendi nada, ninguém entendeu nada! Um dos fariseus, que nunca tinha estado diante de uma multidão nem ensinado nada a ninguém, tomou a palavra e dirigiu-se a Jesus, dizendo: - Isso que o senhor está fazendo é uma aula? Onde está o seu plano de curso e a avaliação diagnóstica? Quais são os objetivos gerais e específicos? Quais são as suas estratégias para recuperação dos conhecimentos prévios? Caifás emendou: - Fez uma programação que inclua os temas transversais e atividades integradoras com outras disciplinas? E os espaços para incluir os parâmetros curriculares gerais? Elaborou os conteúdos conceituais, processuais e atitudinais? Pilatos, sentado lá no fundão, disse a Jesus: - Quero ver as avaliações da primeira, segunda e terceira etapas e reservo-me o direito de, ao final, aumentar as notas dos seus discípulos para que se cumpram as promessas do Imperador de um ensino de qualidade. Nem pensar em números e estatísticas que coloquem em dúvida a eficácia do nosso projeto. E vê lá se não vai reprovar alguém! E, foi nesse momento que Jesus disse: - “Senhor, por que me abandonastes?” O mineirinho Numa reunião de terapia em grupo, sentados em forma de círculo, várias pessoas, várias ocupações, cada um dando o seu depoimento: Um pintor disse ter fissura por pintura. Não pode ver nada que dá vontade de pintar. É parede, papel, enfim tudo que ele vê pela frente dá uma vontade danada de pintar. Um outro, médico, disse que não aguentar mais. Tem compulsão pelo trabalho. Trabalha dia e noite. Sai do hospital, vai para a clínica. Sai da clínica, vai para o consultório. É tratando de gente o dia todo, não consegue parar. Uma mulher disse ser LÉSBICA. Não sabe como fazer, gosta muito de mulher. Pensa em mulher o dia inteiro. De roupa, pelada, de biquine, de maiô; não tem jeito adora, mais adora mesmo muito as mulheres. Então ela passa a palavra para o Minerim que estava do lado dela, e perguntou: - E o senhor seu Zé, é fissurado no quê? - Ué gente, eu ia falá qui sô pedrero, mais dispois du qui a moça falô, eu sô esse tar de LÉSBICA tamém, sô!!! A loira advogada A loira se formou em Direito, mas está com 15 dúvidas e resolve formular um questionário para a OAB. 01. Qual a capital do estado civil? 02. Dizer que gato preto dá azar é preconceito racial? 03. Com a nova Lei Ambiental, afogar o ganso passou a ser crime? 04. Pessoas de má fé são aquelas que não acreditam em Deus? 05. Quem é canhoto pode prestar vestibular para Direito? 06. Levar a secretária eletrônica para a cama é assédio sexual? 07. Quantos quilos por dia emagrece um casal que optou pelo regime parcial? 08. Tem algum direito a mulher em trabalho de parto sem carteira assinada? 09. A gravidez da prostituta, no exercício de suas funções profissionais, caracteriza acidente de trabalho? Essa eu fikei na dúvida... 10. Seria patrocínio o assassinato de um patrão? 11. Cabe relaxamento de prisão nos casos de prisão de ventre? 12. A marcha processual tem câmbio manual ou automático? 13. Provocar o Judiciário é xingar o juiz? 14. Se um motel funciona somente das 8 às 18 horas, podemos dizer que ali só ocorrem transações comerciais? 15. Para tiro à queima-roupa é preciso que a vítima esteja vestida? Papai Noel Por que o Papai Noel não tem filhos? Porque o saco é de brinquedo. Xuxa O que a Xuxa foi fazer no boteco? Foi tomar caxaça. No final da missa dominical o padre perguntou aos fiéis na igreja: - Quantos de vocês conseguiram perdoar seus inimigos? A maioria levantou a mão, menos uma velhinha. O sacerdote perguntou: - A senhora não está disposta a perdoar seus inimigos, dona Mariazinha? - Eu não tenho inimigos, respondeu a velhinha. - Quantos anos a senhora tem? - Tenho 98 anos. - Que maravilha. Uma pessoa com 98 anos e não tem inimigos. Ela merece uma salva de palmas! (todos aplaudem). - Conte para todos nós como se vive 98 anos sem ter um inimigo? A doce velhinha se levanta, vai até o altar e diz, solene, para o público emocionado: - Porque já morreram todos, aqueles filhos das putas.
  15. 15. 16 A foto que está circulando hoje pela internet de um médico negro de Cuba sendo vaiado por jovens brancas de jaleco branco em Forta- leza é ilustrativa do significado da insana luta a que se dispuseram muitos de nossos doutores. Eles não estão lutando pela saúde da popu- lação, mas pelos seus interesses mais mesquinhos. E por isso não aceitam que um negrão cubano, que se bra- sileiro fosse serviria pra catar suas latas de lixo num caminhão de cole- ta ou ainda carregar fardos de car- ga num armazém, venha para o Bra- sil ocupar um espaço que, inclusi- ve, ele não deseja. Boa parte da argumentação dos médicos que têm radicalizado no discurso xenófobo contra os que aceitaram trabalhar nos cantões do Brasil é a de que eles estudaram muito para conseguir passar num vestibular. E que os estrangeiros não. Que eles pagaram caro pelo curso. E que os estrangeiros não. Que eles investiram na carreira para O médico cubano negro e a intolerância da nossa elite branca ter retorno futuro. E que com a vin- da dos estrangeiros isso está em ris- co. Este argumento final é o verda- deiro x da questão. Boa parte dos nossos médicos decidiram ser mé- dicos para permanecer num patamar restrito da elite. Mas talvez não se deem conta de que esse corporativismo é a base da morte de milhares de brasileiros pobres e mi- seráveis. Eles não são contra apenas os médicos estrangeiros ou de Cuba, mais especificamente. Eles tam- bém são contra a criação de no- vas faculdades de medicina. Os conselhos vivem desqualificando as iniciativas do governo pra cri- ar novos cursos. Ou seja, a foto que está ilustran- do este post é significativa para pen- sar o país que queremos. Se quere- mos um Brasil da inclusão, onde seja algo normal ser atendido por médi- cos negros que não sejam cubanos. Se queremos um Brasil onde estran- geiros sejam recebidos com respei- to. Se queremos um Brasil onde saú- de seja um direito de todos. Ou se preferimos viver num país de bran- cos de jalecos brancos que exigem ser chamado de doutores exatamen- te porque se acham acima daqueles que deveriam tratar com respeito e dignidade. O interesse de uma corporação não pode estar acima dos interesses de toda a sociedade. E os médicos que estão nas ruas vaiando os seus colegas cubanos nunca estiveram nas ruas lutando por melhorias na área da saúde. Os que estiveram e estão nesta luta por um sistema úni- co de qualidade, por exemplo, não se dignam a participar de um pape- lão desses. Essa foto fica pra história, como a daquelas dos navios negreiros. Mas neste caso, pelo seu inverso. Porque negros de Cuba aceitaram vir pra cá contribuir pra melhorar a vida de outros negros e brancos pobres. E foram açoitados pelas vaias de brancos e brancas que se lixam pra vida dessa enorme parce- la da população. Porque eles são da Casa Grande. E a Casa Grande sem- pre se locupletou com a péssima qualidade de vida da senzala. Blog do Rovai

×