Apresentacao tcc

208 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
208
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao tcc

  1. 1. Visando instrumentos mitigatorios como a Coleta Seletiva e Reciclagem para Conservação do Meio Ambiente: Um estudo de caso Agata Yasmin Ruggieri Silva Alessandra Aparecida Dourado Guarulhos 2011
  2. 2. OBJETIVOS  O presente estudo demonstra a importância de meios mitigatórios como a coleta seletiva e reciclagem para o meio ambiente e utiliza-se um estudo de caso, afim de:  Observar a dinâmica do Instituto Recicla Cidadão  Analisar os resultados  Promover o estudo de Educação ambiental  Abordar a questão da problemática do lixo  Demonstrar formas mitigatórias para sua redução e reutilização  Avaliar os benefícios desse processo para o meio ambiente.
  3. 3.  Há uma grande quantidade de resíduos sólidos gerado com o aumento populacional, a concentração em massa nos centros urbanos, torna o consumo de bens cada vez maior, e a propagação de lixo é evidente.  A educação ambiental tem sido como principal salvadora dos problemas ambientais, para um desenvolvimento sustentável, pela mudança de mentalidade, via educação. INTRODUÇÃO
  4. 4. EDUCAÇÃO AMBIENTAL  A Educação Ambiental tem como método participativo de ensino e diagnóstico de problemas ambientais, buscando soluções para transformar com atitudes de conduta ética, o que condiz a cidadania.  Umas das soluções aos problemas causados pelo homem são medidas mitigadoras que visam diminuir os impactos ao meio, condizem de acordo com o lugar e a necessidade do problema, na forma de programas ambientais
  5. 5. Sensibilidade Ambiental  Sensibilizar é comover a população numa forma de impressionar para que haja uma mudança verdadeira e com atitudes.  A Sensibilização Ambiental é muitas vezes confundida com Educação Ambiental. A sensibilização só por si não leva a mudanças duradouras, serve antes como uma preparação para as ações de educação ambiental como projetos socioambientais.
  6. 6. Impactos Ambientais  Considera-se Impacto Ambiental qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam a saúde, a segurança e o bem estar da população.  Refere-se aos efeitos da ação humana , sendo o manejo inadequado do lixo, um impacto que atinge os grandes municípios brasileiros, gerando muitos custos para uma avaliação no sistema de coletas.
  7. 7. A PROBLEMÁTICA DO LIXO  O lixo gerado pela população tem causado um grande problema na questão da predominância dos restos orgânicos. O manejo inadequado de lixo oferece alimento para muitos vetores de doenças, como baratas, ratos, mosquitos, além da contaminação do solo e de águas.
  8. 8. Lixo: definição e degradação  Derivada do termo latim lix, a palavra lixo significa "cinza" e recebe a interpretação de sujeira, imundice, coisa inúteis e sem valor  O lixo é definido como os restos das atividades humanas, consideradas pelos geradores como inúteis, indesejáveis ou descartáveis.
  9. 9. Lixo: definição e degradação  O tempo de decomposição do lixo varia para cada tipo de material o que gera impactos ao meio:
  10. 10. Destinação de resíduos  O destino do lixo no Brasil é: • 29,6% céu aberto • 31,8% aterro controlado • 38,6% aterro sanitário.
  11. 11. Destinação de resíduos  Nos lixões, onde lixo é acumulado a céu aberto. A vantagem é o meio mais fácil de dispô-lo, sem custos de tratamento.A desvantagem é a poluição do lixo nos lençóis freáticos.  Nos aterros a vantagem dos aterros é econômica, pois pode ocupar áreas já degradadas, como antigas minerações e desvantagem possui vida útil curta, se não controlado, pode receber resíduos perigosos.
  12. 12. Solução integrada para o lixo  Na busca de uma solução para o problema do lixo, assim, uma forma educativa, que vê um programa de coleta seletiva e reciclagem, são formas de contribuir para mudar, no nível individual,valores e atitudes para com o ambiente, incluindo a revisão de hábitos de consumo , para mobilizar a comunidade e fortalecer o espírito de Cidadania.
  13. 13. FORMAS DE MITIGAÇÃO  As formas de mitigações são aquelas destinadas a corrigir ou compensar impactos negativos. As formas mais viáveis são:  Coleta seletiva  Reciclagem  Os 3 Rs.
  14. 14. Coleta Seletiva  A coleta seletiva é definida como o recolhimento de diferentes resíduos sólidos. Materiais que podem ser reciclados como papéis, plásticos, metais e vidros são separados do lixo orgânico com o intuito de encaminhá-los para reciclagem, reuso e tratamento.
  15. 15. Benefícios da Coleta  Alguns benefícios da Coleta Seletiva são:  diminui o lixo nos aterros e lixões  possibilita a reciclagem  diminui o desperdício  melhora a limpeza e higiene da cidade  diminui os gastos com a limpeza urbana  previne enchentes  menor redução de florestas nativas  diminui a poluição do solo, da água e do ar  gera emprego e renda pela comercialização dos recicláveis
  16. 16.  A reciclagem é a atividade de transformar materiais já usados em novos produtos que podem ser comercializados Reciclagem e sua importância Reciclar significa = Re (repetir) + Cycle= Ciclo “ Na natureza nada se cria, nada se destrói , tudo se Transforma”
  17. 17. Reciclagem e sua importância  Através da reciclagem há uma contribuição para natureza:  1.000 Kg de papel reciclado = 20 árvores poupadas  1.000 Kg de vidro reciclado = 1300 kg de areia extraída poupada  1.000 Kg de plástico reciclado = Milhares de litros de petróleo poupados  1.000 Kg de alumínio reciclado = 5000 kg de minérios extraídos poupados
  18. 18. A Prática dos 3. Rs  A utilização de alternativas para minimizar os resíduos sólidos, por meio da priorização dos 3 Rs, possibilita um conjunto de sustentabilidade econômica, ambiental e social. • Reduzir o consumo desnecessário • Reutilizar antes de descartar • Reciclar materiais
  19. 19.  Área de estudo O Instituto Recicla Cidadão é uma entidade voltada para projetos sociais Tem como ação principal a coleta seletiva de materiais recicláveis, transformando-os em recursos para obras sociais. • Localização do Projeto: Jd Rosa de França, Guarulhos/Sp. METODOLOGIA
  20. 20. METODOLOGIA  Métodos Foram coletados dados mensais referentes à coleta seletiva no Recicla Cidadão. As atividades desenvolvidas pelo Instituto foram acompanhadas no período de Abril a Agosto de 2011, com acesso aos arquivos e registros de dados, afim de observar:  Frequência da Coleta Seltiva  Número de colaboradores  Quantidade de material coletado
  21. 21. RESULTADOS • Frequência da Coleta Seletiva realizada pelo Recicla Cidadão
  22. 22. RESULTADOS • Número de Colaboradores de Abril a Agosto de 2011 • Quantidade de Material coletado de Abril a Agosto de 2011 Colaboradores Mensais 3.583 3.583 3.583 3.583 3.583 0 1.000 2.000 3.000 4.000 Abril maio junho julho agosto 2011 Quantidadedecasas Quantidade de Material Coletado 114.116 110.393 102.146 105.164 118.228 90.000 95.000 100.000 105.000 110.000 115.000 120.000 abril maio junho julho agosto 2011 Quantidadedelixo(t)
  23. 23. RESULTADOS • Total de dados gerados de Abril a Agosto de 2011 22 3.583 550.597.000 Dados Gerais de Abril a Agosto de 2011 Bairros Casas Total de lixo (t) Série1 22 3.583 550.597.000 Bairros Casas Total de lixo
  24. 24. DISCUSSÃO  A necessidade de uma infra-estrutura maior de coleta obtém custos mais altos para o transporte, o que pode impossibilitar um aumento de colaboradores, devido a falta de espaço, transportes e renda, sendo uma desvantagem.  A vantagem da coleta é redução do volume de resíduos, destinação imprópria do lixo e ausência de danificar ao meio.
  25. 25. DISCUSSÃO  A quantidade de material coletado foi significativa, o que traz melhorias para geração de empregos com a comercialização de materiais recicláveis. A redução do lixo no meio é um benefício, pois reduz os gastos com a limpeza urbana.  Assim, buscando uma forma educativa, que vê um programa de coleta seletiva, é uma forma de contribuir para mudar, no nível individual, valores e atitudes para com o ambiente, incluindo a revisão de hábitos de consumo e, no nível político, para mobilizar a comunidade e fortalecer o espírito de cidadania.
  26. 26. CONCLUSÃO  São notórios os efeitos nocivos que o lixo causa no ambiente, e através do processo da Coleta Seletiva, mostrou que o Instituto coletou um volume significativo de materiais.  Nota-se a redução do volume de lixo para o meio e o beneficio de que todos os materiais foram encaminhados a reciclagem com 100% de reaproveitamento, transformando-os em recursos para obras sociais e fonte de renda para colaboradores.  A proposta da educação ambiental é uma forma que direciona os problemas ambientais à minimização, incentivando o uso da coleta aos colaboradores e participação aos Institutos.  A freqüência de casas em que ocorreu a coleta seletiva foi estimada pela valorização ao Instituto, e seu sucesso está relacionado com ações feitas para sensibilização, e conscientização da população que dessa forma colaboram com projetos para uma cidade mais limpa, consciente e conservada.
  27. 27. "Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro." Provérbio Indígena

×