Torturas durante o período militar

1.207 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
662
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Torturas durante o período militar

  1. 1. passado que ainda não Torturas durante opassou período militar
  2. 2. produtos químicosOs militares injetavam substancias na vítimafazendo-a falar em estado de sonolência.Também era comum jogar ácidos nos rostos daspessoas causando inchaço e até mesmo deformações
  3. 3. AfogamentoFechavam-se asnarinas do individuoe colocavam umamangueira, toalhaou tubo de borrachaobrigando-o aengolir água. Outratécnica era colocar acabeça da vitima emum balde com águaou fez forçando oafogamento.
  4. 4. Considerados um dosmétodos mais cruéis. Ochoque era dado do telefonedo exercito onde tinha doisfios longos, esses fios eramligados ao corpo nu dapessoa. Era mais frequenteserem ligados aos órgãosexuais, dedos, boca, orelhas,dedos, língua .
  5. 5. Outros tiposde torturas •Palmatórias; •Mamadeira de subversivo; •Insetos e animais; •Geladeira; •Tortura psicológica; •Queimaduras com cigarros e ferro de passar roupa; •Estrupo.
  6. 6. A missa em protesto amorte de Vladimirreuniu milhares depessoas dentro e forada catedral da Sé...Judeus não enterramsuicidas em seuscemitério. O enterrode Vladimir dentro docemitério Israelita foium modo de protestocontra a (tortura) daditadura.
  7. 7. www.comunistas.spruz.com/tortura.htm
  8. 8. Comoconsequênciatemos milharesde pessoasinocentestorturadas emortas, muitasainda estãodesaparecidas.Enquanto aostorturadoresficaram ilesosaté hoje
  9. 9. Ainda o silencio... Após 40 anos de ditadura o governo ainda “defende” os militares torturadores ... O governo brasileiro poderia ter feito muito mais em relação aos militantes mortos e desaparecidos até hoje ... O assunto ainda não é incorporado com intensidade me sala de aula ...

×