Atualização Sindrome coronariana aguda

12.389 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.389
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.715
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
113
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atualização Sindrome coronariana aguda

  1. 1. Guideline EuropeuSCA sem supra de STSimpósio Realcor – 18/11/2011 Dr Eduardo Lapa
  2. 2. Epidemiologia SCA sem supra de ST é mais frequente d o que a SCA com supra Mortalidade intra-hospitalar da SCA com supra de ST é maior Após 6 meses – mortalidade é igual Após 4 anos – a mortalidade da SCA sem supra de ST é 2x maior
  3. 3. Diagnóstico - ECG ECG pode ser completamente normal em casos de isquemia de Cx ou envolvendo apenas o Vd Elevação importante de MNM + ECG inespecífico – pensar em oclusão de Cx
  4. 4. Diagnóstico - Troponina Qual o papel da nova troponina ultrassens ível no diagnóstico de IAM? Troponina elevada e há dúvida se é ou nã o SCA – o que fazer?
  5. 5. Diagnóstico - Angiotomo Qual o papel da angiotc na SCA?
  6. 6. Diagnóstico - Cateterismo Cate – quando solicitar?
  7. 7. Diagnóstico - Cateterismo Uma vez optado pelo cate, quando realizá -lo?- Se instabilidade - < 2 hrs- Se Grace >140, aumento de troponina e/o u alteração dinâmica de ecg - < 24 hrs- Nos demais casos – até 72 hrs da interna ção
  8. 8. Diagnóstico - Cateterismo Qual a melhor via de acesso para o cate?- De forma geral – radial- Se necessidade de BIA – femoral Qual a utilidade de se injetar tridil intracoronário durante o cate?
  9. 9. Diagnóstico - Cateterismo
  10. 10. Prognóstico - ECG
  11. 11. Prognóstico - ECG
  12. 12. Prognóstico - Laboratório BNP/NT-proBNP PCR-us >10 mg/dL Glicemia de jejum no dia após a admissão ClCr
  13. 13. Prognóstico – Escores de risco Qual o escore recomendado pela ESC? GRACE Desvantagens do TIMI – não leva em consideração PA, Killip e FC
  14. 14. Prognóstico – Escores de risco
  15. 15. Prognóstico –Escore de sangramento Qual o escore recomendado pela ESC?
  16. 16. Tratamento - antiplaquetários
  17. 17. Tratamento - antiplaquetários Associar o inibidor da P2Y12 assim que possível Usar prasugrel apenas após a realização do cate Preferir ticagrelor ou prasugrel Usar clopidogrel se não houver disponibilidade das medicações mais nov as ou se houver contra-indicação às mes mas
  18. 18. Tratamento - antiplaquetários Quando não usar o prasugrel?- Passado de AVC/AIT- <60 Kg- >75 anos
  19. 19. Tratamento - antiplaquetários Quando não usar o ticagrelor?- Contra-indicações gerais aos antiplaquetá rios- Passado de AVCH- Pctes em hemodiálise- Uso de inibidores potentes da CYP3A4 (cetoconazol, ritonavir, etc)
  20. 20. Tratamento - antiplaquetários Inibidor da P2Y12 e IBP – pode ou não po de?- Não há relato de interação com ticagrelor e prasugrel- Se passado de HDA ou úlcera – usar- Se >65 anos, infecção por H. pylori, uso concomitante de anticoagulantes ou corticóides – considerar fortemente- Evitar omeprazol
  21. 21. Tratamento - antiplaquetários Inibidores da glicoproteína 2b3a – sem grandes novidades
  22. 22. Tratamento - anticoagulantes Qual o anticoagulante de escolha de acor do com as diretrizes européias?
  23. 23. Tratamento - anticoagulantes
  24. 24. Tratamento - anticoagulantes A heparina não-fracionada ainda possui al gum espaço no tratamento das SCA sem supra?- Escolha nos casos com ClCr<30 mL/min E a bivalirudina?- Melhor do que HNF + inibidor IIb/IIIa- Não disponível no Brasil
  25. 25. Tratamento – outras medicações AAS, bbloq, ieca/bra, antagonista dos can ais de cálcio, estatinas, espironolacton a – sem novidades
  26. 26. Tratamento – revascularização Não há estudos comparando CABG e PCI nos pctes multiarteriais com SCA Não há estudos randomizados comparand o angioplastia apenas da lesão culpada x angioplastia de múltiplos vasos n a SCA Ou seja – avaliar caso a caso
  27. 27. Particularidades - Idosos Em pctes >75 anos – usar clopidogrel Fondaparinux foi bem melhor que a HBP M nos pctes >65 anos Ajustar dose da HBPM O que mais influencia na decisão de cate/revascularização é a idade funcional e não cronológica
  28. 28. Particularidades - Diabéticos Mortalidade 2x maior que não diabéticos Pctes sem diagnóstico prévio mas com glicemia inicial alterada têm pior prognósti co DM é indicação de estratégia invasiva Manter glicemia entre 90 e 180-200 Preferir uso de stent farmacológico Se lesão de tronco ou multiarterial – prefe rir CABG
  29. 29. Particularidades - DRC ClCr<60 mL/min é indicação de estratégia invasiva
  30. 30. Particularidades - DRC
  31. 31. Particularidades - DRC
  32. 32. Particularidades - Anemia Níveis basais baixos de Hb aumentam o ri sco de isquemia e de sangramento Transfundir apenas se:- Instabilidade hemodinâmica- Hb<7 g/dL
  33. 33. Particularidades - Sangramento Complicação mais comum do tratamento da SCA Sangramento major – aumenta em 4x a mortalidade Sítio mais comum de sangramento - TGI
  34. 34. Particularidades - Sangramento Fatores de risco:- Idosos- DM- Baixo peso- ClCr<60- Sexo feminino- Hb baixo- Via femoral- Uso de inibidores IIb/IIIa
  35. 35. Particularidades - Sangramento Prevenção:- Ajustar doses para idade e função renal- Preferir via radial- Preferir medicações que causem menos sangramento (fondaparinux x hbpm, bivalirudina x hnf + inibidor 2b3a)- Se risco alto de sangramento – usar IBP
  36. 36. Particularidades - Sangramento Tratamento:- Sangramento minor – nada- Sangramento major – suspender medicaç ões, reverter o efeito.- Retornar medicações após no mínimo 24 hrs da cessação do sangramento
  37. 37. Prevenção secundária
  38. 38. Fim

×