Corrente interferencial

25.277 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
13 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Corrente interferencial

  1. 1. Corrente Interferencial (IC) Prof. Fuad Hazime
  2. 2. Conceito• 1950 – Hans Nemec Aplicação transcutânea de correntes elétricas alternadas de média freqüência com a amplitude modulada em baixa freqüência para fins terapêuticos.• 4000 a 4200 Hz• Despolarizadas
  3. 3. Princípios Físicos da IC
  4. 4. Geração de IC
  5. 5. Corrente Interferencial
  6. 6. Impedância X Frequência• A impedância da pele é inversamente proporcional a freqüência de estimulação.• ↓ freq. estimulação ↑ impedância à passagem de corrente e portanto maior o desconforto.• 50 Hz – 3200 Ώ• 4000 Hz – 40 Ώ
  7. 7. Parâmetros de tratamentoFreqüência de Amplitude Modulada (AMF)– Componente efetivo da IC???– AMF de 0 Hz (4000 Hz) mostrou efeitos similares aos de quando foi usada uma AMF qualquer.Freqüência Média– Parâmetro estimulador dominante
  8. 8. Efeito da Alteração da AMF nos outros Componentes da IC
  9. 9. Parâmetros de Tratamento AMF• Sensação induzida se modifica com diferentes regulagens de AMF.• 5 Hz – mais desconfortável• 50 a 100 Hz – menos desconfortável• Pode ter uma participação alterando a percepção de conforto.
  10. 10. Variações da AMF Pouco consenso na literatura• Respeitar a subjetividade do paciente.• Utilizar inicialmente a que seja mais confortável para o paciente.
  11. 11. Parâmetros de Tratamento Varredura de freqüência (sweep)• A AMF é alterada ao longo do tempo de estimulação.• Efeitos • Reduz a adaptação??? • Estimulação de uma faixa maior de tecidos???
  12. 12. Parâmetros de TratamentoPadrão da varredura de freqüência “Melhor evidência”
  13. 13. Parâmetros de TratamentoAplicação Tetrapolar • Lesões maiores ou dispersasAplicação Bipolar • Assegura que a modulação seja sempre 100% • Lesões menores ou localizadas• Não há diferença no efeito fisiológico entre as técnicas de aplicação.
  14. 14. Parâmetros de Tratamento Intensidade da corrente• Intensidade “forte” porém confortável. Duração do Tratamento• 10 a 20 minutos
  15. 15. Teorias para o Alívio da Dor• A teoria da “comporta da dor”• Estimulação fibras C/Aδ• Supressão descendente da dor???• Bloqueio fisiológico da condução nervosa???• Placebo???
  16. 16. Indicações• Contusões • Artroses musculares • Periartrites• Entorses • Bursites• Luxações • Tendinites• Rupturas • Mialgias parciais• Contraturas • Neuralgias
  17. 17. Contra-Indicações• Febre • Trombose• Tumores • Alteração sensitiva• Tuberculose óssea • Área de• Infecção local marcapassoRecomendações baseadas na prudência, não em evidências científicas.
  18. 18. Riscos• Queimaduras • Vômito• Aumento da dor • Tonturas/desmaio• Mal-estar geral • Enxaqueca/cefaléia• Náuseas • Efeitos neurológicos A maioria desses episódios podem estar relacionados a estimulação do sistema nervoso autônomo.
  19. 19. Considerações Finais• Efetividade da IC necessita de mais estudos.• Poucos estudos existentes e com falhas metodológicas.• Padronização dos parâmetros e aplicações.• Necessidade de mais experimentos clínicos.

×