A historia

262 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
262
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A historia

  1. 1. A HISTORIA DO HALLOWEEN 31-10
  2. 2. O Halloween que significa em português dia das bruxas é um evento tradicional e cultural, que ocorre basicamente em países de língua inglesa, mas com especial relevância nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como base de origem as celebrações dos antigos povos Celtas.
  3. 3. + A origem do Halloween remonta às tradições dos povos que habitaram a Gália e as ilhas da Grã-Bretanha, embora com marcas das diferenças em relação às atuais abóboras ou da famosa frase “Doçura ou travessura. Originalmente, o Halloween não tinha relação com bruxas. Era um festival do calendário celta da Irlanda, o festival de Shamhain, celebrado entre 30 de Outubro e 2 de Novembro e marcava o fim do verão (Shamhain significa literalmente "fim do verão").
  4. 4. Origem Católica: Desde o século IV a Igreja da Síria consagrava um dia para festejar "Todos os Mártires". Três séculos mais tarde o Papa Bonifácio IV transformou um templo romano dedicado a todos os deuses num templo cristão e o dedicou a "Todos os Santos", a todos os que nos precederam na fé. A festa em honra de Todos os Santos, inicialmente era celebrada no dia 13 de maio, mas o Papa Gregório III mudou a data para 1º de Novembro, que era o dia da dedicação da capela de Todos os Santos na Basílica de São Pedro, em Roma. Mais tarde, o Papa Gregório IV ordenou que a festa de Todos os Santos fosse celebrada universalmente.
  5. 5. Existem vários símbolos ligados a este eventos festivo como a vela que indica os caminhos para os espíritos, o caldeirão faz parte da cultura celta e era peça fundamental na decoração. Dentro dele jogam-se moedas acompanhadas de mensagens com pedidos aos espíritos dentro do caldeirão. Ao final da festa, essas moedas devem ser recolhidas e doadas a quem precisa. Já os bilhetes devem ser queimados para que os pedidos sejam atendidos mais rapidamente. A aranha simboliza o destino. O meio da teia representa o suporte para seguir em frente. O morcego simboliza a clarividência, pois o animal capta os campos magnéticos pela força da própria sensibilidade e energia, enxergando além das formas e das aparências.
  6. 6. Caldeirão Celta Aranha Morcego
  7. 7. Na realidade, Halloween é o “fast mode” da expressão “all hallows’s even”, que significa “noite de todos os santos”, esta celebração é uma tradição dos antigos celtas e inicialmente comemorava o festival de Shamhain, palavra que está bem longe de significar qualquer maldição: é simplesmente o marco do fim do verão. O evento também festejava o final da terceira e última colheita do ano, o início do armazenamento de provisões para o inverno, o retorno dos rebanhos para o pasto e a renovação das leis celtas. Existem várias teorias que explicam a comemoração do Halloween em 31 de Outubro. Uns dizem que esse é um dos dias de descanso das bruxas no calendário celta, outros dizem que é o tempo da morte e ressurreição da terra.
  8. 8. Actualmente vemos que pouco tem a ver com as suas origens a forma de festejar o Halloween só restou uma alusão aos mortos, mas com um carácter completamente distinto do que tinha ao princípio. Além disso foi sendo pouco a pouco incorporada toda uma série de elementos estranhos tanto à festa de Finados como à de Todos os Santos. Entre os elementos acrescidos, temos por exemplo o costume dos "disfarces", muito possivelmente nascido na França entre. Possivelmente, a tradição de pedir um doce, sob ameaça de fazer uma travessura (trick or treat, "doce ou travessura"), teve origem na Inglaterra, no período da perseguição protestante contra os católicos.

×