Caso Clinico

1.246 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.246
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caso Clinico

  1. 1. Bem-vindos alunos do Primeiro Semestre! Muito sucesso neste novo desafío. Alunos Segundo Semestre
  2. 2. Aluno: Yamile Iglesias Varela Orientador: Dr. Fabio Schemann Miguel Paciente: Juan Felipe Polo Montaño
  3. 3. Paciente: Juan Felipe Polo Montaño 31% 31% 1/3 38% 2/3 37mm
  4. 4. Paciente: Juan Felipe Polo Montaño
  5. 5. Qualificação Nome: Juan Felipe Polo Montaño Sexo: Masculino Tipo Racial: Melanoderma Idade: 12 anos 5 meses Análise Geral Tipo físico: Longelínio Saúde geral: Boa Medicamentos em uso: Nenhum Alergias: Nenhuma
  6. 6. Fotografias intrabucais
  7. 7. Fotografias intrabucais
  8. 8. Fotografias intrabucais
  9. 9. Análise Local Forma da Face: oval Linha Média Ω Dente/dente: não coincidente. Ω Dente sup./pl. sag. med: coincidente Ω Dente inf./pl.sag.med: Desvio à direita 1 mm Tipo labial:grossos. Contato labial: competência labial Linha do sorriso: Baixa.
  10. 10. Análise Local Classificação de Angle: Clase III Respiração: nasal Musculatura Peri-oral: não participa Sobressaliência: borde a borde Sobremordida: 0 mm Curva de Spee: suave à direita (1-2mm) e à esquerda (1-1,5mm).
  11. 11. Fotografias Modelos
  12. 12. Fotografias Modelos
  13. 13. Fotografias Modelos
  14. 14. Fotografias Modelos curva de Spee
  15. 15. Análise de Modelo Espaço Presente: 67mm Espaço Requerido: 65mm Discrepância de Modelo: 2 mm Discr. de Bolton: Não aplica por apresentar dentição mista Análise De Dentição mista ANALISE DE MOYERS: no modelo superior. Espaço Presente: 80mm Espaço Requerido: 74mm Discrepância de Modelo: 6mm
  16. 16. Análise de Modelo Análise Dental Anomalias dentárias:Nenhuma Mutilações: Nenhuma Terceiros molares: em formação. Relação dos Caninos: -
  17. 17. Radiografia Panorâmica
  18. 18. Telerradiografia Lateral
  19. 19. PADRÃO USP Análise Cefalométrica
  20. 20. PADRÃO USP Sumário da Análise Cefalométrica Padrão do Esqueleto Cefálico NAP 0-2° 5° Perfil ósseo convexo FMA 25° 37° Tendência de crescimento vertical. NS.Plo 14° 21° Planos horizontais divergentes NS.GoM 32° 42° Padrão do esqueleto cefálico desfavorável NS. Gn 67° 68° Prognóstico desfavorável.
  21. 21. PADRÃO USP Sumário da Análise Cefalométrica Relação das Bases Apicais SNA 82° 83° Maxila protruída. SNB 80° 81° Mandibula protruída. ANB 2° 2° Bom relacionamento maxilo- mandibular. SND 76° 77° Mandíbula protruída.
  22. 22. PADRÃO USP Sumário da Análise Cefalométrica Arcos Dentarios e Bases Apicais 1.NA 22° 1-NA 4mm 6mm Incisivos superiores protruídos. _ 1.NB _ 25° Incisivos inferiores vestibularizados. 1-NB 4mm 8mm Linea I 0mm -6mm Incisivos inferiores protruidos. FMIA 68° 55° Incisivos inferiores vestibularizados. IMPA 87° 88° Incisivos inferiores vestibularizados. 24° 30° Incisivos superiores vestibularizados. Incisivos inferiores protruídos.
  23. 23. PADRÃO USP Sumário da Análise Cefalométrica PERFIL ÓSSEO E PERFIL MOLE NAP 0-2° 6° Perfil ósseo convexo H.NB 9-11° 13° Perfil mole convexo. H-NARIZ 9-11mm -2mm Perfil não harmônico
  24. 24. Análise de Tweed
  25. 25. Análise de Tweed Grandeza Medida Discrepância Cefalométrica DC=55°- 65 = -10°x 0.8 = -8mm FMA 35° Prognostico mau. FMIA 56° Incisivos inferiores vestibularizados IMPA 89° Incisivos inferiores vestibularizados DT= DC-8mm +DM(2mm)= -6mm
  26. 26. McNAMARA Análise Cefalométrica
  27. 27. ANÁLISE DE McNAMARA Componente Esquelético Grandeza Norma Medida INTERPRETAÇÃO Nperp-A 0 mm -3mm Maxila retruída Nperp-P -2 a +2mm -9mm Mandíbula retruída ANL 110o 77° Diminuído Co-A 88mm 88mm+3 91mm Co-Gn 115-118 mm 114mm Diminuída ENA-Me 63-64mm 65mm Aumentada Ang Facial 90o 90° Crescimento harmônico
  28. 28. ANÁLISE DE McNAMARA Componente Dentário e Vias Aéreas GRANDEZA NORMA MEDIDA INTERPRETAÇÃO 1-HOR _ 4 - 6mm 6mm Incisivos superiores bem posicionados _ 1-VER _ 2 -3mm 2mm Incisivos superiores bem posicionados 1 – 3mm 7mm Incisivos inferiores protruídos 1-VER 1,3mm 1mm Incisivos inferiores intruídos NASOFARINGE 12 mm 9mm Diminuída OROFARINGE 10 A 12mm 14mm Aumentada 1-HOR _
  29. 29. ANÁLISE DE WITS  V. N (homens) = 1mm  VP= -6mm  Classe III esquelética
  30. 30. Conclusões de Diagnóstico α Idade:12 anos e 6 meses, sexo: masculino α Padrão Facial: Padrão I. α Tipologia Facial: dolicofacial. α Relação esquelética de Classe: Classe III. α Relação dentária de Classe (Angle): Clase III α Incisivos superiores: Vestibularizados e protruídos.
  31. 31. Conclusões de Diagnóstico α Incisivos inferiores: Vestibularizados e protruídos. α Discrepância Total: -- Modelo: 2mm α Perfil tegumentar: convexo α Selamento labial: existe α Maxila: retruída α Mandíbula: bem posicionada
  32. 32. Diagrama DIAO C6A7 Exodontias Plano Geral de Tratamento Desenvolvimento Clínico 1. Montagem superior com aparelho fixo MBT. Nos caninos superiores colocaram-se brackets Edgewise uma vez irrompidos. 2.Utilização dos fios com forma arcada segundo DIAO, com a seguinte sequência: 0,014” NiTi. 0,016” aço 0,018” aço 0,020” aço 0,019” x 0,025” aço
  33. 33. Plano Geral de Tratamento Desenvolvimento Clínico 3. Utilização da Máscara Facial, com tração desde os molares. Elásticos com 600 gr por lado, por tempo necessário. 4.Montagem inferior com aparelho fixo MBT. Brackets Edwise nos caninos inferiores com arcos segundo a forma do DIAO.
  34. 34. Plano Geral de Tratamento Desenvolvimento Clínico 5. Alineação lenta na arcada inferior, com troca de fio cada dois meses. Utilização do fio 0,014” aço. 6. Contenção com placa Hawley superior e inferior.

×