I CONGRESSO DE                            TRICOLOGIA                         Recursos Naturais                           u...
PLANTAS MEDICINAIS•   Existem receitas milenares utilizando plantas    medicinais para o cuidado, prevenção e    tratament...
Quais ativos funcionam deverdade?Irá depender da capacidade depermeação cutânea, existem vários fatores: • Tamanho e estru...
Abordagem•   Óleos essenciais;•   Problemas relacionados ao couro cabeludo;•   Óleos fixos;•   Extratos vegetais;•   Fator...
Óleos vegetais•   Óleos essenciais:          •   Óleos fixos: extraídos de    extraídos diretamente          plantas (cast...
COPAÍBA – Copaifera officinallis•   A atividade antimicrobiana da copaíba foi    testada e comprava ser eficaz contra    b...
ALECRIM – Rosmarinus officinallisSua ação estimulante tem demonstrado ser benéfica para problemas de couro   cabeludo, com...
LAVANDA - Lavandula officinalisAção cicatrizante, equilíbrio da oleosidade, estimula               a renovação celular.   ...
PAU ROSA - Aniba rosaeodoraEstimulante celular e regenerador de tecidos. Indicado para pele                  inflamada, se...
MELALEUCA (TEA TREE)                 Melaleuca alternifolia    Interessante seu uso em condições de ressecamento do couro ...
OUTRAS PLANTAS                  HORTELÖ Mentha sp Promove estímulo à circulação, facilitando a permeação. Útil em caso de...
Exemplos de problemas no couro cabeludo           SEBORRÉIA                                  ALOPÉCIA                     ...
Óleos fixos•   Óleo de gergelim – Sesamum indicum        Ação: cicatrizante e carreadora.•   Óleo de andiroba – Carapa gui...
ÓLEO DE ABACATE              Persea gratissima•   CONSTITUINTES:    Ácidosgraxos - oléico, linoleico, palmítico, esteárico...
ÓLEO DE CASTANHA DO BRASIL          Bertholletia excelsa•   CONSTITUINTES:    Ácido alfa-linoléico, ácido linoléico, ácido...
EXTRATOS GLICÓLICOS,    ALCOÓLICOS E POLPAS (SUCOS)•   Cichorium intybus – extrato glicólico e aquoso,    tintura.  Popula...
BABOSA - Aloe vera - barbadensis    gel mucilaginoso, extrato glicólico, pó.•   Parte utilizada: polpa translúcida    pres...
Potencial do Gel de Aloe vera Nutrição – a Aloe vera contém 18 dos 22  aminoácidos, minerais, ligninas, saponinas, vitami...
Potencial do Gel de Aloe vera•   Antiinflamatória/calmante – ação similar aos    esteroides porém sem seus efeitos colater...
Cuscuta reflexa; Citrullus colocynthis e Eclipta alba•    Cuscuta reflexa – samambaiaçu, xaxim.•    Citrullus colocynthis ...
Fatores que provocam agressão         à fibra capilar1.   Cigarro - reduz circulação no bulbo capilar –     propensão à qu...
Fatores que provocam agressão         à fibra capilar5.   Sono insuficiente e inadequado - propensão à     queda capilar (...
ARGILOTERAPIA•   Usada para controle da oleosidade, tratar caspas,    seborréia e dermatite seborreica.•   A Argila provoc...
Tipos                   VERDE                           BRANCA                             ROSACaracterísticas    Uma das ...
SUGESTÕES DE FORMULAÇÕES    DERMATITE SEBORREICA                              •   Misturar a argila verde com             ...
SUGESTÕES DE FORMULAÇÕES          CASPA                           •   Misturar os ativos e                               a...
SUGESTÕES DE FORMULAÇÕES                              •   Misturar a argila verde          SEBORRÉIA               com águ...
Referências Bibliográficas•   BALOGH , TATIANA S.; VELASCO, MARIA VALERIA R.; BABY, ANDRÉ R.; PEDRIALI , CARLA A.; KANEKO,...
Referências Bibliográficas•   MALUF, SÔNIA. Aromaterapia -O uso de óleos essenciais no tratamento de doenças da    pele.By...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra congresso tricologia

5.215 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.215
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
188
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra congresso tricologia

  1. 1. I CONGRESSO DE TRICOLOGIA Recursos Naturais utilizados nos tratamento capilares: Quais ativos funcionamGeísa F. Costa MakishiGoiânia - 2012 de verdade?
  2. 2. PLANTAS MEDICINAIS• Existem receitas milenares utilizando plantas medicinais para o cuidado, prevenção e tratamento capilar.• Apresentações cosméticas: xampus, condicionadores, leave-in, tônico, etc.• Formas de utilização das plantas:• Chás – infusão, decocção;• Extratos - glicólico, fluido e alcoólico (tintura);• Óleos fixos – prensagem a frio ou quente;• Óleos essenciais – prensagem e destilação;
  3. 3. Quais ativos funcionam deverdade?Irá depender da capacidade depermeação cutânea, existem vários fatores: • Tamanho e estrutura da molécula – porção lipofílica e hidrofílica; • Formulação com promotores de permeação como ligninas presente em plantas como Aloe vera e linhaça. • Formulação isenta de agentes oclusivos e impermeabilizadores como óleo mineral e seus derivados. • Estimulo da circulação periférica - melhora a permeação – massagem, ondas magnéticas. • Concentração do ativo na formulação cosmética.
  4. 4. Abordagem• Óleos essenciais;• Problemas relacionados ao couro cabeludo;• Óleos fixos;• Extratos vegetais;• Fatores que provocam agressão à fibra/fio;• Argiloterapia;• Exemplos de formulações.
  5. 5. Óleos vegetais• Óleos essenciais: • Óleos fixos: extraídos de extraídos diretamente plantas (castanhas, das plantas (folhas, frutos, sementes) flores, caules, semente, processados à frio ou frutos). Estes possuem quente. Conhecidos propriedades como carreadores e específicas com ação também possuem terapêutica e o cheiro propriedades é característico de terapêuticas dentre elas acordo com cada ação cicatrizante, planta onde foi antiinflamatória e extraído. antioxidante.
  6. 6. COPAÍBA – Copaifera officinallis• A atividade antimicrobiana da copaíba foi testada e comprava ser eficaz contra bactérias Gram-positiva e Gram-negativa e também contra fungos dermatófitos. Um suposto mecanismo de ação desta resina é a lise celular, na microscopia eletrônica é evidenciado pertubações e danos na parede celular, com liberação de compostos citoplasmáticos, alterações na morfologia e redução do volume da célula (SANTOS et al, 2008).• Indicação: Afecções no couro cabeludo. Ação cicatrizante, fungicida e bactericida.
  7. 7. ALECRIM – Rosmarinus officinallisSua ação estimulante tem demonstrado ser benéfica para problemas de couro cabeludo, combatendo caspa, estimulando o crescimento capilar, ação adstringente e tonificante. Componentes majoritários no OE: • Alfa-pineno 20 a 36% - antiinflamatório; • 1,8-Cineol (eucaliptol) 15 a 25% - antisséptico/anestésico • L-Cânfora 20 a 40% - antisséptico/anestésico • Limoneno > 4% - antioxidante • 1-Borneol 1 a 5% - Analgésico, antiinflamatório
  8. 8. LAVANDA - Lavandula officinalisAção cicatrizante, equilíbrio da oleosidade, estimula a renovação celular. SÁLVIA - Salvia sclarea Regenerador do couro cabeludo, estimulante docrescimento capilar, ação adstringente, antisséptico, bactericida.
  9. 9. PAU ROSA - Aniba rosaeodoraEstimulante celular e regenerador de tecidos. Indicado para pele inflamada, seca e infectada.Componentes majoritários no OE:• Linalol 64,01% - Bactericida, fungicida, acaricida.• Proprionato de Linalila/ alfa terpineol 8,63% - bactericida e fungicida. PATCHOULI - Pogostemon patchouly Indicação: cabelos com caspa, seborréia e oleosidade. BERGAMOTA - C. Aurantium sub. Esp. Bergamia Ação antissética, adstringente e cicatrizante.
  10. 10. MELALEUCA (TEA TREE) Melaleuca alternifolia Interessante seu uso em condições de ressecamento do couro cabeludo e no combate à caspa e seborréia.• Componentes majoritários no OE: • Terpineol > 40% e Alfa-terpineno > 8%- bactericida e fungicida; • Gama-terpineno 18,14% - antioxidante; • Eucaliptol/Cineol 2 a 65% - Anestésico, anti-séptico, bactericida, estimulante; • Alfa-pineno 2,50% - antiinflamatório
  11. 11. OUTRAS PLANTAS HORTELÖ Mentha sp Promove estímulo à circulação, facilitando a permeação. Útil em caso de dermatites, pruridos, inflamações e no controle da oleosidade.Intessante a associação com outras plantas como Eclipta alba, Aloe vera, Nim, Alecrim, dentre outras. LAVANDA– Lavandula off. Indicado para todos os tipos de pele, promove odesenvolvimento de novas células (sendo interessante e eficaz no tratamento de queda e alopécia) controla a oleosidade, efeito cicatrizante, ação calmante em caso de eczemas e psoríase.
  12. 12. Exemplos de problemas no couro cabeludo SEBORRÉIA ALOPÉCIA • Principais Causadores:• Principal Microorganismo Alimentação desequilibrada, Causador: genética, grande aumento Pityrosporum ovale de hormônio masculino (DHT), problemas emocionais.• Sintomas: • irritação da base epidérmica, • Sintomas: escamação exacerbada, • Enfraquecimento dos fios, coceira, aumento de sebo queda excessiva de cabelos, cutâneo coceiras.• Shampoo uso diário e loção: • Shampoo uso diário e loção OE Alecrim 1% OE Tea tree 1% OE Lavanda 0,5% OE Capim 0,5% Extrato de Agrião do Brejo 5% ResinaCopaíba 3% Extrato Jaborandi 5% Extrato Lavanda 3%
  13. 13. Óleos fixos• Óleo de gergelim – Sesamum indicum Ação: cicatrizante e carreadora.• Óleo de andiroba – Carapa guianensis Ação: antiinflamatória e hidratante.• Óleo de semente de uva – Vitis vinifera Ação: antioxidante, carreador e hidratante.• Óleo de Germe de Trigo.• Óleo de Babaçu.
  14. 14. ÓLEO DE ABACATE Persea gratissima• CONSTITUINTES: Ácidosgraxos - oléico, linoleico, palmítico, esteárico, linolenico, cáprico e mirístico, hidrocarnetos alifáticos saturados, escaleno, beta-sitoesterol, VitaminaA, E, aminoácidos (ácido aspartico e glutâmico).• PROPRIEDADES: Adstringente, antiinflamatória, antioxidante, anti- séptico, cicatrizante, nutritivo, tônico capilar e reparador de tecidos.• INDICAÇÕES: Caspa, eczemas, queda de cabelo, prurido, psoríase além da ação hidratante e nutritivo.
  15. 15. ÓLEO DE CASTANHA DO BRASIL Bertholletia excelsa• CONSTITUINTES: Ácido alfa-linoléico, ácido linoléico, ácido oléico, ácido palmítico, ácido esteárico, vitaminas A, B e E, zinco e selênio.• PROPRIEDADES: Antioxidante, emoliente, hidratante, antisséptico, nutritiva.• INDICAÇÕES: Nutrição, hidratação e proteção do couro cabeludo.
  16. 16. EXTRATOS GLICÓLICOS, ALCOÓLICOS E POLPAS (SUCOS)• Cichorium intybus – extrato glicólico e aquoso, tintura. Popularmente conhecida com almeirão, radiche, almeirão-silvestre, chicória ou chicória-amarga. Foirealizado um estudo contra alopecia androgenética androgenética padrão masculino (graus II e III daescala de Hamilton) e padrão feminino (graus I e II da escala de Ludwig) e obteve-se boa eficácia nos resultados de acordo com seus princípios ativos (RINALDI, 2006).
  17. 17. BABOSA - Aloe vera - barbadensis gel mucilaginoso, extrato glicólico, pó.• Parte utilizada: polpa translúcida presente no interior das folhas.• Estudos mostram ação da Aloe vera no bulbo capilar como estimulador de seu crescimento; ação restauradora tissular, emoliente, hidratante, tonificante e umectante.• Permeador cutâneo: rica em ligninas, substância que atua como promotor de permeação tantos para ativos presentes na Aloe vera quanto em outras plantas associadas na formulação.
  18. 18. Potencial do Gel de Aloe vera Nutrição – a Aloe vera contém 18 dos 22 aminoácidos, minerais, ligninas, saponinas, vitamina A, complexo B, C, D, E, enzimas (celulase, carboxipeptidade, catalase, amilase, oxidante), água e polissacarídeos. Regeneração celular – possui hormônio vegetal que estimula a renovação celular. Hidratação – possui a capacidade de penetrar nos tecidos e promover hidratação e proteção.
  19. 19. Potencial do Gel de Aloe vera• Antiinflamatória/calmante – ação similar aos esteroides porém sem seus efeitos colaterais.• Bactericida e fungicida – suas enzimas possuem ação contra fungos e bactérias.• Sinergismo entre seus princípios ativos e outras plantas – A Aloe vera possui um coquetel de elementos nutricionais, que combinando sua ação e equilíbrio, produz um efeito superior que o esperado se os elementos estivessem isolados. Além disso as plantas atuam em equilíbrio quando essa associação é realizada.
  20. 20. Cuscuta reflexa; Citrullus colocynthis e Eclipta alba• Cuscuta reflexa – samambaiaçu, xaxim.• Citrullus colocynthis – pepino amargo, melancia.• Eclipta alba – agrião do brejo.• Extrato glicólico, aquoso e tintura.• Tais plantas contribuem para a promoção do crescimento capilar. O experimento foi comparado com os efeitos do minoxidil a 2% (controle positivo) e água filtrada (controle negativo).• O tempo de crescimento do cabelo foi reduzida em 50% quando comparado ao controle negativo.• A análise quantitativa mostrou-se maior número de folículos na fase anágena quando comparado ao controle positivo e negativo.• Os resultados do tratamento com os extratos foram melhores que o tratamento de controle positivo (minoxidil 2%), (BALOG, 2010).
  21. 21. Fatores que provocam agressão à fibra capilar1. Cigarro - reduz circulação no bulbo capilar – propensão à queda (Trüeb, 2003).2. Bebida alcóolica – o cabelo perde a flexibilidade e a resistência (Dermatology Forum, 2005).3. Estresse – promove queda capilar e o fio perde a elasticidade (Hadshiew, 2004 e Katsarou-Katsari, 2001).4. Depressão e raiva – reduz a resitência imunológica - diminuiçãona taxa de renovação celular comprometimento da qualidade do novo fio de – cabelo (Girman, 1998).
  22. 22. Fatores que provocam agressão à fibra capilar5. Sono insuficiente e inadequado - propensão à queda capilar (Journal of Advancement in Medicine, 2004).6. Alimentação desequilibrada – falta de nutrientes – enfraquecimento do fio, perda de vitalidade capilar (Rushton et al, 2008).7. Agressão química - pode causar queda, quebra, perda de maciez e brilho (Clinics in Dermatology, 2005).
  23. 23. ARGILOTERAPIA• Usada para controle da oleosidade, tratar caspas, seborréia e dermatite seborreica.• A Argila provoca estímulo no tecido dérmico, remoção de resíduos como das glândulas sudoríparas e sebáceas além disso aumenta a nutrição tópica e conseqüentemente aumenta a resistência à patógenos (LIMAS et al, 2008).
  24. 24. Tipos VERDE BRANCA ROSACaracterísticas Uma das mais utilizadas, Considerada uma das mais leves. Mistura da argila também conhecida por Argila primária, composta por branca com a montemolinorita. silicato de alumínio hidratado. vermelha. pH próximo da pele. Ação Adstringente, Absorve oleosidade sem efeito Antisséptica, cicatrizante e seco, cicatriza e catalisa reações cicatrizante, oxigenante metabólitas. adstringente e suavizante. indicação Peles oleosas, promove Controle suave de oleosidade, Redução de desintoxicação e regula caspas e irritações no couro oleosidade, a produção sebácea. cabeludo. renovação e Indicada para casos de fortalecimento do psoríase, dermatite couro cabeludo. seborreica e queda. Outras Estimula o crescimento Pode ser usada para amenizarcaracterísticas capilar. efeitos de outras argilas como a vermelha, verde e preta. Todas argilas podem ser usadas com ativos chamados de potencializadores de ação, sendo os óleos essenciais e fixos. Opcionalmente pode-se usar alta frequência durante 10 min. Após o tratamento com argila recomenda-se que se aplique um tônico com ativos naturais.
  25. 25. SUGESTÕES DE FORMULAÇÕES DERMATITE SEBORREICA • Misturar a argila verde com água, os óleos ao shampoo• 4 colheres de sopa de e depois homogeneizar tudo. argila verde; Não usar nenhum recipiente• 40mL de água purificada de alumínio, usar inox, vidro• 02 gts de OE Bergamota ou plástico.• 02 gts de OE Alecrim • Aplicar no couro cabelo• 03 gts de OE Sálvia seco e deixar agir durante 20 min. Remover com leve• 5mL de shampoo esfoliação. • Repetir o processo 1 a 2 vezes por semana. • No início poderá ressecar o cabelo.
  26. 26. SUGESTÕES DE FORMULAÇÕES CASPA • Misturar os ativos e aplicar no couro• 01 colher sobremesa cabeludo, massagear de argila branca; durante 10 minutos.• 03 gts de OE Lavanda • Em seguida enxaguar e aplicar uma máscara• 03 gts de Tea Tree hidratante com 10 gotas• 03 gts de Pachouli de OE lavanda e deixar agir durante 20 minutos.• Pode substituir o • Pode ser usado até patchouli por 3x/semana. copaíba• 10mL de shampoo
  27. 27. SUGESTÕES DE FORMULAÇÕES • Misturar a argila verde SEBORRÉIA com água, os óleos ao shampoo e depois homogeneizar tudo.• 04 colheres de sopa de • Não usar nenhum argila rosa; recipiente de aluminío, usar inox, vidro ou• 40 mL de água plástico. purificada; • Aplicar no couro cabelo• 03 gts de OE Bergamota; seco e deixar agir durante 20 min. Remover• 03 gts de OE Alecrim; com leve esfoliação.• 03 gts de OE Sálvia; • Repetir o processo 1 a 2 vezes por semana.• 5mL de shampoo. • No início poderá ressecar o cabelo.
  28. 28. Referências Bibliográficas• BALOGH , TATIANA S.; VELASCO, MARIA VALERIA R.; BABY, ANDRÉ R.; PEDRIALI , CARLA A.; KANEKO, TELMA M.; VILLA, RICARDO T.; BEDIN, VALCINIR. BIOATIVOS CAPILARES - Uso de extratos vegetais em formulações para os cabelos. IPTCP, 2010.• DATTA, KAKALI; SINGHA, ANU T.; MUKHERJEEA , ASHOK; BHATA, BEENA; RAMESHB B.; BURMANA, ANAND C.; Eclipta alba extract with potential for hair growth promoting activity. www.elsevier.com/locate/jethpharm . Department of Genetics and Plant Breeding, Chaudhary Charan Singh University, Meerut, India, 2010.• DELAIMY, W. K. A. L.; CRANE J.; WOODWARD A.; Is the hair nicotine level a more accurate biomarker of environmental tobacco smoke exposure than urine cotinine? Artigo completo: http://jech.bmj.com/cgi/content/full/56/1/66• Department of Public Health,Wellington School of Medicine, Wellington, New Zealand, 2004.• Hair care products: waving, straightening, conditioning, and coloring. Clinics in Dermatology, Volume 19, Issue 4, Pages 431-436; C. Bolduc 2005.• Hair Loss and Alcohol Consumption/Liver Problems - Forum: The Dermatology Forum - Topic: Hair Problems - Subject: Hair Loss and Alcohol Consumption/Liver Problems http://www.medhelp.org/forums/dermatology/messages/30873.html, 2005.• GIRMAN, C.J.; RHODES, T.; LILLY, F. R. W.; GUO, S. S.; SIERVOGEL, R. M.; PATRICK, D. L.; CHUMLEA, W. C.; Effects of Self-Perceived Hair Loss in a Community Sample of Men. 197:223-229 (DOI: 10.1159/000018001); Dermatology 1998.• HADSHIEW, I. M.; FOITZIK, K.; ARCK, P. C.; PAUS, R.; Burden of hair loss: Stress and the underestimated psychosocial impact of telogen effluvium - J Invest Dermatol, Blackwell, 2004.• KATSARI, A. KATSAROU; SINGH, L. K.; Theoharides Alopecia areata and Affected Skin CRH Receptor Upregulation Induced by Acute Emotional Stress- Dermatology, 2001.• LIMAS, JAQUELINE ROSA; DUARTE, ROSIMEIRE; MOSER, DENISE KRUGER; A argiliterapia: Uma nova alternativa para tratamentos contra Seborréia, Dermatite seborreica e caspa. UNIVALI, Florianópolis, SC, 2008.
  29. 29. Referências Bibliográficas• MALUF, SÔNIA. Aromaterapia -O uso de óleos essenciais no tratamento de doenças da pele.BySamia.com.br, 20-02-2012.• RINALDI, FABIO. Avaliação da eficácia de um extrato de Cichorium intybus contra a queda dos cabelos/ Evaluation of the efficacy of an extract of Cichorium intybus against hair loss. Artigo [LILACS ID: 435370 ]Rev Bras Med; 63(6): 271-273, jun. 2006.• ROY RK; THAKUR M; DIXIT VK; Development and evaluation of polyherbal formulation for hair growth-promoting activity; Department of Pharmaceutical Sciences, Dr. H.S. Gour University, Sagar, Madhya Pradesh, India; J Cosmet Dermatol;6(2):108-12, Jun, 2007.• RUSHTON, D. H.; NORRIS, DOVER, M. J. R.; BUSUTTIL .NINA; Causes of hair loss and the developments in hair rejuvenation . Micronutrient status in patients receiving home parenteral nutrition. Nutrition, Volume 13, Issue 11-12, Pages 941-944; G. Forbes 2008.• SANTOS, A. O.; UEDA NAKAMURA, T.; DIAS, FILHO B. P.; VEIGA JUNIOR, V. F.; PINTO, A. C.; NAKAMURA, C. V.;Antimicrobial activity of Brazilian copaiba oils obtained from different species of the Copaifera genus. Mem Inst Oswaldo Cruz; 103(3): 277-81, May, 2008.• Thiamin Deficiency and Alopecia - Journal of Advancement in Medicine Publisher Springer Netherlands; ISSN 0894-5888 (Print) 1573-9767; Subject Issue Volume 11, Number 3 / September, 1998; DOI 10.1023/A:1023396530103 Pages 209-212 Online Date Thursday, October 28, 2004.• TRÜEB, RALPH. M.; Association between Smoking and Hair Loss: Another Opportunity for Health Education against Smoking? 206:189-191 (DOI:• 10.1159/000068894) - Department of Dermatology, University Hospital of Zürich, Switzerland Dermatology 2003.• YORK, J.; NICHOLSON, T.; MINORS, P.; DUNCAN, D. F.; Stressful life events and loss of hair among adult women, a case control study. Department of Public Health, Western Kentucky University, Bowling Green – USA, 2008.

×