Estudo mensal www.forumespirita.net – fevereiro 2012
A Doutrina Espírita admite no homem o livre -
arbítrio em toda a sua plenitude e, se lhe diz
que, praticando o mal, ele ce...
O homem pode sempre cerrar ouvidos à voz
oculta que lhe fala no íntimo, induzindo-o ao
mal, como pode cerrá-los à voz mate...
Foi o que Jesus nos ensinou por
meio da sublime prece que é
a oração dominical, quando
manda que digamos:
"Não nos deixes ...
SUPERIORIDADE MORAL
843. O homem tem livre - arbítrio nos seus atos?
Pois que tem a liberdade de pensar, tem a de agir.
Sem o livre-arbítrio o...
844. O homem goza do livre - arbítrio desde o nascimento?
Ele tem a liberdade de agir, desde que lenha a vontade de o
faze...
845. As predisposições instintivas que o homem traz ao nascer
não são um obstáculo ao exercício de seu livre-arbítrio?
As ...
Atingido o patamar evolutivo que permite
ao Espírito integrar-se ao reino humano,
conquista ele a faculdade do livre-
arbí...
Como consequência natural do poder escolher,
temos a responsabilidade pela escolha como
característica básica deste moment...
O livre - arbítrio é sempre proporcional à
condição evolutiva do ser.
Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net

5.905 visualizações

Publicada em

Estudo mensal em http://www.forumespirita.net/fe/estudos-mensais/estudo-mensal-o-livre-arbitrio/

Publicada em: Espiritual
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.905
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.870
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
157
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livre arbitrio estudo mensal www.forumespirita.net

  1. 1. Estudo mensal www.forumespirita.net – fevereiro 2012
  2. 2. A Doutrina Espírita admite no homem o livre - arbítrio em toda a sua plenitude e, se lhe diz que, praticando o mal, ele cede a uma sugestão estranha e má, em nada lhe diminui a responsabilidade, pois lhe reconhece o poder de resistir, o que lhe é muito mais fácil do que lutar contra a sua própria natureza. Liberdade
  3. 3. O homem pode sempre cerrar ouvidos à voz oculta que lhe fala no íntimo, induzindo-o ao mal, como pode cerrá-los à voz material daquele que lhe fale ostensivamente. Pode-o pela ação da sua vontade, pedindo a Deus a força necessária e reclamando, para tal fim, a assistência dos Bons Espíritos. Não há arrastamento irresistível
  4. 4. Foi o que Jesus nos ensinou por meio da sublime prece que é a oração dominical, quando manda que digamos: "Não nos deixes sucumbir à tentação, mas livra-nos do mal."
  5. 5. SUPERIORIDADE MORAL
  6. 6. 843. O homem tem livre - arbítrio nos seus atos? Pois que tem a liberdade de pensar, tem a de agir. Sem o livre-arbítrio o homem seria uma máquina. O Livro dos Espíritos
  7. 7. 844. O homem goza do livre - arbítrio desde o nascimento? Ele tem a liberdade de agir, desde que lenha a vontade de o fazer. Nas primeiras fases da vida, a sua liberdade é quase nula; Ela se desenvolve e muda de objeto com as faculdades. Estando os pensamentos da criança em relação com as necessidades da sua idade, ela aplica o seu livre - arbítrio às coisas que lhe são necessárias. O Livro dos Espíritos
  8. 8. 845. As predisposições instintivas que o homem traz ao nascer não são um obstáculo ao exercício de seu livre-arbítrio? As predisposições instintivas são as do Espírito antes da sua encarnação; conforme for ele mais ou menos adiantado, elas podem impeli-lo a atos repreensíveis, no que ele será secundado por Espíritos que simpatizem com essas disposições; mas não há arrastamento irresistível, quando se tem a vontade de resistir. O Livro dos Espíritos
  9. 9. Atingido o patamar evolutivo que permite ao Espírito integrar-se ao reino humano, conquista ele a faculdade do livre- arbítrio, ou seja, passa a ter a liberdade de escolha, e torna-se, a partir de então, artífice do seu próprio destino. Livre - Arbítrio
  10. 10. Como consequência natural do poder escolher, temos a responsabilidade pela escolha como característica básica deste momento evolutivo. Livre - Arbítrio
  11. 11. O livre - arbítrio é sempre proporcional à condição evolutiva do ser.

×