Apresentação de Claúdio Machado

164 visualizações

Publicada em

Apresentação feita por Claúdio Machado durante o V Fórum da Internet no Brasil na trilha sobre Internet e Direitos Humanos no dia 15 de julho de 2015.

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
164
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de Claúdio Machado

  1. 1. Iden%dade  e  serviços  na  Internet   Cláudio  Machado   Salvador,  15  de  julho  de  2015  
  2. 2. •  As   pesquisas   do   CETIC.br   vem   apontando   o   crescimento   do   acesso  à  equipamentos  e  à  Internet,  porém  não  tem  ocorrido   mesmo  com  o  acesso  aos  serviços  eletrônicos.     •  A   iden%ficação   é   um   fator   crí%co   na   oferta   de   serviços   eletrônicos.   •  Os   serviços   de   iden%ficação   na   Internet   tem   caracterís%cas   próprias,   que   exigem   inovação   nos   serviços   tradicionais   de   iden%ficação.   •  O   foco   no   usuário/cidadão   existente   na   Internet   tem   implicações   profundas   para   o   futuro   dos   serviços   de   Iden%ficação.        (7  Leis  da  Iden,dade)  
  3. 3. Apps  E-­‐SAMU  Emergência   •  Lançado   pelo   Ministério   da   Saúde   como   piloto   em   janeiro   de   2014,   para  Salvador  e  Curi%ba.   •  O  aplica%vo  funciona  armazenando   algumas   informações   fornecidas   pelo  usuário  sobre  sua  condição  de   saúde  e  permite  acionar  o  serviço   de   emergência   diretamente   do   aplica%vo.   •  Aplica%vo   móvel   integrado   ao   Facebook,  fazendo  uso  de  recursos   da   rede   social,   como   avisar   à   um   contato   e   publicar   na   %meline   do   usuário  a  ocorrência.  
  4. 4. Desafios  tecnológicos   •  Padronização  de  protocolos   •  Interoperabilidade   •  Arquitetura   de   Iden%ficação   descentralizada  ou  federa%va,   enquanto   na   iden%ficação   tradicional   o   modelo   é   centralizado.   W3C  Workshop  on  Iden,ty  in  the  Browser   Whiteboard  from  final  session  —  Photo  credit:  Thomas   Roessler   h]p://www.w3.org/2011/iden%ty-­‐ws/report.html  
  5. 5. Desafios  Sociais,  Ins%tucionais  e  Legais   •  Serviços   e   redes   de   sociabilidade   transnacionais;   •  Maior   exposição   e   vulnerabilidade   de  dados  pessoais;   •  Papel   mais   relevante   da   inicia%va   privada;   •  Maior   autonomia   do   usuário   pela   escolha  do  provedor  de  iden%dade.  
  6. 6. Modelos  de  Organização   •  A   Secure   Iden%ty   Alliance   iden%fica   três   modelos   de   organização  de  serviços  nacionais  de  iden%dade  eletrônica:   ①  A   iden%dade   eletrônica   é   a   raiz   de   um   serviço   mul%-­‐canal   de   iden%dade.   ②  A   iden%dade   eletrônica   está   integrada   ao   serviço   nacional   de   iden%dade.   ③  A   iden%dade   eletrônica   não   está   integrada   à   nenhum   schema   nacional  de  iden%dade.  
  7. 7. United  Arab  Emirates   •  Serviço   de   iden%dade   eletrônica   subs%tue   os   outros   meios   de   iden%ficação;   •  Converge  serviços  eletrônicos  e  presenciais;   •  Válido  para  serviços  públicos  e  privados,  inclusive  pagamentos;   •  Abrange  toda  população  residente  (cidadãos  e  expatriados)   •  Baseado  em  cartão  de  iden%dade  com  tecnologia  embarcada;  
  8. 8.          Chile   •  Serviço  integrado  ao  Registro  Civil  e  Iden%dade;   •  Inscrição  presencial;   •  Baseado  na  tecnologia  OpenID;   •  Modelo   centralizado   no   Estado,   sem   possibilidade   de   escolha   de   um   provedor  de  iden%dade  privado;   •  Auten%cação  apenas  de  serviços  públicos.  
  9. 9.          Reino  Unido     •  O  modelo  de  organização  da  iden%dade  eletrônica  não  está  baseado  em   um  serviço  do  Estado,  mas  sim  em  parceria  com  empresas  provedoras  de   serviços  de  iden%dade;   •  Cadastramento   on-­‐line,   mas   exige   documentos   prévios   (Passaporte   ou   Carteira  de  motorista);  
  10. 10.          Brasil   •  A   Infraestrutura   Nacional   de   Chaves   Públicas   (ICP.br)   é   hoje   a   única   solução   existente   no   país   para   iden%ficação   eletrônica,   com   suporte   na   legislação;   •  É  u%lizado  também  para  a  iden%ficação  de  organizações  e  máquinas;   •  O   processo   de   cadastramento   é   complexo,   pois   precisa   suprir   as   deficiências  do  sistema  de  iden%ficação  civil;   •  O  alto  custo  para  emissão  do  Cer%ficado  Digital  é  um  impedimento  para   sua  expansão.  
  11. 11. Implicações   •  A  Internet  tem  grande  impacto  na  iden%ficação  e  precisamos   “pensar  fora  da  caixinha”,  mas  a  iden%dade  digital  precisa  ser   ar%culada  aos  serviços  tradicionais  de  iden%ficação.   •  O   debate   sobre   a   iden%ficação   na   Internet   está   sendo   negligenciado  no  Brasil.   •  Sem  uma  solução  para  a  iden%ficação  segura  das  pessoas  na   Internet,   o   Governo   Eletrônico   con%nuará   sendo   uma   miragem  no  Brasil.  

×