Lista de Exercícios 1 - História Medieval

14.335 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
107
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
203
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lista de Exercícios 1 - História Medieval

  1. 1. Lista de Exercícios 1 – História Medieval 1) A sociedade feudal era dividida em estamentos ou ordens, sendo fortemente hierarquizada. São características do período feudal: I. Nos feudos a produção buscava a auto-suficiência, ou seja, ampliação da produção para o consumo externo, concentrando atividades agrícolas, mas também a criação, indústria caseira e comércio regional. II. A produção se realizava fundamentalmente nos feudos ou domínios, cujos detentores eram nobres e alto clero. III. A submissão do camponês à servidão era garantida também através da coação ideológica garantida pela Igreja. IV. A aplicação do sistema de trabalho servil que forçava a permanência dos camponeses nos campos e a inexistência do regime de propriedade da terra. V. As técnicas de cultivo eram rudimentares na Alta Idade Média, resultando em alta produtividade . Assinale a alternativa CORRETA: A) I, II e IV são verdadeiras B) apenas II é verdadeira C) I e III e IV são verdadeiras D) II e III e IV são verdadeiras
  2. 2. 2) "A própria vocação do nobre lhe proibia qualquer atividade econômica direta. Ele pertencia de corpo e alma à sua função própria: a do guerreiro. (...) um corpo ágil e musculoso não é o bastante para fazer o cavaleiro ideal. É preciso ainda acrescentar a coragem. E é também porque proporciona a esta virtude a ocasião de se manifestar que a guerra põe tanta alegria no coração do homens, para os quais a audácia e o desprezo da morte são, de algum modo, valores profissionais." Bloch, Marc. A SOCIEDADE FEUDAL. Lisboa, Edições 70, 1987. O autor nos fala da condição social dos nobres medievais e dos valores ligados às suas ações guerreiras. É possível dizer que a atuação guerreira desses cavaleiros na Alta Idade Média, representa, respectivamente, para a sociedade e para eles próprios: A) a luta nas guerras santas na imposição do catolicismo, e a possibilidade de pilhagem de homens e coisas, de massacres e mutilações de inimigos. B) a manutenção da segurança, em um contexto em que as classes e os estados nacionais se encontram em conflito, e a perspectiva de conquistas de terras e riquezas. C) o cumprimento das obrigações senhoriais ligadas à produção, e à proibição da transmissão hereditária das conquistas realizadas. D) a defesa das relações de suberania e vassalagem e a diversão sob a forma de torneios e jogos em épocas de paz.
  3. 3. 3) A Igreja sobreviveu ao próprio Estado Romano, tornando-se uma poderosa instituição na Idade Média, com papel fundamental na sociedade.Integrou-se ao Sistema Feudal através dos mosteiros, cujas características se assemelhavam às dos domínios dos senhores feudais. Nesse período: A) defendia a monarquia feudal centralizada, forte e absoluta, graças ao Direito Divino. B) detinha o saber e era proprietária de terras. C) concentrava as atividades comerciais dos produtos de luxo. D) estimulava os empréstimos a juros e a usura como forma de ajudar os aflitos. 3) Apesar de não terem alcançado seu objetivo - reconquistar a Terra Santa -, as Cruzadas provocaram amplas repercussões, porque: A) dificultaram a formação de vários reinos cristãos no Oriente, o que permitiu maior estabilidade política à região. B) estimularam a superação das rivalidades nacionais graças à influência que a Igreja então exercia. C) uniram os esforços do mundo cristão europeu para eliminar o domínio árabe na Península Ibérica. D) reativaram as relações comerciais do Oriente com o Ocidente, graças à abertura do Mediterrâneo a navios europeus.
  4. 4. 4) A Baixa Idade Média, do ponto de vista cronológico, compreende desde o século XI ao XV. Durante este período a Europa configurou um novo padrão sócio-econômico e cultural. Com relação a este período, assinale a alternativa correta. A) Redução dos nascimentos na classe dos nobres gerou problemas em relação as terras, resultando em guerras entre os feudos no início da Idade Moderna. B) As cruzadas também ocorreram nesse período e podem ter motivado o aumento da população. C) ocorreu um desenvolvimento em todos os níveis devido ao aumento da produção e das atividades comerciais, com o restabelecimento completo das rotas com o oriente e o crescimento das cidades. D) É um período marcado por grandes perdas na produção agrícola a partir do século XI. 6) A baixa idade média tem sua importância ligada à dissolução do feudalismo e ao início da longa fase de transição que levará ao desenvolvimento de um outro modo de produzir. Assinale a alternativa diretamente relacionada com a crise e a desagregação do sistema feudal. A) Exigências senhoriais sobrecarregando os camponeses, substituição de obrigações antigas por contratos de arrendamento da terra e por pagamento em dinheiro.
  5. 5. B) Equilíbrio entre o ritmo da produção e do consumo, levando o crescimento dos burgos. C) Declínio do comércio a longa distância, florescimento da pequena industria e enfraquecimento do poder real. D) Predomínio do trabalho assalariado e acarretando, em curto prazo, mudanças na Europa Oriental. 7) (UFU-MG) A Alta Idade Média (séc. V a X) tem como uma de suas características singulares, que a define historicamente: A) O desaparecimento dos reinos germânicos no Ocidente. B) A consolidação e generalização do trabalho servil. C) A formação das cruzadas para combater os infiéis do Islã. D) O desenvolvimento, com posterior centralização do poder real. E) O renascimento comercial, que reorienta a vida econômica feudal. 8) (FUVEST-SP) A estrutura básica da sociedade feudal exprimia uma distribuição de privilégios e obrigações. Caracterize as três “Ordens”, isto é, camadas sócias que compunham essa sociedade. 9) (FMTM) O crescimento do comércio e das cidades na Baixa idade Média: A) Consolidou as estruturas feudais, como a economia de subsistência e a suserania. B) Expandiu as atividades agrícolas, com o declínio do uso de moedas nas trocas. C) Fez surgir um novo grupo social, ligado às atividades artesanais e mercantis.
  6. 6. D) Permitiu o desenvolvimento do trabalho livre, isento de quaisquer restrições. E) Criou uma infraestrutura tão adequada, que provocou intenso êxodo rural. 10) (FGV) O sistema feudal caracterizava-se: A) Pela inexistência do regime de propriedade da terra, predomínio da economia de comércio e organização da propriedade pública. B) Pelo cultivo da terra por escravos, com produção intensiva e grandes benefícios para os vassalos. C) Pela aplicação do sistema assalariado e trabalho forçado dos vilões nas pequenas propriedades senhoriais. D) Pela divisão da terra em pequenas propriedades e utilização de técnicas avançadas de cultivo. E) Pela propriedade senhorial da terra, regime de trabalho servil e bases essencialmente agrárias. Gabarito: 1-D 2-D 3-B 4-D 5-C 6-A 7-B 8-... 9-C 10-E

×