A natureza é vida. Precisamos amar e respeitar tudo que faz a vida existir, tendo consciência da nossa responsabilidade pe...
OS CAMINHOS DE UMA NOVA <br />ETICA PLANETARIA<br />	Proteção do meio ambiente é o desafio do tempo, agir juntos e conjunt...
eco<br />FM M<br />Missionárias<br />
	A preservação do meio ambiente é hoje uma preocupação mundial. Todo indivíduo, família, organização e comunidade têm um p...
	Agir em co-responsabilidade significa que existe a colaboração entre os diferentes setores da sociedade por meio de ações...
	Desde a década dos 90, a Congregação das Franciscanas Missionárias de Maria - FMM vem se preocupando com problemática eco...
	Uma primeira “janela aberta”, aconteceu com a palestra da doutoranda em engenharia florestal Rosana Barbosa, que ajudou a...
	As Irmãs FMM e ALFRAMIMA – Associadas-Leigas FMM expressaram o desejo de continuar o compromisso neste campo, porém, orga...
	Outro passo do Projeto AJURI da Ecologia foi a conscientização das outras pessoas. O grupo ALFRAMIMA iniciouum estudo sob...
	Outro encontro aconteceu no ITEPES (Instituto de Teologia Pastoral e Ensino Superior da Amazônia) nos dias 31 de janeiro ...
OBJETIVOS do Projeto AJURI da ECOLOGIA Geral: Colaborar na prevenção da “Pacha-Mama” e como Franciscanas ver a melhor form...
META 	Atender as pessoas e grupos que colaboram com as associadas da AFMMBN para promover um maior conhecimento sobre o am...
MEDIDAS DE IMPLEMENTAÇÃO 	As atividades apresentadas pela AFMMBN, através do projeto, são articuladas pela Comissão do pro...
POSSIBILIDADES DE MULTIPLICAÇÃO 	A avaliação dos resultados mostra a importância de sensibilização e informação sobre a te...
Nosso caminho...<br />
E encontros...<br />
Com as jovens<br />
Encontro com os casaisNossa Senhora de Nazaré <br />
Grupo franciscano <br />
Pastoral da CriançaParóquia Santo Antonio <br />
CasaisParóquia São Bento Cidade Nova<br />
Paróquia Santa Terezinha<br />
Jovens – Igreja N.Sra. de AssunçãoCasais - Menino Jesus de PragaDiáconosAs Crianças da Paróquia da Cachoeirinha<br />
Parceiros:* SARES – Associação Serviço de Ação e         Educação Social  * JH RECICLAGEM DE PAPEL * PET – Plástico<br />
 Tudo concorre para curar e animar a vida do Planeta e a nossa própria vida.  <br />	Precisamos defender a Amazônia, devem...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ajuri 2009-2011

1.074 visualizações

Publicada em

Apresentação na UEA do Projeto Ajuri, um jeito de ser e fazer ecologia.

Publicada em: Espiritual, Tecnologia, Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.074
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
326
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ajuri 2009-2011

  1. 1. A natureza é vida. Precisamos amar e respeitar tudo que faz a vida existir, tendo consciência da nossa responsabilidade perante a vida. Planejar nossas atitudes e ações para que não prejudiquem a vida. Carta dos Princípios de Proteção à Vida. Brasília, 12 de outubro de 1999 <br />
  2. 2. OS CAMINHOS DE UMA NOVA <br />ETICA PLANETARIA<br /> Proteção do meio ambiente é o desafio do tempo, agir juntos e conjunto, conscientes que cada coisa certa e pertinente que fizermos repercute sobre o Todo. <br /> Por isso tudo é importante, seja o que é feito num grande laboratório, numa decisão política ou numa manifestação, no interior da floresta Amazônica ou no centro da grande cidade. Tudo concorre para resgatar, curar e animar a vida do Planeta e a nossa própria vida. <br /> “Agir local, pensar global” exige de cada pessoa um compromisso responsável e concreto acreditando que o mundo melhor é possível e que a crise é uma nova oportunidade de mudança para outro tipo de sociedade mais respeitadora da natureza e mais inclusiva de todos os seres humanos. <br />
  3. 3. eco<br />FM M<br />Missionárias<br />
  4. 4. A preservação do meio ambiente é hoje uma preocupação mundial. Todo indivíduo, família, organização e comunidade têm um papel vital a desempenhar. As artes, as ciências, as religiões, as instituições educativas, os meios de comunicação, as empresas, as organizações não-governamentais e os governos são todos chamados a oferecer uma liderança criativa e responsável. <br /> A parceria entre governo e sociedade civil é essencial para uma governabilidade efetiva. Precisamos deixar o discurso e agir em co-responsabilidade numa ética ambiental, tomando novas atitudes, solidárias, que no fim formam uma sociedade mais justa e respeitosa pela Terra. <br />
  5. 5. Agir em co-responsabilidade significa que existe a colaboração entre os diferentes setores da sociedade por meio de ações em parceria, estabelecendo um novo espaço de pensar e agir às questões sociais, começando ou continuando os caminhos para uma nova ética planetária. A proposta do conceito “Agir Local, Pensar Global”, é agir na defesa do ambiente exatamente onde estamos, em cada momento, em cada situação cotidiana. Assim, fazemos a nossa parte, que terá efeitos abrangentes e benéficos para a nossa casa comum, o planeta Terra. A mobilização a nível local pode fazer toda a diferença a nível global. Precisamos começar a traduzir a “sustentabilidade” nas nossas atitudes, em nossas interações diárias, seja no trabalho, no bairro, em casa, em nossos compromissos cidadãos ou associativos, individuais ou coletivos. <br />
  6. 6. Desde a década dos 90, a Congregação das Franciscanas Missionárias de Maria - FMM vem se preocupando com problemática ecológica. Assim, percebeu-se que diante das demandas crescentes neste campo e inseridas numa região estratégica do ponto de vista ambiental, tinham o conhecimento e a atuação pouco atualizados, dispersos e descuidados.<br />
  7. 7. Uma primeira “janela aberta”, aconteceu com a palestra da doutoranda em engenharia florestal Rosana Barbosa, que ajudou a aprofundar a problemática ecológica, especialmente aplicada em neste região amazônico.<br />Conhecer para preservar: <br />Saiba o que é Ecologia<br />Eng. Florestal <br />Rosana Barbosa de Castro Lopes, Msc.<br />
  8. 8. As Irmãs FMM e ALFRAMIMA – Associadas-Leigas FMM expressaram o desejo de continuar o compromisso neste campo, porém, organizando algo mais amplo e envolvendo outras pessoas e entidades. Assim, nasceu a idéia do AJURI da ECOLOGIA. Atendendo os objetivos do Projeto AJURI da Ecologia, as 5 (cinco) comunidades de AFMMBN desempenharam as atividades relacionadas ao meio ambiente com ações concretas e compromisso com a sustentabilidade. Todas as comunidades fizeram enorme esforço para buscar novas informações, para mudar os comportamentos e adotar para preservar a natureza. <br />
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13. Outro passo do Projeto AJURI da Ecologia foi a conscientização das outras pessoas. O grupo ALFRAMIMA iniciouum estudo sobre a temática socioambiental e temas correlatos para melhorar seus conhecimentos e habilidades necessárias ao seu desenvolvimento pessoal e profissional, e também pela realização de projetos concretas na vida cotidiana. No dia 22 de maio de 2010 pela iniciativa da AFMMBN foi realizado o encontro no INPA (Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia) com as diferentes palestras: * Dr. Henrique dos Santos Pereira, Ecologista, agrônomo e professor da UFAM – Ecologia * Professor Miquel Ângelo da Silva, Farmacêutico e professor da UFAM – Economia e Vida * Dra. Catarina, representante do MUSA <br />
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16. Outro encontro aconteceu no ITEPES (Instituto de Teologia Pastoral e Ensino Superior da Amazônia) nos dias 31 de janeiro – 2 de fevereiro 2011 durante o curso Realidade Amazônicas.<br />
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22. OBJETIVOS do Projeto AJURI da ECOLOGIA Geral: Colaborar na prevenção da “Pacha-Mama” e como Franciscanas ver a melhor forme de vida que é o grande desafio dos habitantes do Planeta  Específicos:  * Ampliar uma consciência ecológica. * Mostrar como a teoria existente poderá ser aplicada em todos os níveis. * Promover a qualidade de vida sustentável e responsável, em colaboração com os organismos técnico-cientificos.<br />
  23. 23. META  Atender as pessoas e grupos que colaboram com as associadas da AFMMBN para promover um maior conhecimento sobre o ambiente natural e sensibilizar o participante quanto ao seu papel na conservação do ambiente em que está inserido. Desenvolver um aprendizado prático por meio de dinâmicas lúdicas e interativas. <br />
  24. 24. MEDIDAS DE IMPLEMENTAÇÃO  As atividades apresentadas pela AFMMBN, através do projeto, são articuladas pela Comissão do projeto e todos os membros da associação AFMMBN e grupo ALFRAMIMA. Este Projeto AJURI da Ecologia ajuda para formar atitude critica perante a inter-relação entre ambiente e a sociedade, através da educação ambiental e ações concretas. Tudo é importante, seja o que é feito pelos “grandes deste mundo” ou os grupos, empresas ou indivíduos. Todas as mudanças importantes começam nas mentes, nos sonhos e na consciência das pessoas.<br />
  25. 25. POSSIBILIDADES DE MULTIPLICAÇÃO  A avaliação dos resultados mostra a importância de sensibilização e informação sobre a temática socioambiental. Com esta experiência, a Associação AFMMBN tentará ampliar a reflexão e compromissos com as outras pessoas e grupos, para que eles se tornem capacitados para a realização de outros projetos ambientais e atuando como multiplicadores sócio-ambientais nas comunidades. <br />
  26. 26. Nosso caminho...<br />
  27. 27. E encontros...<br />
  28. 28. Com as jovens<br />
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31. Encontro com os casaisNossa Senhora de Nazaré <br />
  32. 32.
  33. 33. Grupo franciscano <br />
  34. 34.
  35. 35. Pastoral da CriançaParóquia Santo Antonio <br />
  36. 36.
  37. 37.
  38. 38. CasaisParóquia São Bento Cidade Nova<br />
  39. 39.
  40. 40.
  41. 41.
  42. 42.
  43. 43. Paróquia Santa Terezinha<br />
  44. 44.
  45. 45. Jovens – Igreja N.Sra. de AssunçãoCasais - Menino Jesus de PragaDiáconosAs Crianças da Paróquia da Cachoeirinha<br />
  46. 46. Parceiros:* SARES – Associação Serviço de Ação e Educação Social * JH RECICLAGEM DE PAPEL * PET – Plástico<br />
  47. 47. Tudo concorre para curar e animar a vida do Planeta e a nossa própria vida. <br /> Precisamos defender a Amazônia, devemos nos unir para preservá-la, respeitá-la articulando um diálogo entre todos os setores da sociedade.<br /> “Agir local, pensar global” exige de cada pessoa ou grupo um compromisso responsável e concreto acreditando que o mundo melhor é possível e que a crise é uma nova oportunidade de mudança para outro tipo de sociedade mais respeitadora da natureza e mais inclusiva de todos os seres humanos. <br />

×